sábado, 5 de janeiro de 2019

Exercícios de História sobre o Governo Collor - com gabarito

Questão 01 - Instituto Machado de Assis - 2018 - Prefeitura de Luís Correia - PI - Professor de História -
Que candidato as eleições de 1989, no Brasil, atraiu o apoio de diferentes setores da sociedade, com a promessa de modernizar a economia, promovendo políticas de cunho neoliberal e a abertura da participação estrangeira na economia nacional.
(A) Fernando Collor.
(B) Itamar Franco.
(C) Jose Sarney.
(D) João Figueiredo.

Questão 02 - Prova MPE-GO - 2018 - MPE-GO - Secretário Auxiliar - Águas Lindas -
O primeiro presidente eleito da chamada "Nova República”, por meio das eleições diretas de 1989, foi Fernando Collor de Melo. Sobre o governo Collor, é INCORRETO dizer que:
(A) foi interrompido por um processo de impeachment, em 1992;
(B) teve como vice-presidente da República Itamar Franco;
(C) deu início ao Plano Real, que criou a moeda de mesmo nome; 
(D) ficou marcado, no plano econômico, pelo confisco das poupanças dos brasileiros;
(E) o movimento popular que contribuiu para o seu fim chamava-se “Caras pintadas”.

Questão 03 - Cásper Líbero 2017 -  As denúncias de corrupção, associadas ao desgaste do então presidente, devido à implementação de planos de estabilização da economia, levaram mais tarde à mobilização popular e à aprovação do pedido de impeachment. Os planos econômicos, chamados de Collor I e Collor II, visavam, basicamente, controlar a inflação. No primeiro momento, os planos surtiram efeito, mas o confisco do dinheiro depositado nos bancos e a volta da inflação estimulavam o descontentamento do povo com o presidente.
Fonte: EBC http://www.ebc.com.br/2012/09/ha-20-anos-fernando-collor-de-mello-foi-o-primeiro-presidente-do-brasil-a-sofrer-processo-de | Publicado: 29/09/2012 | Acesso: 28/09/2016 | Adaptado 
O texto faz alusão ao contexto socioeconômico que levou o então Presidente Fernando Collor de Melo ao impeachment. O contexto descrito no texto é marcado pela: 
a. aderência política ao governo por parte dos setores produtivos industriais. 
b. lisura administrativa que tornava questionável o processo de impedimento. 
c. falência de empresas e recessão, devido ao confisco dos recursos das contas bancárias. 
d. aceitação da carta de renúncia do Presidente, evitando a perda dos seus direitos políticos. e. movimentação popular a favor da permanência do Presidente, chamada de “caras pintadas”.

Questão 04 - Instituto Excelência - 2016 - Prefeitura de Monte Azul Paulista - SP - A Nova República iniciou-se no Brasil com o governo de José Sarney em 1985, e permanece até os dias atuais. Durante seu governo foi elaborada uma nova Constituição, promulgada em 1988, que garantia eleições diretas e livres a todos os cargos eletivos. Diante desses fatos históricos na política nacional, qual foi o primeiro presidente eleito diretamente desde 1960, no ano de 1989?
a) Fernando Collor de Melo. 
b) Luiz Inácio Lula da Silva.
c) Fernando Henrique Cardoso.
d) Nenhuma das alternativas.

Questão 05 - FUVEST 2002 - Transferência – O plano “Brasil Novo” anunciado pelo Presidente Fernando Collor de Mello (1990), imediatamente após sua posse na Presidência da República introduziu, entre outras medidas,
a) aumento dos impostos sobre todas as importações, renegociação da dívida externa brasileira e redução das importações de petróleo;
b) estímulo à poupança privada mediante juros subsidiados, reforma tributária beneficiando os municípios e universalização do acesso ao ensino secundário;
c) congelamento dos preços de bens e serviços, confisco de contas correntes e cadernetas de poupança, reforma monetária convertendo cruzados novos em cruzeiros na base de um por um; 
d) liberalização das importações de produtos estrangeiros, confisco das reservas dos grandes bancos nacionais, implantação de uma zona franca de comércio em cada Estado brasileiro;
e) redução dos valores das aposentadorias para eliminar o déficit da Previdência, instituição de elevados tributos sobre o latifúndio improdutivo, ampliação da rede privada de ensino profissionalizante mediante uma política de incentivos fiscais.

Questão  06 - Mackenzie 2017/Manhã 

Durante sua campanha eleitoral, Fernando Collor de Mello, prometia modernizar o país e liquidar com a nossa inflação. Entretanto, como ironiza a charge acima, seus pacotes econômicos não foram bem sucedidos. A respeito do Plano Collor, conjunto de medidas a fim de revitalizar nossa economia e que foi divulgado logo no dia seguinte à sua posse, ocorrida em 15 de março de 1990, é correto afirmar que
a) instaurou o congelamento imediato de preços de produtos básicos, acompanhado de gradual liberalização de salários, como também retomava o padrão monetário do cruzado.
b) estabeleceu o tabelamento dos preços dos principais gêneros alimentícios de consumo, mas permitiu a livre negociação de salários, o que beneficiou a classe trabalhadora.
c) deu início ao programa de privatizações estatais e preconizava a necessidade de se realizar um violento corte de gastos públicos, porém, na prática, não houve uma expressiva demissão de funcionários.
d) confiscou os depósitos bancários que ultrapassassem o valor de 500 mil cruzados, durante um breve período de 3 meses, para evitar o remessa de capital nacional para o exterior.
e) confiscou depósitos bancários em contas correntes e cadernetas de poupança, no valor que excedesse a quantia de 50 mil cruzeiros, para evitar deslocamento de recursos para o consumo.

Questão 07 - IFBA 2017 - Integrado - Leia o texto abaixo: 
 “Do outro lado, tínhamos um presidente moralmente desmoralizado e repudiado pela opinião pública. Apoiado por políticos que insistem em manter viva a tradição da impunidade, que permanecem cegos às exigências da sociedade, Collor, com seus auxiliares, desfiou o argumento de que está sofrendo um linchamento político. Na verdade, quem sofreu um linchamento político e moral foi o povo brasileiro, enganado quanto às promessas de moralidade pública, de bem-estar social e de modernização do país. Este governo deixa como herança uma situação de pós-guerra, com uma realidade social miserável e um Estado próximo da falência”. (José Genoíno. “Novo início para o Brasil”. Folha de S. Paulo, 30/09/92).

A partir da leitura do texto e da compreensão sobre o governo neoliberal de Fernando Collor de Mello (1990-1992), indique a (s) afirmação(ões) que melhor traduz(em) as diretrizes econômicas daquele período. 
I - o plano Collor recorreu ao congelamento de preços e aumento de salários como saída para a crise econômica e restaurou o Cruzado Novo em substituição ao Cruzeiro. 
II - O governo realizou o confisco dos depósitos bancários em contas correntes, em aplicações financeiras e em cadernetas de poupanças. 
III - O governo federal aumentou os gastos públicos, apoiando iniciativas do setor artístico e cultural e estimulando o desenvolvimento de pesquisas científicas. 
IV - Seu plano econômico resultou em recessão quase imediata: falências, queda nas vendas, perda do poder aquisitivo dos salários e demissões dos trabalhadores, com milhares de desempregados. 
Assinale a alternativa verdadeira: 
A) apenas I. 
B) apenas II. 
C) apenas II e III. 
D) apenas II e IV. 
E) apenas I, III e IV.

Questão 08 - PUCRS 2005.2 - A reforma do estado brasileiro promovida por Fernando Collor de Mello (1990-92) é definida como neoliberal porque estava baseada
A) em uma política de privatizações e na abertura comercial à concorrência estrangeira.
B) no aumento dos investimentos públicos e no protecionismo comercial.
C) na emissão de dinheiro e no aumento de impostos.
D) em uma política estatizante e no investimento em indústrias de base.
E) na criação de novas empresas públicas e na liberalização das importações. 

Questão 09 - UFPR 2005 - Que alternativa apresenta fator que levou à ingovernabilidade e ao posterior impeachment do presidente Fernando Collor de Mello? 
a) Pressão dos partidos de oposição, entidades profissionais e movimento estudantil pela apuração das denúncias de corrupção no governo. 
b) Conspiração militar que culminou em golpe de estado, devido à esquerdização da política de governo e à aproximação diplomática entre o presidente e os países comunistas. 
c) Envolvimento do presidente em atentado ao líder oposicionista Ulisses Guimarães. 
d) Reação das elites ao confisco da poupança pelo Plano Collor e à taxação do capital financeiro. 
e) Pressão dos Estados Unidos, que viam nas reformas propostas por Collor indícios de uma política protecionista prejudicial a seus interesses comerciais.

Questão 10 - FDF 2017 - O pedido de impeachment de Fernando Collor de Mello, em 1992, foi baseado em denúncia de
(A) crime de responsabilidade.
(B) tráfico de drogas.
(C) desrespeito à legislação eleitoral.
(D) desvio de verbas parlamentares.

Questão 11 - Instituto Excelência - 2016 - Prefeitura de Monte Azul Paulista - SP - Em 29 de dezembro de 1992 o então presidente Fernando Collor de Mello renunciou ao mandato, diante a denúncias de corrupção e o processo de impeachment. Sobre este fato histórico, quem assumiu em definitivo a Presidência da República?
a) Fernando Henrique Cardoso.
b) José Sarney.
c) Itamar Franco.
d) Nenhuma das alternativas.

Questão 12 - UERJ 2002 - 1° Exame de Qualificação  - “(...) Temos, no governo Collor, a distância entre duas publicidades: uma publicidade favorável ao governo, por ele suscitada e mesmo paga, que se expressava na encarnação da força física, melhor dizendo, de uma positividade que não remetia a nenhuma virtude moral ou política, mas se reduzia ao mero abuso da animalidade; e outra publicidade, que lhe foi fatal, quando o irmão veio a público denunciar o presidente enquanto pessoa pública, por corrupção, e enquanto pessoa privada, por atos ilegais, quer imorais, nem todos, porém, de relevância para a sociedade brasileira, como os que se referiam à sua vida sexual.” (RIBEIRO, R. Janine. In: DAGNINO, Evelina (org.). Anos 90: Política e sociedade no Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1994.)
Este texto apresenta algumas reflexões sobre a crise que desencadeou o impedimento do Presidente Fernando Collor de Mello. A crítica política que apóia as preocupações do autor acerca daquele período pode ser traduzida por:
(A) O predomínio da imagem pública é prejudicial à democracia.
(B) A propaganda positiva é fundamental na consolidação dos governos atuais.
(C) A ênfase na pessoa privada decorre da fragilidade das instituições públicas.
(D) A imagem pública fica prejudicada com a difusão dos meios de comunicação

Questão 13 - UEMA - PAES 2009 - Observando as imagens 1 e 2, pode-se concluir que

Imagem 1 - Discurso de Fernando Collor de Mello.
Imagem 2 - Jovens caras-pintadas em São Paulo.

a) a primeira refere-se à campanha que levou Fernando Collor de Mello à vitória em uma eleição marcada pela pequena quantidade de candidatos à presidência da República e a segunda refere-se à capacidade de Fernando Collor de Mello de associar sua imagem de candidato mais jovem ao cargo de presidente aos estudantes, considerados o “futuro da nação”.
b) a primeira refere-se ao discurso que consagrou, independente das críticas feitas a seu primeiro governo, a campanha rumo à reeleição de Fernando Collor de Mello como presidente da República e a segunda refere-se à mobilização deflagrada pela UNE, em nível nacional, no momento de transição da ditadura militar para a redemocratização.
c) a primeira refere-se à tentativa do presidente Fernando Collor de Mello de impedir a aprovação do processo de impeachment pela Câmara dos Deputados e a segunda ilustra o apoio que jovens estudantes deram à continuidade de Fernando Collor de Mello no cargo de presidente da República quando ameaçado por militares.
d) a primeira refere-se à campanha de Fernando Collor de Mello à presidência da República, que utilizou o poder da imprensa para exaltar sua imagem como o “caçador de marajás”, e a segunda representa a mobilização de jovens estudantes em defesa do impeachment do presidente Fernando Collor de Mello e de uma maior mobilização da política nacional.
e) a primeira refere-se ao cenário de expectativa existente no Brasil diante da possibilidade das primeiras eleições diretas para presidente da República após a ditadura militar e a segunda refere-se à ampla comemoração popular da eleição de Fernando Henrique Cardoso, considerado, na época, opositor da política de Fernando Collor de Mello.

Questão 14 - Mackenzie 2001 - O ano de 1992 ficou marcado como o ano do impeachment, fato inédito no país e no próprio contexto internacional. Dentre os fatos que contribuíram para esse desfecho NÃO se inclui:
a) as sucessivas denúncias de corrupção, agravadas pela entrevista de Pedro Collor à Revista Veja.
b) a fracassada defesa do Presidente Collor, apresentada por Cláudio Vieira, configurada na farsante Operação Uruguai.
c) a imagem de modernidade e de cultura elaborada pela mídia, que não resistiu aos desacertos de dois anos de governo Collor.
d) a abertura econômica e a integração latino-americana, fatos que geraram forte antagonismo com os E.U.A.
e) as irregularidades no processo de privatizações, as fraudes nas licitações e os desvios de verbas.

Questão 15 - UNIFOR 2004.1 - Analise o texto.
Uma das palavras mais utilizadas por Collor desde a campanha eleitoral era "moderno". Prometia modernizar o Brasil, e sua própria figura jovem, bem como a de alguns de seus ministros forneciam um suporte a esse tipo de discurso. Por modernização, Collor entendia a diminuição do papel do Estado, o que incluía a defesa do livre mercado, a abertura para as importações, o fim dos subsídios e as privatizações. (Cláudio Vicentino e Gianpaolo Dorigo. História do Brasil. São Paulo: Scipione, 1998, p.447)
Para o presidente a que o texto se refere, “modernizar” o Brasil significava
(A) nacionalizar os setores econômicos mais importantes do país.
(B) proteger a economia do país por meio do protecionismo estatal.
(C) adequar o país à nova realidade do neoliberalismo mundial.
(D) implantar um modelo econômico intervencionista no país.
(E) reduzir a pobreza do país por meio da abertura econômica.

GABARITO
01 - A
02 - C
03 - C
04 - A
05 - C
06 - E
07 - D
08 - A
09 - A
10 - A
11 - C
12 - C
13 - D
14 - D
15 - C

Nenhum comentário: