sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Exercícios sobre a Teoria da Tectônica de Placas - com gabarito

Questão 01 - UTFPR 2017-1 CT - Verão - A expressão utilizada na Geologia como “Teoria da Tectônica de Placas” explica como certos processos naturais moldaram a posição das terras emersas da Terra, e se aplica apenas:
A) à deriva dos continentes.
B) aos fatores erosivos do relevo.
C) à teoria da formação do Universo.
D) à formação do carvão vegetal.
E) à formação dos solos da Terra.

Questão 02 - PUC-MG 2007 - A teoria da Tectônica de Placas explica como a dinâmica interna da Terra é responsável pela estrutura da litosfera, sendo INCORRETO afirmar:
a) A litosfera é a parte rígida que compõe a crosta terrestre; é segmentada em placas que flutuam em várias direções sobre o manto.
b) O movimento das placas pode ser convergente ou divergente, aproximando-as ou afastando-as, ou ainda deslizando-as uma em relação à outra.
c) A tectônica é responsável por fenômenos como formação de cadeias montanhosas, deriva dos continentes, expansão do assoalho oceânico, erupções vulcânicas e terremotos.
d) As placas continentais e oceânicas possuem semelhante composição mineralógica básica, uma vez que essas placas compõem a crosta terrestre.

Questão 03 - UDESC - 2016.1 - A teoria da tectônica de placas afirma que a América do Sul e a África estiveram unidas e iniciaram sua separação há cerca de 125 milhões de anos. Assinale a alternativa que contém o nome da era geológica em que se iniciou tal separação, o do bloco formado pela América do Sul e África e o do continente que também fazia parte deste bloco, sequencialmente. 
A. ( ) Cenozoico – Laurásia – América do Norte 
B. ( ) Arqueozoico – Pangea – Europa 
C. ( ) Mesozoico – Gondwana – Ásia 
D. ( ) Mesozoico – Gondwana – Antártida 
E. ( ) Cenozoico – Laurásia – Austrália

Questão 04 - UFSM 2003 - A formação de relevos nos continentes e nos fundos dos oceanos pode ser explicada pela Teoria da Tectônica de Placas, segundo a qual
I - a maior parte dos vulcões está concentrada nas bordas de placas tectônicas, principalmente ao longo das costas oceânicas.
II - a formação de cadeias oceânicas se deu por vulcanismo associado ao afastamento de duas placas tectônicas.
III - os fundos dos oceanos não possuem atividade sísmico-vulcânica por não apresentarem contato entre placas.
Está(ão) correta(s) a) apenas I.
b) apenas II.
c) apenas III.
d) apenas I e II.
e) apenas II e III.

Questão 05 - UFC 1999 - A "Teoria da Tectônica de Placas" procura explicar a formação dos continentes e dos oceanos bem como do relevo submarino. Entre as proposições sobre esta teoria, considere as seguintes:
I - A Cordilheira Mesoceânica do Atlântico é formada a partir do afastamento de duas placas tectônicas.
II - A Cordilheira dos Andes é formada a partir do afastamento de duas placas tectônicas. III - O vulcanismo e os terremotos podem ser conseqüências diretas da movimentação das placas tectônicas. Com relação às assertivas anteriores, é correto afirmar que:
a) apenas I é verdadeira.
b) apenas II e verdadeira.
c) apenas III é verdadeira.
d) I e III são verdadeiras.
e) I, II e III são verdadeiras.

Questão 06 - IDECAN - 2015 - CBM-MG - “A teoria da tectônica de placas é recente, mas sua formulação baseia‐se em mais de 100 anos de especulações, pesquisas geológicas e debates. Com a formulação da teoria da tectônica de placas surge uma nova explicação para um dos mais antigos e controvertidos temas da geologia – o da deriva continental. A ideia de que os continentes não foram fixos durante toda a história da Terra e, sim, de que sofreram movimentos relativos sobre a sua superfície só agora se torna mais compreensível e aceita com a explicação do ponto de vista da tectônica de placas.”
(Popp, José Henrique. Geologia Geral. 6ª ed. Rio de Janeiro: LTC, 2010 p. 11.)   

Sobre a teoria da tectônica de placas, analise.
I.   Procura demonstrar que a superfície semirrígida da crosta sofre movimentos sobre uma porção inferior, quente e fluida, denominada astenosfera.
II.   A superfície semirrígida da crosta sofre movimentos; com isso, as rochas superficiais sofrem deformações, produzindo estruturas características, conhecidas como produtos do tectonismo.
III.  O fenômeno da tectônica de placas processa‐se em escala global, mas se encontra evidenciado segundo direções preferenciais ou regionais.
Estão corretas as alternativas
A) I, II e III.  
B) I e II, apenas.  
C) I e III, apenas. 
D) II e III, apenas.

Questão 07 - CESGRANRIO - 2013 - IBGE - Tecnologista - Geografia - 
A tectônica de placas baseia-se nas diferenças mecânicas entre a litosfera e astenosfera. A litosfera é constituída por um conjunto de placas tectônicas, separadas e independentes, que “flutuam” e movimentam-se sobre a astenosfera. Devido à condição de busca de equilíbrio densitométrico de massas litosféricas sobre a astenosfera com empuxos principais verticalizados, à semelhança de corpos flutuantes sobre um líquido, a crosta continental, menos densa, encontra-se emersa, enquanto a crosta oceânica, mais densa, está, normalmente, submersa. SANTOS, A. A tectônica e as formas de relevo.
In: FLORENZANO, T. (Org.). Geomorfologia. Conceitos e tecnologias atuais. São Paulo: Ofi cina de Textos, 2008, p. 130 

Essa condição de busca de equilíbrio densitométrico é denominada
(A) anticlinal
(B) sinclinal
(C) isostasia
(D) orogênese
(E) epirogênese

Questão 08 - PROGEPE - 2017 - UFPR - Geólogo - 
A teoria da tectônica de placas, conhecida como a “teoria unificadora”, explica a movimentação e as forças atuantes nas placas tectônicas e, também, os processos e as grandes feições geológicas que ocorrem nos limites entre essas placas. Com relação à essa teoria, é INCORRETO afirmar:
a) A variação da velocidade de deslocamento e direção do movimento de uma placa em relação a outra depende dos princípios geométricos que controlam a movimentação de placas rígidas em uma superfície esférica.
b) Os limites transformantes indicam o sentido de deslocamento das placas tectônicas.
c) As isócronas do fundo oceânico são aproximadamente paralelas ao eixo a partir do qual se deu a expansão do fundo oceânico.
d) A reconstrução da paleogeografia dos continentes possibilita a caracterização das paleocorrentes oceânicas e, com isso, podem-se fazer inferências sobre o paleoclima na Terra.
e) A reconstrução paleogeográfica pode auxiliar na prospecção mineral pela correlação geológica entre uma região onde ocorre um determinado tipo de depósito e outras áreas que estariam juntas no passado geológico.

Questão 09 - FUNIVERSA - 2012 - PC-DF - As ideias básicas da tectônica de placas foram reunidas como uma teoria unificada há menos de 40 anos. Muitas observações científicas isoladas deram suporte a essa unificação. Em relação a esse assunto, assinale a alternativa correta.
(A) A descoberta das dorsais meso-oceânicas com base em investigações gravimétricas e a da expansão do assoalho oceânico por estudos magnetométricos foram essenciais à teoria.
(B) A junção tríplice, local de encontro dos limites de placa convergente, divergente e transformante, foi identificada pela primeira vez no leste da África.
(C) Somente em 1986, cientistas conseguiram medir a velocidade da deriva continental, utilizando um sistema de posicionamento astronômico com exatidão da ordem de milímetros.
(D) Islândia e Japão foram importantes feições geomorfológicas globais utilizadas para exemplificar a continuidade em superfície das dorsais meso-oceânicas.
(E) As isócronas do assoalho oceânico definidas a partir de datações em basaltos na década de 60 do século passado indicaram uma expansão 100 vezes maior que a obtida pelo posicionamento astronômico.

Questão 10 - CESGRANRIO - 2018 - Petrobras - A expansão do assoalho oceânico, evidência física que consolida a Teoria da Tectônica de Placas, foi confirmada por
(A) bandas simétricas de lavas magnetizadas no fundo oceânico
(B) encaixe geográfico dos continentes
(C) presença de hot spots
(D) similaridades de rochas e estruturas nos continentes em lados opostos do Atlântico
(E) velocidade relativa das placas

Questão 11 - CESGRANRIO - 2011 - Petrobrás - A Teoria da Tectônica de Placas afirma que a porção rígida mais externa da Terra é subdividida em placas com movimentação relativa entre si. Com base nesse conceito, tem-se que a porção rígida mais externa da Terra
(A) corresponde à crosta terrestre, que é separada do manto pela descontinuidade de Mohorovicic.
(B) constitui a litosfera, que é separada do manto pela descontinuidade de Mohorovicic.
(C) é constituída da crosta continental e do manto litosférico.
(D) é constituída das crostas continental e oceânica e do manto litósférico.
(E) posiciona-se sobre o núcleo externo, que, por ser constituído por material líquido, possibilita a movimentação das placas.

Questão 12 - AMAUC - 2018 - Prefeitura de Seara - SC - A teoria originada a partir da deriva continental e da expansão dos fundos oceânicos foi desenvolvida em 1960 e tornou-se a mais aceita entre geógrafos e oceanógrafos. De acordo com esta teoria, a litosfera se movimenta sobre a astenosfera. A litosfera por sua vez, é dividida por placas e estas deslizam por causa das correntes de convecção no interior da Terra. O calor que vem do núcleo da Terra esquenta o manto e faz as partes mais quentes subir. Essas partes esfriam e voltam a descer. São essas correntes que movimentam lentamente as placas que formam a crosta da Terra. Assinale a alternativa correta.
a) Uniformitarismo das cadeias oceânicas.
b) Migração dos Polos Geográficos.
c) Teoria da Tectônica Global.
d) Modelo da Litosfera Quebradiça.
e) Teoria do Quietismo Crustal.

GABARITO
01 - A
02 - D
03 - D
04 - D
05 - D
06 - A
07 - C
08 - B
09 - C
10 - A
11 - D
12 - C

Nenhum comentário: