PESQUISAR ESTE BLOG

quarta-feira, 27 de dezembro de 2023

Página 219 - Respostas (correção) das atividades do livro Se liga nas Linguagens Português

1. De que tipo de show ou programa Garfield parece participar?
RESPOSTA: Ele parece participar de um show de talentos ou de um espetáculo de humor. 

2. Que função tem a lua ao fundo na composição da cena?
RESPOSTA: A lua faz as vezes de refletor, objeto comum no teatro.

3. Que reação ele espera obter com a história que conta?
RESPOSTA: O riso dos espectadores.

4. Veja o último quadrinho: o que o gato está fazendo?
RESPOSTA: O gato faz uma espécie de dança para marcar o final de seu número.

5. Na primeira fala de Garfield, existem duas duplas de interlocutores. Quais são elas?
RESPOSTA: Garfield e o público; Garfield e o canário.

Página 218 - Respostas (correção) das atividades do livro Se liga nas Linguagens Português


1. Explique por que a maneira como a pergunta foi formulada tem efeito persuasivo.
RESPOSTA: A pergunta contém uma crítica, evidenciada pela palavra “ainda”, que sugere atraso e, assim, chama para a ação.

2. Qual é o efeito do uso de “bem” nesse texto?
RESPOSTA: “Bem” marca a intenção de encurtar, interromper a conversa.

3. Como se explica que, supostamente, o filho do interlocutor conheça o bicho - -preguiça se ele ainda não visitou o zoológico?
RESPOSTA: No contexto do anúncio, o “bicho- -preguiça” é o pai ou a mãe que não levou o filho ao zoológico, e não uma referência ao animal.

4. A ilustração antropomorfiza o bicho-preguiça. Como e com qual objetivo isso é feito?
RESPOSTA: A antropomorfização se dá com a figura de um bicho-preguiça que dorme como uma pessoa; ele não se agarra nos galhos, como faz o animal. Esse recurso reforça a ideia de que o bicho-preguiça do texto é uma referência àqueles que deixaram de levar os filhos ao zoo.

Página 121 - Respostas (correção) das atividades do livro Se liga nas Linguagens Português

1. As telas apresentam elementos relativos ao universo dos transportes. 
a) Na primeira, qual é a contribuição da figura do bonde para a construção da imagem da cidade de São Paulo? Não deixe de considerar o ano em que foi pintada. 
RESPOSTA: A referência ao bonde contribui para sugerir uma cidade que começa a se modernizar.

b) Que outros elementos contribuem para o mesmo efeito? 
RESPOSTA: Os edifícios, o poste de luz, a bomba de gasolina, as estruturas de ferro sustentando o viaduto e o letreiro com os algarismos.

c) É correto afirmar que, na segunda tela, o trem surge com o mesmo propósito? Explique sua resposta.
RESPOSTA: Não. A tela tem como foco o grupo humano; o trem contribui para marcar sua condição de pobreza e não para indicar o progresso da cidade.

2. Na tela São Paulo, Tarsila mostra a influência da vanguarda cubista. A tela revela a simplificação e a geometrização das formas, visíveis tanto em elementos retilíneos quanto arredondados. Apresente exemplos de cada grupo. 
RESPOSTA: Elementos retilíneos: passeio público, contorno dos prédios, bonde; elementos arredondados: árvore no primeiro plano, curso do rio, bomba de gasolina, poste de iluminação, torres de suporte do viaduto.

3. Observe, novamente, a tela 2ª classe. 
a) O que chama atenção na representação do rosto das pessoas à porta do vagão? 
RESPOSTA: Os rostos estão deformados.

b) Qual é o efeito expressivo dessa forma de representação?
RESPOSTA:  Os rostos sugerem sofrimento e podem provocar a comoção do público.

segunda-feira, 25 de dezembro de 2023

5º ano EF - página 61 - Respostas (correção) das atividades do livro A Conquista Ciências

10. Por que é importante para os seres humanos desenvolver técnicas de aprimoramento da agricultura?
RESPOSTA:  Esse aprimoramento é importante para evitar o desperdício, diminuir o tempo de trabalho e para que seja possível cultivar uma variedade maior de alimentos em condições do ambiente que são, muitas vezes, desfavoráveis.

11. Quais são os fatores externos que influenciam a agricultura?
RESPOSTA: Os fatores externos são: a ocorrência de chuvas e ventos; a radiação solar; o tipo de solo; a temperatura e o nível de umidade do ar.

12. Segundo o texto, a redução da quantidade e do movimento da água dos rios pode trazer prejuízo à população. Quais são esses prejuízos?
RESPOSTA: A condição apresentada pode levar à redução da diluição de produtos despejados pelos seres humanos, causando poluição e afetando a saúde da população.

13. Quando a agricultura é feita em grande escala, quais impactos ambientais podem acontecer?
RESPOSTA: A erosão do solo pode ficar mais intensa, assim como a poluição das águas superficiais e subterrâneas.

5º ano EF - página 27 - Respostas (correção) das atividades do livro A Conquista Ciências

1. Galileu Galilei fez algumas das primeiras observações do espaço através de um telescópio que ele mesmo construiu. De que esse telescópio era feito?

RESPOSTA:
O telescópio era composto por duas lentes encaixadas na ponta de um tubo de madeira, com uma junta de cobre e coberto com papel. 

5º ano EF - página 23 - Respostas (correção) das atividades do livro A Conquista Ciências

1. Para observar estrelas muito distantes e a formação de novas galáxias, é preciso que não haja interferência da poluição luminosa nem das condições climáticas. Sendo assim, qual telescópio pode ser mais adequado para essas observações? Por quê? 

RESPOSTA:
O telescópio espacial, já que as imagens que ele obtém não são deformadas pela atmosfera terrestre.

8º ano - página 61 - Respostas (correção) das atividades do livro Se Liga na História

5. O que foram os Artigos da Confederação? 
RESPOSTA: Foram leis registradas em um documento de 1777 que determinaram a união dos estados até que a constituição do país fosse elaborada. Tal documento demarcava a autonomia dos estados e atribuía ao Congresso os principais poderes do governo central.

6. O sentimento de identidade nacional não se manifestou nos Estados Unidos logo após a independência. Por quê? 
RESPOSTA: Porque os treze estados que se formaram com a independência tinham muitas diferenças políticas e econômicas, decorrentes das condições particulares da colonização no norte, no centro e no sul, que não foram solucionadas logo após a emancipação.

7. A independência dos Estados Unidos significou uma vitória da democracia defendida pelos iluministas. No entanto, essa democracia era contraditória. Explique.
RESPOSTA: A Constituição dos Estados Unidos consagrou os ideais iluministas de liberdade, soberania popular e organização do Estado em três poderes. No entanto, os indígenas não foram considerados cidadãos. Assim, não tiveram seus direitos reconhecidos nem puderam preservar suas terras tradicionais. O mesmo tratamento excludente tiveram as mulheres e os negros escravizados – esses porque a escravidão foi mantida no país até 1º de janeiro de 1863.

8º ano - página 39 - Respostas (correção) das atividades do livro Se Liga na História

1. Defina, com suas palavras, o Iluminismo. 
RESPOSTA: O Iluminismo foi um movimento filosófico e intelectual que atingiu o auge na Europa durante o século XVIII e se caracterizou pela valorização da capacidade de elaborar conclusões com base na análise racional da realidade. Segundo os iluministas, a reflexão sobre o mundo não deveria se restringir ao âmbito intelectual, mas se expressar em atitudes e ações. Os iluministas acreditavam que os seres humanos, guiados pela razão, seriam capazes de melhorar o mundo, a sociedade e a si mesmos.

2. Que críticas os iluministas faziam ao pensamento predominante na Europa medieval? 
RESPOSTA: De acordo com os iluministas, o pensamento religioso predominante na Europa medieval impedia a liberdade de pensamento, guiando os seres humanos pelas superstições e dogmas bíblicos.

3. Explique a teoria dos três poderes elaborada por Montesquieu. 
RESPOSTA: Montesquieu criou essa teoria como forma de combater o poder absoluto dos reis. O poder deveria ser dividido em Executivo – responsável por governar e dar garantia do cumprimento das leis –, Legislativo – encarregado de elaborar as leis – e Judiciário – responsável por analisar a constitucionalidade das leis e julgar as situações de conflito.

4. Em que aspectos Rousseau se diferenciava de outros pensadores iluministas? 
RESPOSTA: Rousseau se diferenciava de outros pensadores iluministas por acreditar que os seres humanos nasciam sem vícios, sendo bons por natureza. A sociedade é que os teria desvirtuado e os transformado em pessoas egoístas. Além disso, Rousseau localizava a origem das desigualdades na instituição da propriedade privada e defendia que o Estado tivesse o papel de restaurar a igualdade entre os homens e o equilíbrio social por meio da defesa do bem comum, que só seria possível mediante a participação direta de todo o povo nos assuntos públicos.

5. Qual era o objetivo principal dos idealizadores da Enciclopédia?
RESPOSTA: O objetivo dos idealizadores da Enciclopédia era reunir, em uma obra, todo o conhecimento produzido pela humanidade.

8º ano - página 32 - Respostas (correção) das atividades do livro Se Liga na História

19. Qual era a relação da sociedade inglesa com o meio ambiente no período da industrialização? 
RESPOSTA: Era uma relação predatória. Não havia preocupação com a proteção ambiental. O objetivo, portanto, era lucrar o máximo no menor tempo, nem que para isso fosse preciso deteriorar a qualidade do ar, poluir os rios e desmatar a vegetação.

20. Como era a vida nas vilas operárias inglesas durante a Revolução Industrial? 
RESPOSTA: Era uma vida difícil. As ruas eram mal iluminadas e estreitas, a qualidade do ar era péssima, não havia saneamento básico e o abastecimento de água era deficitário. Além disso, os operários viviam amontoados em casas pequenas, o que facilitava a disseminação de doenças.

21. Como eram a alimentação e o entretenimento dos trabalhadores nas cidades industriais?
RESPOSTA:  A alimentação dos trabalhadores era muito precária e composta basicamente de batatas, alguns cereais, cerveja, chá e, em datas comemorativas, algumas carnes. Para se entreter, os trabalhadores buscavam participar de feiras e assistir a peças de teatro, por exemplo.

8º ano - página 29 - Respostas (correção) das atividades do livro Se Liga na História

16. Aponte semelhanças e diferenças entre os movimentos ludista e cartista. 
RESPOSTA: Como semelhanças, pode-se destacar o fato de que ambos os movimentos eram formados por trabalhadores descontentes com as condições de trabalho a que estavam submetidos e o de que, por meio de protestos, buscavam melhores condições de vida. Em relação às diferenças, destaca-se o método do protesto: os ludistas ficaram conhecidos por quebrar máquinas, cujo uso relacionavam com as demissões e as péssimas condições de trabalho, e não propunham formalmente uma solução para sua condição; já os cartistas organizaram a Carta do Povo, um documento que apresentava um conjunto de exigências (inclusive demandando a participação política operária) e a enviaram ao Parlamento. Esse movimento também organizava greves e protestos.

17. O que eram as trade unions? 
RESPOSTA: As trade unions eram associações de trabalhadores fundadas na Inglaterra no final do século XVIII. Consideradas as precursoras dos sindicatos, elas organizavam os operários para reivindicar direitos trabalhistas.

18. A luta dos operários ingleses resultou na aprovação imediata de leis que os protegessem? Explique.
RESPOSTA: Não. As leis que regulamentavam a proteção dos trabalhadores ingleses foram elaboradas ao longo do século XIX, após grande pressão dos sindicatos e de movimentos reivindicatórios, como o cartismo.

8º ano - página 24 - Respostas (correção) das atividades do livro Se Liga na História

12. De que maneira a máquina a vapor revolucionou a sociedade inglesa de fins do século XVIII e início do século XIX?
RESPOSTA: O desenvolvimento da máquina a vapor aumentou exponencialmente a produtividade das fábricas. Além disso, revolucionou o sistema de transportes. Mercadorias, pessoas e matérias-primas passaram a ser transportadas em velocidade cada vez maior, diminuindo o tempo de deslocamento entre as localidades.

8º ano - página 25 - Respostas (correção) das atividades do livro Se Liga na História

13. Quais classes sociais tiveram destaque a partir da Revolução Industrial? 
RESPOSTA: A burguesia e o proletariado.

14. Como era o regime de trabalho imposto aos operários? 
RESPOSTA: Os operários eram submetidos a longas e exaustivas jornadas de trabalho em ambientes insalubres, além de baixa remuneração pelo trabalho realizado.

15. Quais grupos eram mais empregados nas fábricas? Por quê?
RESPOSTA:  A maior parte dos trabalhadores fabris era de mulheres e crianças. Isso se devia ao fato de elas receberem salários menores, o que contribuía para aumentar o lucro dos empresários.

8º ano - página 26 - Respostas (correção) das atividades do livro Se Liga na História

1. O controle sobre o tempo foi objeto de disputa entre os operários e os industriais. Por que os inspetores impediam os trabalhadores de usar relógios? 
RESPOSTA: Os operários eram impedidos de utilizar relógios para que os inspetores pudessem fraudar a marcação da passagem do tempo quando achassem conveniente e forçar os trabalhadores a aumentar o período de trabalho nas fábricas.

2. O trabalho nas fábricas se generalizou a partir da Revolução Industrial, e os trabalhadores, geração após geração, aprendiam a lidar com essa nova forma de trabalho. Como os operários passaram a se comportar em relação ao controle do tempo? O que eles haviam aprendido?
RESPOSTA: Os operários passaram a se organizar e a reivindicar a redução da jornada de trabalho e o pagamento de horas extras. Como declara o autor do texto, os operários “haviam aprendido muito bem a sua lição, a de que tempo é dinheiro”.

sexta-feira, 22 de dezembro de 2023

6º ano - página 40 - Respostas (correção) das atividades do livro Se Liga na História

1. A agricultura se desenvolveu ao mesmo tempo em todos os lugares? Explique. 
RESPOSTA: Não. Em algumas regiões, como no norte da África e no Oriente Médio, o cultivo de vegetais desenvolveu-se por volta de 8000 a.C.; em outras, como na América Central e no Sudeste Asiático, a agricultura desenvolveu-se por volta de 6000 a.C.

2. Os vegetais cultivados na América do Sul eram os mesmos cultivados na África? Justifique.
RESPOSTA: Não. Na África se cultivava o sorgo, o painço, o trigo e a cevada, enquanto na América do Sul os vegetais cultivados eram o feijão, a batata, a mandioca, o inhame e o algodão. 

6º ano - página 39 - Respostas (correção) das atividades do livro Se Liga na História

10. A evolução do gênero Homo até o surgimento do Homo sapiens ocorreu em qual dos períodos da Pré- -história? 
RESPOSTA: A evolução do gênero Homo aconteceu no período Paleolítico.

11. Cite duas importantes consequências da descoberta do uso do fogo pelo Homo erectus. 
RESPOSTA:  A descoberta do uso do fogo facilitou o preparo e, consequentemente, a digestão da carne e garantiu proteção aos grupos humanos, que o utilizavam para afugentar animais. O fogo também foi utilizado para iluminar ambientes escuros, sobretudo à noite.

12. Por que os grupos humanos do período Paleolítico viviam em moradias temporárias?
RESPOSTA: Os grupos humanos do período Paleolítico viviam em moradias temporárias porque, por serem caçadores-coletores, estavam sempre se deslocando em busca de alimentos.

6º ano - página 38 - Respostas (correção) das atividades do livro Se Liga na História

7. De que maneira os pesquisadores podem reconstituir a vida das sociedades pré-históricas? 
RESPOSTA: Os pesquisadores podem reconstituir a vida dos integrantes das sociedades pré-históricas por meio do estudo dos vestígios materiais deixados por eles.

8. Como o conhecimento é transmitido nas sociedades sem escrita? 
RESPOSTA: O conhecimento é transmitido oralmente, sendo os idosos seus principais guardiões.

9. Quais são os períodos em que a Pré-história é comumente dividida? Qual foi o critério usado para definir esses períodos?
RESPOSTA: Os períodos são o Paleolítico, o Neolítico e a Idade dos Metais. O critério foi a técnica de produção de artefatos.

6º ano - página 34 - Respostas (correção) das atividades do livro Se Liga na História

2. Cite as duas explicações mais difundidas no mundo ocidental para a origem do ser humano.
RESPOSTA: As duas explicações são a criacionista e a evolucionista.

3. É correto dizer que os seres humanos evoluíram do macaco? 
RESPOSTA: Não. Os seres humanos e os macacos evoluíram de um ancestral comum, hoje extinto.

4. De acordo com Charles Darwin, qual é o processo que provoca a evolução das espécies?
RESPOSTA: O processo é conhecido como seleção natural.

quinta-feira, 21 de dezembro de 2023

Questão de Geografia - ENEM PPL 2023 - Belém é cercada por rios.

ENEM PPL 2023 - Belém é cercada por rios. Mas é a água que vem lá de cima que altera o ritmo na cidade. Quem vive na capital paraense sempre sai de casa com uma dúvida e uma certeza: sabe que vai chover, mas não sabe quando. “No Pará é assim. Ou você marca o encontro antes ou depois da chuva”, conta um morador. É quase sempre assim o ano inteiro, os moradores costumam dizer que só existem duas estações do ano na região — a que chove pouco e a que chove muito. “Não tem hora para chover”, constata uma moradora. “Trabalho, escola... Atrasa tudo. Tem que ficar esperando passar a chuva, na verdade”, diz outra moradora. Antes e depois da chuva. Disponível em: http://g1.globo.com. Acesso em: 6 nov. 2021 (adaptado). 

Qual fator geográfico favorece a condição climática da cidade citada no texto? 
A) Baixa latitude. 
B) Elevada altitude. 
C) Fraca insolação. 
D) Forte continentalidade. 
E) Acentuada refletividade.

RESPOSTA:
Letra A.

Questão de Geografia - ENEM PPL 2023 - Expansão da fronteira agrícola do Brasil

ENEM PPL 2023 - 
A dinâmica espacial expressa no mapa foi viabilizada pela 
A) fragmentação da rede urbana. 
B) mecanização do setor primário. 
C) criação de reservas ecológicas. 
D) estagnação do mercado interno. 
E) concentração da produção fabril.

RESPOSTA:
Letra B.

quarta-feira, 20 de dezembro de 2023

9º ano - página 248 - Respostas (correção) das atividades do livro História.doc

O que aprendemos?
 
1. Comente de que maneira o dólar e o petróleo causaram episódios que afetaram a economia dos países capitalistas nos anos 1970. 
RESPOSTA:  O primeiro foi em 1971, quando o então presidente dos Estados Unidos, Richard Nixon, desvinculou o valor do dólar ao do ouro. A falta de referência de valor do dólar gerou dúvidas entre os governos e especulação no mercado financeiro. O segundo episódio ocorreu em 1973. Naquele ano, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) quadruplicou o preço do petróleo. O objetivo era retaliar os Estados Unidos pelo apoio dado a Israel na guerra contra países árabes naquele mesmo ano

2. Identifique os quatro elementos que fundamentaram a Revolução Técnico-Científica. Em seguida, relacione-os aos novos métodos de trabalho na indústria que permitiram aos países industrializados capitalistas superar a crise dos anos 1970. 
RESPOSTA:  Os fundamentos da Revolução Técnico-Científica foram a eletrônica, a informática, a telemática e a robótica. A partir deles surgiram novos métodos de trabalho e de produção industrial conhecido por toyotismo. No sistema produtivo da fábrica foram introduzidos máquinas sofisticadas e robôs, além de investimentos na pesquisa científica e na inovação tecnológica

3. A crise dos anos 1970 abriu caminho para a ascensão, na década de 1980, de uma doutrina política e econômica conhecida como neoliberalismo. Descreva os fundamentos das políticas neoliberais. 
RESPOSTA:  Os governos que adotam o neoliberalismo evitam intervir na economia e regulamentar o mercado financeiro, defendendo a privatização das empresas estatais. Os impostos sobre as empresas e as pessoas ricas são reduzidos. O orçamento do Estado (quanto arrecada em impostos e quanto gasta) deve ser equilibrado para pôr fim à inflação dos preços. Para equilibrar orçamentos, os governos neoliberais diminuem gastos na área social, em particular com saúde e educação.

4. Qual era o objetivo da perestroika, lançada por Gorbachev na União Soviétiva?
RESPOSTA:  Em língua russa, perestroika significa reestruturação. O objetivo de Gorbachev era reestruturar a indústria soviética. As fábricas produziam pouco e com baixa qualidade. Além disso, havia escassez de bens de consumo para a população. A perestroika visava promover uma série de reformas para modernizar o setor industrial

5. Comente algumas características do processo de globalização da economia mundial. 
RESPOSTA: A globalização da economia mundial se expandiu no início dos anos 1990, logo após a dissolução do bloco de países comunistas. Entre algumas características estão: abertura da economia dos antigos países comunistas e dos países pobres às empresas multinacionais, livre circulação de capitais especulativos, adoção de políticas neoliberais, rapidez na circulação das informações e padronização dos gostos e costumes

6. Relacione a figura de Ronald Reagan à chamada Segunda Guerra Fria. 
RESPOSTA:  Ronald Reagan retomou o anticomunismo com críticas à União Soviética. Reagan financiou movimentos de direita contra governos de esquerda na América Latina. Bilhões de dólares foram reservados para gastos militares e construção de armas nucleares. Além disso, tinha planos de militarizar o espaço sideral

7. Nos anos 1990, tornaram-se notórios os baixos salários pagos a trabalhadores de países asiáticos. Comente como isso pode ter sido um fator decisivo para esses países no processo de globalização. 
RESPOSTA:  Um dos muitos cenários ocorridos no contexto da globalização foi a abertura de mercado dos países asiáticos, que permitiu a entrada de capital estrangeiro na região. Muitas empresas estadunidenses e europeias foram atraídas pelas condições de trabalho existentes nestes países: os trabalhadores eram muitos e recebiam salários baixíssimos devido à ausência de leis trabalhistas

8. Explique por que a frase seguinte é falsa: • O presidente dos Estados Unidos, Ronald Reagan, e a primeira-ministra britânica, Margaret Thatcher, aplicaram políticas econômicas com base no keynesianismo, cobrando altos impostos das empresas para aplicá-los na expansão das redes de saúde e educação públicas. 
RESPOSTA: Ronald Reagan e Margaret Thatcher adotaram políticas neoliberais, reduzindo os impostos das pessoas ricas e das empresas, além de diminuírem recursos para a rede de saúde e educação públicas

9. O governo comunista da China promoveu reformas na economia a partir dos anos 1980, mas preservou o sistema político. Explique essa afirmação. 
RESPOSTA:  Após 1976, com a morte de Mao Tsé-tung, o governo chinês privatizou empresas estatais, atraiu empresas estrangeiras, incentivou empreendimentos privados, entre outras reformas de caráter capitalista. No entanto, manteve o modelo político do socialismo soviético, com regime de partido único e rígido controle dos meios de comunicação, além de não tolerar oposição ao regime.

10. Por que os acontecimentos na Praça da Paz Celestial, em 1989, foram importantes para a história recente da China?
RESPOSTA:  Em abril de 1989, na Praça da Paz Celestial, milhares de estudantes universitários, intelectuais e trabalhadores protestaram contra o governo chinês. Exigiam democratização do país e criticavam a corrupção e repressão policial. A reação governamental aos protestos foi muito violenta, com milhares de mortos e presos. O Massacre da Praça da Paz Celestial demonstrou que o governo chinês estava preocupado com o crescimento econômico, sem pretensões de criar instituições democráticas.

6º ano - página 38 - Respostas (correção) das atividades do livro A Conquista Geografia

1. Quais foram os procedimentos adotados por Eratóstenes para realizar o experimento? 
RESPOSTA: Conforme o que leu em um livro, Eratóstenes verificou, em Alexandria, o surgimento das sombras de varetas retas, posicionadas na vertical, ao meio-dia de 21 de junho, como ocorreu em um experimento similar realizado na antiga Siena, atual Assuã.

2. Qual foi a importância do estudo de Eratóstenes para a humanidade?
RESPOSTA: O estudo de Eratóstenes foi importante para a humanidade porque o número obtido por ele, ao calcular o comprimento de um meridiano terrestre, permitiu comprovar que a Terra não era plana e proporcionar uma real noção do tamanho do planeta, uma vez que o valor obtido é muito próximo ao número conhecido hoje.

terça-feira, 19 de dezembro de 2023

Página 216 - Respostas (correção) das atividades do livro Filosofia Experiência do Pensamento

ANÁLISE E ENTENDIMENTO

3. Qual era a preocupação central dos filósofos de Mileto e o que cada um encontrou em sua busca? 
RESPOSTA: A preocupação dos primeiros filósofos centrou-se na construção de uma cosmologia, isto é, em uma explicação racional e sistemática das origens e características do universo físico. Com tal objetivo, buscavam a arché, o princípio substancial ou substância primordial existente em todos os seres materiais. Tales concluiu que a água seria essa substância primordial, Anaximandro, o ápeiron (“o indeterminado”, “o infinito”), e Anaxímenes, o ar.

4. O pensamento de Pitágoras introduziu, pela primeira vez na história da filosofia ocidental, um aspecto mais formal na explicação da realidade. Que aspecto é esse? Por que é mais formal? em comparação a quê? Justifique sua resposta com exemplos. 
RESPOSTA: O que há de mais formal na explicação pitagórica da realidade é que, para Pitágoras, a essência de todas as coisas seriam os números. Assim, a arché não seria mais algo tão substancial como água ou ar, mesmo que “indeterminado”, como o ápeiron. Os números são evidentemente um princípio mais formal, pois expressam fundamentalmente as relações de ordem e harmonia existentes entre os elementos que constituem a realidade.

5. Qual é a concepção de realidade contida nesta frase de Heráclito: “a luta é a mãe, rainha e princípio de todas as coisas”? 
RESPOSTA: A frase expressa uma concepção agonística e dialética da realidade, ou seja, a ideia de que é pela luta das forças opostas que o mundo se modifica e evolui. Para Heráclito, a vida é um fluxo constante, em permanente movimento e transformação.

6. Comente as divergências fundamentais entre Parmênides e Heráclito sobre a realidade do ser. 
RESPOSTA: Heráclito tinha uma concepção mobilista da realidade, pela qual esta se modifica constantemente pela luta dos contrários. Para ele, o ser é um eterno vir a ser. Para Parmênides, os contrários jamais poderiam coexistir, e o ser é eterno, único, imóvel e ilimitado. Na concepção de Parmênides, Heráclito teria percorrido o caminho das aparências ilusórias, razão pela qual, para este, tudo se confunde em função do movimento, da pluralidade e do devir (vir a ser).

7. Qual o objetivo de Zenão de Eleia ao criar o célebre argumento da corrida de Aquiles com uma tartaruga? 
RESPOSTA: Zenão pretendia defender a doutrina de seu mestre, Parmênides, e demonstrar que a própria noção de movimento, defendida por Heráclito, era inviável e contraditória.

8. Empédocles tentou conciliar as concepções de Parmênides e Heráclito. como essa tentativa de conciliação se expressa em sua teoria? 
RESPOSTA: Seria, basicamente, por meio dos princípios de amor e ódio. Na teoria de Empédocles, fogo, terra, água e ar seriam os quatro elementos primordiais que dão origem a todas as coisas percebidas. O princípio do amor seria responsável pela força de atração e união e pelo movimento de crescente harmonização das coisas (a permanência do ser, de Parmênides). O princípio do ódio responderia pela força de repulsão e desagregação e pelo movimento de decadência, dissolução e separação das coisas (o constante vir a ser, de Heráclito).

9. De que maneira o pensamento de Demócrito também formula uma solução que concilia a imobilidade do ser com o movimento do mundo?
RESPOSTA: Demócrito afirmava que todas as coisas que formam a realidade são constituídas por partículas invisíveis e indivisíveis chamadas átomos, equivalentes ao ser (Parmênides). Também existiria no mundo real o vazio, que representaria a ausência de ser, o não ser. Devido à existência do vácuo (o não ser), o movimento dos átomos (do ser) seria possível, tornando infinita a diversidade do mundo (Heráclito).

Página 20 - Respostas (correção) das atividades do livro Filosofia Experiência do Pensamento

Questões sobre o texto 1

1 - Segundo Aristóteles, por que é preciso filosofar?
RESPOSTA: Para Aristóteles, a filosofia é uma atividade própria do ser humano, uma vez que ele é um ser racional e ela é uma das formas de uso da razão. Filosofar, portanto, é exercitar a faculdade racional própria aos humanos; quanto mais se filosofa, mais humana uma pessoa se torna.

2  - Cite duas razões para a prática da filosofia que aparecem no texto.
RESPOSTA:

3  - Por que a filosofia é a ciência mais completa, segundo o autor do texto?
RESPOSTA: A filosofia é a ciência mais completa porque apenas ela é capaz de articular, em uma mesma resposta, o uso da razão e a contemplação do bem. Algumas ciências, segundo Aristóteles, produzem as comodidades da vida; outras usam essas ciências para produzir novos saberes. Além disso, algumas ciências são úteis para nós, enquanto outras são capazes de nos dizer o que fazer. A filosofia é a única ciência capaz de fazer as duas coisas ao mesmo tempo.


Questões sobre o texto 2

a) O que é a filosofia? 
RESPOSTA: A filosofia consiste na criação de conceitos que nos ajudam a compreender o mundo e a vida.

b) O que é o filósofo e qual é o seu papel na filosofia? 
RESPOSTA: O filósofo é aquele que pensa e, pensando, produz conceitos que nos ajudam a pensar. Por ser o “amigo do conceito”, o filósofo tem a potência e a competência para essa atividade de produção.

c) O que quer dizer a seguinte afirmação: “Não há céu para os conceitos”? 
RESPOSTA: Essa afirmação significa que os conceitos não estão prontos, esperando que nós cheguemos a eles por meio do pensamento; eles precisam ser criados por nós.

d) Por que é preciso substituir a confiança nos conceitos pela desconfiança? 
RESPOSTA: Porque, quando confiamos demasiadamente nos conceitos, eles não nos fazem pensar. Precisamos desconfiar deles, examiná-los com calma e profundidade, para garantirmos que são confiáveis. Com isso, exercitamos o pensamento.

e) Há algo em comum entre desconfiar dos conceitos dados e não aceitar as opiniões como certas e verdadeiras?
RESPOSTA: Sim, pois, quando não aceitamos as opiniões, desconfiamos delas e buscamos bases mais sólidas para o pensamento. Se confiássemos nos conceitos, eles seriam semelhantes a opiniões, e não algo que nos faz pensar cada vez mais e cada vez melhor.

Questão de Geografia - UECE 2024/1 - A representação da superfície esférica do planeta Terra

UECE 2024/1 - A representação da superfície esférica do planeta Terra em uma superfície plana implica algum tipo de deformação. Para minimizar isto, e “Com o intuito de transportar os pontos constantes no elipsóide para um plano, foi criado um sistema...” (Fitz, P. R, 2008). As diferentes deformações que se apresentam classificam-se em conformes, equivalentes, equidistantes ou azimutais. 
Esse sistema é denominado de 
A) escalas cartográficas. 
B) coordenadas geográficas. 
C) fusos horários. 
D) projeções cartográficas.

RESPOSTA:
Letra D.
As projeções cartográficas tem o objetivo de representar a superfície de planeta em urna superficie plana, sendo uma das partes elementares de um mapa. Podem ser classificadas em conformes, equivalentes e equidistantes.

6º ano - página 199 - Respostas (correção) das atividades do livro Estudar História

1. Por que a posição geográfica da Península Arábica favoreceu o desenvolvimento do comércio na região? 
RESPOSTA: A Península Arábica localiza-se em uma região estratégica, com saídas para a Ásia e a África, e perto do Mar Mediterrâneo, o que favorece o acesso ao mercado europeu. A península era atravessada por rotas terrestres e marítimas, e a proximidade com o Mar Vermelho e com o Oceano Índico beneficiava as transações comerciais.

2. Explique a importância de Meca segundo as perspectivas econômica e religiosa.
RESPOSTA: Localizada próximo à feira de Okkaz, a cidade de Meca tornou-se um entreposto do comércio caravaneiro. As caravanas abasteciam-se de água e comercializavam seus produtos com mercadores que enriqueceram e passaram a desempenhar o papel de intermediários nas transações entre povos da Europa, da África e da Ásia. A partir do século V, a cidade transformou-se em um importante centro de peregrinação religiosa de milhares de pessoas, que buscavam cultuar seus deuses e símbolos sagrados na Caaba.

6º ano - página 185 - Respostas (correção) das atividades do livro Estudar História

9. A quem os romanos chamavam de “bárbaros”? 
RESPOSTA: A palavra bárbaro, de origem grega, era usada para denominar as populações que viviam fora das fronteiras do Império Romano e não participavam da cultura latina.

10. De que maneira se deu a entrada dos povos “bárbaros” no Império Romano?
RESPOSTA: Até o século V, os bárbaros ultrapassavam pacificamente as fronteiras do império, para trabalhar na agricultura e servir nas legiões romanas, ou permaneciam em suas bordas, para praticar o comércio com os romanos e firmar acordos com os imperadores, comprometendo-se a reforçar a segurança das fronteiras em troca de determinadas vantagens.

6º ano - página 183 - Respostas (correção) das atividades do livro Estudar História

7. Por que as pregações de Jesus perturbavam a ordem na província da Judeia? 
RESPOSTA: Jesus denunciava a conivência da elite judaica com os romanos e propunha uma renovação do judaísmo. Além disso, defendia os setores marginalizados da população, opunha-se ao militarismo de Roma e não reconhecia a divindade do imperador. As autoridades romanas temiam que as pregações de Jesus acirrassem o clima de tensão já existente na Judeia.

8. De que maneira se deu a difusão do cristianismo pelo Império Romano?
RESPOSTA: O cristianismo difundiu-se por meio das pregações dos seguidores de Jesus e pela poderosa atração que as ideias de Jesus exerciam sobre as populações pobres e marginalizadas do império, atraídas pela possibilidade de uma vida mais digna no reino dos Céus.

6º ano - página 181 - Respostas (correção) das atividades do livro Estudar História

4. Que medidas foram tomadas pelos romanos para integrar os povos conquistados? 
RESPOSTA: Os povos conquistados foram integrados por meio da romanização, que consistiu na difusão da língua, das instituições e do modelo urbano romano para as províncias. Além disso, em algumas oportunidades, eles concederam o direito à cidadania romana aos não romanos, o que lhes permitia, entre outras coisas, exercer cargos públicos e participar de assembleias populares.

5. Que fatores contribuíram para o enriquecimento de Roma no período imperial? 
RESPOSTA:  O aumento da produção agrícola nas províncias graças à expansão das áreas de cultivo e ao uso maciço da mão de obra escrava, o incremento da atividade comercial e o grande afluxo de riquezas para Roma, obtidas com a cobrança de impostos das províncias.

6. Que efeito a concorrência dos produtos obtidos nas províncias romanas teve sobre a plebe?
RESPOSTA: Os plebeus empobreceram e aumentaram a massa humana marginalizada em Roma.

6º ano - página 177 - Respostas (correção) das atividades do livro Estudar História

1. Por que as tropas romanas ficavam assentadas nas províncias imperiais e não nas senatoriais? 
RESPOSTA: Porque as províncias imperiais ficavam nas fronteiras do império ou em regiões ainda não pacificadas, de maneira que era preciso manter nessas províncias um forte contingente militar para evitar invasões e conter rebeliões.

2. O que aconteceu com as instituições republicanas após a instauração do império? 
RESPOSTA: As instituições republicanas foram mantidas, mas enfraquecidas e esvaziadas de poder. Os senadores, por exemplo, permaneceram como o grupo social mais importante do império e passaram até a governar algumas províncias; no entanto, o Senado teve seu poder esvaziado, e suas decisões tornaram-se sujeitas à aprovação do imperador.

3. Que medidas Otávio Augusto tomou para encerrar os conflitos em Roma?
RESPOSTA: Ele manteve os privilégios da aristocracia senatorial, distribuiu terras aos veteranos do exército e implementou uma política de distribuição de alimentos aos integrantes das camadas sociais baixas, que também foram empregados em obras públicas. Além disso, patrocinou espetáculos gratuitos para o povo.

6º ano - página 171 - Respostas (correção) das atividades do livro Estudar História

1. Qual era a importância da guerra para os celtas? 
RESPOSTA: A guerra era um elemento central na vida dos povos celtas. A vitória garantia riquezas, e os guerreiros mais valentes eram premiados com as posições sociais mais elevadas no grupo. Os druidas e bardos também interferiam na guerra, conferindo a essa atividade um caráter ritual.

2. Com base no mapa da expansão celta na Europa, identifique quais regiões desse continente provavelmente foram marcadas pela antiga cultura celta.
RESPOSTA: De acordo com o mapa, os celtas espalharam-se por quase toda a Europa, incluindo os territórios em que atualmente se localizam a Grã-Bretanha, países de origem eslava e a Turquia. É provável que a cultura celta também tenha deixado marcas na Península Ibérica, na França, na Holanda, na Bélgica, na República Tcheca, na Suíça, na Áustria, na Eslovênia, na Alemanha, na Hungria, na Eslováquia e no norte da Península Balcânica.

6º ano - página 170 - Respostas (correção) das atividades do livro Estudar História

18. Compare a educação dada às meninas em Roma e em Atenas durante a Antiguidade. 
RESPOSTA: Assim como em Atenas, na Roma Antiga a educação variava de acordo com o grupo social e gênero. Geralmente, apenas as crianças ricas tinham acesso à educação formal. Diferentemente do que ocorria em Atenas na Antiguidade, onde as meninas eram educadas exclusivamente para as atividades domésticas, em Roma elas eram alfabetizadas e recebiam lições de cálculo.

19. O que poderia acontecer ao escravo após a sua libertação por um cidadão romano? 
RESPOSTA: Após ser liberto, um escravo podia se tornar cidadão.

20. Qual era a diferença entre direito público e direito privado em Roma?
RESPOSTA: O direito público referia-se às magistraturas e às diferentes instituições políticas de Roma. Já o direito privado regia as relações entre os cidadãos e legislava sobre diferentes esferas, como propriedade, família e comércio.

8º ano - página 223 - Respostas (correção) das atividades do livro Araribá Conecta História

1. Por que Rui Barbosa ficou descontente com o conteúdo da carta encaminhada pelos ex-escravizados? 
RESPOSTA: Na carta, os ex-escravizados exigiam instrução pública para os seus filhos e afirmavam terem sido os agentes da abolição, e não a família real. Rui Barbosa, como representante da elite econômica, política e letrada do país, considerava um abuso o fato de negros pobres e analfabetos reivindicarem a direção do movimento abolicionista. Na visão oligárquica e excludente dos grupos governantes, a atuação na vida pública cabia aos homens ricos e letrados; aos negros e à gente pobre em geral, cabiam apenas o trabalho e a obediência.

2. Qual tese é defendida pela autora para criticar a visão de Rui Barbosa? Quais evidências ela apresenta? 
RESPOSTA: A autora rebate a visão conservadora de Rui Barbosa expondo a ideia de que a resistência e as fugas dos escravizados foram decisivas para o fim da escravidão no Brasil. Em vez de terem sido observadores passivos ou meros figurantes, os escravizados foram protagonistas desse acontecimento. Como evidência do papel decisivo dos escravizados e dos libertos nessa transformação, ela cita as constantes fugas e revoltas coletivas de cativos e o trabalho de propaganda de personagens negros ilustres, como Luís Gama, José do Patrocínio e Manoel Querino, além de outros menos famosos, como o sapateiro Salustiano.

3. Como você explica o argumento dos abolicionistas de que o “fim do cativeiro libertaria o homem branco”?
RESPOSTA: O ser humano tem consciência de que uma pessoa, quando submetida à opressão e a um processo contínuo de embrutecimento, teme mais prolongar esse estado de sofrimento que lutar por sua liberdade, mesmo que, para isso, tenha que matar ou morrer. Os senhores, por essa razão, tinham que manter vigilância permanente, para não serem pegos de surpresa. Como viviam com medo de uma reação individual ou de uma rebelião coletiva, os senhores eram reféns da resistência escrava. Ao abolir a escravidão, eles perderiam o investimento feito nos escravizados, mas se libertariam do medo de conviver diariamente com eles.

8º ano - página 235 - Respostas (correção) das atividades do livro Araribá Conecta História

1. Em que região dos Estados Unidos os indígenas estavam concentrados no final do século XVIII? 
RESPOSTA: Em toda a região central e no oeste dos Estados Unidos.

2. Que fatores contribuíram para a retração dos territórios indígenas a partir de meados do século XIX? 
RESPOSTA: Os colonizadores dos territórios que hoje correspondem aos Estados Unidos ocuparam gradativamente o oeste, repelindo os habitantes originários que ofereciam algum tipo de resistência a eles. As políticas adotadas pelo governo dos Estados Unidos, ao longo do século XIX, como o Homestead Act, estimularam o avanço colonizador, logo o processo de retração dos territórios indígenas.

3. Em 2010, houve uma pequena ampliação dos territórios indígenas do país. O que explicaria esse crescimento? 
RESPOSTAO aumento da área das terras indígenas nos Estados Unidos é resultado de lutas pelo direito aos territórios ocupados tradicionalmente e de iniciativas políticas do governo para ampliar e preservar as reservas estabelecidas. Na década de 1970, foi aprovada a lei que garantiu aos indígenas maior autonomia no uso dos recursos governamentais. A população indígena nos Estados Unidos, em 2010, correspondia a mais de 2,9 milhões de pessoas, o que equivalia a aproximadamente 1% da população total do país. Essa população está distribuída em 304 reservas, que ocupam um território aproximado de 22,6 milhões de hectares.

4. Que marcas os indígenas deixaram no atual território estadunidense?
RESPOSTA: Diversos territórios receberam o nome de grupos indígenas. Além disso, atividades econômicas ligadas ao entretenimento, como hotéis e cassinos, têm sido a opção de algumas populações para explorar economicamente suas terras.

Questão de Geografia - FUVEST 2024 - A República de Nauru é um país insular do hemisfério sul, localizado na Oceania

FUVEST 2024 - “A República de Nauru é um país insular do hemisfério sul, localizado na Oceania, que compreende uma área de 21 quilômetros quadrados, o que faz dele o menor país insular do mundo. A história da importância econômica começou há alguns milhões de anos pelo fato de estar localizada longe de grandes massas continentais, o lugar se tornou um paraíso para as aves marinhas, que não possuíam nenhum predador nativo. Ao nidificarem na região por milhões de anos, depositaram toneladas de excremento (chamado guano) no solo da região. Após a sedimentação desse material, rochas ricas em fósforo se tornaram o principal afloramento no local, sendo o ponto chave da história futura do país. Em 1907, com a descoberta de fosfato, amplamente utilizado na agricultura e na produção de explosivos, Nauru se tornou o 2.º país do mundo em renda per capita. No entanto, as reservas se exauriram, as florestas foram dizimadas e o ecossistema costeiro foi totalmente degradado, levando Nauru a ocupar a 76.ª posição no ranking atual de PIB per capita.” 
Disponível em http://www.nauru.gov.nr/. 

Com base na descrição dos fatos do texto, responda: 
a) Qual o nome do processo descrito? 
b) Cite um recurso natural no território brasileiro que sofreu processo análogo ao descrito no texto. Justifique a sua resposta. 
c) Cite e explique uma medida que poderia ter sido adotada para mitigar o declínio da economia nauruana.

RESPOSTA:
a) O processo é a exploração predatória de recursos naturais, degradação ambiental e ecocídio. 

b) No Brasil ocorreram alguns processos semelhantes à história sofrida em Nauru: exploração, degradação e empobrecimento da população local com o passar do tempo. Podemos exemplificar com a mineração de ouro em Serra Pelada no estado do Pará. A exploração ocorrida a partir da década de 1970 gerou um surto econômico local associado a uma forte degradação ambiental com a retirada da floresta, o empobrecimento do solo e a formação de uma cava de enormes proporções sujeita a um forte processo erosivo. Com o término da exploração do ouro e sem outras atividades econômicas desenvolvidas, ocorre um empobrecimento da população e da região e o abandono da área por parte dela.

c) Entre as medidas mitigadoras que poderiam ter sido adotadas em Nauru para evitar essa tragédia socioambiental, pode-se destacar a exploração do fosfato de maneira sustentável com limitações de cotas de retiradas, a destinação racional dos resíduos gerados, a preservação da mata nativa em áreas estratégicas e a aplicação de parte dos recursos financeiros gerados durante a exploração em novos projetos a fim de se criar outras atividades econômicas para sua população desenvolver.

9º ano - página 35 - Respostas (correção) das atividades do livro Araribá Conecta História

1. Além da migração para as cidades, que outras soluções para ganhar a vida os ex-escravizados encontraram? 
RESPOSTA: Segundo o texto, muitos ex-escravizados dirigiram- -se para outras fazendas ou sítios, onde construíam casas de pau a pique e vinculavam-se ao proprietário ou arrendatário da terra por meio de um contrato. O pagamento pelo seu trabalho era feito em gêneros alimentícios ou em moeda. Outros permaneciam nas mesmas fazendas em que já trabalhavam antes da abolição.

2. Quais eram as condições de trabalho dos libertos que permaneceram nas fazendas após a abolição da escravidão? 
RESPOSTA: Os libertos que permaneceram nas fazendas após a abolição passaram a se vincular ao trabalho por meio de contratos baseados no costume. Tocavam o gado, abriam roçados, plantavam as sementes, realizavam as colheitas etc.

3. Que visão sobre a inserção dos ex-escravizados nas atividades urbanas é criticada pelo autor do texto?
RESPOSTA: O autor do texto considera que os destinos e as trajetórias dos ex-escravizados após a abolição constituem processos bastante complexos. Ele critica a visão que dizia que os ex-escravizados migraram em massa para as cidades, passando a morar nas favelas. De acordo com essa visão, criticada por diversos outros pesquisadores, as mulheres “prostituíam-se” e os homens “tornavam-se marginais”. Ele ainda defende que, segundo pesquisas recentes, essa visão é errônea porque a experiência de trabalho urbano de homens e mulheres libertos deu- -se em muitas outras áreas, como na indústria, nas Forças Armadas, na imprensa, na música, no trabalho doméstico, nas profissões liberais etc.

9º ano - página 20 - Respostas (correção) das atividades do livro Araribá Conecta História

1. Quais eram alguns dos princípios defendidos por Campos Sales para o estabelecimento da República Federativa? 
RESPOSTA: Segundo o texto, Campos Sales considerava que o sistema federativo deveria ser caracterizado pela chamada “política dos Estados”, isto é, a política que fortaleceria os vínculos de harmonia entre os Estados e a União. O sistema federativo seria, portanto, caracterizado por uma espécie de dupla soberania.

2. Segundo o historiador Raymundo Faoro, o sistema federativo de fato garantia a autonomia dos Estados e o equilíbrio das forças regionais? 
RESPOSTA: Para Raymundo Faoro, a ascendência dos Estados levaria, na realidade, à hegemonia dos estados mais prósperos e poderosos e prejudicaria os estados com menos poder econômico, como Bahia e Pernambuco. Desse modo, o sistema federativo não garantiria a autonomia dos Estados nem o equilíbrio das forças regionais.

3. Em sua opinião, os mecanismos organizados durante a instauração da República no Brasil com a Política dos Governadores ainda vigoram no país nos dias de hoje?
RESPOSTA: . Nos dias de hoje, é possível observar que somos herdeiros, de alguma forma, de alguns mecanismos instituídos durante a instauração da República no Brasil. É claro que devemos, sempre, considerar que vivemos num contexto completamente diferente daquele do fim do século XIX e início do XX. Hoje, muito tempo após a Proclamação da República, notamos que o Brasil passou por muitos e diferentes governos, vivenciando inclusive um período de ditadura civil-militar entre 1964 e 1985; enfrentou fases de crises, de implantação de políticas neoliberais, de investimentos em políticas sociais etc. Desse modo, não podemos dizer que mecanismos semelhantes aos do início da República ainda existam em nossa política, mas, sim, algumas tradições nascidas e cristalizadas no passado (como a que favorece oligarquias de alguns estados em detrimentos de outros) podem ter sobrevivido até os dias de hoje, adaptando-se aos novos tempos.

segunda-feira, 18 de dezembro de 2023

9º ano - página 63 - Respostas (correção) das atividades do livro Araribá Conecta História

1 - Segundo o trecho lido, quem escreveu os primeiros textos sobre a Revolução Russa, no calor dos acontecimentos? Para o autor do texto, por que isso aconteceu?
RESPOSTA: Os primeiros textos sobre a Revolução Russa foram escritos por jornalistas ou por participantes e observadores que estavam no local, vivenciando os acontecimentos. Segundo o autor do texto, isso ocorre porque os historiadores, em geral, preferem manter um cuidado ao lidar com acontecimentos muito recentes. É possível dizer, desse modo, que historiadores têm a necessidade de “esperar” antes de começar a analisar um conjunto de eventos e, por isso, às vezes, os primeiros profissionais a escrever sobre determinados acontecimentos são jornalistas e autores provindos de outras áreas.

2 - Esse texto nos fornece o exemplo de uma corrente específica de historiadores: a dos anos 1950 e 1960. Como eles encaravam a Revolução Russa? Explique.
RESPOSTA: Segundo o autor do texto, essa geração de historiadores (anos 1950 e 1960) desenvolveu uma visão marcadamente anticomunista ao tratar da Revolução Russa. Dando ênfase à história política e das elites, aos líderes do processo revolucionário e considerando que os bolcheviques não faziam parte da real sociedade russa, esses historiadores pretendiam “desmontar” as análises marxistas existentes até então.

4º ano EF - página 20 - Respostas (correção) das atividades do livro Buriti Mais Geografia

1. O livro de Geografia do menino mostra imagens que representam dois locais. Quais são esses locais? 
RESPOSTA: A América do Sul e o Brasil.

2. Na imagem 1, o que as linhas brancas representam? E na imagem 2? 
RESPOSTA: Na imagem 1: as fronteiras entre os países da América do Sul; imagem 2: os limites entre as unidades federativas do Brasil.

3. Na imagem 2, o que as linhas vermelhas representam?
RESPOSTA: A divisão regional do Brasil.

6º ano - página 31 - Respostas (correção) das atividades do livro Geografia Espaço & Interação

Em seu caderno, responda às atividades.

4 - Descreva o movimento de rotação e a importância dele para o cotidiano das pessoas.
RESPOSTA: A rotação é o movimento que a Terra realiza girando em torno de seu eixo imaginário. Esse movimento determina o dia e a noite e os diferentes horários no mundo.

5 - As localidades a leste Greenwich têm a hora adiantada ou atrasada em relação a esse meridiano? E as localidades que estão a oeste?
RESPOSTA: Todas as localidades a leste de Greenwich têm a hora adiantada em relação a esse meridiano. E as localidades que estão a oeste têm a hora atrasada.

6 - Quando em Londres são 18 horas, que horas são em Brasília?
RESPOSTA: Em Brasília são 15 horas.

7 - Retome o quadro da página 30 e descubra em que horário os jogos foram transmitidos nos países adversários do Brasil, considerando a hora local deles. Para localizar os países, consulte o planisfério político na página 252.
RESPOSTA: Na Sérvia, o jogo contra o Brasil será às 21 h; na Suíça, o jogo será às 18 h; e em Camarões, o jogo será às 20 h.

6º ano - página 27 - Respostas (correção) das atividades do livro Geografia Espaço & Interação

Retome as imagens das páginas 26 e 27 e responda às questões em seu caderno.

1 - Que tipo de linha imaginária são os trópicos: paralelos ou meridianos? Qual trópico atravessa o Hemisfério Sul?
RESPOSTA: Os trópicos são paralelos. O trópico que atravessa o Hemisfério Sul é o Trópico de Capricórnio.

2 - Na segunda imagem da página 26, que continentes são atravessados pelo Meridiano de Greenwich?
RESPOSTA: Europa, África e Antártida.

3 - A maior parte do território brasileiro está no Hemisfério Sul ou Norte?
RESPOSTA: No Hemisfério Sul.

6º ano - página 20 - Respostas (correção) das atividades do livro Geografia Espaço & Interação

1 - Sobre qual elemento da paisagem a menina e o avô estão conversando?
RESPOSTA: Sobre uma casa antiga existente no bairro onde moram.

2 - Como foi utilizado esse elemento da paisagem ao longo dos anos?
RESPOSTA: Foi utilizado primeiro como moradia, depois como biblioteca e atualmente como museu.

6º ano - página 54 - Respostas (correção) das atividades do livro Jornadas Geografia

1 - Como a formação do planalto da Borborema está relacionada à teoria da deriva continental, proposta por Alfred Wegener?
RESPOSTA: O pesquisador alemão notou que a costa oeste africana poderia ter sido “encaixada” na costa leste da América do Sul. A gênese do planalto da Borborema está ligada à era geológica em que essas duas porções continentais foram separadas.

2 - Explique por que não foi possível comprovar a teoria da deriva continental ainda no século XIX.
RESPOSTA: Porque as propriedades das camadas que compõem a estrutura do planeta não eram completamente conhecidas.

3 - Que descoberta realizada no século XX confirmou que as placas tectônicas Sul-Americana e Africana estão se separando?
RESPOSTA: A descoberta da Dorsal Oceânica, cordilheira submarina no solo do oceano Atlântico.

4 - O que ocorre quando duas placas tectônicas se movimentam em direções contrárias?
RESPOSTA: Quando as placas tectônicas se afastam, o magma emerge e se resfria, solidificando-se e formando cadeias montanhosas.

6º ano - página 48 - Respostas (correção) das atividades do livro Teláris Essencial Geografia

1 - Apesar de a bússola ser um dos mais antigos instrumentos de orientação geográfica, por que ainda é tão utilizada na navegação?
RESPOSTA: A bússola é um instrumento de simples utilização e ajuda a tornar a navegação mais segura. É possível que alguns estudantes reflitam sobre o advento de novas tecnologias para o auxílio na navegação, porém, por alguma razão, eles podem apresentar inconsistências ou falhas nos registros das informações. Um exemplo é o GPS, que necessita de informações enviadas via satélite para a composição das informações codificadas e apresentadas aos usuários. O GPS será apresentado no final deste capítulo, mas, se os estudantes levantarem essa temática, é interessante que se faça essa relação com a bússola, a qual, por não ter nenhum equipamento moderno interligado, não tem risco de interrupção de funcionamento.

2 - Você viu que a bússola aponta sempre para o norte magnético, embora essa direção não coincida com o norte geográfico. Essa diferença faz da bússola um instrumento ineficaz? Justifique.
RESPOSTA: A bússola, mesmo apresentando essa diferença de indicação do polo norte geográfico, é um instrumento importante para a orientação geográfica e para a navegação, tendo sido fundamental, junto com outros instrumentos, para o processo de expansão marítima ao longo da história.

7º ano - página 234 - Respostas (correção) das atividades do livro Teláris Essencial Geografia

1 - Segundo o texto, o que ameaça a preservação da comunidade remanescente de quilombo kalunga?
RESPOSTA: Os riscos e as ameaças de invasão ao território kalunga, sobretudo por garimpeiros e grileiros.

2 - Como o mapeamento digital do quilombo kalunga pode ajudar a preservar a posse de seu território pela comunidade remanescente de quilombo?
RESPOSTA: Segundo o texto, a ferramenta facilita o mapeamento do território e promove sua gestão. Isso constitui uma documentação que pode servir para comprovar a extensão e a posse do território kalunga e demover a invasão de grileiros, que fazem uso de titulação falsa de terras para se apropriarem delas.

3 - O que garante o direito aos quilombolas sobre o território? Faça uma pesquisa para descobrir o que a legislação obriga.
RESPOSTA: A Constituição brasileira de 1988 garante a posse das terras tradicionalmente ocupadas por comunidades remanescentes de quilombos a elas, ou que tenha valor simbólico para elas. É um processo lento, que envolve a Fundação Cultural Palmares e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) (atualmente, menos de 10% das comunidades remanescentes de quilombos conseguiram titular a posse das terras).

7º ano - página 239 - Respostas (correção) das atividades do livro Teláris Essencial Geografia

1 - Considerando a forma de trabalho, em que o projeto de colonização do Sul do Brasil se diferenciava do que ocorreu no Nordeste e no Sudeste?
RESPOSTA: No Sul, o projeto de colonização contou com maior participação do trabalhador livre, sobretudo de imigrantes europeus, diferentemente dos projetos de colonização ocorridos no Nordeste e no Sudeste, que contaram com maior participação do trabalho escravo, explorando o trabalho forçado de indígenas e africanos.

2 - Que resultados sociais e econômicos esse tipo de colonização promoveu na região?
RESPOSTA: O trabalho livre e o acesso à terra permitiram que os trabalhadores, notadamente os imigrantes europeus, pudessem desenvolver empreendimentos agropecuários, artesanais e também fabris, que resultaram em crescimento econômico e prosperidade social.

7º ano - página 243 - Respostas (correção) das atividades do livro Teláris Essencial Geografia

1 - A energia elétrica produzida pela Usina Hidrelétrica de Itaipu corresponde a qual percentual do total consumido pelo Brasil? E pelo Paraguai?
RESPOSTA: Atualmente, a energia gerada na UHE de Itaipu destinada ao Brasil corresponde a 10,8% do consumo brasileiro e 88,5% do consumo paraguaio.

2 - Investigue como é o acordo econômico de compra e venda entre Brasil e Paraguai da energia elétrica gerada nessa usina.
RESPOSTA: Pelo tratado firmado entre Brasil e Paraguai para a construção e operação da UHE de

9º ano - página 28 - Respostas (correção) das atividades do livro Jovem Sapiens Geografia

1 - Em quais porções do continente europeu estão localizadas as mais extensas áreas de planície?
RESPOSTANas porções norte e leste do continente.

2 - Identifique no mapa as principais cadeias de montanhas do continente europeu e descreva essa localização no caderno.
RESPOSTA: Alpes (sul da Europa), Alpes Escandinavos (norte da Europa), Pirineus (oeste da 28 Europa) e Cáucaso (leste da Europa).

9º ano - página 23 - Respostas (correção) das atividades do livro Jovem Sapiens Geografia

1 - O que mais se destaca no mapa de 1947, que mostra a divisão política da Europa após a Segunda Guerra Mundial?
RESPOSTADestacam-se a formação da União Soviética, da Iugoslávia e a divisão da Alemanha em Oriental e Ocidental.

2 - Quais países foram formados a partir do desmembramento da Iugoslávia?
RESPOSTA: Bósnia-Herzegovina, Croácia, Eslovênia, Macedônia (atual Macedônia do Norte), Montenegro e Sérvia. Se os alunos tiverem dificuldades, ajude-os na comparação dos mapas desta página, localizando o território da Iugoslávia e identificando os países que surgiram de seu desmembramento.

9º ano - página 18 - Respostas (correção) das atividades do livro Jovem Sapiens Geografia

1 - Além da Rússia, cite outro país que tenha o território dividido em parte europeia e parte asiática.
RESPOSTA: Turquia.

2 - Localize no mapa países europeus cujos territórios estão situados em penínsulas.
RESPOSTA: Grécia, Espanha, Portugal, Suécia, Noruega e Itália.

3 - Cite exemplos de países europeus cujos territórios sejam ilhas.
RESPOSTA: Reino Unido, Irlanda, Islândia, Chipre, entre outros.

8º ano - página 29 - Respostas (correção) das atividades do livro Geração Alpha Geografia

1 - Compare os mapas e aponte as principais diferenças entre eles.
RESPOSTANo mapa Mundo: Distribuição da população (2019), a distribuição da população mundial é representada com pontos para mostrar os locais com pouca e com grande concentração de pessoas nos vários continentes. Já no mapa Mundo: Densidade demográfica (2020), são usadas cores para indicar os países onde há maior ou menor concentração de pessoas por quilômetro quadrado. Cada cor representa uma faixa de habitantes por quilômetro quadrado. Esta atividade, ao propor o trabalho com análise de mapas e identificação de padrões, permite desenvolver o pensamento computacional. 

2 - A densidade demográfica de um país é definida pela proporção de habitantes em relação à área total de seu território. Como é possível que países com diferentes extensões apresentem densidade populacional semelhante?
RESPOSTAA densidade demográfica leva em conta valores absolutos. Assim, se um país for muito populoso, mas tiver grande extensão territorial, sua densidade demográfica será mais baixa e poderá se aproximar da densidade de países que têm uma população menor ou mediana, mas uma área menor.

3 - Onde estão localizadas as maiores densidades demográficas?
RESPOSTA: No continente europeu, de maneira geral, na Índia e nos países vizinhos, no Caribe e no Sudeste Asiático.

5º ano EF - página 20 - Respostas (correção) das atividades do livro Buriti Mais Geografia

1 - De que trata o texto?
RESPOSTA: Dos direitos da mulheres no Brasil.

2 - As mulheres sempre tiveram os mesmos direitos que os homens? Explique.
RESPOSTA: Não. Por muito tempo, apenas homens tinham direitos como cursar universidades e votar.

3 - Atualmente, as mulheres sofrem discriminação?
RESPOSTA: Sim, a média salarial das mulheres é mais baixa e muitas sofrem violência, por exemplo.

4 - Que expressões do texto indicam a passagem do tempo?
RESPOSTA: “Nem sempre”; “durante muito tempo”; “até 1879”; “década de 1930”; “em 1988”; “em 2006”; “atualmente”.

6º ano - página 241 - Respostas (correção) das atividades do livro Estudar História

3. Que relação havia entre a atividade dos banqueiros e as transformações econômicas da Baixa Idade Média? 
RESPOSTA: A atividade do mercador- -banqueiro, recente no panorama medieval, era expressão de uma economia monetária, na qual a troca direta de produtos (escambo) cedeu lugar à moeda como intermediária entre o vendedor e o comprador. Esse emprego da moeda em larga escala foi resultado da expansão do comércio e estava na base da nova economia da Baixa Idade Média.

4. Explique de que modo os contatos no Ocidente, Oriente e norte da África se estreitaram na Idade Média.
RESPOSTA: A expansão do comércio a longa distância, propiciada pela abertura de rotas terrestres e marítimas, contribuiu para estreitar os laços no Ocidente, Oriente e norte da África na Idade Média.

6º ano - página 243 - Respostas (correção) das atividades do livro Estudar História

5. Quem eram os burgueses na Baixa Idade Média? 
RESPOSTA: Os burgueses eram os moradores das cidades ou burgos medievais.

6. Explique como funcionavam as corporações de ofícios surgidas na Baixa Idade Média. 
RESPOSTA: As corporações de ofício eram associações de trabalhadores da mesma categoria (por exemplo, artesãos, comerciantes, pesqueiros e tintureiros) formadas com o objetivo de controlar a produção, os preços e a distribuição do que produziam.

7. Quais eram os papéis dos mestres de ofício e dos aprendizes? 
RESPOSTA: Os mestres de ofício eram os donos das oficinas e, portanto, detinham a propriedade das ferramentas e das matérias-primas, assim como eram responsáveis por contratar os trabalhadores e fixar salários. Já os aprendizes eram jovens de 10 a 12 anos que ingressavam nas oficinas para aprender um ofício.

8. A educação na Europa medieval estava intimamente atrelada à religião. Comente o significado dessa afirmação.
RESPOSTANa Europa medieval, o ensino era controlado pela Igreja. Dessa forma, o clero católico dirigia a maioria das escolas. Além disso, o pensamento escolástico, de acordo com o qual se procurava conciliar fé e razão, influenciou muito as universidades.

6º ano - página 245 - Respostas (correção) das atividades do livro Estudar História

9 - O que foram as Cruzadas? 
RESPOSTA: As Cruzadas foram expedições militares e religiosas que partiram da Europa rumo ao Oriente, entre os anos 1096 e 1270. Elas tiveram início quando o papa Urbano II convocou os cristãos para lutar pela reconquista da cidade sagrada de Jerusalém – que havia sido tomada pelos turcos muçulmanos em 1076 – e pela ampliação do poder católico no Oriente. Inicialmente, os cruzados participaram das expedições motivados pela promessa de absolvição de seus pecados, mas logo passaram a lutar por interesses próprios.

10 - Explique as motivações não religiosas que levaram nobres, comerciantes e camponeses a participar das Cruzadas.
RESPOSTA: Muitos nobres, por não serem os primeiros na linha de sucessão e, portanto, não herdarem terras de suas famílias, viam nas Cruzadas a possibilidade de conquistar territórios e outras riquezas. Os comerciantes buscavam ampliar o comércio entre o Oriente e o Ocidente com o controle das rotas marítimas do Mar Mediterrâneo. Os camponeses também pretendiam obter terras e melhorar sua situação econômica.

6º ano - página 249 - Respostas (correção) das atividades do livro Estudar História

12 - Identifique as principais causas da crise do século XIV na Europa.
RESPOSTA: A partir do século XIV, as péssimas colheitas decorrentes de mudanças climáticas geraram na Europa uma acentuada queda na produção de alimentos e, consequentemente, mortes por desnutrição e fome. Para agravar a situação, a epidemia de peste negra assolou o continente europeu, aumentando agressivamente o número de mortos. Esses fatores contribuíram para que os senhores aumentassem a exploração sobre os camponeses com o objetivo de recuperar o que haviam perdido, dando origem a diversas revoltas. O clima de tensão agravou-se com a Guerra dos Cem Anos, que trouxe ainda mais violência e mortes.

13 - O que é a peste negra? Como ela foi inserida na Europa medieval?
RESPOSTA: A peste negra é uma doença contagiosa causada pela bactéria Yersinia pestis, transmitida aos humanos por pulgas infectadas. A doença causa febre alta, delírios, manchas escuras e inchaços pelo corpo. Na Europa medieval, ela foi introduzida por embarcações de Veneza e Gênova que vieram da Ásia repletas de roedores com pulgas contaminadas.

14 - Explique o que foram as jacqueries, apresentando as motivações e os resultados desses movimentos.
RESPOSTA: As jacqueries foram revoltas de camponeses ocorridas na França em 1358. Em algumas regiões da Europa, a exploração da mão de obra camponesa intensificou-se em razão da crise econômica e da redução demográfica causada pelas guerras, pela fome e pelas doenças. Muitos senhores passaram a reforçar os laços de dependência camponesa, retomando a cobrança de antigas taxas e impostos. Indignados, os camponeses reagiram saqueando e queimando castelos e assassinando membros de famílias nobres.

6º ano - página 250 - Respostas (correção) das atividades do livro Estudar História

1 - Relacione a imagem com a crise do século XIV na Europa. Que elementos do cenário representam os problemas e os medos do período?
RESPOSTA: A ocorrência de epidemias, mortes, miséria e desolação enfrentados por homens e mulheres do período medieval influenciou a produção artística da época, como essa pintura de Bernt Notke. Nela, as figuras esqueléticas representam a morte em uma dança macabra, ao som de um instrumento musical tocado por um esqueleto, à esquerda, também ele mensageiro da morte.

2 - Que grupos sociais podem ser identificados na pintura? Qual teria sido a intenção do artista ao representar as figuras de mãos dadas a esqueletos?
RESPOSTA: . As duas figuras que estão sendo levadas pelas representações da morte são um rei e um membro da Igreja, talvez o próprio papa. A intenção do artista, certamente, foi advertir a sociedade de que diante da morte todos são iguais: reis e súditos, clérigos e leigos, ricos e pobres etc.

6º ano - página 251 - Respostas (correção) das atividades do livro Estudar História

1 - Identifique o personagem do Japão feudal que desempenhava cada um destes papéis
a) membro da nobreza feudal japonesa; 
b) guerreiro disciplinado a serviço de um senhor feudal; 
c) supremo comandante militar e autoridade política do Japão.
RESPOSTA
a) Daymiô. 
b) Samurai. 
c) Xogum.

2 - Que semelhanças você percebeu entre o feudalismo europeu e o feudalismo japonês?
RESPOSTA: A economia baseada na exploração da terra, a presença de uma aristocracia guerreira que acumula funções públicas e privadas, os laços de lealdade e fidelidade entre os senhores e seus guerreiros e vassalos e o enfraquecimento do poder do imperador.

8º ano - página 285 - Respostas (correção) das atividades do livro Expedições Geográficas

1 - O texto afirma que atualmente existem muitos formadores de opinião e muitas fontes de notícia, diferentemente do período anterior à internet. Por quê?
RESPOSTA: Segundo o texto, a internet retirou dos meios de comunicação e informação tradicionais, como jornais e agências de notícias, a exclusividade na produção e distribuição de informações para as pessoas. Atualmente, qualquer pessoa com acesso à internet pode produzir conteúdo, por meio de um blog, canal em portal de vídeos ou por meio das redes sociais, entre outros, e ser “ouvido” por outras pessoas em grande escala, podendo ter centenas, milhares e até mesmo milhões de “seguidores”. Ou seja, qualquer pessoa pode ser também formadora de opinião.

2 - O que o texto chama de “inundação” ou “enxurrada” de informações pela internet?
RESPOSTA: De acordo com o texto, a internet possibilita tanto a produção como a reprodução (retransmissão) de mensagens, notícias e informações produzidas por inúmeras fontes: jornais, agências, agregadores de notícia, blogs pessoais, canais de vídeo na internet etc. Como consequência, os usuários são “inundados” por um grande número de informações e notícias quando navegam pela internet ou acessam comunicadores instantâneos, principalmente nas redes sociais.

3 - O que são fake news? Como o texto sugere que as pessoas podem se proteger delas, evitando que sejam entendidas como verídicas?
RESPOSTA: Fake news são conteúdos de notícias e informações falsos, criados com a intenção de enganar, e divulgados por meio de pessoas e/ou programas de computador chamados bots, utilizados para diversos fins, como atacar pessoas públicas, divulgar boatos, fazer um tema se transformar em tendência etc., podendo até mesmo ser uma importante arma política. O texto sugere que, para que essas notícias não sejam disseminadas como verdadeiras, as pessoas devem pensar e ler criticamente, verificar as informações noticiadas e consultar diferentes fontes confiáveis de informação.

domingo, 17 de dezembro de 2023

Questão de História - FAMERP 2024 - A democracia está novamente em risco.

FAMERP 2024 - A democracia está novamente em risco. Mas o processo de redemocratização propriamente dito se encerrou. Agora, a questão não é mais como implantar a demo - cracia, e sim o que fazer com ela. E como encontrar um lugar para o país nos arranjos globais que lhe permita alcançar o máximo de autonomia possível. 
(Marcos Nobre. Limites da democracia, 2022. Adaptado.) 

Referindo-se ao Brasil de 2013 a 2022, o excerto 
a) atesta a incompletude do processo de redemocratização iniciado após o regime militar. 
b) defende a necessidade de pensar os rumos da democracia brasileira. 
c) valoriza a ampla autonomia político-econômica alcançada pelo país no plano internacional. 
d) critica a participação do país na dinâmica mercantil do mundo globalizado. 
e) reconhece o fracasso do modelo democrático implantado durante o regime militar.

RESPOSTA:
Letra B.

A partir das Jornadas de 2013, diversos grupos emergiram e passaram a disputar espaços na socie - dade brasileira. O intenso engajamento da juven tude no processo, utilizando redes sociais, exerceu forte pressão contestatória aos poderes estabelecidos. Naquele contexto a manifestação da instabilidade política no País resultou em uma presi dente em exercício afastada por um impeachment e seu vice assumiu o cargo; um ex-presidente foi preso e impedido de participar das eleições; e, um presidente não conseguiu a reeleição em um ambiente de grande polarização.

Qualquer valor...

Faça Uma Doação para o Blog de Geografia

Você gosta das postagens do blog e gostaria de ajudar: Ajude o blog "Blog  de Geografia" a manter seu trabalho. Para isso conto co...