segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

Exercícios sobre o Iluminismo - com gabarito

Questão 01 - UFF 2010 - O escritor e filósofo francês Voltaire, que viveu no século XVIII, é considerado um dos grandes pensadores do Iluminismo ou Século das Luzes. Ele afirma o seguinte sobre a importância de manter acesa a chama da razão: “Vejo que hoje, neste século que é a aurora da razão, ainda renascem algumas cabeças da hidra do fanatismo. Parece que seu veneno é menos mortífero e que suas goelas são menos devoradoras. Mas o monstro ainda subsiste e todo aquele que buscar a verdade arriscar-se-á a ser perseguido. Deve-se permanecer ocioso nas trevas? Ou deve-se acender um archote onde a inveja e a calúnia reacenderão suas tochas? No que me tange, acredito que a verdade não deve mais se esconder diante dos monstros e que não devemos abster-nos do alimento com medo de sermos envenenados”. 
Identifique a opção que melhor expressa esse pensamento de Voltaire. 
A) Aquele que se pauta pela razão e pela verdade não é um sábio, pois corre um risco desnecessário. 
B) A razão é impotente diante do fanatismo, pois esse sempre se impõe sobre os seres humanos. 
C) Aquele que se orienta pela razão e pela verdade deve munir-se da coragem para enfrentar o obscurantismo e o fanatismo. 
D) O fanatismo e o obscurantismo são coisas do passado e por isso a razão não precisa mais estar alerta. 
E) A razão envenena o espírito humano com o fanatismo.

Questão 02 - Mackenzie 1998 - Sobre o iluminismo, é correto afirmar que: 
a) Criticava o mercantilismo, a limitação ao direito à propriedade privada, o absolutismo e a desigualdade de direitos e deveres entre os indivíduos. 
b) Acreditava na prática do entesouramento como meio adequado para eliminar as desigualdades sociais e garantir as liberdades individuais. 
c) Consistia na defesa da igualdade de direitos e liberdades individuais, proporcionada pela influência da Igreja Católica sobre a sociedade, através da educação. 
d) Defendia a doutrina de que a soberania do Estado absolutista garantiria os direitos individuais e eliminaria os resquícios feudais ainda existentes. 
e) Propunha a criação de monopólios estatais e a manutenção da balança de comércio favorável, para assegurar o direito de propriedade.

Questão 02 - Mackenzie 2005 - O Iluminismo, ideologia difundida principalmente no final do século XVIII, para combater o Antigo Regime, baseava-se em alguns princípios. Entre eles, podemos assinalar, corretamente, que: 
a) ao criticar o Antigo Regime, os iluministas argumentavam que o Estado só é poderoso se for realmente rico; portanto, caberia ao rei controlar, de forma mais eficiente, os mecanismos que regem a economia. 
b) os Iluministas acreditavam que, para o Estado crescer na área econômica, deveria expandir as atividades capitalistas. Isso significava instituir a economia de mercado, com o livre jogo da oferta e procura. 
c) os Iluministas defendiam a propriedade privada, que é a característica básica de uma sociedade capitalista. Era direito do proprietário dispor de seus bens conforme seus interesses, porém, somente após a aprovação real. 
d) na atividade comercial, deveria existir a igualdade jurídica tanto do comprador quanto do vendedor; ou seja, os iluministas defendiam a igualdade de todos perante a lei, com exceção dos dignitários da Igreja. 
e) tal ideologia propunha o fim da intolerância religiosa e filosófica e o direito, de cada indivíduo, à manifestação de suas convicções políticas, desde que fosse respeitada a figura real. 

Questão 04 - Faap 1997 - Características do Iluminismo, exceto: 
a) derrubada dos conceitos tradicionais, apoiada na ascensão da burguesia, que pretendia a instalação de uma sociedade de classes. 
b) revisão da Teoria do Direito Divino como ilegítima e irracional. 
c) crítica à Igreja, base de sustentação teórica e material do absolutismo.
d) governo nacional seria o voltado para o povo e para a satisfação de seus desejos. Envolvimento de Locke, Voltaire e Rousseau. 
e) Teocentrismo, em coincidência com o ideal Barroco.

Questão 05 - CESGRANRIO - O movimento conhecido como Ilustração ou Iluminismo marcou uma revolução intelectual, ocorrida na sociedade européia ao longo do século XVIII. O Iluminismo, em seu âmbito intelectual, expressou a: 
a) negação do humanismo renascentista baseado no experimentalismo, na física e na matemática. b) aceitação do dogmatismo católico e da escolástica medieval. 
c) defesa dos pressupostos políticos e das práticas econômicas do Estado do Antigo Regime. 
d) consolidação do racionalismo como fundamento do conhecimento humano. 
e) supremacia da ideia de providência divina para a explicação dos fenômenos naturais.

Questão 06 - VUNESP - 2012 - PM-SP -
Começava-se a acreditar que a miséria humana era fruto da ignorância, e que somente a razão poderia orientar o pensamento e modificar as condições da vida humana. Essa nova visão de mundo fez surgir, em meados do século XVIII, um novo movimento filosófico. Os filósofos questionaram o poder real, os privilégios da nobreza, a religião, a economia, a educação, a escravidão, o colonialismo etc., submetendo todas as questões à razão e à crítica.
(Joelza Ester Domingues, História em Documento: imagem e texto. Adaptado) 
O texto trata
(A) do Renascimento.
(B) das teorias socialistas.
(C) do Iluminismo. 
(D) da ideologia anarquista.
(E) do teocentrismo.

Questão 07 - UTFPR 2010-2 - Inverno - No século XVIII, um grupo de pensadores começou a se mobilizar em torno da defesa de ideias que pautavam a renovação de práticas e instituições vigentes em toda Europa. Levantando questões filosóficas que pensavam a condição e a felicidade do homem, esse movimento atacou sistematicamente tudo aquilo que fosse considerado contrário à busca da felicidade, da justiça e da igualdade. Estamos falando do:
A) simbolismo.
B) iluminismo.
C) romantismo.
D) renascimento.
E) arcadismo.

Questão 08 - FATEC - 2016/2 Sobre o Iluminismo, movimento filosófico surgido na Europa entre o final do século XVII e início do século XVIII, é correto afirmar que
(A) valorizava a razão como o único meio confiável de alcançar o conhecimento, opondo-se às explicações religiosas para os fenômenos naturais, sociais e políticos.
(B) buscava revitalizar a fé no cristianismo, enfraquecida pela hegemonia do pensamento científico, que florescera nos últimos séculos do período medieval.
(C) pregava a importância dos sentimentos em detrimento da razão e da religião, caracterizando a legitimidade do Romantismo como expressão humana.
(D) defendia a retomada de ideias e valores característicos da Antiguidade Clássica, como o politeísmo, a estratificação social e a vida urbana.
(E) procurava fortalecer os movimentos sociais das minorias à luz de descobertas científicas que afirmavam a inexistência das raças humanas.

Questão 09 - Instituto Machado de Assis 2016 - Prefeitura de Matias Olímpio - PI -
Iluminismo foi um movimento intelectual que ocorreu na Europa do século XVIII, e teve sua maior expressão na França, palco de grande desenvolvimento da Ciência e da Filosofia. Teve grande influência à nível cultural, social, político e espiritual. Todas as afirmações sobre esse movimento estão corretas, EXCETO.
(A) O Iluminismo criticava o mercantilismo, a limitação ao direito à propriedade privada, o absolutismo e a desigualdade de direitos e deveres entre os indivíduos.
(B) Um dos maiores nomes do iluminismo foi o francês Voltaire, que criticava a Igreja e o clero e os resquícios da servidão feudal.
(C) O iluminismo representou uma verdadeira revolução intelectual. Na Europa do século XVIII, os filósofos iluministas se opunham ao fim dos privilégios políticos e sociais da nobreza.
(D) Jean Jacques Rousseau foi o mais radical e popular dos filósofos iluminista. Criticava a sociedade privada, idealizava uma sociedade de pequenos produtores independentes. Defendeu a tese da bondade natural dos indivíduos, pervertidos pela civilização. Propunha uma vida familiar simples, uma sociedade baseada na justiça, igualdade e soberania do povo.

Questão 10 -  UFF 2004 - O Iluminismo do século XVIII abrigava, dentre seus valores, o racionalismo. Tal perspectiva confrontava-se com as visões religiosas do século anterior. Esse confronto anunciava que o homem das luzes encarava de frente o mundo e tudo nele contido: o Homem e a Natureza. O iluminismo era claro, com relação ao homem: um indivíduo capaz de realizar intervenções e mudanças na natureza para que essa lhe proporcionasse conforto e prazer. Seguindo esse raciocínio, pode-se dizer que, para o Homem das Luzes, a Natureza era:
(A) misteriosa e incalculável, sendo a base da religiosidade do período, o lugar onde os homens reconheciam a presença física de Deus e sua obra de criação;
(B) infinita e inesgotável, constituindo-se um campo privilegiado da ação do homem, dando em troca condição de sobrevivência, principalmente no que se refere ao seu sustento econômico; 
(C) apenas reflexo do desenvolvimento da capacidade artística do homem, pois ajudava-o a criar a ideia de um progresso ilimitado relacionado à indústria;
(D) um laboratório para os experimentos humanos, pois era reconhecida pelo homem como a base do progresso e entendimento do mundo; daí a fisiocracia ser a principal representante da industrialização iluminista;
(E) a base do progresso material e técnico, fundamento das fábricas, sem a qual as indústrias não teriam condições de desenvolver a ideia de mercado.

Questão 11 - ENEM 2014 - 3ª Aplicação - Numa época de revisão geral, em que valores são contestados, reavaliados, substituídos e muitas vezes recriados, a crítica tem papel preponderante. Essa, de fato, é uma das principais características das Luzes, que, recusando as verdades ditadas por autoridades, submetem tudo ao crivo da crítica.
KANT, I. O julgamento da razão. In: ABRÃO, B. S. (Org.) História da Filosofia. São Paulo: Nova Cultural, 1999. 

O Iluminismo tece críticas aos valores estabelecidos sob a rubrica da autoridade e, nesse sentido, propõe
A) a defesa do pensamento dos enciclopedistas que, com seus escritos, mantinham o ideário religioso.
B) o estímulo da visão reducionista do humanismo, permeada pela defesa de isenção em questões políticas e sociais.
C) a consolidação de uma visão moral e filosófica pautada em valores condizentes com a centralização política.
D) a manutenção dos princípios da metafísica, dando vastas esperanças de emancipação para a humanidade.
E) o incentivo do saber, eliminando superstições e avançando na dimensão da cidadania e da ciência.

GABARITO
01 - C
02 - A
03 - B
04 - E
05 - D
06 - C
07 - B
08 - A
09 - C
10 - B
11 - E

Nenhum comentário: