domingo, 13 de janeiro de 2019

Exercícios sobre a Guerrilha do Araguaia - com gabarito

Questão 01 - UNIFOR 2013.1 - Durante a ditadura militar no Brasil, ocorreu um movimento de guerrilha na Região Amazônica conhecido como “Guerrilha do Araguaia”. A respeito desse movimento, assinale a alternativa CORRETA.
(A) Foi organizado pelo Partido Comunista do Brasil (PC do B) e tinha como objetivo fomentar a revolução socialista no Brasil, a partir do campo, inspirada nas revoluções cubana e chinesa.
(B) Foi liderado pelo Partido Comunista Brasileiro (PCB), que pretendia criar um estado socialista independente na Região Amazônica, às margens do Rio Araguaia, onde hoje é o Estado do Tocantins.
(C) A guerrilha ocorreu entre o final da década de 1960 e a primeira metade da década de 1970 e se caracterizou por sangrentas lutas entre o exército brasileiro e soldados mercenários provenientes de Cuba.
(D) Os revoltosos contaram com a colaboração maciça da população camponesa local, que aderiu em grande número à filosofia socialista e também pegou em armas para combater o exército brasileiro.
(E) Apesar de haver sido derrotada pelo exército, deixando um saldo de dezenas de mortos, a Guerrilha do Araguaia é considerada uma das experiências exitosas de luta armada, sendo responsável por um duro golpe na ditadura militar.

Questão 02 - USS 2007 - Fundação Cesgranrio -
O movimento guerrilheiro do Araguaia é uma página gloriosa do nosso povo.”
João Amazonas 

“A guerrilha, a guerra subversiva, ela é uma guerra suja.” 
Ex-ministro Jarbas Passarinho

As duas afirmativas acima refletem posições opostas quanto à análise de um movimento da história brasileira pouco estudado até hoje - a Guerrilha do Araguaia, que:
(A) colocou em lados opostos os seguidores de Antonio Conselheiro e os representantes do governo da República Velha, atemorizados com a expansão do movimento guerrilheiro.
(B) consistiu numa das muitas revoltas do período regencial no Brasil, como uma forma de reação ao centralismo político implantado pelo Império após a independência.
(C) representou os interesses de posseiros e grileiros sem qualquer tendência ideológica na tentativa de obter vantagens territoriais.
(D) representou uma das formas encontradas por parte da esquerda brasileira para reagir à ditadura militar implantada pelo golpe de 1964.
(E) ocupou a Amazônia Ocidental, tendo em vista a dificuldade de penetração das tropas de repressão numa região de vegetação densa.

Questão 03 -  UFT 2017 - Transferência A Guerrilha do Araguaia, ocorrida no norte de Goiás, no final dos anos 60 e início dos 70, do século XX, teve como fator político ideológico motivador o:
(A) Golpe Militar de 1964.
(B) Populismo de Getúlio Vargas.
(C) Neoliberalismo de Fernando Collor.
(D) Plano Real de Fernando Henrique Cardoso.
(E) Desenvolvimentismo de Juscelino Kubistchek.

Questão 04 - FADESP - 2010 - PM-PA - Em 22 de julho de 2003, o Diário da Justiça publicou uma decisão judicial ordenando a quebra de sigilo das informações militares sobre a Guerrilha do Araguaia. Em 27 de agosto de 2003, a Advocacia Geral da União apelou da sentença que determinou de abertura dos arquivos militares, embora reconhecesse o direito dos autores de tentar localizar os restos mortais de seus familiares desaparecidos. Toda esta querela judicial deve ser compreendida historicamente, porque incide sobre um episódio controverso, a Guerrilha do Araguaia, que ocorreu
(A) entre 1967-74, na região do Araguaia. Esse movimento de esquerda, inspirado em revoluções como a Cubana e a Chinesa, foi duramente combatido pelos militares, com a maioria dos guerrilheiros tidos por desaparecidos no final do conflito, o que gerou a polêmica judicial.
(B) entre 1980-89, ao longo do rio Araguaia. Nele, guerrilheiros treinados pelo exército russo mobilizaram camponeses e pescadores para a luta armada contra a ditadura. O exército os combateu e os mortos nunca foram entregues aos familiares, o que gerou as ações judiciais contemporâneas.
(C) durante todo o período militar (1964-89). Foram guerrilheiros treinados pelo PCB no Araguaia que atuavam nas grandes cidades brasileiras, raptando políticos e homens de Estado com o intuito de enfraquecer a ditadura. Os militares prenderam e mataram a maioria dos guerrilheiros e seus corpos nunca foram localizados, o que gerou os processos atuais.
(D) nos anos de 1974 e 1975, em plena floresta do Araguaia, quando grupos paramilitares de esquerda mobilizaram a população local para criarem milícias e lutarem contra a ditadura de 1964. Foram amplamente combatidos e mortos e seus corpos desapareceram, gerando os processos atuais.

Questão 05 - VUNESP - 2011 - TJ-SP - A Corte Interamericana de Direitos Humanos, órgão da Organização dos Estados Americanos (OEA), condenou a repressão e os crimes cometidos pelo regime militar brasileiro (...). A sentença divulgada nesta terça-feira (14.12.2010) determina que o Estado brasileiro é responsável pelo desaparecimento forçado de 62 pessoas, entre os anos de 1972 e 1974. Esta é a primeira condenação internacional do Brasil em um caso envolvendo a ditadura militar (1964-1985).
(www.cartacapital.com.br, 15.12.2010) 
A condenação citada refere-se ao episódio 
(A) do levante do Forte Copacabana.
(B) da guerrilha do Araguaia.
(C) da Intentona Comunista.
(D) das greves do ABC.
(E) do Congresso da UNE.

GABARITO
01 - A
02 - D
03 - A
04 - A
05 - B

Nenhum comentário: