terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Exercícios de História sobre a Roma Antiga - com gabarito

Questão 01 - FUVEST 2013 - 1ª Fase - A escravidão na Roma antiga
a) permaneceu praticamente inalterada ao longo dos séculos, mas foi abolida com a introdução do cristianismo.
b) previa a possibilidade de alforria do escravo apenas no caso da morte de seu proprietário.
c) era restrita ao meio rural e associada ao trabalho braçal, não ocorrendo em áreas urbanas, nem atingindo funções intelectuais ou administrativas.
d) pressupunha que os escravos eram humanos e, por isso, era proibida toda forma de castigo físico.
e) variou ao longo do tempo, mas era determinada por três critérios: nascimento, guerra e direito civil.

Questão 02 - FUVEST 2010 - 1ª Fase (adaptada) - Cesarismo/cesarista são termos utilizados para caracterizar governantes atuais que, à maneira de Júlio César (de onde o nome), na Roma antiga, exercem um poder
a) teocrático.
b) democrático.
c) aristocrático.
d) burocrático.
e) autocrático.

Questão 03 - UFPR 2014 - Sobre a religião da Roma Antiga, considere as afirmativas abaixo: 
1. Os Jogos Olímpicos eram a principal cerimônia pública de adoração aos deuses, com a consagração de atletas de diversas partes do domínio romano, representando as mais diferentes divindades dos territórios conquistados. 
2. Roma Antiga era politeísta, com deuses antropomórficos incorporados de povos conquistados, especialmente dos gregos. A expansão do domínio romano promoveu a coexistência dessa religião com religiões locais que não conflitassem com os rituais romanos. 
3. Havia dois tipos de cultos: os promovidos pelo Estado romano, que dedicava rituais, festivais e templos aos grandes deuses, e o culto doméstico, voltado para antepassados e espíritos domésticos (denominados Lares). 
4. O fim da pax romana ocorreu com a expansão do cristianismo, que substituiu o culto doméstico romano pelo monoteísmo, promovendo contestação do poder do Imperador entre os cidadãos romanos. 
Assinale a alternativa correta. 
a) Somente as afirmativas 1, 2 e 3 são verdadeiras. 
b) Somente as afirmativas 2, 3 e 4 são verdadeiras. 
c) Somente as afirmativas 1 e 4 são verdadeiras. 
d) Somente as afirmativas 2 e 3 são verdadeiras. 
e) Somente as afirmativas 2 e 4 são verdadeiras.

Questão 04 - UFPR 2010 - Toda a Gália está dividida em três partes, uma habitada pelos belgas, outra pelos aquitanos, a terceira por aqueles que nós chamamos de gauleses (em sua língua, celtas). Essas nações diferem entre si pela língua, pelos costumes e pelas leis. (Júlio César, Guerra das Gálias.) Esse trecho de Júlio César se refere às conquistas da Roma Antiga e à maneira como os romanos viam os povos que conquistavam.
Sobre as conquistas romanas, é correto afirmar:
a) O exército romano era composto somente por escravos.
b) Os povos conquistados eram considerados incultos e menosprezados pelos romanos.
c) As estruturas administrativas construídas pelos romanos foram pouco duráveis, o que limitou a sua capacidade de expansão.
d) Os romanos não tinham uma política de destruição, nem de integração cultural dos povos conquistados, preservando a posição das elites que se aliassem a eles.
e) Durante as guerras de conquista, houve uma diminuição do número de escravos capturados pelos romanos.

Questão 05 - Mackenzie 2019/Tarde No processo histórico da Roma Antiga, a República, como regime político foi substituída pelo Império. Sobre a ordem imperial, é correto afirmar que a
a) concentração dos poderes na figura do imperador tranquilizava a classe dos patrícios e senadores que concordavam com esse tipo de regime que, de acordo com eles, seria o único capaz de sufocar a anarquia e as rebeliões de escravos.
b) criação do império, obra elaborada pelo Primeiro e Segundo Triunvirato, expressou o triunfo da vontade dos generais, para os quais o regime imperial seria o tipo de governo ideal, para controlar a crise social do final da República.
c) base do império foi sustentada pelo poder dos camponeses romanos, nos campos, e pela plebe nos centros urbanos, principais interessados na existência de uma ordem que lhes assegurasse o domínio da terra e a permanência da prática do pão e circo.
d) vitória da participação popular no cerne da vida política marcou, profundamente, o novo regime político, diferente do que ocorreu tanto no período monárquico, quanto no período republicano.
e) crise econômica pelo qual Roma passava nos últimos anos da República, decorrente das inúmeras derrotas militares enfrentadas pelos romanos e os gastos despendidos para consolidar a conquista do Mediter - râneo, levaram o povo a apoiar o novo regime.

Questão 06 - PUCRS 2006.1 - INSTRUÇÃO: Para responder à questão 21, considere o texto abaixo. “Depois de meio século de lutas internas, Caio Júlio César, um general aristocrata que se dizia descendente de Vênus e Enéias, conquistou em poucos anos a Gália, uma enorme área que corresponde, mais ou menos, à atual França, Suíça, Bélgica e parte da Alemanha. Quando o Senado não lhe quis permitir que continuasse a comandar as tropas, César recusou-se a obedecer (...) e tornou-se ditador em seguida”. (FUNARI, Pedro P. Grécia e Roma. São Paulo: Contexto, 2001, p. 89). 21) Considerando a história política da Roma Antiga, o contexto refere-se a uma culminância da crise
A) da Realeza.
B) da República.
C) do Principado.
D) do Alto Império.
E) do Baixo Império

Questão 07 - PUCRS 2007.1 - Na Roma Antiga, a Lei das Doze Tábuas, a Lei Canuléia e a Lei Licínia, instrumentos jurídicos resultantes de conflitos sociais, ampliaram os direitos civis e políticos dos ________ durante o período histórico _________.
A) plebeus  - da Monarquia
B) clientes  - do Alto Império
C) patrícios  - da República
D) plebeus  - da República
E) patrícios  - do Alto Império

Questão 08 -  UEPB 2013 - A expansão territorial na Antiga Roma trouxe profundas modificações na sociedade estabelecida na península itálica. Entre elas podemos destacar:
a) Grande êxodo urbano, devido a contatos com outros povos e as conquistas romanas.
b) Fortalecimento da política agrícola com a expansão dos minifúndios.
c) Democratização da sociedade com igualdade de direitos políticos entre patrícios e plebeus.
d) Crise da mão-de-obra escrava, que ficou concentrada nos campos agrícolas deixando carente o setor urbano de trabalhadores livres.
e) O número de escravos aumentou significativamente e estes foram largamente utilizados na agricultura, na produção de alimentos e nas atividades urbanas.

Questão 09 -  UNIFOR  - 2002.1 - Na Roma Antiga, a República sucedeu ao Império. Em relação à ordem imperial, é correto afirmar que
(A) a concentração dos poderes de Otávio, nos primeiros momentos, respondia pelas premências da nobreza senatorial em dispor de um governo capaz de sufocar a anarquia e as rebeliões de escravos.
(B) o Império floresceu no contexto da crise econômica que marcou os últimos anos da República, crise gerada pelas derrotas de Roma nas batalhas pela conquista da Península Itálica.
(C) a organização do Império teve a participação popular, levando-se em conta a importância que o Partido Democrático ocupou na queda do regime republicano.
(D) as bases do Império foram sustentadas pelo poder dos camponeses romanos, principais interessados na existência de uma ordem que lhes assegurasse o domínio da terra.
(E) a organização do Império, obra construída pelo Primeiro Triunvirato, representou o resultado do desejo dos generais no sentido de criar um governo capaz de controlar a crise da sociedade nos fins da República.

Questão 10 - FAMERP 2017 -  1° dia - Durante o século IV, a velocidade da expansão do cristianismo aumentou muito, especialmente nas cidades [romanas]. As antigas crenças continuaram existindo, mas o número de fiéis diminuiu muito. Os cristãos passaram a chamar os adeptos das outras religiões de pagãos e, em algumas ocasiões, se dedicaram a destruir seus templos e as estátuas dos deuses antigos. Isso não significa que as religiões tenham vivido em conflito. O cristianismo tomou diversas ideias e características do paganismo para si. Os livros escritos no início do Império e na época da República eram considerados obras-primas da literatura, e mesmo os que falavam de outros deuses eram lidos e apreciados pelos cristãos.
(Carlos Augusto Ribeiro Machado. Roma e seu império, 2004. Adaptado.) 
Segundo o texto, a ascensão do cristianismo na Roma Antiga 
a) não impediu o avanço de outras formas de religiosidade, e o paganismo, apesar de reprimido, continuou a crescer e manteve-se hegemônico.
b) deu-se a partir das conquistas romanas na Palestina e revelou a correção e a supremacia religiosa da fé cristã frente às antigas religiões.
c) não impediu a manifestação de outras formas de religiosidade e, apesar de terem ocorrido tensões, algumas antigas práticas religiosas persistiram.
d) deu-se a partir das cruzadas, que levaram a fé cristã aos pagãos, judeus e muçulmanos que controlavam as terras do Oriente Próximo.
e) deu-se a partir do extermínio dos grupos que professavam crenças antigas e da eliminação dos materiais que contivessem referências ao paganismo.

Questão 11 - IBADE - 2017 - SEE -PB -“a antiguidade clássica conheceu inúmeras cidades-estados, mas Roma se destaca entre elas: conquistou o mundo [...]. O mundo romano se apresentava extremamente complexo e variado, interligado por uma rede de estradas, com uma moeda comum aceita em toda área mediterrânica.
[...]” CORASSIN, Maria Luiza. Sociedade e política na Roma antiga. São Paulo: Atual Editora, 2001, pp. 7-8. 
A história política de Roma na antiguidade foi marcada por três regimes ou formas de governo, denominados: 
A) Talassocracia, Oligarquia e Império
B) Plutocracia, Democracia e República.
C) Império, Monarquia e Talassocracia.
D) Monarquia, Democracia e Império.
E) Monarquia, República e Império.

Questão 12 - UNESP 2012 - A escravatura [na Roma antiga] foi praticada desde os tempos mais remotos dos reis, mas seu desenvolvimento em grande escala foi consequência das guerras de conquista […]. (Patrick Le Roux. Império Romano, 2010.)
Sobre a escravidão na Roma antiga, é correto afirmar que
(A) assemelhava-se à escravidão ocorrida no Brasil colonial, pois era determinada pela procedência e pela raça.
(B) aumentou significativamente durante a expansão romana pelo Mar Mediterrâneo.
(C) atingiu o auge com a ocupação romana da Germânia e de territórios na Europa Central.
(D) diminuiu bastante após a implantação do Império e foi abolida pelos imperadores cristãos.
(E) diferenciava-se da escravidão ocorrida no Brasil colonial, pois os escravos romanos nunca podiam se tornar livres.

Questão 13 - PUCRS 2014 - Após o período das guerras civis que marcaram o final da República na Roma Antiga, o principado de Otávio Augusto inaugurou o período imperial com uma série de reformas administrativas, políticas e militares. Dentre tais reformas, NÃO é correto apontar
A) a profissionalização do exército, com a liberação dos camponeses do serviço militar.
B) a nomeação de funcionários remunerados para os cargos do sistema fiscal nas províncias.
C) a extinção das principais instituições republicanas, como o Senado e o Tribunato da Plebe.
D) a abertura do acesso às magistraturas para membros de famílias provincianas.
E) a criação das províncias sob administração imperial nas fronteiras não pacificadas do império.

Questão 14 - IDECAN - 2016 - SEARH - RN - Tábua primeira
Do chamamento a Juízo.
1. Se alguém é chamado a Juízo, compareça.
2. Se não comparece, aquele que o citou tome testemunhas e o prenda.
3. Se procurar enganar ou fugir, o que o citou pode lançar mão sobre (segurar) o citado.
4. Se uma doença ou a velhice o impede de andar, o que o citou, lhe forneça um cavalo.
5. Se não aceitá‐lo, que forneça um carro, sem a obrigação de dá‐lo coberto. 6. Se se apresenta alguém para defender o citado, que este seja solto.
[...] (Disponível em: http://api.adm.br/direito/Tabuas.htm.) 

No contexto da Roma Antiga, com as constantes manifestações contra arbitrariedades dos patrícios, os plebeus conseguiram, entre 451 e 450 a.C, a aprovação da “Lei das Doze Tábuas”, cujo fragmento é apresentado anteriormente. Essa lei marca profundamente o direito romano, pois:
A) Equipara política e economicamente as classes plebeia e patrícia, pondo fim a conflitos seculares.
B) Cria a função de “Tribuno da Plebe”, cargo que incentivou o surgimento de representantes diretos dos plebeus.
C) Possibilita finalmente a reforma agrária, através da ação efetiva dos irmãos Tibério e Caio Graco, Tribunos da Plebe.
D) Efetiva de forma mais concreta as reivindicações dos plebeus e traz, gradativamente, a substituição do direito consuetudinário.

Questão 15 - UTFPR 2013-1 - Verão -  A religião em Roma Antiga era essencialmente politeísta e o ritual mais importante era o culto ao Imperador. Contudo, a partir do século I, muitos se negavam a admitir seu caráter divino e, por isso, ameaçavam o Estado e passavam a ser perseguidos. Tratava-se:
A) dos bárbaros invasores.
B) dos escravos, reféns de guerra.
C) de estrangeiros que preferiam cultuar seus próprios deuses.
D) dos primeiros cristãos.
E) dos judeus.

Questão 16 - Mackenzie 2007 - 4º dia - Sobre a história da Roma Antiga, assinale a alternativa que indica corretamente a relação direta entre as personagens e os fatos históricos:
I. Tibério Graco (169 a.C — 133 a.C.)
II. Otávio Augusto (63 a.C. — 14 d. C.)
III. Nero (37 d.C. — 68 d.C.)

A. Expansão territorial e subordinação do poder político do Senado ao poder centralizado do Imperador
B. Proposta de uma reforma agrária para defender os pequenos proprietários rurais plebeus
C. Início das grandes perseguições aos cristãos, muitos vitimados em grandes espetáculos populares
a) I-A, II-B, III-C
b) I-B, II-C, III-A
c) I-C, II-B, III-A
d) I-A, II-C, III-B
e) I-B, II-A, III-C

GABARITO
01 - E
02 - E
03 - D
04 - D
05 - B
06 - B
07 - D
08 - E
09 - A
10 - C
11 - E
12 - B
13 - D
14 - D
15 - D
16  - E

Nenhum comentário: