sábado, 5 de janeiro de 2019

Exercícios de História sobre a República Romana - com gabarito

Questão 01 - IFS 2014.1 - Subsequente - Durante a República, Roma expandiu-se em direção ao Mar Mediterrâneo, considerando as consequências desta expansão assinale o item incorreto.
a) Houve grande fluxo de riquezas em território romano;
b) Aumento da escravidão devido a vinda de novos prisioneiros de guerra das regiões conquistadas; c) Formação de latifúndios causando grande êxodo rural;
d) Iniciou-se a primeira diáspora romana, devido à escassez de terras férteis e levando os latinos a fugirem para a Ásia menor;
e) Houve formação de um novo grupo social: os cavaleiros.

Questão 02 - UNIFOR 2004.1 - Na antiguidade, o expansionismo romano engendrou grandes transformações sociais e econômicas e proporcionou condições para a “grandeza” de Roma mas, possibilitou, ao mesmo tempo, a eclosão de lutas sociais que abalaram a República Romana. As origens dessas lutas sociais estavam relacionadas, entre outras,
(A) à ampliação dos mecanismos democráticos de poder, com a extensão do direito de voto aos estrangeiros, medida que contrariou os interesses da plebe romana.
(B) à ruína de grande parte dos camponeses, em razão do processo de concentração da terra nas mãos da aristocracia e de setores que se enriqueceram com as guerras.
(C) às leis criadas pelos irmãos Tibério e Caio Graco, que reduziam as possibilidades de acesso das camadas populares à terra, já que eram representantes da nobreza latifundiária.
(D) às ocupações das terras dos camponeses pelas famílias dos militares, que almejavam a ascensão social por meio dos títulos de propriedade.
(E) às insurreições estimuladas por Espártaco, que era um gladiador que defendia os interesses do exército e das camadas dominantes do território romano.

Questão 03 - PUCRS 2005.2 - Responder com base nas afirmativas abaixo, sobre as relações entre patrícios e plebeus, na Roma republicana.
I. Com o aumento da tendência expansionista e a ampliação das terras públicas, os patrícios aumentaram suas propriedades, pois levavam vantagens políticas sobre os plebeus na apropriação daquelas terras.
II. A criação dos Tribunos da Plebe, no início do século V a.C., não alterou a posição política dos plebeus frente aos patrícios, pois o cargo não detinha nenhum poder efetivo e os tribunos não gozavam de inviolabilidade pessoal e residencial.
III. A partir da permissão de casamentos entre patrícios e plebeus, verificou-se uma associação entre as famílias plebéias mais ricas e os patrícios, fazendo surgir uma nova aristocracia.
A análise das afirmativas permite concluir que
A) apenas a I está correta.
B) apenas a II está correta.
C) apenas a III está correta.
D) apenas a I e a III estão corretas.
E) a I, a II e a III estão corretas.

Questão 04 - PUCRS 2004.1 - Responder à questão 4 com base nas afirmativas abaixo, sobre o início da República Romana.
I. As principais classes sociais eram compostas pelos patrícios (grandes proprietários rurais descendentes das primeiras famílias que habitaram Roma), plebeus (geralmente pequenos agricultores, artesãos e comerciantes), clientes e escravos.
II. As instituições políticas da República eram o Consulado, o Senado, os Comícios e as Magistraturas, sendo seus membros escolhidos por eleição.
III. Por meio de uma série de guerras, Roma expandiu sua dominação sobre o Mar Mediterrâneo, pois a Península Itálica já havia sido conquistada pelos romanos sob a Monarquia.
IV. Os conflitos entre patrícios e plebeus geraram, gradativamente, conquistas políticas e sociais para estes últimos, como a elaboração de uma legislação escrita (12 Tábuas) e a instituição de um Tribuno da Plebe.
Pela análise das afirmativas, conclui-se que somente estão corretas
A) I e II
B) I, II e IV
C) I e III
D) II, III e IV
E) III e IV

Questão 05 - FMABC 2017 - “O cidadão romano era aquele que possuía direitos e obrigações políticas, econômicas e militares. Devia participar das assembleias, pagar impostos e ir para a guerra para exercer plenamente sua cidadania.” Carlos Augusto Ribeiro Machado. Roma e seu império. São Paulo: Saraiva, 2004, p. 20. Adaptado.
A partir da afirmação acima, sobre a República romana, é correto afirmar que a cidadania
(A) associava-se prioritariamente às atividades agrícolas e comerciais.
(B) implicava a participação nas atividades militares, produtivas e políticas.
(C) era desempenhada pelos homens que viviam na cidade, livres ou escravos.
(D) dependia da participação voluntária dos camponeses no exército.

Questão 06 - UNIFOR 2002.2 - No período da antiga República Romana, as lutas sociais e políticas foram intensas. Pode-se identificar como exemplo dessas lutas
(A) a insurreição de escravos, liderada por Espártaco, entre 73 e 71 a.C., que representou um grande avanço para a sociedade à medida em que, a partir desse momento, foram votadas várias leis abolicionistas.
(B) as disputas entre patrícios e plebeus, pelo controle do poder político, que obstaculizaram a expansão e as conquistas territoriais romanas, que só puderam ser viabilizadas após a instauração do Império.
(C) as mobilizações dos patrícios pela instituição do sistema democrático em Roma e pela implantação de leis fundiárias, como forma de garantir, a todos os cidadãos, o direito de propriedade.
(D) as pressões constantes dos plebeus por reformas sociais, sobretudo depois que a expansão romana levou-os à ruína pela impossibilidade de seus produtos concorrerem com os dos latifúndios escravistas.
(E) os conflitos que se estabeleceram entre escravos e plebeus, uma vez que estes não concordaram com a realização de uma reforma agrária que beneficiasse os antigos escravos.

Questão 07 - FGV-SP 2008 - Economia - 1ª fase - Leia as afirmativas sobre a República Romana (509-27 a.C.).
I. Nos primeiros tempos da República, a sociedade era composta por apenas dois setores: os patrícios e os escravos.
II. Os escravos, pouco numerosos no início da República, cresceram numericamente com as guerras de conquista.
III. Entre as funções públicas em Roma, havia os cônsules, os pretores e os tribunos da plebe.
IV. Em 494 a.C., plebeus rebelados se retiram para o Monte Sagrado, ameaçando fundar outra cidade se não tivessem, entre outras reivindicações, o direito de eleger seus próprios magistrados.
V. Com o expansionismo romano e as suas conquistas territoriais, houve um grupo especialmente beneficiado: os plebeus, que passaram a vender trigo para os povos dominados.
São corretas as afirmativas
a) I, II e III, apenas.
b) II, III e IV, apenas.
c) II, III, IV e V, apenas.
d) III, IV e V, apenas.
e) I, II, III, IV, V

Questão 08  - UNIFOR - 2007.1 - Na antiga República Romana, as conquistas provocaram grandes transformações econômicas e sociais dentre as quais se destaca
(A) o aumento dos prisioneiros, provenientes das guerras, que levou a mão-de-obra escravizada a se constituir na principal força de trabalho.
(B) o enfraquecimento do Estado em função da redistribuição do poder nas mãos das lideranças políticas das regiões anexadas.
(C) a formação da pequena propriedade de terra, que resolveu os problemas dos camponeses e proletários urbanos.
(D) a harmonia entre patrícios e plebeus, visto que estes últimos foram beneficiados com as riquezas oriundas das conquistas.
(E) o desenvolvimento de uma economia baseada na agricultura, em razão da grande quantidade de terras férteis conquistadas.

Questão 09 - UNIFOR 2009.1 - Medicina -  Considere o documento histórico.
As feras que percorrem os bosques da Itália têm cada uma o seu abrigo e os que morrem pela defesa da Itália têm como bens somente a luz e o ar que respiram. Sem teto para se abrigar, eles vagueiam com suas mulheres e seus filhos. Os generais os enganam quando os exortam a combater pelos templos de seus deuses, pelas sepulturas de seus pais. Isto porque de um grande número de romanos não há um só que tenha o seu altar doméstico, o seu jazigo familiar. Eles combatem e morrem para alimentar a opulência e o luxo de outros. Dizem que são senhores do universo, mas eles não são donos sequer de um pedaço de terra.
(Plutarco. Vidas paralelas. In: Luiz Koshiba e Denise M. F. Pereira. História Geral e do Brasil. São Paulo: Atual, 2004. p. 54) 
As idéias do documento são atribuídas a um tribuno da plebe que atuou na vida política da antiga República Romana no século II a.C. A partir do conhecimento histórico, é possível considerar que essas idéias justificavam
(A) a implantação de uma política de importação de escravos para as propriedades dos patrícios, como forma de liberar os camponeses dos trabalhos braçais.
(B) a política de "pão e circo" adotadas pelos imperadores romanos com o objetivo de conter as revoltas da plebe e dos clientes nos grandes centros urbanos.
(C) o estabelecimento do sistema de colonato nos latifúndios que perderam seus escravos em razão da crise da escravidão, que atingiu o império romano.
(D) a aprovação de uma lei urbana que estimulava a distribuição de terras na cidade de Roma para as camadas empobrecidas da população romana.
(E) a proposição de um projeto que previa a desapropriação de parte dos latifúndios e distribuição de pequenos lotes para as famílias de camponeses.

Questão 10 - UVA 2012.2 - CG - Nas margens do rio Tibre, no centro da Itália, surgiu Roma. Cresceu, expandiu-se e tornou-se a sede de um poderoso império. Roma impôs o seu domínio em várias partes do Ocidente e Oriente e passou pelas seguintes formas de governo: realeza, república e império. Analise as afirmativas abaixo, que tratam sobre o período republicano romano, e coloque V nas frases verdadeiras e F nas frases falsas.
( ) Durante o período de crise da República Romana, Roma teve dois triunviratos: o primeiro, formado por César, Pompeu e Crasso; e o segundo, formado por Otávio, Marco Antônio e Lépido.
( ) Como consequência da expansão romana durante o período republicano, podemos citar o fortalecimento dos pequenos proprietários agrícolas, o declínio do poder econômico dos homens novos e a grande estabilidade política.
( ) A primeira lei escrita da história romana, produto da luta de classes entre patrícios e plebeus, durante o período republicano, foi a Lei das XII Tábuas.
( ) Durante o período republicano, Roma, de simples cidade-Estado, transformou-se aos poucos em um grande império.
A sequência correta, de cima para baixo, é:
A. F-V-V-F.
B. V-V-V-F.
C. F-V-F-F.
D. V-F-V-V.

Questão 11 - FGV-SP 2004 - 1ª fase - 1° dia - “A partir de então, passou-se a eleger cônsules em número de dois, ao invés de um único rei, com o propósito de que, se um deles tivesse a intenção de agir mal, o outro, investido de igual autoridade, o coibisse.”
 Flávio Eutrópio, Sumário da história romana, in Historiadores latinos, NOVAK, G., M e outros (orgs.), trad., São Paulo, Martins Fontes, 1999, p. 259.

O trecho acima refere-se ao período da história de Roma conhecido como:
a) Diarquia, instituída logo após a época imperial.
b) Democracia, organizada após a revolta dos plebeus e dos escravos.
c) Consulado, criado para diminuir o poder dos tiranos.
d) República, estabelecida pela aristocracia patrícia.
e) Pax Romana, imposta pelos senadores como forma de limitar o poder dos patrícios.

Questão 12 - UFPel Verão 2009 -  Organização política - VI a.C. a I a.C.

BONIFAZI, Elio et all. Descobrindo a História: Idade Antiga e Medieval. São Paulo: Ática, 2002 [adapt.]. 
O esquema representa o 
(a) (a) Monarquia romana.
(b) Império romano.
(c) Período helenístico ateniense.
(d) Senado ateniense.
(e) República romana.
(f) I.R.

GABARITO
01 - D
02 - B
03 - D
04 - B
05 - B
06 - D
07 - B
08 - A
09 - E
10 - D
11 - D
12 - E

Nenhum comentário: