sábado, 5 de janeiro de 2019

Exercícios sobre o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra - com gabarito

Questão 01 - FUVEST 2015 - 1ª Fase - O Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST) foi criado em 1984, inserido em um contexto de
a) abertura política democrática no Brasil e de crescente insatisfação com as políticas agrárias nacionais então vigentes. 
b) fortalecimento da ditadura militar brasileira e de aumento da imigração estrangeira para o país.
c) declínio da oposição armada à ditadura militar brasileira e de aumento da migração das cidades para o campo.
d) aumento da dívida externa brasileira e de disseminação da pequena propriedade fundiária em todo o país.
e) crescimento de demanda externa por commodities brasileiras e de grandes progressos na distribuição de terra, no Brasil, a pequenos agricultores.

Questão 02 - ADVISE - 2013 - Prefeitura de Ivorá - RS -
Sabemos que a Reforma Agrária no Brasil tem sido alvo de grandes manifestações a favor de agricultores desprovidos de terras para plantar. Entre essas manifestações, muitas delas são promovidas por movimentos que se agrupam para reivindicar terras ao Governo. Assinale a alternativa abaixo que indica um movimento criado com o propósito de reivindicar terras para agricultores que não tem onde plantar.
A) Movimento dos Sem Teto
B) Movimento dos Sem Terras
C) Movimento dos Sem Emprego
D) Movimento de Libertação dos Sem Terras
E) Movimento dos Agricultores Aposentados

Questão 03 - FUVEST 2004 - Transferência – O Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST) surgiu em 1979 e se tornou, nos anos 1990, o movimento social mais importante em nível nacional. As suas origens podem ser associadas
a) à ação do Partido Comunista Brasileiro, que desenvolveu intensa política de mobilização dos trabalhadores rurais.
b) à atuação da Comissão Pastoral da Terra, criada em 1975 com o apoio da Igreja Católica, que se voltou para os pobres e excluídos.
c) ao tipo de política implementada pelos governos populistas, que incentivaram a sindicalização do homem do campo.
d) às Ligas Camponesas, organizadas com o objetivo de sensibilizar a opinião pública para o problema da terra.
e) à política agrária da ditadura militar, que se concentrou na resolução de conflitos no Nordeste, sem se ocupar do Sul do país.

Questão 04 - VUNESP - 2013 - FUNDUNESP - Historiógrafo -
Desde sua fundação em 1980, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) se organiza em torno de três objetivos principais: lutar pela terra, por uma reforma agrária e por
(A) uma sociedade mais justa e fraterna.
(B) uma reforma política nos acampamentos do MST.
(C) melhores condições de saúde e educação nos acampamentos.
(D) uma reforma política no Congresso Nacional.
(E) uma reforma do sistema judiciário brasileiro.

Questão 05 - UERJ 2006 - 2º Exame de Qualificação - 
O MST é uma coletividade de párias, certamente a única organizada, a mais consciente em relação a sua identidade e a seu sentido, e por isso a mais competente: é uma coletividade de condenados que se fez sujeito da história para revogar a sua condenação. Essa contradição mostra que os párias deixam de ser párias quando se organizam, pois organizar-se é, antes de mais nada, inocular-se a substância social e ocupar um espaço social. 
(Adaptado de BISOL, José Paulo. In: A questão agrária no Brasil. São Paulo: Atual, 1997.) 
O texto acima apresenta reflexões sobre a origem e a identidade dos movimentos sociais organizados. Um componente da nossa sociedade que explica o surgimento desses movimentos e uma característica de sua organização, respectivamente, estão indicados em: 
(A) luta pela inclusão social – centralização sindical 
(B) concentração da riqueza nacional – unidade partidária 
(C) expropriação dos meios de produção – ativismo político 
(D) contestação do sistema representativo – coerência ideológica

Questão 06 - UERJ 2019.2 - 

Em abril de 1996, 19 camponeses sem-terra foram mortos pela polícia militar no episódio que ficou mundialmente conhecido como Massacre de Eldorado de Carajás, ocorrido no sudeste do Pará. Os participantes do Movimento dos Sem Terra faziam uma caminhada até a cidade de Belém, quando foram impedidos pela polícia de prosseguir. Mais de 150 policiais foram destacados para interromper a caminhada, o que levou a uma ação repressiva extremamente violenta. Adaptado de anistia.org.br.

Dez posseiros foram assassinados em maio de 2017 durante uma ação policial de reintegração de posse em um acampamento na Fazenda Santa Lúcia, no Pará, segundo informações da Comissão Pastoral da Terra. A reintegração foi realizada pelas Polícias Civil e Militar do estado. agenciabrasil.ebc.com.br

Como indicam os episódios retratados nas reportagens, os conflitos pela posse da terra no Brasil nas últimas décadas persistem. Esses conflitos são decorrentes do seguinte processo:
(A) desqualificação do trabalhador rural
(B) encarecimento de insumos agrícolas
(C) reformulação de legislação específica
(D) concentração da propriedade fundiária

Questão 07 - UNIFOR 2003.1 - No Brasil, as tensões sociais no campo agravaram-se nas últimas décadas, dando origem inclusive ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra. Esse movimento
(A) foi criado e atua com o objetivo exclusivo de garantir o cumprimento dos dispositivos legais sobre a questão da terra previstos na Constituição de 1988.
(B) defende principalmente a distribuição das terras de propriedade do Estado, sem que isso afete os direitos constitucionais dos proprietários rurais.
(C) pretende não apenas a luta pelos assentamentos dos sem-terras, mas que esses sejam realizados com a implantação de técnicas produtivas que os integrem aos mercados locais.
(D) tem como principal reivindicação a construção de casas populares para os sem-terras que perderam o trabalho no campo.
(E) não conseguiu organizar-se na região Norte e Nordeste do país, em razão do programa de reforma agrária desenvolvido pelos governadores dessas regiões.

GABARITO
01 - A
02 - B
03 - B
04 - A
05 - C
06 - D
07 - C

Nenhum comentário: