sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

Exercícios sobre o Governo Jânio Quadros - com gabarito

Questão 01 - PUC-Rio 2019 -
“Varre, varre, varre, varre vassourinha!
Varre, varre a bandalheira!
Que o povo já tá cansado
De sofrer dessa maneira
Jânio Quadros é a esperança desse povo abandonado!
Jânio Quadros é a certeza de um Brasil, moralizado!
Alerta, meu irmão!
Vassoura, conterrâneo!
Vamos vencer com Jânio!”
(Varre, varre vassourinha, varre a corrupção.
Jingle da campanha presidencial de Jânio Quadros. Maugeri Neto e Fernando de Almeida. 1960.) 
Tendo o combate à corrupção como um dos temas centrais de sua campanha, Jânio Quadros venceu as eleições presidenciais de 1960 com expressiva votação. Sete meses após assumir, renunciou ao cargo. 
Sobre seu curto governo é INCORRETO afirmar que
(A) administrou de forma suprapartidária e sem diálogo com o Congresso, instalando sindicâncias e negociando diretamente com os governos dos estados
(B) para tentar moralizar hábitos e costumes, instituiu medidas pontuais como proibição de corridas de cavalos em dias de semana e posturas sobre brigas de galo.
(C) adotou medidas de austeridade econômica, seguindo o receituário proposto pelo FMI, mas não conseguiu conter a inflação e o aumento do custo de vida.
(D) visando a facilitar a obtenção de recursos externos, manteve um alinhamento incondicional com os EUA em sua política internacional. 
(E) atuou contra o que chamou de “regalias” do funcionalismo público, cortou benefícios e tentou instituir o horário integral nas repartições federais.

Questão 02 - UERJ 2003 - 2º Exame de Qualificação -
Varre, varre, varre, varre, vassourinha.
Varre, varre a bandalheira,
Que o povo já está cansado
De sofrer desta maneira.
Jânio Quadros é a esperança
deste povo abandonado.
(Nosso Século. São Paulo: Abril Cultural, 1980.)
Esse jingle acompanhou o candidato Jânio Quadros durante a sua campanha à presidência da República, em 1960. A letra sintetiza a seguinte política de resolução dos problemas da época:
(A) a austeridade do governo e o controle dos gastos públicos conteriam a inflação e a corrupção oficial 
(B) a disputa de mercados externos e a ideologia nacionalista aumentariam o superávit comercial e a geração de renda
(C) o atendimento à economia popular e à produção de alimentos baixariam o custo de vida e os gastos do governo
(D) a defesa dos interesses nacionais e a adoção de uma política externa independente gerariam emprego e novas possibilidades econômicas

Questão 03 -  UEPB 2013 - "Passava pouco das seis horas da manhã quando o Presidente Jânio Quadros, como de hábito, trancou-se em seu gabinete. Naquele dia, porém, ele rascunhou os termos de sua renúncia que horas depois encaminharia ao Congresso Nacional, despertando os políticos de uma sonolenta sessão de sexta-feira. Sem que nada em sua expressão ou nos seus gestos traísse a decisão tomada, Jânio compareceu à cerimônia do Dia do Soldado, Vencido pelo que chamou de"forças terríveis", em seu bilhete-renúncia, foi fotografado pela última vez como presidente ao lado das “forças ocultas".
(Texto de abertura do Documentário “Jango” do cineasta Silvio Tendler)
Sobre o tumultuado e breve governo de Jânio Quadros assinale a única alternativa INCORRETA.
a) Jânio Quadros começou a governar com um programa de reforma moral para agradar à conservadora classe média. Acabou com as corridas de cavalo, adotou um traje chamado “slack" como uniforme, fechou as rinhas de galo e proibiu mulheres usando biquínis na televisão. Dizia-se na imprensa que ao invés de um estadista, o Brasil tinha ganhado um delegado de costumes.
b) Jânio Quadros desenvolveu uma política externa objetivando se aproximar dos movimentos anticolonialistas do terceiro mundo e dos países socialistas. Por isso mesmo ele enviou seu vice, João Goulart, em visita oficial à China e à URSS e condecorou "Che" Guevara com a Ordem do Cruzeiro do Sul.
c) Jânio Quadros tinha um programa de governo dos mais avançados para a época. Propunha ampla reforma agrária, reforma no sistema educacional e de saúde, estatização dos bancos privados e de todas as indústrias de base. Foi por isso mesmo que as Forças Armadas e a UDN, seu próprio partido, o forçaram a renunciar.
d) Jânio Quadros renunciou esperando que o povo pedisse sua volta à presidência, que o Congresso Nacional não aceitasse seu ato e que as Forças Armadas o preferissem, ao invés de seu vice, João Goulart. Como nada disso aconteceu, Jânio embarcou para uma temporada pela Europa.
e) Jânio Quadros tomou medidas econômicas como a Instrução 204 da SUMOC, que criava a taxa única do dólar, beneficiando os exportadores e investidores estrangeiros. Com o fim da subvenção na agricultura elevou o preço dos alimentos, causando o aumento da inflação.

Questão 04 - PUCRS 2005.2 - Jânio Quadros, ao reatar relações diplomáticas com a _________ e enviar uma missão diplomática à _________, aproximou-se do bloco _________ e adotou uma política externa _________ em relação aos Estados Unidos.
As expressões que completam corretamente as lacunas do texto, na ordem em que aparecem, são:
A) França – Inglaterra – europeu – independente
B) Argentina – Costa Rica – latino-americano – dependente
C) Arábia Saudita – Turquia – muçulmano – de oposição
D) União Soviética – China – socialista – independente 
E) Nigéria – Argélia – norte-africano – dependente

Questão 05 - UNIFESP 2008 - “Proclamo aquilo que toda a Nação reconhece: está caduca a estrutura rural brasileira. A reforma agrária já não é, assim, tema de discurso, mas objeto de ação imediata: ação legislativa e ação executiva ...” (Declaração do presidente Jânio Quadros, publicada no jornal Correio da Manhã, em 03.08.1961.) No momento dessa declaração, a reforma agrária no Brasil
a) estava na ordem do dia, daí a posição do presidente em seu favor. 
b) aparecia como uma questão ultrapassada, como demonstra a posição da presidência.
c) era algo restrito apenas à região nordestina, onde agiam as Ligas Camponesas.
d) há muito que era defendida pela maioria do Congresso, mas não pelo Executivo.
e) jazia adormecida e, por razões demagógicas, foi despertada pelo presidente.

Questão 06 - Vestibular FFB 2014.1 -

“Fui vencido pela reação e assim deixo o governo. Nestes sete meses cumpri o meu dever. (…) Desejei um Brasil para os brasileiros, afrontando, nesse sonho, a corrupção, a mentira e a covardia, que subordinam os interesses gerais aos apetites e às ambições de grupos ou de indivíduos, inclusive do exterior. Sinto-me, porém, esmagado. Forças terríveis levantam-se contra mim e me intrigam ou infamam, até com a desculpa de colaboração. (…) Retorno agora ao meu trabalho de advogado e professor. Trabalharemos todos. Há muitas formas de servir nossa pátria. Brasília, 25 de agosto de 1961.”
A renúncia de Jânio Quadros desencadeou uma série de reações nos mais diversos setores da vida nacional. Sobre isso, assinale a alternativa correta.
A) Foram estabelecidas, imediatamente, novas eleições, em que João Goulart ganhou e assumiu, mesmo sendo considerado um político de esquerda.
B) Os militares assumiram o poder, imediatamente, levando em consideração que não queriam um político de esquerda no poder.
C) Jogou o país numa grave crise política, que só foi encerrada duas semanas depois, com a posse do vice-presidente, João Goulart, mas com a mudança do regime político, do presidencialismo, para o parlamentarismo. 
D) Brizola e Lula uniram-se para ajudar o vice-presidente, João Goulart, a não deixar que as Forças Armadas tomassem o poder.
E) João Goulart assumiu a Presidência e, fazendo reformas de base, como a reforma agrária, política e religiosa, foi deposto pelas Forças Armadas, que assumiram o poder até 1985.

Questão 07 - UERJ 1998 - 1ª Fase - Geografia -

A política dos bilhetinhos é uma das características do governo Jânio Quadros (1961), que foi marcado por uma:
(A) forma descentralizada de governo, concretizada pela delegação de poderes
(B) aliança com grupos de esquerda, exemplificada pela condecoração de Che Guevara
(C) integração ao projeto populista de governo, apoiada pelos partidos getulistas PSD e PTB
(D) ação moralizadora de combate à corrupção, acrescida do estilo personalista do presidente

Questão 08 - Mackenzie 2012 - Um dos episódios mais controvertidos e menos elucidados da História do Brasil foi a renúncia do presidente Jânio Quadros, em 1961, que completa cinquenta anos. A esse respeito, considere I, II, III e IV abaixo.
I. O vice-presidente João Goulart, considerado, por se - tores da elite, propenso ao comunismo, foi impedido de assumir o governo logo após a renúncia de Jânio.
II. A Campanha da Legalidade, liderada por Leonel Brizola, defendeu o cumprimento da Constituição federal, exigindo a posse de Jango na presidência.
III. Para diminuir os conflitos resultantes da renúncia de Jânio, o Congresso instituiu o parlamentarismo, sendo, assim, garantida a posse de Jango, mas com poderes sensivelmente diminuídos.
IV. Resultou em uma crise política, uma vez que setores poderosos faziam oposição a Jango, acusado de comunismo, sendo esse fato uma das justificativas para o Golpe militar em 1964.
Então,
a) somente I, III e IV estão corretas.
b) somente I, II e III estão corretas.
c) somente II e III estão corretas.
d) somente II e IV estão corretas.
e) I, II, III e IV estão corretas.

Questão 09 - UEMA - PAES 2010 - "Varre, varre, varre vassourinha!
Varre, varre a bandalheira
Que o povo já ‘tá' cansado
De 'sofrê' dessa maneira."
Fonte: Disponível em:. Acesso em: 26 jul. 2013.
Não é de hoje que os nossos políticos prometem “varrer a bandalheira” do país. Esses versos fizeram parte das campanhas eleitorais que levaram à presidência da república um desses personagens, chamado
a) Eurico Dutra.
b) João Goulart.
c) Getúlio Vargas.
d) Jânio Quadros. 
e) Juscelino Kubitschek.

Questão 10 - UNIFOR  - 2002.2 - Durante o curto governo de Jânio Quadros, a política externa brasileira sofreu sensíveis modificações. Nesse governo, a diplomacia brasileira procurou desenvolver uma política externa 
(A) de alinhamento com os países capitalistas liderados pelos Estados Unidos e de rompimento com os países socialistas apoiados pela União Soviética. 
(B) de pragmatismo responsável, ampliando o relacionamento político e comercial do país com países da África, da Ásia e da União Soviética. 
(C) pendular, aproximando-se ora dos Estados Unidos, ora relacionando-se comercialmente com os países ligados a regimes socialistas. 
(D) independente, afastando-se do "alinhamento automático" em relação aos Estados Unidos e de aproximação com a União Soviética. 
(E) de solidariedade continental, alinhando-se, principalmente com as nações democráticas apoiadas pelos Estados Unidos.

Questão 11 - UVA 2007.1 - Jânio Quadros elegeu-se para a Presidência da República com uma espetacular vitória eleitoral. Ganhou a simpatia das massas populares, prometendo varrer toda sujeira de nossa administração pública. Sobre o governo de Jânio Quadros não podemos afirmar:
A. Concluiu o seu mandato apesar das violentas críticas da oposição.
B. Condecorou o Ministro Cubano Ernesto " Che" Guevara.
C. Renunciou ao poder, alegando " sentir-se esmagado por forças terríveis."
D. Promoveu uma política externa de caráter independente.

Questão 12 - UVA 2012.2 - CG - Jânio da Silva Quadros chegou a presidência da República do Brasil com 48% da preferência do eleitorado, coroando uma carreira política rápida e cheia de sucessos. Para desapontamento dos seus eleitores, todavia, depois de sete meses de governo, renunciou, alegando que "forças ocultas" obrigavam-no a proceder dessa forma. Esse fato abriu uma nova luta política no país. Foram onze dias em clima de golpe de Estado. O país, dividido entre legalistas, que apoiavam a posse do vice-presidente, e os golpistas, que desejavam alterar as normas constitucionais para impedir a ascensão de João Goulart. A grave crise foi solucionada por meio:
A. da renúncia do vice-presidente João Goulart.
B. da emenda constitucional que introduziu o parlamentarismo.
C. do confronto militar entre as duas facções.
D. do retorno ao poder do ex-presidente Jânio Quadros.

Questão 13 - Mackenzie 2008 - 1º dia - Em fins de agosto de 1961, a imprensa anunciava que Ranieri Mazzilli assumia o governo em seguida à inesperada renúncia de Jânio Quadros. O presidente vinha sendo alvo de agudas críticas, entre outras razões, porque
a) a política econômica adotada por Jânio assumia cada vez mais uma orientação efetivamente socialista, visível na aproximação das relações diplomáticas e comerciais com Cuba e com a URSS.
b) acirrava-se o desacordo entre o presidente e seu vice, João Goulart, eleito por outro partido, tornando impossível a permanência de um e outro, juntamente, no comando político do país.
c) grande parte do empresariado nacional se descontentara com a política demasiado democrática do presidente, que pusera em execução um sem-número de planos de melhorias sociais, tanto nas cidades como no campo.
d) setores conservadores da sociedade se opunham ao caráter “independente” da política externa de Jânio, sobretudo após a inopinada condecoração, pelo presidente, do ministro cubano Ernesto Guevara.
e) havia claros indícios de que, com o apoio das Forças Armadas, Jânio pretendia articular um golpe contra o Congresso Nacional (as “forças ocultas” da carta-renúncia), fechá-lo e governar ditatorialmente.

GABARITO
01 - D
02 - A
03 - C
04 - D
05 - A
06 - C
07 - D
08 - E
09 - D
10 - D
11  - A
12 - B
13 - D

Nenhum comentário: