PESQUISAR ESTE BLOG

quinta-feira, 30 de dezembro de 2021

Questão de História - FUVEST 2020 - Os efeitos sociais do futebol enquanto elemento de uma dinâmica cultura popular impelira o estado colonial

FUVEST 2020 - Os efeitos sociais do futebol enquanto elemento de uma dinâmica cultura popular impelira o estado colonial a intervir sobre este universo. Depois da abolição [...] do indigenato, o desporto servirá para alimentar a propaganda luso-tropicalista, nomeadamente depois das vitórias do Benfica de Coluna e Eusébio (este só na segunda) na Taça dos Campeões Europeus em 1961 e 1962, mais tarde, com a participação da seleção no Mundial de 1966. 
Nuno Domingos, “Desporto moderno e situações coloniais: o caso do futebol em Lourenço Marques”. In: MELO, V. A. de e outros (orgs.) Mais que um jogo: o esporte e o continente africano. Rio de Janeiro: Apicuri, 2010. 

a) Explique a relação entre Moçambique e Portugal na década de 1960. 
b) Quais as relações da propaganda luso-tropicalista portuguesa com a imagem da democracia racial no Brasil? 
c) As conquistas do Benfica e o desempenho da seleção portuguesa no Mundial de 1966 fortaleceram a propaganda oficial do governo português? Justifique.

RESPOSTA:
a) Na década de 1960, a relação entre Moçambique e Portugal era a de colônia e metrópole, respectivamente. Essa relação, porém, já enfrentava seus primeiros abalos, com conflitos armados anticoloniais em Moçambique (iniciados em 1964) e que, posteriormente, culminaram na independência (1974). 

b) Em linhas gerais, a propaganda luso-tropicalista portuguesa interpretou a colonização de forma positiva aos povos colonizados. Nesse sentido, essa propaganda não apenas silenciava sobre as violências envolvidas na colonização como também buscava reforçar laços benignos de identidade inventados entre os portugueses e os povos dos trópicos. Essa ideia convergiu com os interesses do mito da democracia racial, vigorante no Brasil nos séculos XX e ainda no XXI. Segundo essa teoria, a nação brasileira possui uma relação não conflituosa entre as diferentes etnias, não podendo ser caracterizada como uma sociedade racista. Trata-se, portanto, de um pensamento que interpreta a colonização portuguesa na América como benéfica a indígenas e africanos. 

c) Sim. O time português Benfica foi campeão europeu por dois anos seguidos (1961 e 1962) e, na Copa do Mundo de 1966, a seleção portuguesa de futebol apresentou o melhor resultado já obtido até então por seleções do país em competições internacionais (seja em número de gols, seja em classificação). Tanto o clube quanto a seleção nacional contavam com um elenco etnicamente misto, com grande destaque aos jogadores Coluna e Eusébio, ambos nascidos na então colônia de Moçambique. Esses bons desempenhos, portanto, fortaleceram a propaganda oficial portuguesa nas linhas do luso-tropicalismo.

Nenhum comentário:

Qualquer valor...

Faça Uma Doação para o Blog de Geografia

Você gosta das postagens do blog e gostaria de ajudar: Ajude o blog "Blog  de Geografia" a manter seu trabalho. Para isso conto co...