sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

Exercícios de História sobre a Revolução Constitucionalista de 1932 - com gabarito

Questão 01 - FUVEST 2013 - Transferência – Observe a seguinte imagem.

Essa imagem está diretamente relacionada com a
a) campanha pela industrialização no Brasil.
b) participação do Brasil na Primeira Guerra Mundial.
c) Revolução de 1932.
d) participação do Brasil na Segunda Guerra Mundial.
e) reação nacionalista ao Golpe de 1964.

Questão 02 - UNESP 2010 (História) - Sobre o movimento constitucionalista de 1932, é possível afirmar que
a) foi resultado da política federal, que impedia a exportação do café de São Paulo para o Ocidente europeu.
b) atrasou o processo de democratização brasileira empreendido por Getúlio Vargas a partir de 1930.
c) tinha, como principal objetivo, a separação do estado de São Paulo do restante da federação.
d) levou o governo federal a negociar com a oligarquia paulista e a fazer concessões a seus interesses.
e) obteve sucesso, derrotando as tropas de Vargas e devolvendo a presidência aos cafeicultores.

Questão 03 - SEDUC - CE - 2016 - SEDUC-CE - Professor - História - Leia o texto abaixo. Em 1932, o estado de São Paulo se mobiliza contra Vargas, no episódio que entrou para a História do Brasil como a Revolução Constitucionalista. Nessa revolução, milhares de pessoas de todas as classes sociais doaram pratarias, joias e alianças para ajudar financeiramente o movimento. Todo o estado, unido, trabalhou com garra para a vitória da causa paulista.

Nesse contexto, podemos explicar a Revolução Constitucionalista de 1932 como
a) o descontentamento dos tenentes com a repressão desencadeada sobre eles, após o movimento de 1930.
b) a revolta popular contra as determinações autoritárias impostas, após a decretação do Estado Novo.
c) a reação dos paulistas, frente à perda da hegemonia na política nacional, após a Revolução de 1930. 
d) a tentativa golpista da tomada do poder e a instalação do socialismo, liderada por Luiz Carlos Prestes.
e) a articulação da alta cúpula das Forças Armadas contra a ampliação das liberdades políticas.

Questão 04 - MPE-GO - 2017 - MPE-GO - Secretário Auxiliar - No Brasil, após o fim do período conhecido como Primeira República, Getúlio Vargas subiu ao poder, permanecendo nele por aproximadamente 15 anos, exercendo a função, sucessivamente, de chefe de um governo provisório, presidente eleito pelo voto indireto e ditador. O período do Governo Provisório de Vargas é marcado por algumas revoluções, dentre elas a que ficou conhecida como Revolução Constitucionalista de 1932, ou somente Revolução de 1932. 
A respeito da revolução de 1932, podemos asseverar que:
a) Foi o movimento armado ocorrido no estado de São Paulo que tinha por objetivo derrubar o governo provisório de Getúlio Vargas e a convocação de uma Assembleia Nacional Constituinte 
b) Foi o confronto entre o Exército Brasileiro e os integrantes de um movimento popular de fundo sócio-religioso liderado por Antônio Conselheiro, então na comunidade de Canudos, no interior do estado da Bahia, no nordeste do Brasil
c) Foi o movimento armado, liderado pelos estados de Minas Gerais, Paraíba e Rio Grande do Sul, que culminou com o golpe de Estado que depôs o presidente da república Washington Luís e impediu a posse do presidente eleito Júlio Prestes
d) Foi o movimento político-militar que deu início a uma série de rebeliões de jovens oficiais de baixa e média patente do Exército Brasileiro descontentes com a situação política do Brasil. Propunham reformas na estrutura de poder do país, entre as quais se destacam o fim do voto aberto (fim do voto de cabresto), instituição do voto secreto e a reforma na educação pública
e) Foi conjunto de eventos que culminaram no golpe militar que encerrou o governo do presidente democraticamente eleito João Goulart, também conhecido como Jango.

Questão 05 - PUCRS 2000.1 - É correto indicar como causas da Revolução Constitucionalista de 1932 
A) a exigência de uma nova Constituição para o país, o fim do Governo Provisório e a oposição da oligarquia paulista à centralização política promovida por Vargas. 
B) a manutenção do governo provisório, a insatisfação com a Constituinte convocada pelo governo e a oposição à centralização fiscal por parte do governo federal. 
C) a exigência de uma nova Constituição para o país, a manutenção do governo provisório e a oposição à centralização fiscal por parte do governo federal. 
D) o desejo de convocar uma Constituinte Estadual, a crítica ao governo provisório e a oposição à centralização política promovida por Vargas. 
E) a exigência de apoio à produção cafeicultura, a demanda por maior participação dos paulistas no governo federal e o desejo de convocar uma Constituinte Estadual.

Questão 06 - UTFPR 2008 - Verão - 2ª prova/Grupo 4 - Quando Getúlio Vargas subiu ao poder, após o golpe de 1930, nomeou um interventor não paulista para dirigir São Paulo. Isso desgostou os paulistas, sobretudo os dirigentes do Partido Republicano Paulista (PRP), e foi a origem da:
A) Aliança Nacional Libertadora.
B) Coluna Prestes.
C) Revolução Constitucionalista.
D) Intentona Comunista.
E) Criação do Estado Novo.

Questão 07 - MACKENZIE 2003 - Quando se sente bater
No peito a heróica pancada
Deixa-se a folha dobrada
Enquanto se vai morrer Tobias Barreto
A “Guerra Paulista” de 1932 buscava, na poesia, os símbolos para sua revolta. Sobre esse movimento, podemos afirmar que:
a) contou com apoio maciço do proletariado urbano e rural.
b) não teve identificação com as classes médias e suas aspirações sociais.
c) os paulistas temiam o adiamento das eleições, a implantação da ditadura e buscavam recuperar a hegemonia política perdida em 1930.
d) o movimento conseguiu o apoio de todos os estados, obrigando Vargas a depor armas.
e) embora vitoriosos, os paulistas não obtiveram sua reivindicação política, a Constituição.

Questão 08 - UEPB 2013 - Após a Revolução Constitucionalista de 1932, experimentamos o “Período Constitucionalista" (1934/1937). Em 1934, foi instalada a Assembleia Nacional Constituinte da qual participou Carlota Pereira de Queirós (única mulher entre os constituintes), primeira deputada federal no Brasil. Assinale a única alternativa INCORRETA.
a) A Constituição de 1934 incorporou a legislação trabalhista, já em vigor, e ainda acrescentou a instituição do salário mínimo. Criou, também, o Tribunal do Trabalho. Mas a nova carta seguia não reconhecendo o direito ao voto de analfabetos e soldados.
b) A promulgação da Constituição de 1934 foi prova inequívoca de que o Brasil caminhava para a implantação de um sólido sistema democrático. Enquanto na Europa as ditaduras totalitárias iam se enraizando no poder, no Brasil se fazia eleição, promulgava-se constituição e se aumentavam as liberdades individuais.
c) Com a promulgação da nova Constituição e a eleição de Getúlio Vargas, quando se aboliu de vez o governo provisório que vinha desde 1930, o Brasil viu surgirem dois movimentos antagônicos: a Aliança Libertadora Nacional (ANL) e a Ação Integralista Brasileira (AIB).
d) Mais marcante do que a própria Assembleia Nacional Constituinte de 1934 foi o fato de as mulheres terem conquistado o direito ao voto. A luta das sufragistas brasileiras, iniciada com o próprio século XX, finalmente conseguia um feito em nível nacional.
e) Mesmo com uma Constituição promulgada e um governo eleito, no Brasil só se pensava em golpes e revoluções. Em 1935 militares comunistas ou não promovem uma insurreição para derrubar o governo federal e implantar o comunismo no Brasil.

Questão 09 - UFPR 2013 - Com base na figura ao lado, publicada em 1932, considere as seguintes afirmativas: 

1. A figura refere-se à Revolução Constitucionalista, em que os paulistas exigiram do governo Vargas a implantação de uma Constituição democrática. 
2. No contexto de 1932, a imagem do bandeirante servia de propaganda para mostrar que os paulistas eram avessos à submissão a um tirano, tal como os bandeirantes teriam sido avessos à tirania da Coroa portuguesa. 
3. A chamada Revolução de 1932 culminou na derrota dos paulistas pelas forças de Vargas e com a continuação do Estado Novo. 
4. Apesar da derrota dos paulistas, uma das principais consequências do movimento de 1932 foi a promulgação da Constituição de 1934. 
Assinale a alternativa correta. 
a) Somente as afirmativas 1 e 3 são verdadeiras. 
b) Somente as afirmativas 1 e 2 são verdadeiras. 
c) Somente as afirmativas 1, 2 e 4 são verdadeiras. 
d) Somente as afirmativas 1, 2 e 3 são verdadeiras. 
e) Somente as afirmativas 2, 3 e 4 são verdadeiras.

Questão 10 - UNESP - 2011/2  - 1º dia - O movimento constitucionalista de 1932, em São Paulo, pode ser interpretado como uma
a) tentativa de impedir o avanço de projetos políticos radicais de direita no país.
b) disputa entre grupos sociais hegemônicos no Brasil desde o final do século XIX.
c) reação da oligarquia paulista frente às medidas socialistas tomadas pelo governo de Getúlio Vargas.
d) mobilização popular contra o poder da elite cafeeira que dominava o país.
e) Defesa dos interesses econômicos dos estados do sudeste brasileiro contra a hegemonia nordestina.

Questão 11 - UNESP - 2009  - 1° dia - Um cartaz alusivo à Revolução de 1932 continha a mensagem “Você tem um dever a cumprir”, que conclamava
a) os gaúchos à defesa do governo provisório de Vargas, ameaçado pelas forças separatistas dos estados.
b) os paulistas e os habitantes do estado de São Paulo à luta pela constitucionalização do país.
c) os jovens a ingressarem na Força Expedicionária Brasileira, na luta contra o nazi-fascismo.
d) os operários à mobilização pela legislação trabalhista, cujo projeto fora vetado pelo Congresso Nacional. e) os empresários a defenderem a livre iniciativa econômica, ameaçada pelo governo da Aliança Liberal.

GABARITO
01 - C
02 - D
03 - C
04 - A
05 - A
06 - C
07 - C
08 - B
09 - C
10 - B
11 - B

Nenhum comentário: