PESQUISAR ESTE BLOG

quinta-feira, 29 de março de 2018

Questões de História - PISM I / UFJF 2018 - com Gabarito Oficial

Questão 01 - PISM I / UFJF 2018 - A notícia abaixo, publicada em uma revista semanal brasileira, informa acerca de um importante problema contemporâneo. Observe:
Islã e Terrorismo (Carta Capital, 01/12/2015)

"Homem carrega cartaz com a inscrição "terrorista não é muçulmano" durante marcha a favor da paz que reuniu 10 mil pessoas em Toulouse, na França, em 21 de novembro de 2015." 

"Os atentados terroristas em Paris serviram de estopim para uma nova onda de discurso de ódio direcionado ao islã. Na França, a desconfiança e a hostilidade aos muçulmanos se solidificam, enquanto nos Estados Unidos a islamofobia ganha legitimidade no debate político e, até no Brasil, muçulmanos são alvos de agressões físicas." Carta Capital, 01/12/2015 
O problema evocado na notícia possui uma raiz histórica profunda e secular. Em que cenário histórico podemos situar essa raiz?
a) nas sucessivas guerras entre cidades-estado gregas no século V a.C.
b) nos conflitos provocados pelas chamadas expansões bárbaras no século V.
c) na relação entre mundo árabe e cristão desde a expansão árabe no século VIII.
d) na expansão marítima europeia no século XV.
e) na ocupação dos territórios americanos pelos europeus no século XVI.

Questão 02 - PISM I / UFJF 2018 - Leia o texto abaixo: 
"Na análise das origens das universidades na Idade Média, dois fatos históricos se destacam. O primeiro diz respeito ao conflito político entre os poderes laico e eclesiástico. O segundo liga-se à disseminação do pensamento aristotélico no Ocidente. Os estudiosos são unânimes em afirmar que diversos acontecimentos interferiram e estimularam o nascimento dessas instituições, como o renascimento das cidades, o desenvolvimento das corporações de ofícios, o florescimento do comércio, o aparecimento do mercador. (...) Há interpretações segundo as quais as universidades somente poderiam ter nascido no século XIII, o século das corporações de ofício. Contudo, a disputa pelo poder entre a realeza e o papado, que reivindicavam o governo da sociedade, influenciou sobremaneira o surgimento das universidades. No início do século XIII, o papa e os príncipes encaravam essas instituições como importantes pontos de apoio político e cultural. Em função disso, editaram leis e bulas com o objetivo de instituí-las, protegê-las e nelas intervir, tanto no ensino como nas relações entre estudantes e mestres e entre estes e a comunidade." 
OLIVEIRA, Terezinha. Origem e memória das universidades medievais: a preservação de uma instituição educacional. Varia Historia, Belo Horizonte, vol. 23, nº 37: p.113-129, Jan/Jun 2007. 
Sobre o tema e cenário histórico abordados no texto, é CORRETO afirmar:
a) A idade Média foi uma época de regressão econômica, social e intelectual, dominada pelo poder da Igreja católica que interditava o acesso ao conhecimento. Essa época é comumente conhecida como Idade das Trevas.
b) As Universidades, entendidas enquanto espaço de produção e disseminação de saber, tiveram origem na Idade Média e são expressões de uma sociedade com poder inventivo e necessidade de conhecimento.
c) As Universidades medievais organizavam-se em função dos interesses dos feudos, que orientavam a pauta de pesquisas e produção de conhecimento visando à expansão dos seus lucros em escala mundial.
d) O processo de expansão marítima que impulsionou a sociedade europeia a partir dos séculos XV e XVI independe do conhecimento produzido pela intelectualidade que se organizou em torno das universidades.
e) Tal como nos dias atuais, em que as Universidades são dissociadas da política e afastadas da sociedade, também as Universidades medievais eram instituições desvinculadas dos grandes temas de seu tempo.

Questão 03 - PISM I / UFJF 2018 - Leia atentamente os documentos abaixo:
Documento 3
"Foi no Renascimento que se sistematizou uma forma de representar o espaço real e tridimensional (realidade) partindo de uma abstração matemática que ficou conhecida como perspectiva. Na Renascença, quase toda pintura obedecia a esse método de representação. A perspectiva era um expediente geométrico que produzia a ilusão da realidade, mostrando os objetos no espaço em suas posições e tamanhos corretos. A perspectiva capta os fatos visuais e os estabiliza, transformando o ponto fixo de um observador para o qual o mundo todo converge."
Disponível em https://goo.gl/814GFE
Ao comparar os três documentos apresentados, é CORRETO afirmar que:
a) Os pintores do Renascimento desconheciam as correlações possíveis entre a Geometria e a produção artística.
b) A busca da tridimensionalidade realista foi a tônica da arte usada na construção de Igrejas durante a Idade Média, aspecto perpetuado pela Renascença.
c) A técnica da perspectiva inventada no Renascimento encontra de produção de imagens, tais como a fotografia e o cinema.
d) Durante a Renascença, a fotografia era uma técnica disseminada enquanto recurso voltado à representação de lugares, pessoas e paisagens.
e) As técnicas utilizadas na pintura de tipo renascentista para a Itália e França após o século XIV.

Questão 04 - PISM I / UFJF 2018 - O mapa a seguir constitui-se como um documento do século XVII e revela o Brasil conhecido e cartografado naquele contexto. Ao longo dos séculos XVII e XVIII, muitas atividades propiciaram o aumento do espaço conhecido e habitado do território hoje chamado Brasil. Este é o Mapa de João Teixeira Albernaz II, intitulado Província do Brasil, datado de 1666. Ali é possível ver o litoral do Brasil, desde a Barra do Pará, até o Rio Grande, incluindo algumas missões jesuíticas na fronteira do Rio da Prata.

A respeito da expansão territorial, assinale a alternativa CORRETA:
a) A pecuária desempenhou um importante papel para o povoamento do Sertão e com o tempo, os vaqueiros seguiram o curso dos rios, especialmente do Rio São Francisco.
b) O desconhecimento em relação às bacias hidrográficas existentes, fez com que a ocupação se mantivesse restrita ao litoral da Colônia.
c) Os jesuítas instalaram suas missões na região nordeste, visto que a Coroa Portuguesa proibia a presença das aldeias na região ao sul do Rio de Janeiro.
d) A colonização portuguesa manteve-se localizada na região nordeste, permanecendo as terras abaixo do Trópico de Capricórnio dominadas pela Espanha.
e) Não houve nenhuma ocupação da região da Amazônia, o que fez com que esta parte do Brasil ficasse inexplorada até o final do século XIX.

Questão 05 - PISM I / UFJF 2018 - Analise os dois documentos abaixo:

Documento 2:
Brasileiro despreza identidade latina, mas quer liderança regional, aponta pesquisa (Thiago Guimarães – Da BBC Brasil em Londres)
"Uma pesquisa inédita de opinião pública confirmou o que a história e o senso comum já sugeriam: o brasileiro despreza a América Latina, mas ao mesmo tempo se vê como líder nato da região. (...) Apenas 4% dos brasileiros se definem como latino-americanos, ante uma média de 43% em outros seis países latinos (Argentina, Chile, Colômbia, Equador, México e Peru)." 
Fonte: https://goo.gl/2eajVt
Das alternativas abaixo, qual é a CORRETA para explicar o não reconhecimento do brasileiro como latino-americano a partir de seu processo histórico?
a) No Brasil, a herança portuguesa possibilitou um país organizado sob sólida democracia racial.
b) A América Hispânica e América Portuguesa viveram processos históricos idênticos e isso influenciou nas semelhanças entre ambas.
c) No caso dos países da América Latina houve encontros harmoniosos com vastas indígenas.
d) Em diversos momentos da história houve rivalidade entre o Brasil e os países da América Hispânica, devido aos interesses geopolíticos e às disputas territoriais.
e) A unidade linguística entre a América Hispânica e a Portuguesa garantiu a proximidade entre os países americanos.

GABARITO
01 - C
02 - B
03 - C
04 - A
05 - D

Nenhum comentário:

Qualquer valor...

Faça Uma Doação para o Blog de Geografia

Você gosta das postagens do blog e gostaria de ajudar: Ajude o blog "Blog  de Geografia" a manter seu trabalho. Para isso conto co...