segunda-feira, 26 de março de 2018

História: 14 Questões de Concursos sobre a Revolução de 1930 - com gabarito

Questão 01 - CESPE - 2006 - SEDUC-PA - No Brasil, a Revolução de 1930 representou momento de 
A) profunda ruptura na estrutura política do país. 
B) transição para uma gradual transformação no campo da legislação social que marcaria a Era Vargas. 
C) inauguração de liberdades civis plenas e abertura no campo da comunicação e da propaganda. 
D) retrocesso em relação ao processo de industrialização nacional.

Questão 02 - IF-SC - 2015 - A Revolução de 1930 tornou-se um marco na história da república brasileira. A respeito desse assunto, marque (V) para as verdadeiras e (F) para as falsas as afirmações que seguem. 
( ) As forças oligárquicas foram derrotadas nesse movimento e houve a instauração de um modelo estatal liberal e capitalista que visava atender aos interesses da burguesia industrial. 
( ) O novo governo instaurado aderiu a uma proposta desenvolvimentista de governo, além de implantar um processo de desburocratização do Estado e dar ênfase às políticas de cunho nacionalistas. 
( ) Os discursos realizados pelo chefe da revolução exaltavam o movimento enquanto uma ruptura na história republicana e associava os novos tempos à ideia de modernidade. 
( ) Apesar da proposta inovadora, o novo regime deu continuidade ao sistema oligárquico de poder político. 
( ) Houve uma ampliação da atuação do Estado em detrimento da autonomia dos estados, além da inserção de vários segmentos sociais à esfera pública de poder, promovendo assim uma efetiva inclusão social no sistema político. Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA de cima para baixo. 
(A) F, V, V, V, F 
(B) F, V, V, F, F 
(C) V, V, V, F, F 
(D) F, V, F, V, V 
(E) F, F, V, V, F

Questão 03 - UEM/CVU  - Inverno/2007 - A Revolução de 1930 é considerada um marco dos mais importantes da história do Brasil. Assinale a alternativa correta sobre esse acontecimento. 
A) A Revolução de 30 assinala a ascensão da burguesia cafeeira paulista na política nacional. 
B) A causa imediata da Revolução de 30 foram as manifestações indignadas da população brasileira contra a política de Washington Luís, para quem o problema social era apenas uma “questão de polícia”, isto é, que se resolveria com repressão policial. 
C) No aspecto político, a revolução de 30 pôs fim à chamada “política do café com leite”, por meio da qual representantes dos estados de São Paulo e de Minas Gerais se alternavam na presidência da República. 
D) A Revolução de 30 foi desencadeada para garantir a posse de Getúlio Vargas, cuja vitória na eleição para a presidência da República estava sendo contestada pela oligarquia agrária de São Paulo e de Minas Gerais. 
E) O assassinato do jornalista Líbero Badaró, da Paraíba, um crítico implacável da oligarquia que controlava a República Velha, provocou profunda indignação e contribuiu para o desencadeamento da Revolução de 1930.

Questão 04 - ENEM 2011 - É difícil encontrar um texto sobre a Proclamação da República no Brasil que não cite a afirmação de Aristides Lobo, no Diário Popular de São Paulo, de que “o povo assistiu àquilo bestializado”. Essa versão foi relida pelos enaltecedores da Revolução de 1930, que não descuidaram da forma republicana, mas realçaram a exclusão social, o militarismo e o estrangeirismo da fórmula implantada em 1869, isto porque o Brasil brasileiro teria nascido em 1930. 
MELLO, M. T. C. A república consentida: cultura democrática e científica no final do Império. Rio de Janeiro: FGV, 2007 (adaptado). 
O texto defende que a consolidação de uma determinada memória sobre a Proclamação da República no Brasil teve, na Revolução de 1930, um de seus momentos mais importantes. Os defensores da Revolução de 1930 procuraram construir uma visão negativa para os eventos de 1889, porque esta era uma maneira de 
a) valorizar as propostas políticas democráticas e liberais vitoriosas. 
b) resgatar simbolicamente as figuras políticas ligadas à Monarquia. 
c) criticar a política educacional adotada durante a República Velha. 
d) legitimar a ordem política inaugurada com a chegada desse grupo ao poder. 
e) destacar a ampla participação popular obtida no processo da Proclamação.

Questão 05 - UFMT - 2015 - IF-MT - - A carta abaixo foi escrita por Osvaldo Aranha a Getúlio Vargas em fins dos anos 20 do século XX. Nada se pode esperar das leis, que não são praticadas, nem dos homens, que são seus violadores. Onde a lei não é cumprida, o governo assenta no arbítrio e na força [...] não há duas situações para uma só realidade, como não há duas soluções verdadeiras para uma mesma hipótese. Assim, ou concordamos com a situação de anarquia moral e de miséria material que domina a república, ou animados de espírito de sacrifício, de altruísmo cívico, dentro de nossa missão social, resolvemos procurar os meios de corrigir essa situação. 
(Apud FERREIRA, M.M. e PINTO, S.C.S. A crise dos anos 20 e a revolução de 30. In: FERREIRA, J. e DELGADO, L. A. N. (orgs.) O tempo do liberalismo excludente: da proclamação da república à revolução de 1930. O Brasil Republicano; v.1. Rio de Janeiro: Ed. Civilização Brasileira, 2003.) 
Sobre a revolução de 1930, é correto afirmar: 
(A) Osvaldo Aranha fez oposição ao grupo composto por Lindolfo Collor e Virgílio de Mello Franco em razão de discordâncias quanto ao apoio a Getúlio Vargas por ocasião do início do movimento armado contra o governo federal. 
(B) A aliança entre paulistas e mineiros manteve-se firme até 1930, tendo sido abalada pelos efeitos da crise internacional de 1929, principal causa da revolução popular de outubro. 
(C) Teve o apoio dos comunistas organizados desde 1922 em um partido nacional com forte inserção junto aos operários urbanos. 
(D) Com a vitória de Júlio Prestes nas eleições de março, os vencidos buscaram alianças entre setores oligárquicos dissidentes e lideranças tenentistas e, somente após o episódio envolvendo João Pessoa, a conspiração teve início.

Questão 06 - UNIFESP 2008 - “A política do estado brasileiro, depois da Revolução de 1930, nas palavras do cientista político Décio Saes, “será combatida, pelo seu caráter ‘intervencionista’ e pelo ‘artificialismo’ dos seus efeitos; de outro lado, a política de reconhecimento das classes trabalhadoras urbanas será criticada pelo seu caráter ‘demagógico’, ‘massista’ e ‘antielitista’”. 
(in: História Geral da Civilização Brasileira, III, 3, 1981, p. 463.) 
As críticas ao Estado brasileiro pós-1930 eram formuladas por setores que defendiam 
a) os interesses dos usineiros e, no plano político, o coronelismo. 
b) posições afinadas com o operariado e, no plano político, o populismo. 
c) os interesses agro-exportadores e, no plano político, o liberalismo. 
d) as burguesias comercial e financeira e, no plano político, o conservadorismo. 
e) posições identificadas com as classes médias e, no plano político, o tenentismo.

Questão 07 - ENEM 2015 - A Justiça Eleitoral foi criada em 1932, como parte de uma ampla reforma no processo eleitoral incentivada pela Revolução de 1930. Sua criação foi um grande avanço institucional, garantindo que as eleições tivessem o aval de um órgão teoricamente imune à influência dos mandatários. TAYLOR, M. Justiça Eleitoral. In: AVRITZER, L.; ANASTASIA, F. Reforma política no Brasil. Belo Horizonte: UFMG, 2006 (adaptado). Em relação ao regime democrático no país, a instituição analisada teve o seguinte papel: 
a) Implementou o voto direto para presidente. 
b) Combateu as fraudes sistemáticas nas apurações. 
c) Alterou as regras para as candidaturas na ditadura. 
d) Impulsionou as denúncias de corrupção administrativa. 
e) Expandiu a participação com o fim do critério censitário.

Questão 08 - UEM/CVU  - Inverno/2006 - Com a Revolução de 1930 , chega ao fim a chamada "República Velha" no Brasil. Sob a liderança de Getúlio Vargas, que ficou no poder de 1930 a 1945, esse movimento revolucionário imprimiu uma série de mudanças que influenciaram os rumos da sociedade brasileira até aproximadamente o final da década de 1980. Sobre esse assunto, assinale o que for incorreto. 
A) A Revolução de 1930 pôs fim à chamada "Política do Café com Leite", por meio da qual as oligarquias agrárias de São Paulo e de Minas Gerais se revezavam no governo federal. 
B) A base social do movimento de 1930 era bem diversificada, contando com setores das oligarquias descontentes, setores populares e setores de classe média, como o dos tenentes. 
C) No plano econômico, o governo de Vargas imprimiu uma política estatizante, nacionalista e industrializante. Ele criou o que se chama de indústria pesada no Brasil, como a Companhia Siderúrgica Nacional de Volta Redonda. 
D) No período de 1930 a 1945, o Brasil vivenciou um ambiente político e econômico liberal, caracterizado pela diminuição do tamanho do Estado, pela ampla liberdade comercial e industrial e pela inexistência de qualquer regulamentação das relações de trabalho e de controle da imprensa. 
E) O modelo de Estado estatizante que emergiu após a Revolução de 1930 sobreviveu à morte de Getúlio Vargas e só começou a ser reformado, de acordo com os princípios liberais, na década de 1990, no governo do Presidente Fernando Collor de Mello.

Questão 09 - IBFC - 2013 - SEAP-DF - A estratégia analítica de Edgard de Decca (1992) para pensar a memória histórica, elaborada nos enunciados dos discursos políticos, como na assim chamada “Revolução de 1930”, consolidada por certa prática historiográfica, legitimadora desse processos históricos como revolucionário é problematizada pelo autor. Em suas palavras: “Esse discurso como exercício efetivo do poder político, além de periodizar a história, define o lugar onde ela deve ser lida - o passado memorizado como domínio das oligarquias e o presente como uma revolução sem prazo para acabar. (...) Como discurso do exercício do poder, a Revolução de 1930 oculta o percurso das classes sociais em conflito, não apenas anulando a existência de determinados agentes, mas, principalmente, definindo enfaticamente o lugar da história para todos os agentes sociais. (...)” (1992:72) 
Na configuração do “Discurso do Poder”, segundo Decca(1992), assinale a alternativa que apresenta quem teve o seu percurso ocultado e mostra como foi interpretada a etapa histórica anterior a “Revolução de 1930”: 
a) O proletariado vencido teve seu percurso ocultado pelo discurso dos vencedores, que anunciaram a tomada do poder em 1930 como marco principal do movimento, legitimando a construção discursiva de suas ações contra os interesses das oligarquias estaduais sobre a necessidade da nação brasileira. 
b) A classe media nacional foi ocultada pelas oligarquias do Rio Grande do Sul, que na figura de Getúlio Vargas, pautou o discurso vencedor sobre o monopólio da elite cafeeira paulista. 
c) As elites de Minas Gerais e São Paulo tiveram seu percurso ocultado pelos vencedores da “Revolução de 1930”, submetendo e vencendo a política assim chamada de “café com leite” ou “política dos governadores”em prol do interesse nacional. 
d) Os trabalhadores e produtores paulistas e mineiros tiveram seu percurso ocultado pelo discurso dos revolucionários gaúchos, que derrotaram a chamada política de “café com leite”, que vigorou durante a República Velha (1889-1930).

Questão 10 - FUNCAB - 2015 - Faceli - Derrotado nas urnas e alegando que houve fraude, Getúlio Vargas comanda o movimento armado que acabaria derrubando o presidente Washington Luís e ficaria conhecido como Revolução de 1930. Em tese a concentração de poderes nas mãos de Vargas representou o(a): 
A) auge do movimento tenentista. 
B) destruição do poder das oligarquias estaduais. 
C) inexistência de grupos capazes de assumir o controle político do país. 
D) maior participação política popular. 
E) final da influência do monarquistas nas decisões do governo.

Questão 11 - FUNCAB - 2010 - SEMARH-GO - “Façamos a Revolução antes que o povo a faça” (frase de Antonio Carlos de Andrada, Presidente de Minas Gerais). Com relação à Revolução de 1930, é correto afirmar que: 
A) os grandes fazendeiros desejavam a moralização do processo eleitoral, através da implementação do voto secreto. 
B) a queda da Bolsa de Nova Iorque não teve reflexos na economia cafeeira. 
C) contou com o apoio irrestrito do Partido Comunista Brasileiro. 
D) o assassinato de João Pessoa dificultou a vitória do movimento. 
E) foi causada pelo rompimento da política do café-com-leite por Washington Luís quando indicou para seu sucessor Júlio Prestes.

Questão 12 - COPESE - UFPI - 2015 - Prefeitura de Bom Jesus - PI - Entre os fatores que contribuíram para a revolução de 1930, pode-se apontar: 
I. A quebra dos acordos políticos entre as oligarquias de São Paulo e Minas Gerais; 
II. A insatisfação da crescente classe média urbana até então fortemente alijada do processo político brasileiro; 
III. A derrota eleitoral da Aliança liberal comandada por Getúlio Vargas; 
IV. A manutenção por parte dos governos republicanos de acordos comerciais lesivos aos interesses nacionais assinados ainda no início do Império. 
Assinale a opção CORRETA. 
(A) Somente I, II e III estão corretos. 
(B) Somente I, II e IV estão corretos. 
(C) Somente I está correto. 
(D) Somente IV está correto. 
(E) Somente II e III estão corretos.

Questão 13 - COPESE - UFPI - 2015 - Prefeitura de Bom Jesus - PI - Entre os fatores que motivaram a Revolução de 1930 no Brasil, pode-se assinalar. 
I. O crescimento das classes médias urbanas que queriam ter maior participação na vida política do país e se viam impedidas pelas estruturas políticas controladas pelas oligarquias tradicionais; 
II. A derrota eleitoral da Aliança Liberal, encabeçada por Getúlio Vargas, que havia se tornado uma forte expressão política das oligarquias dissidentes; 
III. A crise econômica de 1929, que provocou descontentamentos do setor cafeeiro com as medidas tomadas pelo Governo Federal; 
IV. O interesse das oligarquias de barrar o desenvolvimento das atividades políticas da ANL; 
V. A política externa norte-americana, que procurou promover a ascensão de grupos políticos de direita e que afastassem o risco do comunismo nas Américas. 
Assinale a opção CORRETA. 
(A) Todas as afirmativas estão corretas. 
(B) Somente as afirmativas IV e V estão incorretas. 
(C) Somente a afirmativa IV está incorreta. 
(D) Somente as afirmativas I, II, IV e V estão corretas. 
(E) Somente as afirmativas I e II estão corretas.

Questão 14 - ACAPLAM - 2012 - Prefeitura de Tabira - PE - A Revolução de 1930, vitoriosa, foi responsável por mudanças consideráveis no panorama político, dentre elas a instalação do governo sob o comando de Getúlio Vargas. Fez parte dos quatro primeiros anos do seu governo: 
A) A nomeação de cargos de interventores, na maioria tenentes, em substituição dos presidentes de estado, e tinham como uma de suas atribuições a de nomear prefeitos de municípios. 
B) A diversificação da produção agrícola e o incentivo a importação de produtos industrializados, como uma forma diplomática de aumentar os negócios com países estrangeiros. 
C) A realização de eleições para a formação da Assembleia Constituinte, cuja qual foi logo dissolvida mediante a centralização do poder presidencial que outorgou a constituição brasileira. 
D) A aproximação diplomática com os Estados Unidos, resultando, nesse momento, na criação da Companhia Siderúrgica Nacional, através da parceria financeira entre ambos os países. 
E) A criação do Departamento de Imprensa e Propaganda (DIP), órgão governamental responsável pela propaganda oficial do regime e pela promoção da figura de Getúlio Vargas.

GABARITO
01 - B
02 - E
03 - C
04 - D
05 - D
06 - C
07 - B
08 - B
09 - A
10 - B
11 - E
12 - A
13 - E
14 - A

Nenhum comentário: