domingo, 18 de março de 2018

Questões de Concursos sobre Boaventura de Sousa Santos - com gabarito

Questão 01 - CEPERJ-2013-SEDUC-RJ - Boaventura Santos, na obra “Pela Mão de Alice: o social e o político na pós-modernidade”, afirma que, do ponto de vista sociológico, a década de 1980 é para ser esquecida, devido à: 
A) ausência de trabalhos de pesquisa sociológica de envergadura nesse período. 
B) crise do Estado-providência e ao agravamento das desigualdades sociais e dos processos de exclusão. 
C) solução da crise capitalista pela valorização das mercadorias no plano internacional e pelo incremento das ajudas externas aos países periféricos. 
D) perda do objeto de estudo no campo sociológico. 
E) procura pela sociologia por novos paradigmas de metodologia da pesquisa. 

Questão 02 - CEPERJ-2015-SEDUC-RJ - Boaventura de Sousa Santos, em “Pela Mão de Alice: o social e o político na pós-modernidade” (1994), argumenta que o pós-marxismo da década de 1980 teria como traço principal ser “antirreducionista, antideterminista e processualista”. Como exemplo de tal pós-marxismo, destaca, fora dos países centrais, os estudos sobre novos movimentos sociais e sobre a transição democrática na América Latina e os estudos sobre contextos coloniais e pós-coloniais, na Índia. Segundo ele, o reducionismo econômico seria criticado por não permitir a contextualização, em seus próprios termos, de fatores: 
A) ideológicos e filosóficos 
B) morais e éticos 
C) racionais e inteligíveis 
D) estruturais e contextuais 
E) políticos e culturais 

Questão 03 - FUNDEP 2014 – IF – SP – Em sua discussão sobre a crise da ciência moderna, Boaventura Santos afirma que é 
A) uma crise de crescimento. 
B) uma crise de degenerescência. 
C) uma crise de "eterna juventude". 
D) uma crise de "envelhecimento precoce". 

Questão 04 - FUNDEP 2014 – IF – SP – A sociedade pós-moderna tem, entre suas marcas, a multiplicidade de identidades culturais, sociais e políticas, e o pluralismo e diversidade que daí resultam. Boaventura Santos faz um paralelo entre sociedade pós-moderna e ciência pós-moderna, ao explicitar que no "plano analítico, a reflexão sobre o paradigma da ciência pós-moderna deve ser completada pela reflexão sobre o paradigma da sociedade pós-moderna". Para ele, esse paradigma científico pós-moderno 
A) leva à contraposição de uma "aplicação edificante" à "aplicação técnica". 
B) leva à contraposição de uma "aplicação técnica" à "aplicação edificante". 
C) leva à contraposição entre "análise científica" e "análise metafísica". 
D) leva à contraposição entre a “análise científica” e a “análise racionalista”. Questão 

Questão 05 - FUNDEP 2014 – IF – SP – Em sua comparação entre as ciências naturais e as ciências sociais, Boaventura Santos propõe que 
A) o modelo de racionalidade científica do positivismo cunhado nas ciências naturais é adequado a uma ciência social pós-moderna. 
B) não há diferenças metodológicas entre ciências naturais e ciências sociais. 
C) o modelo de racionalidade científica do positivismo cunhado nas ciências naturais não é adequado a uma ciência social pós-moderna. 
D) as ciências sociais não devem ser tratadas como “ciência” mas, sim como um desdobramento do conhecimento filosófico. 

Questão 06 - FADESP - 2008- SEDUC – PA - Para Boaventura de Sousa Santos, a globalização econômica é sustentada pelo(pela) 
(A) emergência de blocos locais. 
(B) consenso econômico neoliberal. 
(C) liberação estatal das economias nacionais. 
(D) independência dos Estados nacionais em relação às agências multilaterais. 

Questão 07 - FUNCAB 2012 – MPE – RO - Boaventura de Souza Santos, com base no paradigma “todo conhecimento é local e total”, resgata o papel do senso comum na ciência moderna. Sobre essa questão: 
A) A ciência pós-moderna, ao ‘sensocomunizar-se’, foca o conhecimento em autoconhecimento, em sabedoria de vida, na valorização da diversidade, e não apenas na produção tecnológica. 
B) O global se apropria do discurso do senso comum, em benefício próprio em prol da transdisciplinaridade. 
C) O poder local apropria-se do discurso global mudando as relações em prol da pluralidade e beneficiando interesses particulares no contexto plural. 
D) A ciência apropria-se do saber local, para uso de novas tecnologias, sendo esta relação visível na relação tecnologia e meio ambiente. 
E) Local e global se mesclam num contexto plural, transformando o senso comum em benefício de uma ciência transdisciplinar cujo objetivo é o amplo avanço nas tecnologias no interior, abrangendo, inclusive, as terras indígenas.

GABARITO
01 - B
02 - E
03 - B
04 - A
05 - C
06 - B
07 - A

Nenhum comentário: