sábado, 31 de março de 2018

Prova de História com gabarito - Vestibular 1997 - Fuvest - 1ª Fase

Questão 01 - Fuvest-1997 - Do ponto de vista cultural, na passagem da Antiguidade para a Idade Média, é correto afirmar que o patrimônio greco-romano: 
a) só não sofreu perda maior devido à ação esclarecida de muitos chefes bárbaros. 
b) perdeu-se quase completamente porque, dado o seu caráter pagão, foi rejeitado pela Igreja. 
c) foi rejeitado pelos bárbaros em razão do caráter cristão com que foi revestido pela Igreja. 
d) não desapareceu com a Antiguidade porque a Igreja serviu de conduto para sua sobrevivência. 
e) escapou do desaparecimento graças à preservação fortuita de textos antigos.

Questão 02 - Fuvest-1997 - Ajudaram os espartanos a vencer os atenienses na Guerra do Peloponeso, mas não foram eles que acabaram por conquistar toda a Grécia. Pelo contrário, posteriormente, eles foram também conquistados e integrados a um novo império. Trata-se dos: 
a) egípcios e do Império Romano.  
b) fenícios e do Império Cartaginês. 
c) persas e do Império Helenístico.
d) siracusanos e do Império Siciliota.
e) macedônios e do Império Babilônico. 

Questão 03 - Fuvest-1997 - No Brasil Colonial, a escravidão caracterizou-se essencialmente: 
a) por sua vinculação exclusiva ao sistema agrário exportador. 
b) pelo incentivo da Igreja e da Coroa à escravidão de índios e negros. 
c) por estar amplamente distribuída entre a população livre, constituindo a base econômica da sociedade. 
d) por destinar os trabalhos mais penosos aos negros e os mais leves aos índios. 
e) por impedir a emigração em massa de trabalhadores livres para o Brasil.

Questão 04 - Fuvest-1997 - Sobre a Reforma religiosa, do século XVI, é correto afirmar que: 
a) nas áreas em que ela penetrou, obteve ampla adesão em todas as camadas da sociedade. 
b) foi um fenômeno tão elitista quanto o Renascimento, permanecendo afastada das massas rurais e urbanas. 
c) nada teve a ver com o desenvolvimento das modernas economias capitalistas. 
d) fundamentou-se nas doutrinas da salvação pelas obras e na falibilidade da Igreja e da Bíblia. 
e) acabou por ficar restrita à Alemanha luterana, à Holanda calvinista e à Inglaterra anglicana.

Questão 05 - Fuvest-1997 - A chamada Guerra dos Mascates, ocorrida em Pernambuco em 1710, deveu-se: 
a) ao surgimento de um sentimento nativista brasileiro, em oposição aos colonizadores portugueses. 
b) ao orgulho ferido dos habitantes da vila de Olinda, menosprezados pelos portugueses. 
c) ao choque entre comerciantes portugueses do Recife e a aristocracia rural de Olinda pelo controle da mão-de-obra escrava. 
d) ao choque entre comerciantes portugueses do Recife e a aristocracia rural de Olinda cujas relações comerciais eram, respectivamente, de credores e devedores. 
e) a uma disputa interna entre grupos de comerciantes, que eram chamados depreciativamente de mascates.

Questão 06 - Fuvest-1997 - Os movimentos fundamentalistas, que tudo querem subordinar à lei islâmica (Sharia), são hoje muito ativos em vários países da África, do Oriente Médio e da Ásia. Eles tiveram sua origem histórica: 
a) no desenvolvimento do Islamismo, durante a Antiguidade, na Península Arábica. 
b) na expansão da civilização árabe, durante a Idade Média, tanto a Ocidente quanto a Oriente. 
c) na derrocada do socialismo, depois do fim da União Soviética, no início dos anos noventa. 
d) no estabelecimento do Império turco-otomano, com base em Istambul, durante a Idade Moderna. 
e) na ocupação do mundo árabe pelos europeus, entre a segunda metade do século XIX e primeira do XX.

Questão 07 - Fuvest-1997 - Podemos afirmar que o período da mineração no Brasil que: 
a) atraídos pelo ouro, vieram para o Brasil aventureiros de toda espécie, que inviabilizaram a mineração. 
b) a exploração das minas de ouro só trouxe benefícios para Portugal. 
c) a mineração deu origem a uma classe média urbana que teve papel decisivo na independência do Brasil. 
d) o ouro beneficiou apenas a Inglaterra, que financiou sua exploração. 
e) a mineração contribuiu para interligar as várias regiões do Brasil, e foi fator de diferenciação da sociedade.

Questão 08 - Fuvest-1997 - Qual dos países abaixo, não passou por nenhuma das várias revoluções políticas que marcaram a Europa no século XIX ? 
a) Itália 
b) Espanha
c) Inglaterra
d) Alemanha 
e) França

Questão 09 - Fuvest-1997 - “(Em) Massachussetts o espírito do capitalismo estava presente antes do ‘desenvolvimento capitalista’ ... neste caso, a relação causal é, certamente, a inversa daquela sugerida pelo ponto de vista materialista”. 
(Max Weber, A Ética e o Espírito do Capitalismo) 
A afirmação: 
a) valoriza a visão do materialismo sobre o desenvolvimento do capitalismo na Nova Inglaterra. 
b) sustenta, ao contrário do marxismo, que o espírito capitalista foi o criador do capitalismo moderno. c) coincide com a crítica marxista ao materialismo sobre a existência do capitalismo na Nova Inglaterra. 
d) diverge do marxismo ao defender a existência de uma fase de acumulação primitiva de capital. 
e) defende uma concepção consensual entre os historiadores sobre a origem do capitalismo.

Questão 10 - Fuvest-1997 - Sobre o chamado despotismo esclarecido é correto afirmar que: 
a) foi um fenômeno comum a todas as monarquias europeias, tendo por característica a utilização dos princípios do Iluminismo. 
b) foram os déspotas esclarecidos os responsáveis pela sustentação e difusão das idéias iluministas elaboradas pelos filósofos da época. 
c) foi uma tentativa bem intencionada, embora fracassada, das monarquias europeias reformarem estruturalmente seus Estados. 
d) foram os burgueses europeus que convenceram os reis a adotarem o programa de modernização proposto pelos filósofos iluministas. 
e) foi uma tentativa, mais ou menos bem sucedida, de algumas monarquias reformarem, sem alterá-las, as estruturas vigentes.

Questão 11 - Fuvest-1997 - A política do café, durante a Primeira República, 
a) chegou ao auge do protecionismo com o Convênio de Taubaté, passando depois a reger-se pelas leis do mercado. 
b) procurou atender aos interesses dos cafeicultores através de constantes medidas de proteção ao produto. 
c) pode ser equiparada à de outras produções agrícolas, todas elas amparadas por Planos de Defesa. 
d) atendeu exclusivamente aos interesses dos grandes grupos internacionais, através dos Planos de Defesa. 
e) foi dirigida pelo governo do Estado de São Paulo, enquanto o poder federal mantinha uma atitude distante e neutra.

Questão 12 - Fuvest-1997 - Sobre o processo de independência política da América Espanhola é possível afirmar que: 
a) diferentemente do Brasil, a longa guerra, que teve importante participação popular, fez emergir interesses sociais conflitantes. 
b) a Espanha, sob domínio francês, ficou de mãos atadas, sem poder intervir no combate aos rebeldes. c) a participação maciça de escravos ao lado dos rebeldes contrastou com a apatia das massas indígenas. 
d) a Igreja Católica e os comerciantes abastados assumiram posições idênticas, a favor da Coroa espanhola. 
e) os acordos políticos, levados à frente pelas elites, garantiram aos menos privilegiados as reformas sociais pelas quais tinham lutado.

Questão 13 - Fuvest-1997 - A Sabinada, que agitou a Bahia entre novembro de 1837 e março de 1838, 
a) tinha objetivos separatistas, no que diferia frontalmente das outras rebeliões do período. 
b) foi uma rebelião contra o poder instituído no Rio de Janeiro que contou com a participação popular. 
c) assemelhou-se à Guerra dos Farrapos, tanto pela postura anti-escravista quanto pela violência e duração da luta. 
d) aproximou-se, em suas proposições políticas, das demais rebeliões do período pela defesa do regime monárquico. 
e) pode ser vista como uma continuidade da Rebelião dos Alfaiates, pois os dois movimentos tinham os mesmos objetivos.

Questão 14 - Fuvest-1997 - O Brasil recuperou-se de forma relativamente rápida dos efeitos da crise de 1929 porque: 
a) o governo de Getúlio Vargas promoveu medidas de incentivo econômico, com empréstimos obtidos no exterior. 
b) o país, não tendo uma economia capitalista desenvolvida, ficou menos sujeito aos efeitos da crise. 
c) houve redução do consumo de bens e, com isso, foi possível equilibrar as finanças públicas. 
d) acordos internacionais, fixando um preço mínimo do café, facilitaram a retomada da economia. 
e) um efeito combinado positivo resultou da diversificação das exportações e do crescimento industrial.

Questão 15 - Fuvest-1997 - A Revolução Mexicana de 1910, do ponto de vista social, caracterizou-se: 
a) pela intensa participação camponesa. 
b) pela aliança entre operários e camponeses. 
c) pela liderança de grupos socialistas. 
d) pelo apoio da Igreja aos sublevados. 
e) pela forte presença de combatentes estrangeiros.

Questão 16 - Fuvest-1997 - Em 1947, o Partido Comunista foi colocado na ilegalidade no Brasil. Esta decisão se explica basicamente: 
a) pela bipartição do mundo em blocos antagônicos, conseqüência da guerra fria. 
b) pela linha insurrecional dos comunistas que pretendiam iniciar uma revolução a curto prazo. 
c) por ser o Partido Comunista frágil e destituído de expressão social. 
d) por um acordo firmado pela UDN, o PSD e o PTB. 
e) pelo desejo de acalmar as Forças Armadas que ameaçavam interromper o jogo democrático.

Questão 17 - Fuvest-1997 - A ascensão de Hitler ao poder, no início dos anos trinta, ocorreu: 
a) pelas mãos do exército alemão que quis desforrar-se das humilhações impostas pelo Tratado de Versalhes. 
b) através de uma ação golpista cuja ponta de lança foram as forças paramilitares do partido nazista. c) em conseqüência de uma aliança entre os nazistas e os comunistas. 
d) a partir de sua convocação pelo presidente Hindenburg, para chegar uma coalizão governamental. 
e) através de uma mobilização semelhante à que ocorreu na Itália, com a marcha de Mussolini sobre Roma.

Questão 18 - Fuvest-1997 - A vitória do Brasil na Copa do Mundo de 70: 
a) não teve qualquer repercussão no campo político, por se tratar de um acontecimento estritamente esportivo. 
b) alentou o trabalho das oposições que deram destaque à capacidade do povo brasileiro de realizar grandes proezas. 
c) propiciou uma operação de propaganda do governo Médici, tentando associar a conquista ao regime autoritário. 
d) favoreceu o projeto de abertura do general Geisel, ao criar uma linha de otimismo pelas realizações do governo. 
e) alcançou repercussão muito limitada, pois os meios de comunicação não tinham a eficácia que têm hoje.

Questão 19 - Fuvest-1997 - Qual das seguintes explicações explica, sinteticamente, o fim da União Soviética ? 
a) o regime entrou em colapso porque os dirigentes estavam desmoralizados, desde as denúncias de Kruschev no XX Congresso do Partido. 
b) o regime deixou de ser sustentado pelo exército, adversário tradicional do partido comunista. 
c) a vitória militar dos Estados Unidos na guerra fria tornou inviável a manutenção do regime. 
d) o colapso do regime deveu-se à crise generalizada da economia estatal, combinada com o fracasso da abertura controlada de Gorbachev. 
e) os líderes soviéticos abandonaram a crença no socialismo e decidiram transformar a União Soviética em um país capitalista.

Questão 20 - Fuvest-1997 - A política cultural do Estado Novo com relação aos intelectuais caracterizou-se: 
a) pela repressão indiscriminada, por serem os intelectuais considerados adversários de regimes ditatoriais. 
b) por um clima de ampla liberdade pois o governo cortejava os intelectuais para obter apoio ao seu projeto nacional. 
c) pela indiferença, pois os intelectuais não tinham expressão e o governo se baseava nas forças militares. 
d) pelo desinteresse com relação aos intelectuais, pois o governo se apoiava nos trabalhadores sindicalizados. 
e) por uma política seletiva através da qual só os adversários frontais do regime foram reprimidos.

GABARITO
01 - D
02 - C
03 - C
04 - A
05 - D
06 - B
07 - E
08 - C
09 - B
10 - E
11 - B
12 - A
13 - B
14 - E
15 - A
16 - A
17 - D
18 - C
19 - D
20 - E

Nenhum comentário: