terça-feira, 20 de março de 2018

História: Questões de Concursos sobre Adolf Hitler - com gabarito

Questão 01 - UNICAMP 2017 - 1ª fase
“Hitler considerava que a propaganda sempre deveria ser popular, dirigida às massas, desenvolvida de modo a levar em conta um nível de compreensão dos mais baixos. (...) O essencial da propaganda era atingir o coração das grandes massas, compreender seu mundo maniqueísta, representar seus sentimentos.” (Alcir Lenharo, Nazismo: o triunfo da vontade. São Paulo: Ática,1986, p. 47- 48.) Sobre a propaganda no nazismo, é correto afirmar: 
a) o nível elementar da propaganda era contraposto às óperas e desfiles suntuosos que o regime nazista promovia. 
b) a propaganda deveria restringir-se a poucos pontos, como o enaltecimento da superioridade racial e a defesa da democracia. 
c) a propaganda deveria estimular o ódio das massas contra grupos específicos, como os judeus, negros, homossexuais e ciganos. 
d) o cinema e a produção artística foram as áreas que resistiram ao sistema de propaganda do nazismo na Alemanha do final da década de 1930.

Questão 02 - MACKENZIE/2018
“Em 30 de janeiro de 1933, Hitler se tornou chanceler da Alemanha (...) [e] agiu rápido para extinguir a democracia [no país]. Um Decreto de Emergência, aprovado pelo Reichstag em 5 de fevereiro, desapropriava todos os prédios e todas as prensas tipográficas do Partido Comunista e fechava as organizações pacifistas. Os Cami sas Marrons atacaram os prédios da federação dos sindicatos e surraram opositores políticos nas ruas. (...) A partir de 9 de março, o terror encontrou uma base segura atrás de arames farpados. O processo se iniciou no dia em que a SS enviou milhares de críticos do regime, entre eles comunistas, social-democratas, sindicalistas e judeus de toda sorte para um assim chamado ‘campo de concentração’ criado em Dachau, perto de Munique, coordenado por um dos pelotões mais brutais da SS na Baviera”. 
Martin Gilbert. A História do Século XX. São Paulo: Planeta, 2016, pp.243-244 
O texto aponta a ideologia e as ações levadas adiante pelo regime nazista na Alemanha. 
Sobre o assunto, assinale a alternativa correta. 
a) Profundamente antissemita e avessa à democracia e ao comunismo, a política nazista pautou-se pela concretização de um Estado totalitário de extrema-direita. Para isso, ações terroristas, perseguição e eliminação de amplos setores sociais e políticos foram armas utilizadas, visando à legitimação e à consolidação do regime idealizado por Hitler. 
b) O regime nazista, uma vez no poder, perseguiu e eliminou os opositores, destacadamente comunistas e judeus. Sua ligação com movimentos sindicais de esquerda, na Alemanha, foram armas importantes na estratégia nazista de tomada de poder, mas não foram suficientes para evitar o extermínio dos comunistas nos campos de concentração. 
c) Racismo, xenofobia e aversão aos princípios demo - cráticos foram características fundamentais do Estado nazista implantado na Alemanha. Para legitimar suas ações perante a população, Hitler, uma vez no poder, criou campos de extermínio por todo o país e confinou neles antigos aliados, tais como os comunistas. 
d) O regime nazista consolidou-se a partir da década de 1930. Sua gestação, porém, iniciou-se anos antes, quando Hitler, com apoio da SS, promoveu atentados a sinagogas, sindicatos e prédios públicos e conseguiu uma ampla rede de apoio entre jovens nacionalistas frustrados com a política e a economia do país. 
e) O nacionalismo que surgiu com o regime nazista estruturou-se em bases racistas e terroristas, ao perseguir e eliminar exclusivamente judeus e comunistas. Por isso, agrupamentos como os Camisas Marrons e a SS foram fundamentais, pois atuavam como o braço armado de um poderoso sentimento de pertencimento gerado na população do país.

Questão 03 - VUNESP - 2009 - SEE-SP
Para Adolf Hitler, as principais características do apelo feito à massa alemã ao sacrifício e à violência nas propagandas nazistas dos anos 30, estavam 
(A) na proposta de superar a luta de classes e de harmonizar as relações entre patrões e mão de obra por meio das corporações, sendo então possível ao Estado controlar diretamente a economia da nação, sem greves e movimentos sociais. 
(B) na glorificação do modo de vida do camponês, dentro de um tom romântico anticapitalista, contrário à industrialização e à vida nas cidades, com o fim de exaltar a pureza dos costumes rurais, alimentando os instintos selvagens e naturais do ser humano. 
(C) na figura da Vênus camponesa, que aparecia sempre com os olhos azuis, quadris largos, seios e ventre salientes, feita para governar politicamente a raça ariana. 
(D) na concepção de uma mulher pura e ingênua, participante da política, com espaços públicos amplos; e, para os homens, uma exaltação da figura matriarcal feminina, pois ela simbolizava o espírito guerreiro das mulheres e homens arianos. 
(E) no calor humano entre os soldados, no desejo de desenvolver sua atividade a qualquer preço, dentro de um quadro de fé e de obediência, fazendo com que o jovem nazista fosse mergulhado no espírito do nacional-socialismo, sendo educado para fazer elogio da força, da disciplina e da militarização.

Questão 04 - FUNDATEC - 2012 - Prefeitura de Cachoeirinha - RS 
A obra Mein Kampf, escrita por Adolf Hitler, divulgou as bases teóricas do nazismo alemão, entretanto as ideias nazistas não tiveram presença expressiva entre o povo alemão, isso só veio a ocorrer após a 
A) assinatura do Tratado de Versalhes ao final da primeira Guerra Mundial. 
B) quebra da bolsa de valores de Nova York, que abalou a economia mundial, em especial a da Alemanha. 
C) vitória do Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães no movimento denominado “Putsch de Munique”. 
D) queda do regime monárquico alemão e a instalação da república de Weimar, um governo de coalizão formado por socialistas, católicos e democratas. 
E) vitória do General Francisco Franco ao final da Guerra Civil Espanhola e a instalação do governo de Antônio Salazar em Portugal.

Questão 05 - FEPESE - 2009 - Prefeitura de Brusque - SC
No livro Mein Kampf, publicado em 1925, encontram-se a doutrina e a filosofia política do nazismo. Sobre as idéias atribuídas a Adolf Hitler, é correto afirmar que o autor: 
a. ( ) considerava Cristo e Marx judeus e, por pregarem mudanças sociais revolucionárias eram nocivos ao povo ariano. 
b. ( ) confirmava a veracidade da doutrina platônica da desigualdade natural dos indivíduos e da superioridade da raça ariana. 
c. ( ) fundamentou seu livro nas experiências c. adquiridas em combates durante a Iª Grande Guerra, nos quais a superioridade dos alemães os fez vencedores. 
d. (  ) desprezava os povos latinos, franceses e italianos, considerando que deveriam ser reduzidos à escravidão. 
e. ( ) tornava públicas suas teses racistas e, ao e. mesmo tempo, revelava os planos de expansionismo que denominou Terceiro Reich.

Questão 06 - ENEM 2008
Em discurso proferido em 17 de março de 1939, o primeiro-ministro inglês à época, Neville Chamberlain, sustentou sua posição política: “Não necessito defender minhas visitas à Alemanha no outono passado, que alternativa existia? Nada do que pudéssemos ter feito, nada do que a França pudesse ter feito, ou mesmo a Rússia, teria salvado a Tchecoslováquia da destruição. Mas eu também tinha outro propósito ao ir até Munique. Era o de prosseguir com a política por vezes chamada de 'apaziguamento europeu', e Hitler repetiu o que já havia dito, ou seja, que os Sudetos, região de população alemã na Tchecoslováquia, eram a sua última ambição territorial na Europa, e que não queria incluir na Alemanha outros povos que não os alemães." 
Internet: (com adaptações). 
Sabendo-se que o compromisso assumido por Hitler em 1938, mencionado no texto acima, foi rompido pelo líder alemão em 1939, infere-se que 
a) Hitler ambicionava o controle de mais territórios na Europa além da região dos Sudetos. 
b) a aliança entre a Inglaterra, a França e a Rússia poderia ter salvado a Tchecoslováquia. 
c) o rompimento desse compromisso inspirou a política de 'apaziguamento europeu'. 
d) a política de Chamberlain de apaziguar o líder alemão era contrária à posição assumida pelas potências aliadas. 
e) a forma que Chamberlain escolheu para lidar com o problema dos Sudetos deu origem a destruição da Tchecoslováquia.

Questão 07 - CS-UFG - 2016 - Prefeitura de Goiânia - GO
Leia o fragmento a seguir.
Justamente agora que a nação alemã está em colapso, espezinhada por todo mundo, é que mais se faz necessária aquela confiança em si mesma. Essa confiança deve ser cultivada na juventude, desde a meninice. Toda a sua educação, todo o seu treinamento devem ser dirigidos no sentido de dar-lhe a convicção da sua superioridade. Certa da sua força e da sua habilidade, a mocidade deve readquirir a fé na invencibilidade da sua nação. HITLER, Adolf. Minha luta. 8a. ed. São Paulo: Mestre Jou, 1962. p. 253-260.
Em 2016, o livro Minha luta, escrito por Adolf Hitler, entrou em domínio público, o que tem gerado preocupação em relação à propagação de seu conteúdo por grupos neofascistas. Contudo, a leitura contextualizada e crítica da obra permite ao historiador analisar aspectos do discurso nazista. Dentro desta perspectiva, o trecho destacado indica a ideologia que orientou a 
(A) criação de um sistema educacional do Terceiro Reich, de caráter meritocrático, conferindo importância e autonomia ao papel intelectual do professor. 
(B) ruptura com o revanchismo decorrente do Tratado de Versalhes, necessária para a formação de uma juventude resoluta e voltada para o futuro da nação. 
(C) sacralização da família nuclear e do papel dos pais na educação dos jovens, atenuando a regulação do ambiente doméstico pelo Estado. 
(D) formação da Juventude Hitlerista, com alistamento compulsivo, promovendo intenso doutrinamento e militarização de crianças e adolescentes.

Questão 08 - COSEAC - 2016 - Prefeitura de Niterói - RJ
Adolf Hitler tentou um golpe nos dias 8 e 9 de novembro de 1923, em Munique - O Putch da Cervejaria. Com relação a esse movimento, são corretas as afirmativas abaixo, EXCETO: 
(A) Hitler tinha a intenção de tomar o poder na Bavária e depois seguir em marcha por toda a Alemanha. 
(B) a justificativa era a acusação de que os capitalistas e os judeus conspiravam contra a república. 
(C) o golpe era uma imitação clara à marcha sobre Roma, que levara Mussolini ao poder na Itália. 
(D) Hitler foi preso e condenado a cinco anos em consequência da tentativa de golpe. 
(E) foi um sucesso e abriu caminho para tomada imediata de poder pelos nazistas.

Questão 09 - CESGRANRIO - 2010 - Prefeitura de Salvador - BA
“(...) Justamente agora que a nação alemã está em colapso, espezinhada por todo mundo, é que mais se faz necessária aquela confiança em si mesma. Essa confiança deve ser cultivada na juventude, desde a meninice. Toda a sua educação, todo o seu treinamento devem ser dirigidos no sentido de dar-lhe a convicção da sua superioridade. Certa da sua força e da sua habilidade, a mocidade deve readquirir a fé na invencibilidade da sua nação (...).” HITLER, Adolf. Minha Luta. São Paulo: Mestre Jou, 1962, 8a edição, p. 253 - 260. No período entre as duas Guerras Mundiais, diversos fatores acabaram por proporcionar a escalada do nazismo na Alemanha e a chegada de Adolf Hitler à Chancelaria do Reich (1933).
Lendo a primeira frase citada acima e tendo em vista a situação da Alemanha nos anos que se seguiram ao fim da 1ª Grande Guerra, qual das proposições a seguir justifica, respectivamente, as expressões hitleristas “está em colapso” e “espezinhada por todo mundo” sobre a nação alemã? 
(A) Referência ao caos econômico e financeiro que se segue ao término da 1ª Guerra, acompanhada de desemprego e inflação descontrolada / alusão às condições impostas pelos tratados de 1919 que acabaram por alimentar os ódios revanchistas. 
(B) Referência à suspensão da fundamental ajuda econômica norte-americana quando a Alemanha entrou na 1ª Guerra Mundial / alusão à proibição de que a Alemanha participasse da Conferência que criou a ONU. 
(C) Referência à incapacidade da República de Weimar de conter o caos econômico pós 1a Guerra / alusão à ocupação militar da Alemanha pelos países da Tríplice Entente, que dividiram o país em zonas de influência. 
(D) Referência aos bombardeios perpetrados pelas Forças Aliadas contra o parque industrial alemão, no ano de 1918, impossibilitando sua recuperação econômica pós 1a Guerra / alusão às rígidas imposições do Tratado de Versalhes e, também, à proibição da participação alemã na Liga das Nações. 
(E) Referência ao caos econômico alemão em função da República de Weimar ter optado pela reconstrução do país nos moldes bolchevistas da URSS / alusão à reação da Liga das Nações, que proibiu a República de Weimar de bloquear e confiscar os bens dos banqueiros judeus para conter a crise econômica alemã.

GABARITO
01 - C
02 - A
03 - E
04 - B
05 - D
06 - A
07 - D
08 - E
09 - A

Nenhum comentário: