PESQUISAR ESTE BLOG

terça-feira, 27 de março de 2018

História: 16 Questões de Concursos sobre a Grécia Antiga - com gabarito

Questão 01 - UNISC / Inverno 2009 - Tradicionalmente, a Grécia antiga é apontada como o berço da civilização ocidental. Dentre as características da sociedade grega em seu período de apogeu, que é o clássico (séculos V e IV a.C.), pode-se incluir
I- a existência da escravidão, haja vista que ela se constituiu na primeira civilização comercial a empregar a mão de obra escrava de forma predominante.
II- a instituição da democracia, exercida por todos aqueles que eram considerados cidadãos.
III- a consolidação da religião monoteísta, pois a partir desse período as Cidades-Estado se tornam teocráticas e se encontram sob o controle de sacerdotes denominados basileus.
IV- o desenvolvimento do feudalismo nas áreas rurais e a consolidação da arte gótica nos centros urbanos. Assinale a alternativa correta.
a) Somente a afirmativa I está correta.
b) Somente as afirmativas II e IV estão corretas.
c) Somente as afirmativas I e II estão corretas. 
d) Somente as afirmativas I, II e III estão corretas.
e)Todas as afirmativas estão corretas.

Questão 02 - UFGD (PSV2017) - Em Atenas, na Grécia Antiga, os ideais de democracia conviviam com a escravidão. Pedro Paulo Funari, em sua obra “Grécia e Roma” (2002) destaca que não é “exagero dizer que a democracia ateniense dependia da existência da escravidão” (p. 38). Nessa perspectiva, considera-se que:
(A) Os escravos de Atenas, em sua maioria, eram prisioneiros de guerra e seus descendentes. 
(B) A escravidão em Atenas era limitada, pois se prevalecia a ideia de democracia plena, em que gradativamente o sistema escravista ia desaparecendo
(C) Os grupos de escravos que viviam em Atenas eram provenientes de Esparta, haja vista que, Atenas e Esparta eram rivais históricos desde o século III.
(D) A democracia ateniense foi ímpar para pensar o sistema democrático no Brasil, após a proclamação da República, em 1822.
(E) Os escravos atenienses eram de origem africana, sobretudo, dos países que compõem o Sul da África. Até o século VI, o tráfico de africanos para Atenas era significativo.

Questão 03 - Albert Einstein 2017 - “Por muito tempo, entre os historiadores pensou-se que os gregos formavam um povo superior de guerreiros que, por volta de 2000 a.C., teria conquistado a Grécia, submetendo a população local. Hoje em dia, os estudiosos descartam esta hipótese, considerando que houve um movimento mais complexo. Segundo o pesquisador Moses Finley, a 'chegada dos gregos significou a introdução de um elemento novo que se misturou com seus predecessores para criar, lentamente, uma nova civilização e estendê-la como e por onde puderam'.”
Funari, Pedro Paulo. Grécia e Roma. São Paulo: Contexto, 2001. 
Adaptado. 

Segundo o texto, a formação da Grécia antiga ocorreu
a) de forma negociada, por meio de alianças e acordos políticos entre os líderes das principais tribos nativas da península balcânica.
b) de forma gradual, a partir da integração de povos provenientes de outras regiões com habitantes da parte sul da península balcânica.
c) de forma planejada, pela expansão militar dos povos nativos da península balcânica sobre territórios controlados por grupos bárbaros.
d) de forma violenta, com a submissão dos habitantes originais da península balcânica a conquistadores recém-chegados do norte.

Questão 04 - UNICAMP 2018 - Os gregos sentiram paixão pelo humano, por suas capacidades, por sua energia construtiva. Por isso, inventaram a polis: a comunidade cidadã em cujo espaço artificial, antropocêntrico, não governa a necessidade da natureza, nem a vontade dos deuses, mas a liberdade dos homens, isto é, sua capacidade de raciocinar, de discutir, de escolher e de destituir dirigentes, de criar problemas e propor soluções. O nome pelo qual hoje conhecemos essa invenção grega, a mais revolucionária, politicamente falando, que já se produziu na história humana, é democracia.
(Adaptado de Fernando Savater, Política para meu filho. São Paulo: Martins Fontes, 1996, p. 77.)
Assinale a alternativa correta, considerando o texto acima e seus conhecimentos sobre a Grécia Antiga. 
a) Para os gregos, a cidade era o espaço do exercício da liberdade dos homens e da tirania dos deuses.
b) Os gregos inventaram a democracia, que tinha então o mesmo funcionamento do sistema político vigente atualmente no Brasil.
c) Para os gregos, a liberdade dos homens era exercida na polis e estava relacionada à capacidade de invenção da política.
d) A democracia foi uma invenção grega que criou problemas em função do excesso de liberdade dos homens.

Questão 05 - ENEM 2014 - Compreende-se assim o alcance de uma reivindicação que surge desde o nascimento da cidade na Grécia antiga: a redação das leis. Ao escrevê-las, não se faz mais que assegurar-lhes permanência e fixidez. As leis tornamse bem comum, regra geral, suscetível de ser aplicada a todos da mesma maneira.
VERNANT. J. P. As origens do pensamento grego. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil. 1992 (adaptado). 

Para o autor, a reivindicação atendida na Grécia antiga, ainda vigente no mundo contemporâneo, buscava garantir o seguinte princípio:
a) Isonomia — igualdade de tratamento aos cidadãos.
b) Transparência — acesso às informações governamentais.
c) Tripartição – separação entre os poderes políticos estatais.
d) Equiparação – igualdade de gênero na participação política.
e) Elegibilidade – permissão para candidatura aos cargos públicos.

Questão 06 - ENEM 2009 - No período 750-338 a.C., a Grécia antiga era composta por cidades-Estado, como por exemplo Atenas, Esparta, Tebas, que eram independentes umas das outras, mas partilhavam algumas características culturais, como a língua grega. No centro da Grécia, Delfos era um lugar de culto religioso frequentado por habitantes de todas as cidades-Estado. No período 1200-1600 d.C., na parte da Amazônia brasileira onde hoje está o Parque Nacional do Xingu, há vestígios de quinze cidades que eram cercadas por muros de madeira e que tinham até dois mil e quinhentos habitantes cada uma. Essas cidades eram ligadas por estradas a centros cerimoniais com grandes praças. Em torno delas havia roças, pomares e tanques para a criação de tartarugas. Aparentemente, epidemias dizimaram grande parte da população que lá vivia.
Folha de S.Paulo ago. 2008 (adaptado). 

Apesar das diferenças históricas e geográficas existentes entre as duas civilizações elas são semelhantes pois
a) as ruínas das cidades mencionadas atestam que grandes epidemias dizimaram suas populações.
b) as cidades do Xingu desenvolveram a democracia, tal como foi concebida em Tebas.
c) as duas civilizações tinham cidades autônomas e independentes entre si.
d) os povos do Xingu falavam uma mesma língua, tal como nas cidades-Estado da Grécia.
e) as cidades do Xingu dedicavam-se à arte e à filosofia tal como na Grécia.

Questão 07 - UEM/CVU  - Verão/2012 - Tomando como base o texto a seguir e o contexto histórico a que ele se refere, assinale a(s) alternativa(s) correta(s) sobre os sistemas de governo na Grécia Antiga. “Entre os Estados, em geral, se dá o nome de realeza ao que tem por finalidade o interesse coletivo; e o governo de um pequeno número de homens, ou de muitos, contando que não o seja de um apenas, denomina-se aristocracia – ou porque a autoridade está nas mãos de várias pessoas de bem, ou porque essas pessoas dela se utilizam para o maior bem do Estado. Por fim, quando a multidão governa no sentido do interesse coletivo, denomina-se esse governo de República, que é um nome comum a todos os governos.” (ARISTÓTELES, Política: Texto Integral. São Paulo: Martin Claret, 2001, p. 90)
01) Ao longo da sua existência, a cidade-Estado de Atenas experimentou formas de governo como a monarquia e a democracia.
02) A principal característica do período Homérico (XIIVIII a.C.) era o predomínio de uma anarquia “homérica” em que cada cidade-Estado procurava subjugar a outra.
04) Ainda que os gregos tivessem produzido grandes filósofos, os textos destes não foram assimilados pelos governantes da época, pois só foram valorizados durante o Renascimento Italiano do século XV.
08) Assim como em nossos dias, a democracia praticada na Grécia Antiga garantia a liberdade política a todos os homens que habitavam os territórios gregos.
16) Nas cidades-Estado onde a nobreza guerreira monopolizava as instituições, consolidou-se o regime aristocrático em que uma minoria deliberava pelo povo.

Questão 08 - UEM/CVU - Verão/2007 - Sobre o desenvolvimento cultural da Grécia antiga, assinale a alternativa incorreta.
A) Os gregos praticavam o politeísmo.
B) Embora fosse direito de cada cidadão cultuar livremente seus deuses preferidos, geralmente cada cidade da Hélade elegia sua divindade protetora, como Palas Atenas, em Atenas.
C) Segundo a mitologia grega, com exceção de Hades e Poseidon, os grandes deuses habitavam o Monte Olimpo e se alimentavam de ambrosia.
D) Antes da conquista da Grécia pelos macedônios, Demóstenes, famoso orador ateniense, proferiu uma série de discursos alertando seus concidadãos sobre as intenções conquistadoras de Felipe II da Macedônia. Essa série de discursos ficou conhecida como Filípicas.
E) O epicurismo e o estoicismo foram correntes filosóficas que floresceram e tiveram seu apogeu no período pré-socrático da filosofia grega.

Questão 09 - UEM/CVU  - Verão/2006 - Sobre a história da Grécia antiga e sobre as contribuições da cultura grega para a chamada civilização Ocidental, assinale a alternativa correta.
A) Uma das principais contribuições dos gregos antigos para a cultura Ocidental foi a religião monoteísta.
B) Em muitas línguas modernas, o termo draconiano remete às idéias de severidade e rigor na elaboração e na aplicação de leis. O vocábulo deriva de Dracon, um político ateniense do século VII a.C. que se celebrizou como legislador, registrando, por escrito, duras leis que, até então, baseavam-se na tradição oral.
C) O adjetivo espartano é mais um indício da influência da Grécia antiga na cultura ocidental. Em uma de suas acepções, o vocábulo remete à ideia de uma vida desregrada, luxuosa, que valoriza o ócio e devota desprezo aos exercícios físicos e às artes marciais, em alusão ao estilo de vida licencioso dos habitantes de Esparta, um dos centros da cultura grega da antiguidade.
D) Aristóteles (384-322 a.C.) é considerado um dos precursores da ideologia comunista por ter defendido, em seu livro A República, a possibilidade de se organizar uma sociedade sem diferenças de classe.
E) A filosofia estoica, fundada por Zenão, sustentava que a felicidade humana consistia na busca e na obtenção do prazer.

Questão 10 - UEM/CVU  - Inverno/2010 – Sobre a organização política e social da Grécia Antiga, assinale o que for correto.
01) A eleição direta para os principais cargos políticos fez de Esparta um exemplo de democracia representativa.
02) A democracia ateniense fundamentava-se no princípio de que somente os filósofos tinham o direito de participar nas decisões políticas.
04) No século VI a.C, Sólon introduziu uma divisão censitária na sociedade ateniense, por meio da qual cada cidadão podia participar das instituições, de acordo com a sua renda.
08) Apesar das diferenças políticas e sociais, Esparta e Atenas sempre resolviam suas disputas por meio da diplomacia.
16) Embora as cidades-Estado gregas apresentassem distinções entre si, a escravidão era uma característica comum a elas.

Questão 11 - UEM/CVU  - Inverno/2006 – A respeito da herança cultural e política deixada pela Grécia antiga às sociedades ocidentais, assinale o que for correto.
A) O voto eleitoral livre, direto e universal, tal como existe hoje nas democracias ocidentais, é uma instituição política herdada diretamente da democracia grega antiga.
B) O processo pelo qual pintores, escultores e escritores europeus do século XVI resgataram os princípios e os valores estéticos gregos e romanos antigos foi chamado de renascimento cultural.
C) A doutrina socialista contemporânea, que propõe o fim das classes sociais e a instauração da igualdade social e econômica universal, inspirou-se na sociedade grega antiga na qual todos os homens eram livres e viviam em regime de comunidade de bens.
D) A ideia de cidadania vigente na atualidade, que pressupõe a extensão de direitos gerais a todas as pessoas, independente de cor, raça e classe social, é uma herança recebida dos gregos.
E) No campo da pesquisa histórica, os gregos não deixaram herança científica alguma aos historiadores modernos, porque eram avessos à descrição histórica dos acontecimentos.

Questão 12 - NUCEPE - 2015 - SEDUC-PI - A Guerra do Peloponeso, de 431 a 404 a.C., ricamente registrada por Tucídides e Xenofonte, marca, de maneira muito forte, os caminhos tomados pela história da Grécia Antiga. De maneira geral, podemos apontar CORRETAMENTE como fator desencadeador deste conflito
a) a política expansionista de Esparta e seu interesse em controlar as rotas comerciais que uniam Oriente e Ocidente, prejudicando o comércio de algumas cidades da Liga do Peloponeso.
b) o desrespeito de Atenas ao acordo firmado com Esparta, que ficou conhecido como Paz de Nícia, sobre o uso comum das rotas comerciais do Mediterrâneo.
c) a resistência ateniense contra as invasões persas à costa do Mediterrâneo, que recebeu o apoio da Liga do Peloponeso.
d) as disputas econômicas e a oposição entre os modelos políticos de Esparta e Atenas.
e) a política centralizadora de Esparta e seu desejo de unificar toda Grécia sob o seu controle.

Questão 13 - FEPESE - 2013 - Prefeitura de Lages - SC - As cidades da Grécia Antiga viveram frequentes conflitos bélicos. Assinale a alternativa que indica a guerra entre as cidades gregas que, entre outros fatores, foi responsável pela decadência do mundo helênico.
a) ( ) Batalha de Salamina.
b) ( ) Guerras Púnicas.
c) ( ) Guerra da Gália
d) ( ) Guerras Greco-pérsicas.
e) (  ) Guerras do Peloponeso.

Questão 14 - FADESP - 2009 - Prefeitura de São Félix do Xingu - PA - Na Grécia antiga existiam vários tipos de escravos, e estas diferenças eram percebidas de lugar para lugar em época distintas. Sobre as principais diferenças entre a escravidão em Atenas e Esparta do século V a. C. é correto afirmar que
(A) existiam hilotas (escravos por dívida) em Atenas e escravos domésticos em Esparta.
(B) os hilotas eram os escravos espartanos considerados propriedades do Estado e os escravos atenienses eram propriedades de particulares.
(C) os escravos atenienses eram propriedade dos grandes latifundiários e o hilota espartano era uma propriedade particular difundida por toda a sociedade em Esparta.
(D) os hilotas atenienses eram de origem africana e negra e os escravos espartanos eram asiáticos e de pele mais clara.

Questão 15 - COPESE - UFLA - 2012 - SEE-AL - A civilização grega tem grande importância por sua influência na formação cultural e política do Ocidente. O aprofundamento do estudo sobre a Grécia antiga nos remete à democracia, bem como aos seus limites, podendo-se afirmar que:
I. o governo de Péricles foi marcado por transformações econômicas e políticas, aprimorando-se a democracia;
II. o século V a.C. foi considerado o apogeu da antiga civilização grega, concentrando suas maiores realizações culturais;
III. Clístenes foi o grande idealizador da democracia, observando que os homens livres pobres dificilmente participavam das instituições democráticas. Criou uma pequena remuneração para os ocupantes de cargos públicos, possibilitando a participação popular nos assuntos da administração da cidade;
IV. no governo de Péricles foi realizada a reconstrução e o embelezamento da cidade, com destaque para o Partenon, templo dedicado à deusa Atenas, e muralhas defensivas em torno da cidade;
V. o brilhantismo cultural e a prosperidade atenienses foram conseguidas graças à submissão e exploração unicamente de Atenas. Dos itens acima, verifica-se que estão corretos
A) I, II e III.
B) II, III e IV.
C) III, IV e V.
D) I, II e IV.
E) I, IV e V.

Questão 16 - CONED - 2012 - Prefeitura de Goianésia do Pará - PA -  A foto:

é de segmentos sociais da Grécia Antiga, onde os escravos
A) formavam a base da economia, embora os trabalhos manuais, principalmente os pesados, também pudessem ser desempenhados pelos cidadãos gregos
B) valorizavam atividades intelectuais, artísticas e políticas, tanto quanto os cidadãos gregos, seguindo o que dissera mais tarde o grande filósofo Platão: “É próprio de um homem bem nascido desprezar o trabalho”
C) eram muito utilizados no meio doméstico. Eles faziam os serviços de limpeza, preparavam a alimentação e até cuidavam dos filhos de seu proprietário
D) executavam, também, como os metecos, os trabalhos nos campos, nas minas de minérios, nas olarias e na construção civil, por exemplo
E) que atuavam dentro do lar possuíam uma condição de vida muito melhor que os outros, chegando à condição de cidadãos pelo ganho que acumulavam

GABARITO
01 - C
02 - A
03 - B
04 - C
05 - A
06 - C
07 - Resposta: 17 (01-16)
08 - E
09 - B
10 - Resposta: 20 (04-16)
11 - A
12 - D
13 - E
14 - B
15 - D
16 - C

Nenhum comentário:

Qualquer valor...

Faça Uma Doação para o Blog de Geografia

Você gosta das postagens do blog e gostaria de ajudar: Ajude o blog "Blog  de Geografia" a manter seu trabalho. Para isso conto co...