sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

Exercícios de História sobre o Reino de Gana - com gabarito

Questão 01 - Mackenzie 2017/2 - Leia os textos a seguir: 
“De Tarkala à cidade de Gana, gastam-se três meses de marcha um deserto árido. No país de Gana, o ouro nasce como plantas na areia, do mesmo modo que as cenouras. É colhido ao nascer do sol”. Ibn al-Fakih. Citado em: Alberto da Costa e Silva. Imagens da África: da Antiguidade ao século XIX. São Paulo: Companhia das Letras, 2012, p.32 “[Gana] é a terra do ouro. 

(...) Toda a gente do Magreb sabe, e ninguém disto discrepa, que o rei de Gana possui em seu palácio um bloco de ouro pesando 30 arratéis (cerca de 14 kg). Esse bloco de ouro foi criado por Deus, sem ter sido fundido ao fogo ou trabalhado por instrumento. Foi, porém, furado de um lado ao outro, a fim de que nele pudesse ser amarrado o cavalo do rei. É algo curioso que não se encontra em nenhum outro lugar do mundo e que ninguém possui a não ser o rei, que disso se vangloria diante de todos os soberanos do Sudão”. Al-Idrisi. Citado em: Alberto da Costa e Silva. Imagens da África: da Antiguidade ao século XIX. São Paulo: Companhia das Letras, 2012, p.37 

Os textos foram escritos por viajantes árabes ao observarem aspectos sobre o Reino de Gana, na África, durante a Idade Média europeia. Pela análise dos excertos, é correto afirmar que tal Reino 
a) causava espanto e admiração, tanto pelo desenvolvimento econômico como pelo poder teocrático politeísta de governante. 
b) causava estranhamento em seus visitantes, tanto pela quantidade exagerada de metais preciosos disponíveis como pelo poder autoritário do governante. 
c) provocava perplexidade nos viajantes, pois não compreendiam seu desenvolvimento em meio a um continente marcado pela inexistência de civilizações. d) desenvolveu-se sustentado pela riqueza do ouro e pela crença monoteísta, fator que o desqualificava perante os viajantes que ali passavam. 
e) impressionava seus visitantes, tanto pela opulência trazida pelo ouro como pela sua complexa organização política e social.

Questão 02 - Instituto Machado de Assis - 2018 - Prefeitura de Luís Correia - PI - Professor de História
O Reino de Gana destacou-se pela produção de um produto que abasteceu por um longo período as regiões mediterrâneas africanas e europeias. Esse produto era:
(A) Diamantes.
(B) Ouro.
(C) Cobre.
(D) Ferro.

Questão 03 - CRESCER - 2018 - Prefeitura de São Domingos do Azeitão - MA - Professor de História
A economia comercial de Gana atingiu seu auge no século XVIII, dois produtos foram fundamentais para a expansão econômica do Reino de Gana. Esses produtos são:
(A) Trigo e tecidos.
(B) Cavalos e trigo.
(C) Feijão e escravos.
(D) Ouro e escravos.

Questão 04 - CRESCER - 2017 - Prefeitura Municipal de Chaval - Ciências Humanas -
O Império de Gana, com sua capital KumbiSaleh, foi um dos impérios mais ricos e prósperos da África, tanto por seu posicionamento que não recebia intervenções constantes de estrangeiros, como os povos do norte da África, por isso puderam viver longos períodos de prosperidade e proteção entre os séculos 9 e 10. Sua queda e enfraquecimento ocorreram, entre tantos motivos, por questões de fé e religião:
A) Pois a crença da população majoritária era nas divindades iorubas, enquanto que os líderes tinham suas crenças fechadas e voltadas para as entidades da natureza soninquês.
B) Missionários católicos criaram laços com os líderes ganenses possibilitando suas conversões, mas a resistência por parte da população fez com que o reino perdesse seus habitantes para reinos vizinhos, de fé tradicional.
C) Como o relacionamento comercial dos berberes – islâmicos – com a população e os comerciantes era forte e influente, grande parte da população ganense converteu-se ao islamismo, mesmo a contragosto dos lideres ganenses.
D) O norte da África passava por um forte processo de islamização, e a resistência a fé do islã em Gana fez com que o reino perdesse forças comerciais, culminando no enfraquecimento de sua capital, abrindo a possibilidade de invasão pelos berberes – povo islâmico.

Leia o texto abaixo e responda as QUESTÕES 05 e 06. 
“De Tarkala à cidade de Gana, gastam-se três meses de marcha num deserto árido. No país de Gana, o ouro nasce como plantas na areia, do mesmo modo que as cenouras. É colhido ao nascer do Sol”. Ibn Al-Fakih. “O ouro de Gana.” Em: SILVA, Alberto da Costa. Imagens da África. São Paulo: Companhia das Letras, 2012, p.32.

Questão 05 - Prefeitura Municipal de Palmas- SEMED - (História) - 2013 -
A cidade de Gana foi uma importante fornecedora de mercadorias para o comércio transaariano islâmico que ligou o sul do Saara com o sul da Europa e o Oriente Médio. É CORRETO afirmar que o que garantiu o crescimento econômico e político do Reino foi a exportação de
(A) ouro e prata.
(B) ouro e tecidos.
(C) ouro e sal.
(D) ouro e tâmaras.

Questão 06- Prefeitura Municipal de Palmas- SEMED - (História) - 2013 - 
Quando de sua independência em 1957, a Colônia Inglesa da Costa do Ouro assumiu o nome que possui atualmente, Gana, em uma referência ao
(A) Reino Soninquê localizado no sul da atual Mauritânia.
(B) Império Haussa localizado no sul da atual Nigéria.
(C) Reino do Congo localizado no norte da atual Angola.
(D) Reino de Gana localizado no norte de seu atual território.

GABARITO
01 - E
02 - B
03 - D
04 - D
05 - C
06 - A
Justificativa: O Reino de Gana, cuja capital também se chamava Gana, e que teve o seu apogeu imperial entre os séculos IX e X. Ele se localizava geograficamente na atual Mauritânia. O povo Soninquê foi o responsável pela fundação do Reino/Império de Gana. Por ser esse motivo, essa entidade política, como mostra a historiografia pertinente, também foi conhecido como Reino Soniquê.  

Nenhum comentário: