PESQUISAR ESTE BLOG

segunda-feira, 25 de abril de 2022

Questão de História - UNIFESP 2008 - Aquilo não era uma campanha era uma charqueada.

UNIFESP 2008 - “Aquilo não era uma campanha era uma charqueada. Não era a ação severa das leis, era a vingança. Dente por dente. Naqueles ares pairava, ainda, a poeira de Moreira César, queimado; devia-se queimar. Adiante, o arcabouço decapitado de Tamarindo; devia-se degolar. A repressão tinha dois polos – o incêndio e a faca... Ademais, não havia temer-se o juízo tremendo do futuro. A História não iria até ali.” (Euclides da Cunha, Os Sertões.) Essa passagem do livro 
a) revela a preocupação que os protagonistas de ambos os lados tinham com relação às implicações políticas de suas ações. 
b) denuncia mais do que a crueldade de ambos os lados, o sentimento de impunidade entre as forças da repressão. 
c) mostra que ambos os lados em luta estavam determinados a destruir o adversário para não deixar provas de sua conduta. 
d) critica veladamente a ausência de interesse por parte da opinião pública e da imprensa com relação ao episódio relatado. 
e) indica que o autor, por acompanhar de longe os acontecimentos, deixou-se levar por versões que exageraram a crueldade da repressão.

RESPOSTA:
Letra B.

O texto transcrito faz referência ao sentimento de impunidade das forças governamentais apenas nas últimas linhas. O que prevalece nas palavras de Euclides, no entanto, é a descrição do desejo de vingar os mortos da terceira expedição contra Canudos, comandada pelos coronéis Moreira César e Tamarindo, chacinados pelos sertanejos.

Nenhum comentário:

Qualquer valor...

Faça Uma Doação para o Blog de Geografia

Você gosta das postagens do blog e gostaria de ajudar: Ajude o blog "Blog  de Geografia" a manter seu trabalho. Para isso conto co...