quarta-feira, 16 de maio de 2018

Prova de História com gabarito - Vestibular 2016/2017 - UNESPAR

Questão 41 - UNESPAR  2016/2017 - O Renascimento italiano pode ser caracterizado: 
a) Por uma sociedade teocêntrica, baseada na produção agrícola, predominantemente alfabetizada e rural; 
b) Por uma visão predominantemente antropocêntrica, com intensas trocas comerciais e cujas obras de arte foram, em boa medida, inspiradas nos modelos da antiguidade clássica; 
c) Por uma contraposição direta à “Idade das Trevas”, sobretudo porque os artistas renascentistas tinham, majoritariamente, aversão ao cristianismo; 
d) Pela inexistência de estudos da anatomia humana, já que essa era uma proibição expressa da Igreja Católica; 
e) Pela invenção da imprensa, ainda no século XV, o que gerou uma sociedade alfabetizada, em sua maioria.

Questão 42 - UNESPAR  2016/2017 - O período colonial brasileiro foi marcado: 
I. Por conflitos de interesses entre colonizadores e representantes da Igreja Católica, sobretudo em relação aos índios. 
II Pela exploração do setor primário, extração de minérios e de produtos naturais. 
III. Pela preponderância da vida urbana sobre a rural. 
IV. Pelos altos índices de sífilis. 
Estão CORRETAS: 
a) I e II; b) III e IV; 
c) I, II e IV; 
d) Apenas a III; 
e) Todas.

Questão 43 - UNESPAR  2016/2017 - O século XVIII assistiu a uma das mais impactantes mudanças já ocorridas na história: a Revolução Industrial, que alterou: 
I. O processo produtivo, incorporando novas técnicas, procedimentos e criando novos regimes de trabalho. 
II. O local preponderante de moradia dos trabalhadores: da zona rural à zona urbana. 
III. As condições de trabalho de grande parcela dos assalariados, que, a partir de então, foram submetidos a atividades repetitivas e baixas remunerações.
IV. A situação de crianças e mulheres, que passaram a receber tratamento igualitário em relação aos homens, incluindo mesmos salários, desde que desempenhassem as mesmas funções. Estão CORRETAS: 
a) I, II e III; 
b) II e IV; 
c) I e III; 
d) Apenas a IV; 
e) Todas.

Questão 44 - UNESPAR  2016/2017 - Fragmento I – Constituição Politica do Imperio do Brazil (de 25 de março de 1824) Do Poder Moderador. Art. 98. O Poder Moderador é a chave de toda a organisação Politica, e é delegado privativamente ao Imperador [...]. Art. 99. A Pessoa do Imperador é inviolavel, e Sagrada: Elle não está sujeito a responsabilidade alguma. Art. 101. O Imperador exerce o Poder Moderador [...] Prorogando, ou adiando a Assembléa Geral, e dissolvendo a Camara dos Deputados, nos casos, em que o exigir a salvação do Estado; convocando immediatamente outra, que a substitua.

Fragmento II – Ato Institucional nº 5, de 13 de dezembro de 1968. Art. 2º - O Presidente da República poderá decretar o recesso do Congresso Nacional, das Assembléias Legislativas e das Câmaras de Vereadores, por Ato Complementar, em estado de sítio ou fora dele, só voltando os mesmos a funcionar quando convocados pelo Presidente da República. Art. 3º - O Presidente da República, no interesse nacional, poderá decretar a intervenção nos Estados e Municípios, sem as limitações previstas na Constituição. Art. 4º - No interesse de preservar a Revolução, o Presidente da República, ouvido o Conselho de Segurança Nacional, e sem as limitações previstas na Constituição, poderá suspender os direitos políticos de quaisquer cidadãos pelo prazo de 10 anos e cassar mandatos eletivos federais, estaduais e municipais.

Os dois fragmentos acima foram extraídos, respectivamente, da Constituição Brasileira, de 1824, e do Ato Institucional nº 5, de 1968. Baseando-se neles, e nos fatos políticos da história do Brasil, é possível concluir que:
a) Embora separados por 144 anos, os fragmentos explicitam uma constante ininterrupta na política brasileira: um poder ilimitado na figura do estadista, o que demonstra a nossa vocação ao personalismo; 
b) O primeiro denota um poder absoluto, sagrado e inquestionável do imperador, ao passo que o segundo demonstra que as ações do Presidente eram restringidas pelo poder Legislativo; 
c) Ambos descrevem de que modo o ordenamento jurídico de sua respectiva época respaldou as ações de controle e decisão de atos políticos sob o comando do Imperador, no caso da Constituição de 1824, e do presidente, em relação ao Ato nº 5, de 1968; 
d) O poder judiciário atuava de modo a limitar as ações arbitrárias e desprovidas de fundamentação legal, resguardado a cada indivíduo o princípio da isonomia, isto é, de que todos são iguais perante a lei; 
e) O autoritarismo na política brasileira é uma marca natural da nossa história, tornando as tentativas de subvertê-lo ineficazes.

Questão 45 - UNESPAR  2016/2017 - “A experiência dos sertanejos do Contestado teve como foco a luta em oposição ao Coronelismo, à concentração fundiária, à exploração de empresas estrangeiras e [como objetivo] a construção de comunidades autônomas em relação ao Estado e ao Clero. Estes aspectos vão muito além das especificidades locais ou regionais. São questões que permeavam, e ainda permeiam, nosso país e boa parte da América Latina”. (Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil, da Fundação Getúlio Vargas. Entrevista com Paulo Pinheiro Machado sobre a Guerra do Contestado (1912-1916). 
Disponível em http://cpdoc.fgv.br/contestado/ecos/paulo-pinheiro-machado. Acesso em 02/08/2016). 

O trecho acima se refere à Guerra do Contestado (1912- 1916). Sobre este fenômeno histórico, identifique a alternativa INCORRETA: 
a) Após a conclusão de parte da Estrada de Ferro São Paulo-Rio Grande, muitos operários foram demitidos e iniciouse o processo de desapropriação das terras que ficavam à margem da ferrovia, intensificando as precárias condições de vida e os atritos entre as partes envolvidas; 
b) A área do Contestado, rica em madeira e erva mate, era disputada, desde o século XIX, entre Paraná e Santa Catarina, litígio que só foi encerrado após o fim do embate e a assinatura de um acordo entre as partes; 
c) Na Guerra do Contestado, estiveram em conflito os governos federal e estadual contra posseiros e pequenos proprietários, que foram expulsos de suas terras; 
d) De acordo com o trecho acima, o Contestado tem componentes comuns a conflitos em outros espaços, sobretudo em contendas que opõem interesses do grande capital ao de indivíduos comuns; 
e) A Guerra do Contestado pode ser explicada pelo messianismo, com a liderança de “monges” e “virgens”, que transformou sertanejos comuns em fanáticos dispostos a matar e morrer pelas crenças religiosas.

Questão 46 - UNESPAR  2016/2017 - “A análise [da relação entre trabalhadores e Vargas] revela que os assalariados avaliavam Vargas de acordo com suas próprias experiências e não costumavam aceitar prontamente seu programa durante o período de 1930 a 1945. Eles usavam os próprios discursos trabalhistas de Vargas [...] Essa intercomunicação entre eles revela os meios empregados pelos trabalhadores no sentido de se tornarem componentes da retórica do regime [...] em seu próprio benefício”. 
(WOLFE, J. “Pai dos pobres” ou “Mãe dos ricos”?: Getúlio Vargas, industriários e construções de classe, sexo e populismo em São Paulo, 1930-1954. In: Rev. Bras. de Hist. São Paulo: Associação Nacional dos Professores Universitários de História/ Marco Zero, v. 14, n. 27, pp. 27-59, 1994. Dossiê: Brasil 1954-1964). Adaptado. 
Com base em pesquisa em fontes históricas, o trecho acima descreve as relações entre o presidente Getúlio Vargas e os trabalhadores no período 1930-1945. De acordo com o texto: 
a) Vargas era submetido aos interesses dos grandes industriais capitalistas, que o obrigavam a impor à classe trabalhadora medidas que a mantinha sob controle e domínio; 
b) Vargas foi um presidente populista, que conseguiu controlar as massas por meio de discursos emotivos, em benefício dos próprios assalariados; 
c) Os assalariados usaram as ideias professadas por Vargas sobre o trabalho a fim de conquistarem vantagens trabalhistas; 
d) Os assalariados acatavam os projetos políticos de Vargas, já que eles se tornavam integrantes do regime trabalhista do presidente; 
e) Havia uma relação igualitária entre Vargas e os assalariados, já que estes se beneficiavam dos discursos de Vargas, ao passo que o presidente se beneficiava da aprovação popular.

Questão 47 - UNESPAR  2016/2017 - “A palavra fascismo tem origem no fascio italiano, literalmente, um feixe ou maço [que centraliza elementos dispersos em prol de uma unidade diretiva]. Oficialmente, o fascismo nasceu em Milão, em um domingo, 23 de março de 1919. Em 5 de abril de 1919, pouco depois da reunião inaugural do fascismo [...] um grupo de amigos de Mussolini [...] invadiram o escritório do jornal socialista Avanti, em Milão [...] Eles destruíram todo o equipamento. Quatro pessoas foram mortas, inclusive um soldado, e trinta e nove ficaram feridas. O fascismo italiano, desse modo, irrompeu na história por meio de um ato de violência contra não apenas o socialismo como também contra a legalidade burguesa, em nome de um pretenso bem nacional maior [...] Quando os partidos fascistas chegaram ao poder, entretanto, eles nada fizeram para cumprir essas ameaças anticapitalistas [...] Suas denúncias contra a burguesia, contudo, referiam-se a ser débil e individualista demais para fortalecer a nação, e não a roubar a classe trabalhadora do valor agregado por seu trabalho [...] Para os fascistas, o capitalismo falho do período entre guerras não necessitava ser reordenado em seus fundamentos. Suas mazelas poderiam ser curadas pela simples aplicação de vontade política para a criação de pleno emprego e produtividade. Uma vez no poder, os regimes fascistas confiscaram propriedade apenas de seus opositores políticos, dos estrangeiros e dos judeus. Nenhum deles alterou a hierarquia social [...] É difícil situar o fascismo no tão familiar mapa político de direita-esquerda”. 
(PAXTON, Robert. A anatomia do fascismo. São Paulo: Paz e Terra, 2007). Adaptado. 
A partir do texto acima, o fascismo: 
a) Foi um movimento político restrito à Itália, que se valeu de ações hostis para se contrapor à esquerda socialista e, de modo geral, aos capitalistas; 
b) Se valeu da ideia de que o todo, expresso em benefício da nação, deve prevalecer e se sobrepor aos supostos interesses particulares; 
c) Criticava o capitalismo, uma vez que este explorava a mão de obra dos trabalhadores, gerando a injusta mais valia; 
d) Buscava unir socialistas (esquerda) e capitalistas (direita) em prol de um bem nacional maior; 
e) Não pode ser classificado como de esquerda ou de direita, porque seus adeptos se valiam de ações violentas e autoritárias.

Questão 48 - UNESPAR  2016/2017 - Observe as imagens abaixo:
Imagem I: O presidente Getúlio Vargas visita um orfanato. Petrópolis (RJ), fev. 1941.(CPDOC/FGV). 
Disponível em: http://cpdoc.fgv.br/producao/dossies/ AEraVargas2/artigos/AlemDaVida/MitoVargas. Acesso em 01/08/2016.
Imagem II: Getúlio Vargas saudando a multidão em carro aberto na concentração trabalhista de 1º de maio, no estádio do Pacaembu, 1944. São Paulo (SP). (CPDOC/ AMF). 
Disponível em: http://cpdoc.fgv.br/producao/dossies/ FatosImagens/PrimeiroMaio. Acesso em 01/08/2016.
Imagem III: Getúlio Vargas desfila em carro aberto no Estádio de São Januário, em 1º de maio de 1941. 
Disponível em: http://acervo.oglobo.globo.com/fotogalerias/1-demaio-getulio-jk-riocentro-12397422. Acesso em 01/08/2016.

A elaboração e divulgação de imagens do presidente Getúlio Vargas foi um importante instrumento para associá-lo a determinados valores e ideias. Com base nas imagens acima e nos conhecimentos sobre a atuação de Vargas em seus dois mandatos (1930-1945 e 1951-1954), identifique a alternativa INCORRETA: 
a) As fotografias naquela época expressavam a realidade tal como ela era. O recurso a técnicas na produção de imagens só passou a ser possível com a informatização; 
b) As imagens exerceram, entre outras, a função de informar à população acontecimentos relevantes do cenário político e social do período; 
c) Nas imagens I, II e III, é possível associar a figura de Getúlio Vargas a características de benevolência, carisma e liderança, respectivamente; 
d) Os sorrisos mútuos de Vargas e dos expectadores denotam uma relação de proximidade entre eles, criando uma sensação de informalidade; 
e) A posição de Vargas nas imagens o coloca como alguém que se dirige ao povo, aumentando, assim, o efeito de cumplicidade entre eles.

Questão 49 - UNESPAR  2016/2017 - No período da denominada Guerra Fria (1946-1991): 
I. Havia um medo disseminado de uma iminente terceira guerra mundial, o que, de acordo com alguns especialistas, provavelmente seria o último conflito humano, dado o poder de destruição das duas superpotências. 
II. Países da América do Sul, como o Brasil, expressaram os efeitos da bipolarização em disputas internas, baseadas na configuração política e ideológica entre capitalistas e socialistas. 
III. EUA e URSS usaram intensamente a propaganda, o cinema, a música e a censura como meios para exaltar seus respectivos regimes políticos e modos de vida e depreciar os dos seus oponentes. 
Estão CORRETAS: 
a) I e II; 
b) I e III; 
c) II e III; 
d) Todas; 
e) Nenhuma das alternativas.

Questão 50 - UNESPAR  2016/2017 - Observe a charge:
LATUFF, Carlos. Charge de novembro de 2015.
Disponível em: https: latuffcartoons.wordpress.com/2015/11/. Acesso em 01/08/2016.
Na charge acima, temos, respectivamente, as representações de um terrorista do Estado Islâmico (DAESH), de François Hollande (presidente da França) e de Barack Obama (presidente dos Estados Unidos). Com base na charge e nos ataques terroristas promovidos pelo Estado Islâmico, considere as seguintes alternativas: 
I. Parte dos ataques terroristas em nações ocidentais pode ser compreendida como resposta às tentativas de intervenção de países como EUA e França em territórios disputados por grupos sunitas, entre eles o Estado Islâmico. 
II. A destruição, promovida pelo Estado Islâmico, de monumentos históricos tem como única função combater crenças com as quais o islamismo não se alinha. 
III. A charge acima sugere que a estratégia, adotada pela França, de combate ao terrorismo é a mesma que transforma aquele país em foco de ataques do Estado Islâmico. 
IV. Os ataques terroristas recentes não têm precedentes históricos, tampouco podem ser compreendidos como resultado de escolhas do passado que reverberam no presente.
Estão CORRETAS: 
a) Apenas a I; 
b) Apenas a II; 
c) Apenas a III; 
d) I e III; 
e) II e IV.

GABARITO
41 - B
42 - C
43 - A
44 - C
45 - E
46 - C
47 - B
48 - A
49 - D
50 - D

Nenhum comentário: