quarta-feira, 16 de maio de 2018

Onda de frio mais forte do ano até agora chega ao Brasil

A partir de sexta-feira, o processo de formação de uma nova onda frontal acarretará no aumento das áreas de instabilidade em boa parte do Sul do país. Entre o sábado (19/05) e o domingo (20/05) a frente fria avançará em direção ao Sudeste, Centro-Oeste e Norte do país. Assim, teremos uma significativa mudança de tempo em boa parte do país neste final de semana, com chuvas desde a sexta-feira no Sul do país, que deverá perdurar até sábado e parte do domingo, além de aumento de nuvens e chuva para parte do Sudeste, Centro-Oeste e sul da Região Norte do Brasil. Em algumas localidades haverá chance para temporais, principalmente em parte do centro-sul do país.


Além das chuvas, por vezes forte, a passagem da frente fria, trará ar frio significativo, o que poderá favorecer condições de neve (chance remota, porém não descartada) em áreas da serra gaúcha catarinense entre o sábado à tarde e a madrugada/manhã de domingo. O ar frio associado a esta frente fria também despencará as temperaturas desde o sul da Região Norte, parte do Centro-Oeste e Sudeste do país, tanto as máximas quanto as mínimas. Entre o Sul, Centro-Oeste e Norte do país a queda da temperatura máxima será mais relevante no sábado e da mínima será no domingo, quando haverá chance de geada ampla entre o interior da Região Sul do país, sul de MS e até pontos do oeste de SP. Já no Sudeste a queda da temperatura máxima será mais significativa no domingo, quando a temperatura mínima deste dia ocorrerá no período da noite e a queda da temperatura mínima será ainda mais acentuada na manhã de segunda-feira, quando haverá chance de geada na Serra da Mantiqueira. Neste dia, deverão ser registrados os menores valores de temperatura do ano, até o momento.


Outro aspecto a ser considerado é a intensificação dos ventos sobre a costa de parte da Região Sul do Brasil, favorecida pela atuação do ciclone extratropical, associado a esta frente fria. Toda frente fria tem associada um ciclone extratropical e dependendo da posição e intensidade deste sistema pode promover ventos intensos. Neste caso, o ciclone estará posicionado próximo da costa do RS, o que deverá causar uma intensificação dos ventos entre o RS, SC e parte do PR, com ventos que poderão atingir os 80Km/h ou mais, em alguns pontos.


Acompanhe o processo de formação e a evolução da onda frontal desde a sexta-feira (18/05) até o domingo (20/05):

Figura 1 - Carta sinótica de superfície prevista para o final de semana.
Fonte: CPTEC - INPE.

Nenhum comentário: