sexta-feira, 31 de agosto de 2018

Exercícios sobre a Rio+20 - com gabarito

Questão 01 - VUNESP - 2012 - SPTrans - A Conferência Rio+20, realizada na cidade do Rio de Janeiro, de 13 a 22 de junho de 2012, mobilizou a atenção de segmentos da sociedade nacional e internacional. O seu foco principal foi a discussão sobre
(A) a paz mundial.
(B) a violência urbana.
(C) o desenvolvimento sustentável. 
(D) a crise do capitalismo Ocidental.
(E) o comércio entre as nações.

Questão 02 - CESGRANRIO - 2012 - A Rio+20 figura como um cenário-chave para o reordenamento discursivo e geopolítico global, em que – sob o rótulo de economia verde – se discute a consolidação dos mercados financeiros a partir da natureza, o maior controle empresarial dos recursos naturais e a legitimação do uso de novas tecnologias de alto risco, como nanotecnologia, biotecnologia, biologia sintética e geoengenharia. RIBEIRO, S. As novas fronteiras da mercantilização da natureza. Le Monde Diplomatique Brasil, ano 5, n. 53, dez. 2011. Suplemento especial, p.10. Adaptado. A Conferência das Nações Unidas Rio+20 tem especificamente como tema central a
(A) revisão do conceito de desemprego estrutural
(B) cooperação regional de economias emergentes
(C) metodologia europeia de unificação de moedas
(D) proposta inovadora de desarmamento planetário
(E) noção atualizada de desenvolvimento sustentável

Questão 03 - FGV - 2013 - MPE-MS - O documento final da Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável, também conhecida como Rio +20, foi intitulado simbolicamente “O futuro que queremos". Sobre essa conferência e seus resultados, assinale a afirmativa correta.
(A) O tema dos oceanos e da poluição marinha foi excluído do documento final, em função da pressão dos setores da indústria pesqueira da China e do Brasil.
(B) O documento reafirma o princípio de “responsabilidades comuns porém diferenciadas", pelo qual os países desenvolvidos têm maior responsabilidade sobre os impactos ambientais do que as nações pobres. 
(C) A Conferência estimulou as economias de alto carbono ao estabelecer prazos mais longos para a redução da emissão de gases poluentes e para o uso de fontes alternativas de energia.
(D) A Rio +20, diferentemente da Rio 92, separou o estabelecimento de uma economia sustentável dos temas da agenda social, como os direitos humanos e a erradicação da pobreza.
(E) O encontro estimulou a adoção de medidas rumo a uma “economia verde", entre as quais a criação de um fundo para subsidiar o uso de fontes de energia renováveis.

Questão 04 - CONSULTEC - 2013 - IPAC-BA - Uma das frases mais ouvidas na Cúpula dos Povos [Rio+20] era, justamente, que resta agora a Rio+40. Para os movimentos e entidades, de 1992 até hoje, não houve muitos avanços concretos na política ambiental. “Há 20 anos, o Fórum Global, também realizado no Aterro do Flamengo, denunciou os riscos que a humanidade e a natureza corriam, com a privatização e o neoliberalismo. Hoje afirmamos que, além de confirmar nossa análise, ocorreram retrocessos significativos em relação aos direitos humanos já reconhecidos. A Rio+20 repete o falido roteiro de falsas soluções defendidas pelos mesmos atores que provocaram a crise global. À medida que essa crise se aprofunda, mais as corporações avançam contra os direitos dos povos, a democracia e a natureza, sequestrando os bens comuns da humanidade para salvar o sistema econômico-financeiro”, denuncia a declaração final da Cúpula. (UMA DAS..., 2012, p. 15). A Rio+20 (Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável) envolveu uma série de conclusões, entre elas,
a) o fato de a temática da conferência ser restrita aos aspectos exclusivamente ambientais.
b) a de uma avaliação positiva, pelos ambientalistas, das mudanças ocorridas desde a Eco-92 e das resoluções da Rio+20. c) a da constatação de que a ampliação dos direitos humanos tem impactado, de forma negativa, o ambiente e os direitos dos animais.
d) a de que o excesso das privatizações e o neoliberalismo são os responsáveis pelas catástrofes naturais e pelas mudanças climáticas.
e) a de que os interesses econômicos e financeiros das grandes corporações têm sido um obstáculo para a adoção de medidas eficazes para se alcançar um equilíbrio socioambiental

Questão 05 - FCC - 2016 - Prefeitura de Teresina - PI - Durante a realização da Conferência Rio + 20, em 2012, foi estabelecido o “Tratado de Educação Ambiental para Sociedades Sustentáveis e Responsabilidade Global” reconhecendo o papel central da educação na formação de valores e na ação social. Estabeleceu como princípios que a educação ambiental
I. deve ter como base o pensamento tradicional, em determinado lugar, em seu modo formal, promovendo a conservação da sociedade.
II. tem o propósito de formar cidadãos com consciência local e planetária, que respeitem a autodeterminação dos povos e a soberania das nações.
III. é neutra e não ideológica. É um ato apolítico mas crítico em todas as suas dimensões.
IV. deve estimular a solidariedade, a igualdade e o respeito aos direitos humanos, valendo-se de estratégias democráticas e da interação entre as culturas. 
Está correto o que consta APENAS em
(A) I, II e III. 
(B) I e III.
(C) II e IV. 
(D) I e IV.
(E) III e IV.

Questão 06 - SIGMA RH - 2013 - No dia 13 de junho de 2012 começou a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável. Foi a maior já realizada pelas Nações Unidas, com mais de 50 mil participantes entre líderes de governo, sociedade civil e mundo empresarial. Dia 22 de junho de 2012 o evento chega ao fim, com resultados tidos como pouco ambiciosos, mas de consenso. O nome dessa conferência é:
a) Eco2012.
c) Planeta Sustentável.
b) EcoRio.
d) Rio+20.

Questão 07 - ESAF - 2012 - MI (adaptada) - A questão ambiental entrou na agenda do mundo contemporâneo, notadamente a partir do fi m da Segunda Guerra Mundial. A Organização das Nações Unidas (ONU) organiza ou chancela encontros globais para a discussão mais aprofundada do tema, a exemplo da Eco- 92, ocasião em que se elaborou a Agenda 21. Em 2012, o Brasil sediou mais um desses fóruns mundiais, dedicado ao desenvolvimento sustentável e ao combate à pobreza, conhecido como:
 Vida e Natureza.
b) Planeta Sustentável.
c) Amazônia Verde.
d) SP 2012.
e) Rio+20.

Questão 12 - CESGRANRIO - 2013 - BNDES - O texto abaixo, de Frei Betto, foi publicado pouco antes do evento Rio+20. Em junho, o Brasil abrigará, no Rio, a Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável (Rio+20). Paralelo ao evento oficial, haverá a Cúpula dos Povos, que congrega os movimentos sociais e ambientais. A disputa será entre a “economia verde”, defendida pelos arautos do neoliberalismo e a “economia solidária”. [...] Constata a ONU que, embora tenha havido melhoria nos itens saúde e educação, comparados às décadas anteriores, ainda hoje cerca de 900 milhões de pessoas carecem de acesso à água potável, e 2,6 bilhões não dispõem de saneamento bá- sico [...]. Revista Caros Amigos. São Paulo: Abril. v. 16, n. 181, 20 abr. 2012, p. 16. A disputa a que o texto faz referência deve-se ao fato de os defensores da “economia solidária” acreditarem que não haverá preservação ambiental sem a adoção de medidas eficazes de 
(A) combate à corrupção dos políticos na esfera do poder municipal 
(B) alavancagem do aumento do volume produtivo do setor industrial 
(C) implementação de políticas agrárias para a produção de exportação 
(D) crescimento potencial energético com construção de novas hidrelétricas 
(E) superação do atual modelo de desenvolvimento predatório de distribuição desigual da riqueza

Questão 09 - IMAM - 2012 - Prefeitura de Lavras - MG - Vinte anos após a Cúpula da Terra, realizada no Rio em 1992, a Rio+20 será mais uma oportunidade de refletir sobre o futuro que queremos para o mundo nos próximos vinte anos. (http://www.rio20.info/2012/noticias-2/o-que-e-a-rio20. Acessado em 23/06/2012). Sobre a conferência Rio+ 20, é CORRETO afirmar que 
A ( ) nessa conferência, líderes mundiais, milhares de participantes do setor privado, ONGs e outros grupos se reuniram na intenção de discutir como é possível reduzir a pobreza, promover a justiça social e a proteção do meio ambiente. 
B) ( ) esta foi uma oportunidade histórica para refrear idéias que possam promover um futuro sustentável com mais postos de trabalho, com fontes de energia limpa, com mais segurança e com um padrão de vida decente para todos. 
C) ( ) tratou-se de mais um dos encontros mundiais sobre o desenvolvimento sustentável do nosso tempo, sem grande importância, objetivos ou maiores implicações políticas, diplomáticas e sociais para os países desenvolvidos ou em desenvolvimento. 
D) ( ) o objetivo principal da Conferência foi de não assumir o compromisso político com o desenvolvimento sustentável, tendo em vista a não relevância da avaliação das lacunas na implementação das decisões adotadas pelas principais cúpulas sobre o assunto.

Questão 10 - FCC - 2013 - SEFAZ-SP - O documento O futuro que queremos, aprovado pela Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio +20), realizada no Rio de Janeiro em junho de 2012, propõe, entre outras medidas, 
(A) fortalecer e modernizar o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), reconhecendo-o como autoridade na definição de uma agenda global nessa área. 
(B) aumentar, progressivamente, a liberação de hidrofluorcarbonos (HFCs), a fim de tornar mais espessa a camada de ozônio que protege a Terra das radiações solares. 
(C) investir no ecoturismo e facilitar o microcrédito para moradores de comunidades dotadas de belezas naturais, excetuando dessa iniciativa os povos indígenas. 
(D) coibir a aquicultura, na medida em que compromete os sistemas marinhos naturais, põe em risco a saúde dos pescadores e afeta a segurança alimentar da população. (E) promover a gestão sustentável dos resíduos, por meio da aplicação do sistema de qualidade dos “5 esses”: senso de utilização, senso de arrumação, senso de limpeza, senso de saúde e senso de disciplina.

Questão 11 - FCC - 2012 - AL-SP - Em junho de 2012 ocorreu, na cidade do Rio de Janeiro, a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável − a Rio+20. Para boa parte dos presentes, o resultado da reunião 
(A) reafirmou o compromisso das grandes potências com a redução das emissões de gases do efeito estufa, como foi o caso dos Estados Unidos. 
(B) foi considerado insatisfatório porque o documento final não apresentou avanços concretos para a resolução dos problemas ambientais. 
(C) destacou a necessidade de instituições, como o Banco Mundial e o FMI, passarem a ser gerenciados por representantes dos países emergentes. 
(D) modificou o status dos países em desenvolvimento que passaram a comandar as políticas ambientais nas Nações Unidas. 
(E) foi um avanço para a resolução de questões ambientais porque recuperou as propostas elaboradas do Protocolo de Quioto.

GABARITO
01 - C
02 - E
03 - B
04 - E
05 - C
06 - D
07 - E
08 - E
09 - A
10 - A
11 - B

Nenhum comentário: