sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

36 Fatos e Curiosidades sobre a Itália

Bandeira da Itália
1. O nome oficial da Itália é República Italiana (Repubblica Italiana).

2. A capital da Itália é Roma (também conhecida como a Cidade Eterna) e tem quase 3.000 anos de idade. Roma tem sido a capital italiana desde 1871 e é o lar de da Cúpula de São Pedro, da Capela Sistina, do Coliseu e da famosa Fontana di Trevi.

3. A Itália fala uma língua nacional, que foi baseada no dialeto toscano, mas cada região ainda fala seu próprio dialeto.

4. A Itália é famosa por seus carros esportivos como Ferrari, Alfa Romeo, Maserati e Lamborghini.

5. A Itália ganhou a Copa do Mundo de Futebol quatro vezes (1934, 1938, 1982 e 2006).

6. A torre inclinada de Pisa foi construída em 1173 e começou a inclinar-se logo depois, provavelmente devido a uma fundação mal colocada. Durante a Segunda Guerra Mundial, os nazistas usaram-na como uma torre de vigia. Após os esforços de reconstrução, em 2008, os engenheiros declararam  que a torre seria estável por pelo menos mais 200 anos.

7. Galileu Galilei (1564-1642) foi um cientista de origem italiana. Quando ele argumentou que a Terra girava em torno do Sol, a Inquisição o manteve sob prisão domiciliar em sua casa. A Igreja Católica emitiu um pedido formal de desculpas em 1992.

8. O violino e violoncelo foram inventados na Itália.

9. A Universidade de Bolonha (Università di Bologna, em italiano) é considerada a universidade mais antiga do mundo ocidental, tendo sido fundada em Bolonha, na Itália, em 1088.

10. A Itália tem três vulcões ativos: Vesúvio, Etna e Stromboli.

11. ]Na casa da Mamma: muitos filhos solteiros moram com os pais até seus 30  e poucos anos, mesmo que tenham um emprego. A família está no coração da sociedade italiana. 

12. A primeira máquina de café expresso foi inventada na Itália.

13. A Itália é o lar de alguns dos maiores compositores do mundo, como Vivaldi, Rossini, Verdi e Puccini.

14. O santo padroeiro da Itália é São Francisco de Assis.

15. Os italianos criaram o parmesão, o provolone, a mussarela, e muitos outros queijos.

16.  Muitas das peças de Shakespeare foram ambientadas na Itália, incluindo "Sonho de uma Noite de Verão" e "Romeu e Julieta".

17. O mais antigo festival de cinema do mundo, a partir de 1932, é o Festival de Cinema de Veneza.

18. Existem dois estados independentes dentro da  Itália: A República de San Marino e  a Cidade do Vaticano. 

19. O termômetro foi inventado pelo matemático, físico e astrônomo Italiano Galileu Galilei.

20. O Pio Pó é o maior rio italiano.

21. A ópera surgiu no início do séc. XVII, na Itália.

22. O piano foi inventado na Itália.

23. O autor do livro as Aventuras de Pinóquio, Carlo Collodi (1826-1890), era italiano.

24. A máquina de expresso foi inventada na Itália.

25. Veneza possui mais de 400 pontes.

26. 96% dos italianos são batizados na Igreja Católica.


27. A bandeira italiana representa três virtudes: a esperança (verde), fé (branco), e da caridade (vermelho).

28. Uma maravilha da engenharia do mundo antigo, Cloaca Maxima, é o esgoto de Roma. 

29. As sete colinas de Roma são Aventino, Célio, Capitolino, Esquilino, Palatino, Quirinal, e Viminal

30. Antes de adotar o Euro a moeda da Itália era a Lira. A lira foi a moeda da Itália entre 1861 e 2002.

31. Enrico Fermi, inventor do reator nuclear, era um italiano. 

32. A Itália foi um dos países fundadores da UE e é um membro do Grupo dos Oito (G8), um fórum para oito das nações mais poderosas do mundo.

33. O Coliseu, também conhecido como Anfiteatro Flaviano ou Flávio , é um anfiteatro construído no período da Roma Antiga.

34. Michelangelo di Lodovico Buonarroti Simoni (Caprese, 6 de Março de 1475 — Roma, 18 de Fevereiro de 1564), mais conhecido simplesmente como  Michelangelo (português brasileiro), foi um pintor, escultor, poeta e arquiteto italiano, considerado um dos maiores criadores da história da arte do ocidente.

35. Leonardo da Vinci era italiano. Leonardo da Vinci é considerado por vários o maior gênio da história.

36. O panetone é um alimento tradicional da época de Natal, de origem milanesa, do norte da Itália.

domingo, 14 de dezembro de 2014

40 Questões de concursos públicos sobre direitos humanos - com gabarito

40 questões  de concursos públicos sobre a Declaração Universal de Direitos Humanos - com gabarito 

Questão 01 - Prova: VUNESP - 2014 - PC-SP - Investigador de Polícia
O ano de 1948 representou um marco histórico mundial no tocante aos direitos humanos, pois foi nesse ano que:
a) foi criada a Corte Internacional dos Direitos Humanos.
b) aconteceu a Independência dos Estados Unidos da América
c) eclodiu a Revolução Francesa, trazendo os ideais de liberdade, igualdade e fraternidade
d) foi outorgada a Carta Magna na Inglaterra
e) foi proclamada a Declaração Universal dos Direitos do Homem.

Questão 02 - Prova: CRSP - PMMG - 2013 - PM-MG - Soldado da Polícia Militar - Músico
De acordo com a Declaração Universal dos Direitos Humanos é CORRETO afirmar que: 
a) Todo ser humano tem capacidade para gozar os direitos e as liberdades estabelecidos na Declaração Universal dos Direitos Humanos, sem quaisquer distinções. 
b) Os direitos humanos somente serão exercidos em países que assinarem tratados com a ONU. 
c) A escravidão ou servidão bem como o tráfico de escravos só serão mantidas em países cuja prática da escravidão é considerada dever religioso. 
d) Todo ser humano tem direito a liberdade de opinião e expressão; este direito inclui a liberdade de, sem interferência, ter opiniões e de procurar, receber e transmitir informações e ideias por quaisquer meios desde que dentro das fronteiras de seu país de origem.

Questão 03 - FUNCAB - 2009 - PM-RO - Policial Militar
“Os direitos humanos vêm ganhando força nos últimos tempos impulsionados pelos fundamentos da liberdade, da justiça e da paz no mundo, os quais se fizeram mais necessários após um marco na história que ultrajou a consciência da Humanidade”. O evento em especial a que se refere o texto acima é a: 
A) Primeira Grande Guerra Mundial; 
B) Segunda Grande Guerra Mundial; 
C) Revolução russa; 
D) Guerra do Iraque; 
E) Guerra da Cachemira.

Questão 04 -  FUNCAB - 2009 - PM-RO - Policial Militar
A Declaração Universal de Direitos Humanos de 1948 preceitua, em seu Artigo 2°: “Todo o homem tem capacidade para gozar os direitos e as liberdades estabelecidos nesta declaração, sem distinção de qualquer espécie (...)”. Dessa forma, pode-se dizer que não haverá discriminação baseada em diferenças de: 
I. raça; 
II. sexo; 
III. Cor. Dos itens acima mencionados: 
A) I está correto, apenas; 
B) II está correto, apenas; 
C) III está correto, apenas; 
D) I e III estão corretos, apenas; 
E) I, II e III estão corretos.

Questão 05 - FUNCAB - 2009 - PM-RO - Policial Militar
 “O propósito dos Direitos Humanos é, antes de tudo, o de garantir ao indivíduo a possibilidade de desenvolver-se como pessoa para realizar os seus objetivos pessoais, sociais, políticos e econômicos, amparando-os contra os empecilhos e os obstáculos que encontre em seu caminho, , do conceito de soberania em matéria pessoal”. Tendo em vista o trecho lido, e considerando que sabidamente o próprio Estado é também considerado um dos violadores de direitos humanos , é possível afirmar que por isso se fez necessária(o):
A) a ampliação dos direitos humanos garantidos aos cidadãos dos países em desenvolvimento, como o Brasil;
B) a ampliação dos objetivos pessoais, sociais, políticos e econômicos do indivíduo;
C) o desenvolvimento de um sistema de proteção internacional de direitos humanos, acessível aos cidadãos de qualquer Estado;
D) o desenvolvimento de mecanismos de direito interno desvinculados do Estado, como as empresas transnacionais;
E) acabar com o sistema interno de proteção de direitos humanos, deixando que violações a esses direitos fossem solucionadas pela ONU.

Questão 06 - FUNCAB - 2009 - PM-RO - Policial Militar
“Todo homem tem , à liberdade e à segurança pessoal” (Artigo 3°, Declaração Universal de Direitos Humanos de 1948). Tendo em vista o direito à vida, é possível dizer que o Estado deve assegurar o direito de todo ser humano de:
A) continuar vivo e de ter vida digna quanto à subsistência;
B) sobreviver e de não ser torturado;
C) ter um emprego e de gratuidade de justiça;
D) sobreviver e de gratuidade de justiça ao hipossuficiente;
E) viver de bem com a vida e de alcançar seus objetivos profissionais

Questão 07 - Prova: FUMARC - 2014 - CBM-MG - Oficial Bombeiro Militar
De acordo com os estudiosos da temática “Direitos Humanos”, o problema da criminalidade praticada por adolescentes e que impacta a segurança pública da sociedade brasileira pode ser solucionado com a adoção da seguinte medida: 
(A) Aumento do policiamento nas vilas e nos aglomerados. 
(B) Construção de presídios de segurança máxima. 
(C) Implementação de políticas públicas voltadas para a efetivação dos direitos individuais, políticos, econômicos, sociais e culturais que sejam capazes de intervir nas diversas situações de vulnerabilidade que acometem grande parte dos adolescentes brasileiros. 
(D) Redução da maioridade penal.

Questão 08 - Prova: FUMARC - 2014 - CBM-MG - Oficial Bombeiro Militar
Considerando a distinção entre Direitos Humanos e Direitos Fundamentais, assinale o documento que representa a inauguração dos Direitos Humanos no cenário mundial:
(A) Declaração Universal dos Direitos do Homem e do Cidadão de 1789.
(B) Declaração Universal dos Direitos do Homem de 1948.
(C) Convenção Americana de Direitos Humanos de 1969.
(D) Constituição de Weimar de 1919

Questão 09 - Prova: VUNESP - 2014 - PC-SP - Escrivão de Polícia
É correto afirmar, sobre as previsões contidas na Declaração Universal de Direitos Humanos, que 
(A) está previsto o direito à educação, com o ensino elementar obrigatório e gratuito, com acesso ao ensino superior de acordo com o mérito. 
(B) estão previstos direitos ligados ao contrato de trabalho, como salário mínimo, repouso e lazer, mas sem nenhuma limitação horária da jornada de trabalho. 
(C) são proclamados, em seu artigo I, como os três valores fundamentais dos direitos humanos a liberdade, a igualdade e a fraternidade. 
(D) os direitos de liberdade previstos são relativos à esfera individual, não prevendo liberdades políticas relativas à participação do povo no governo. 
(E) não há disposição que verse sobre o direito a contrair matrimônio e fundar uma família, nem sobre os direitos decorrentes do casamento.

Questão 10 - Prova: CRSP - PMMG - 2013 - PM-MG - Soldado da Polícia Militar
Sobre a Declaração Universal dos Direitos Humanos, adotada e proclamada pela Resolução n° 217-A (III) da Assembléia Geral das Nações Unidas em 10 de dezembro de 1948, é CORRETO afirmar que: A. ( ) Todo ser humano tem o direito à liberdade de opinião e expressão; este direito inclui a liberdade de, sem interferência, se expressar ainda que fira a integridade moral de outrem. 
B. ( ) Todo ser humano tem direito à instrução. A instrução será gratuita, pelo menos nos graus mais elementares e fundamentais. A instrução elementar é facultada ao ser humano. 
C. ( ) Os homens e mulheres de maior idade, sem qualquer restrição de raça, nacionalidade ou religião, têm o direito de contrair matrimônio e fundar uma família. 
D. ( ) A liberdade religiosa é acessível a todo ser humano desde que sua manifestação seja feita de forma coletiva e em particular apenas.

Questão 11 - Prova: UPENET - 2013 - FUNASE - Psicólogo
Sobre os direitos humanos, assinale a alternativa que contém uma de suas características fundamentais.
a) Relativização.
b) Prescritibilidade.
c) Universalidade.
d) Alienabilidade.
e) Renunciabilidade.

Questão 12 - Prova: UPENET - 2013 - FUNASE - Psicólogo
Considere a seguinte afirmação: Na perspectiva dos direitos humanos, a (o) ___________ é a qualidade, que define a essência da pessoa humana, ou ainda, é o valor, que confere humanidade ao sujeito, inclusive à criança e ao adolescente. O ECA assume a perspectiva de assegurar, prevenir e proteger essa qualidade, pois se trata daquilo que existe no ser humano pelo simples fato de ele ser humano, e sem o que não se é humano. Para ela, devem convergir todos os direitos e valores fundamentais (Adaptado de Soares (2004) e Pequeno (2008)). Assinale a alternativa cujo termo preenche, CORRETAMENTE, a lacuna do texto acima. 
A) Pluralismo 
B) Soberania 
C) Liberdade 
D) Racionalidade 
E) Dignidade

Questão 13 - Prova: FEPESE - 2012 - DPE-SC - Defensor Público
Em relação ao sistema internacional de proteção dos direitos humanos, é correto afirmar: 
a) A Carta das Nações Unidas, documento lançado em 1919, ao final da 1ª Guerra Mundial, serviu de elemento para a consolidação do movimento de internacionalização dos direitos humanos e criação da Organização das Nações Unidas (ONU). 
b) A Carta das Nações Unidas de 1945 foi uma tentativa fracassada de criação de um sistema internacional de proteção aos direitos humanos, o que somente ocorreu com o final da guerra fria na década de 80. 
c) A Carta das Nações Unidas de 1945, apresentada ao mundo ao final da chamada “Crise dos Mísseis”, serviu de elemento para a consolidação do movimento de internacionalização dos direitos humanos e criação da Organização das Nações Unidas (ONU) e da Liga das Nações. 
d) A Carta das Nações Unidas de 1945 serviu de elemento para a consolidação do movimento de internacionalização dos direitos humanos, elevando a promoção de tais direitos a propósito e finalidade da Organização das Nações Unidas (ONU). 
e) A Liga das Nações foi criada em 1945 ao final da 2ª Guerra Mundial. Anos depois, foi substituída pela Organização das Nações Unidas, responsável pelo sistema de proteção aos direitos humanos em todos os países signatários da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN)

Questão 14 - Prova: CONSULPLAN - 2013 - PM-TO - Soldado da Polícia Militar
Marque a alternativa que NÃO está de acordo com a Declaração Universal dos Direitos Humanos. 
a) Toda pessoa tem direito a repouso e lazer, inclusive a limitação razoável das horas de trabalho e férias periódicas remuneradas. 
b) Toda pessoa tem direito a uma nacionalidade. Ninguém será arbitrariamente privado de sua nacionalidade, nem do direito de mudar de nacionalidade. 
c) Todas as pessoas nascem livres e iguais em dignidade e direitos. São dotadas de razão e consciência e devem agir em relação umas às outras com espírito de fraternidade. 
d) Toda pessoa, vítima de perseguição, tem o direito de procurar e de gozar asilo em outros países. Este direito pode ser invocado mesmo em caso de perseguição legitimamente motivada por crimes de direito comum ou por atos contrários aos propósitos e princípios das Nações Unidas.

Questão 15 - Prova: FCC - 2013 - AL-PB - Procurador
A Declaração Universal dos Direitos Humanos − DUDH, adotada e proclamada pela Resolução 217 A (III) da Assembleia Geral da ONU em 10/12/1948 e assinada pelo Brasil na mesma data, representou o repúdio direto das ideologias que tinham por princípio “o desprezo e o desrespeito pelos direitos do homem”. As liberdades consideradas “como a mais alta aspiração do homem comum”, no preâmbulo da DUDH são: 
(A) liberdade ao repouso e lazer, à instrução e à vida cultural. 
(B) liberdade política, de crença e de locomoção. 
(C) liberdade de palavra, de reunião e de opinião. 
(D) liberdade de viver a salvo do temor e da necessidade, de governo e de emprego. 
(E) liberdade de palavra, de crença e de viver a salvo do temor e da necessidade.

Questão 16 - Prova: VUNESP - 2013 - SEJUS-ES - Agente Penitenciário
A Declaração Universal dos Direitos Humanos prevê que 
a) toda pessoa tem direito à segurança pessoal. 
b) toda pessoa sujeita a perseguição tem o direito de procurar e de beneficiar-se de asilo em outros países, ainda que por atividades contrárias aos princípios das Nações Unidas. 
c) toda pessoa tem o direito de abandonar o país em que se encontra, exceto o seu, e o direito de regressar ao seu país. 
d) homens e mulheres de qualquer idade, sem qualquer restrição de raça, nacionalidade ou religião, têm o direito de contrair matrimônio e fundar uma família. 
e) os seres humanos, por não nascerem iguais em dignidade e em direitos, devem agir uns para com os outros em espírito de fraternidade.

Questão 17 - Prova: VUNESP - 2013 - PC-SP - Papiloscopista Policial
“Aprovada em 1948, é o documento base da luta universal contra a opressão e a discriminação, defende a igualdade e a dignidade das pessoas e reconhece que os direitos humanos e as liberdades fundamentais devem ser aplicados a cada cidadão do planeta”. (www.brasil.gov.br). Assinale a alternativa que aponta corretamente o nome do documento de direitos humanos de que trata essa conceituação.
(A) Carta Democrática Interamericana.
(B) Declaração Universal dos Direitos Humanos.
(C) Convenção Americana de Direitos Humanos de São José da Costa Rica.
(D) Carta das Nações Unidas.
(E) Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão.

Questão 18 - Prova: FEPESE - 2013 - DPE-SC - Técnico Administrativo
Assinale a alternativa correta em relação à Declaração Universal dos Direitos Humanos.
a. (  ) A Declaração afirma que toda pessoa tem direito a repouso e lazer.
b. ( ) O texto da Declaração garante o sigilo de correspondência, porém assegura a sua violação para casos em que a segurança exigir.
c. ( ) A Declaração contempla que instrução será gratuita apenas para o nível fundamental.
d. ( ) A unicidade de base sindical é tratada na Declaração.
e. ( ) Assegura o direito ao apátrida de escolher a nacionalidade cujos laços forem maiores.

Questão 19 - Prova: FEPESE - 2013 - DPE-SC - Técnico Administrativo
Assinale a alternativa incorreta em relação à Declaração Universal dos Direitos Humanos.
a. ( ) Os direitos nela contidos são inalienáveis.
b. ( ) Os preceitos descritos serão desenvolvidos em cooperação com as Nações Unidas.
c. ( ) A liberdade e a justiça são fundamentos expressos da Declaração.
d. ( ) A proteção pelo Estado de Direito é princípio implícito.
e. ( ) A Declaração busca expressamente o desenvolvimento de relações amistosas entre as nações.

Questão 20 - Prova: VUNESP - 2013 - PC-SP - Escrivão de Polícia Civil
Consoante o que estabelece expressamente a Declaração Universal dos Direitos Humanos, é correto afirmar que
a) a instrução promoverá a compreensão, a tolerância e a amizade entre todas as nações e grupos raciais ou religiosos, sendo obrigatório o ensino religioso nas escolas públicas.
b) o poder público deve financiar os estudos dos alunos em escolas privadas quando não houver vagas em escolas públicas.
c) os pais têm prioridade de direito na escolha do gênero de instrução que será ministrada a seus filhos.
d) toda pessoa tem direito à instrução, que será gratuita em todos os graus.
e) a instrução técnico-profissional será acessível a todos, bem como a instrução superior, esta baseada na condição econômico-financeira da pessoa.

Questão 21 - Prova: CESPE - 2012 - DPE-AC - Defensor Público
A Declaração Universal de Direitos Humanos
a) foi proclamada pelos revolucionários franceses do final do século XVIII e confirmada, após a Segunda Guerra Mundial, pela Assembleia Geral das Nações Unidas.
b) foi o primeiro documento internacional a estabelecer expressamente o princípio da vedação ao retrocesso social.
c) nada declara sobre o direito à propriedade, em razão da necessidade de acomodação das diferentes ideologias das potências vencedoras da Segunda Guerra Mundial.
d) não faz referência à possibilidade de qualquer pessoa deixar o território de qualquer país ou nele ingressar, embora assegure expressamente a liberdade de locomoção dentro das fronteiras dos Estados.
e) assegura a toda pessoa o direito de participar do governo de seu próprio país, diretamente ou por meio de representantes.

Questão 22 - Prova: CEPERJ - 2012 - SEAP-RJ - Inspetor de Segurança - e Administração Penitenciária
De acordo com a Declaração Universal dos Direitos Humanos, de 1948, todas as pessoas nascem livres e iguais em dignidade e direitos. São dotadas de razão e consciência e devem agir em relação umas às outras com espírito de:
A) amor
B) compaixão
C) fraternidade
D) felicidade
E) discriminação

Questão 23 - Prova: CEPERJ - 2012 - SEAP-RJ - Inspetor de Segurança - e Administração Penitenciária
No que concerne à liberdade das pessoas, a Declaração Universal dos Direitos Humanos, de 1948, repudia a(o):
A) escravidão
B) serviçal
C) empregado
D) autônomo
E) trabalhador

Questão 24 - Prova: PC-MG - 2011 - PC-MG - Delegado de Polícia
A Declaração Universal dos Direitos Humanos pode ser caracterizada, primeiramente por sua amplitude, compreendendo um conjunto de direitos e faculdades, sem as quais um ser humano não pode desenvolver sua personalidade física, moral e intelectual. Em segundo lugar, pela universalidade, aplicável a todas as pessoas de todos os países, raças, religiões e sexos, seja qual for o regime político dos territórios nos quais incide. Assinale abaixo a assertiva que é contrária ao enunciado acima:
a) Como uma plataforma comum de ação, a Declaração foi adotada em 10 de dezembro de 1948, pela aprovação de 48 Estados, com 8 abstenções.
b) Objetiva delinear uma ordem pública mundial fundada no respeito à dignidade da pessoa humana, para orientar o desenvolvimento de uma raça humana superior.
c) Introduz a indivisibilidade dos direitos humanos, ao conjugar o catálogo dos direitos civis e políticos, com o dos direitos econômicos, sociais e culturais.
d) Teve imediatamente, após a sua adoção, grande repercussão moral ao despertar nos povos a consciência de que o conjunto da comunidade humana se interessava pelo seu destino

Questão 25 - Prova: PC-MG - 2011 - PC-MG - Delegado de Polícia
O sistema internacional de proteção dos direitos humanos pode apresentar diferentes âmbitos de aplicação, daí poder se falar de sistemas global e regional. O instrumento de maior importância no sistema interamericano é a Convenção Americana de Direitos Humanos, também denominada Pacto de San José da Costa Rica que
a) foi assinada em San José, Costa Rica, em 1969, tendo como Estados-membros todos os países das Américas do Norte, Central e do Sul, que queiram participar.
b) substancialmente reconhece e assegura um catálogo de direitos civis, políticos, econômicos, sociais e culturais, garantindo-lhes a plena realização.
c) exige dos governantes dos Estados signatários estritamente obrigações de natureza negativas, como por exemplo o dever de não torturar um indivíduo.
d) em face dos direitos constantes no texto, cada Estado-parte deve respeitar e assegurar o livre e pleno exercício desses direitos e liberdades, sem qualquer discriminação.

Questão 26 - Prova: PC-MG - 2011 - PC-MG - Delegado de Polícia
A concepção universal dos direitos humanos, demarcada pela Declaração Universal dos Direitos Humanos, sofreu e sofre fortes resistências dos adeptos do movimento do relativismo cultural. Retoma-se dessa forma o velho dilema sobre o alcance das normas de direitos humanos. Associe abaixo as características intrínsecas a essas concepções:
(I) Concepção universalista.
(II) Concepção relativista.
( ) Flexibiliza as noções de soberania nacional e jurisdição doméstica, ao consagrar um parâmetro internacional mínimo, relativo à proteção dos direitos humanos aos quais os Estados devem se conformar.
( ) A noção de direito está estritamente relacionada ao sistema político, econômico, cultural, social e moral vigente em determinada sociedade.
( ) Cada cultura tem seu próprio discurso acerca dos direitos fundamentais, que está relacionado às específicas circunstâncias culturais e históricas de casa sociedade.
( ) O pluralismo cultural impede a formação de uma moral universal, tornando-se necessário que se respeitem as diferenças culturais apresentadas em cada sociedade. Marque a opção correta, na ordem de cima para baixo.
a) (I) (II) (II) (I).
b) (II) (I) (I) (I).
c) (I) (II) (II) (II).
d) (I) (II) (I) (II).

Questão 27 - Prova: FUMARC - 2011 - PC-MG - Escrivão de Polícia Civil
A Declaração Universal dos Direitos Humanos, adotada em 10 de dezembro de 1948, objetiva delinear uma ordem pública mundial fundada no respeito à dignidade da pessoa humana. Leia e analise as assertivas abaixo:
I. A Declaração compreende um conjunto de direitos e faculdades sem as quais um ser humano não pode desenvolver sua personalidade física, moral e intelectual.
II. Sendo universal, é aplicável a todas as pessoas de todos os países, raças, religiões e sexos, condicionada à aplicação ao regime político dos territórios nos quais incide.
III. Consolida a afirmação de uma ética universal, ao consagrar um consenso sobre valores de cunho universal a serem seguidos pelos Estados. Marque a opção correta.
a) Somente as assertivas I e II estão corretas.
b) Somente as assertivas II e III estão corretas.
c) Somente as assertivas I e III estão corretas.
d) Somente a assertiva I está correta.

Questão 28 - Prova: INSTITUTO CIDADES - 2011 - DPE-AM - Defensor Público
A Declaração Universal de Direitos Humanos, proclamada em Paris, em 10 de dezembro de 1948, tem como fundamento:
a) a dignidade da pessoa humana;
b) o relativismo e historicismo dos direitos humanos;
c) o fundamentalismo cultural, religioso ou econômico;
d) a necessária distinção entre gêneros e classe social para se compreender o real sentido dos direitos humanos;
e) a proteção aos seres humanos que compõem os povos apenas dos países signatários da Carta das Nações Unidas.

Questão 29 - Prova: FESMIP-BA - 2011 - MPE-BA - Assistente Administrativo - Salvador
Considerando os termos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, é correto afirmar que
A) a Declaração Universal dos Direitos Humanos é o único documento reconhecido internacionalmente para regular a proteção aos direitos humanos.
B) a Declaração Universal dos Direitos Humanos foi elaborada num ambiente geopolítico dominado por uma só potência hegemônica.
C) a Declaração Universal dos Direitos Humanos possui força jurídica obrigatória e vinculante para todos os países do mundo.
D) a Declaração Universal dos Direitos Humanos foi proclamada pela Assembléia Geral das Nações Unidas.
E) a Declaração Universal dos Direitos Humanos permaneceu com seu texto original inalterado até o ano de 2010.

Questão 30 - Prova: FMZ - AP - 2010 - SEAD-AP - Agente Penitenciário
A Declaração Universal dos Direitos Humanos, de 1948, estabelece uma série de direitos a toda a pessoa. Dentre eles, é possível citar os seguintes, EXCETO
(A) toda pessoa tem direito, em plena igualdade, a uma audiência justa e pública por parte de um tribunal independente e imparcial, para decidir de seus direitos e deveres ou do fundamento de qualquer acusação criminal contra ele.
(B) toda pessoa tem direito à liberdade de locomoção e residência dentro das fronteiras de cada Estado. (C) toda pessoa tem o direito de tomar parte no governo de seu país, diretamente ou por intermédio de representantes livremente escolhidos.
(D) toda pessoa tem direito ao trabalho, à livre escolha de emprego, a condições justas e favoráveis de trabalho e à proteção contra o desemprego.
(E) toda pessoa, que puder por ela pagar, tem direito à instrução nos diferentes níveis. A instrução técnico profissional será acessível a todos, bem como a instrução superior, esta baseada no mérito.

Questão 31 - Prova: FMZ - AP - 2010 - SEAD-AP - Agente Penitenciário
Com base na Declaração Universal dos Direitos Humanos é CORRETO afirmar que
(A) tal Declaração constitui um ideal comum a ser atingido por todos os povos e nações ocidentais. (B) muito embora todas as pessoas nasçam livres e iguais em dignidade e direitos, nem todas são dotadas de razão e consciência.
(C) toda pessoa tem direito à liberdade de opinião e expressão; este direito inclui a liberdade de, sem interferência, ter opiniões e de procurar, receber e transmitir informações e ideias por quaisquer meios e independentemente de fronteiras.
(D) a proteção aos direitos assegurados através da Declaração não impede que a pessoa sofra interferências na sua vida privada ou em seu lar, sempre que tais interferências se mostrarem adequadas para resguardar os interesses do Estado.
(E) toda pessoa tem capacidade para gozar os direitos e as liberdades estabelecidos na Declaração, salvo aquelas pessoas que ostentem condição especial, tal como os portadores de deficiência.

Questão 32 - Prova: FUNIVERSA - 2010 - SEJUS-DF - Especialista em Assistência Social - Ciências Contábeis
Acerca da Declaração Universal dos Direitos Humanos, assinale a alternativa correta. 
(A) A Declaração é documento fortemente inspirado pela doutrina religiosa da Igreja Católica e baseia-se na crença em um deus único e no amor ao próximo. 
(B) A Declaração pressupõe as diferenças culturais entre os povos, mas adota determinados princípios e regras com caráter absoluto e pretensão de universalidade, como a proscrição da escravidão e da tortura e a igualdade de todos perante a lei. 
(C) A fim de garantir o direito à imagem e a privacidade dos cidadãos, a Declaração estabelece que, no caso de alguém ser processado criminalmente, deverá ser julgado pelo órgão competente em processo sigiloso; o sigilo somente deverá ser levantado na hipótese de condenação transitada em julgado. 
(D) Pelo fato de reconhecer o direito à liberdade de locomoção e a relevância do intercâmbio cultural entre os povos, a Declaração propugna a possibilidade de livre entrada e saída dos indivíduos em qualquer país, em tempo de paz. 
(E) Devido à inspiração de natureza socialista vigente na época de sua aprovação, a Declaração não menciona de forma expressa o direito à propriedade privada.

Questão 33 - Prova: UPENET - 2010 - SERES-PE - Agente Penitenciário
Na história dos Direitos Humanos, o momento mais importante ocorreu após a 2ª guerra mundial, quando os países uniram-se, buscando restabelecer a paz mundial. Assim, no dia 10 de dezembro de 1948, durante reunião da Assembleia Geral das Nações Unidas, foi proclamada a Declaração Universal dos Direitos Humanos, que, dentre outros tópicos, consagrou, EXCETO:
A) a liberdade de pensamento, consciência e religião.
B) o direito à alimentação e habitação.
C) o direito ao trabalho e à educação.
D) o direito a fazer parte de um governo.
E) o direito ao transporte gratuito e à previdência social.

Questão 34 - Prova: UPENET - 2010 - SERES-PE - Agente Penitenciário
“Toda pessoa tem direito, em plena igualdade, a uma audiência justa e pública por parte de um tribunal independente e imparcial para decidir de seus direitos e deveres ou do fundamento de qualquer acusação criminal contra ele”. Este artigo da Declaração Universal dos Direitos Humanos, na legislação pátria é garantido através do princípio da
A) legalidade.
B) igualdade.
C) ampla defesa e do contraditório.
D) universalidade.
E) publicidade

Questão 35 - Prova: FCC - 2009 - DPE-MA - Defensor Público
Ao introduzir a concepção contemporânea de direitos humanos, a Declaração Universal de Direitos Humanos de 1948 afirma que
(A) o relativismo cultural, a indivisibilidade e a interdependência dos direitos humanos, conferindo primazia ao valor da solidariedade, como condição ao exercício dos direitos civis, políticos, econômicos, sociais e culturais.
(B) a universalidade, a indivisibilidade e a interdependência dos direitos humanos, conferindo paridade hierárquica entre direitos civis e políticos e direitos econômicos, sociais e culturais.
(C) a universalidade, a indivisibilidade e a interdependência dos direitos humanos, conferindo primazia aos direitos civis e políticos, como condição ao exercício dos direitos econômicos, sociais e culturais.
(D) o relativismo cultural, a indivisibilidade e a interdependência dos direitos humanos, conferindo primazia aos direitos econômicos, sociais e culturais, como condição ao exercício dos direitos civis e políticos.
(E) a universalidade, a indivisibilidade e a interdependência dos direitos humanos, conferindo primazia aos direitos econômicos, sociais e culturais, como condição ao exercício dos direitos civis e políticos.

Questão 36 - Prova: FUNRIO - 2009 - DEPEN - Terapeuta Ocupacional
A Declaração Universal dos Direitos Humanos é um dos documentos básicos das Nações Unidas e foi assinada em 1948. Nela, são enumerados os direitos que todos os seres humanos possuem. Esta declaração em seu item XIII, prevê que todo ser humano tem direito à liberdade de locomoção e residência dentro das fronteiras de cada Estado e que todo ser humano tem o direito de deixar qualquer país, inclusive o próprio, e a este regressar. Assim, em relação ao asilo político previsto nesta declaração é correto afirmar que:
A) Este direito poderá ser invocado mesmo em caso de perseguição legitimamente motivada por crimes de direito comum ou por atos contrários aos objetivos e princípios das Nações Unidas.
B) Rege-se pelo princípio da autodeterminação dos povos.
C) Ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei
D) Todo ser humano, vítima de perseguição, tem o direito de procurar e de gozar asilo em outros países.
E) Deverá promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação.

Questão 37 - Prova: VUNESP - 2008 - DPE-MS - Defensor Público
Considerando a evolução histórica, os marcos jurídicos fundamentais e a estrutura normativa dos Direitos Humanos, pode-se afirmar que
(A) a globalização dos direitos humanos forçou os Estados a escolherem entre um sistema global e um regional de proteção a esses direitos, uma vez que ambos sistemas não podiam coexistir.
(B) os indivíduos passaram a ser sujeitos de direito internacional, mas, por razões de soberania, ainda dependem dos Estados para acionar os mecanismos de proteção dos direitos humanos.
(C) a Declaração Universal dos Direitos Humanos introduziu internacionalmente a concepção contemporânea desses direitos.
(D) a vítima de uma lesão dos direitos humanos deverá acionar em sua proteção, nessa ordem, o sistema jurídico nacional, depois o regional e, por último, o global, em razão da hierarquia da estrutura normativa de proteção.

Questão 38 - Prova: PC-MG - 2008 - PC-MG - Delegado de Polícia
Analise as seguintes afirmativas acerca da Declaração Universal dos Direitos Humanos de 1948 e assinale com V as verdadeiras e com F as falsas. 
( ) É, tecnicamente, uma recomendação que a Assembléia Geral das Nações Unidas faz aos seus membros (Carta das Nações Unidas, art. 10). 
( ) Mostra os abusos praticados pelas potências ocidentais após o encerramento das hostilidades, pois foi redigida sob o impacto das atrocidades cometidas na Segunda Guerra Mundial. 
( ) Enuncia os valores fundamentais da liberdade, da igualdade e da fraternidade, mas é omissa quanto à proibição do tráfico de escravos e da escravidão. 
( ) Representa a culminância de um processo ético que levou ao reconhecimento da igualdade essencial de todo ser humano e de sua dignidade de pessoa. 
Assinale a alternativa que apresenta a seqüência de letras CORRETA. 
A) (V) (F) (V) (F) 
B) (F) (V) (F) (V) 
C) (V) (F) (F) (V) 
D) (F) (V) (V) (F)

Questão 39 - Prova: CESPE - 2008 - MPE-RO - Promotor de Justiça
Após as conseqüências devastadoras da Segunda Guerra Mundial, os países resolveram criar uma organização multi e supranacional para regular as relações entre os povos. Nesse marco, surgiu, em 1945, a Carta das Nações, cujos fundamentos visavam, essencialmente, à manutenção da paz internacional, que incluía a proteção da integridade territorial dos Estados frente à agressão e à intervenção externa; ao fomento entre as nações de relações de amizade, levando em conta os princípios de igualdade, soberania e livre determinação dos povos; e à realização de cooperação internacional para solução de problemas internacionais de caráter econômico, social, cultural e humanitário, incluindo o respeito aos direitos humanos e às liberdades fundamentais, sem fazer distinção por motivos de raça, sexo, idioma ou religião. A Carta das Nações deu origem à ONU, que, posteriormente, criou uma carta de direitos — a Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH) — adotada e proclamada pela Resolução 217-A (III) da Assembléia Geral das Nações Unidas, em 10 de dezembro de 1948. 

Acerca dos direitos fundamentais previstos no documento mencionado no texto acima, assinale a opção incorreta. 
A) A DUDH surgiu para atender ao clamor de toda a humanidade e buscou realçar alguns princípios básicos fundamentais para a compreensão da dignidade humana, entre eles, a liberdade e a igualdade. 
B) A DUDH protege o genoma humano como unidade fundamental de todos os membros da espécie humana e também reconhece como inerentes sua dignidade e sua diversidade. Em um sentido simbólico, a DUDH reconhece o genoma como a herança da humanidade. 
C) A DUDH afirma que o desrespeito aos direitos humanos é causa da barbárie. 
D) A DUDH assegura o direito de resistência. 
E) A DUDH correlaciona o estabelecimento de uma compreensão comum dos direitos humanos com o seu pleno cumprimento.

Questão 40 - Prova: FCC - 2006 - DPE-SP - Defensor Público
Comparando-se a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão (França, 1789) e a Declaração Universal dos Direitos Humanos (ONU, 1948), pode-se afirmar que ambas reconhecem
(A) o Estado como fonte dos direitos fundamentais.
(B)) a liberdade e a igualdade inerentes ao ser humano.
(C) a existência dos direitos individuais e sociais.
(D) a propriedade, individual ou coletiva.
(E) a necessidade de uma força pública para a garantia dos direitos.


GABARITO
01. E
02. A
03. B
04. E
05. C
06. A
07. C
08. B
09. C
10. C
11. C
12. E
13. D
14. C
15. C
16. A
17. B
18. A
19. D
20. C
21. E
22. C
23. A
24. B
25. D
26. C
27. A
28. A
29. D
30. E
31. D
32. B
33. E
34. C
35. B
36. D
37. C
38. C
39. B
40. B

21 Questões de Concursos com gabarito - Pedagogia da Autonomia - Paulo Freire

Questão 01.  Prova: Concurso Público Municipal para provimento de cargos efetivos da Fundação da Criança e do Adolescente de Araxá/MG - 2012

Segundo Paulo Freire, em “Pedagogia da Autonomia”, no que diz respeito aos saberes necessários à prática educativa, assinale a alternativa que apresenta afirmação INCORRETA:
a) Ensinar é uma especificidade humana.
b) Ensinar é transferir conhecimento.
c) Ensinar exige pesquisa.
d) Ensinar exige reflexão crítica sobre a prática.

Questão 02. Prova: COTEC/2014  - Prefeitura de Fruta de Leite - MG
Segundo Paulo Freire, em seu texto Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa, “não posso ser Professor sem me achar capacitado para ensinar certo e bem os conteúdos de minha disciplina,mas não posso, por outro lado, reduzir minha prática docente ao puro ensino daqueles conteúdos.” Com essa afirmação, o autor defende
A) a discussão indisciplinada em sala de aula.
B) o testemunho ético, a coerência entre o que o professor diz, o que escreve, o que ensina e o que faz.
C) o desdenho e a humildade da prática docente.
D) o autoritarismo do professor para legitimar sua ação.

Questão 03. Prova: Instituto Federal do Rio de Janeiro – IFRJ 2011 - Cargo: Técnico em Assuntos Educacionais
Em Pedagogia da Autonomia, Paulo Freire lista uma série de “exigências” inerentes ao ato de ensinar. Uma delas afirma que “Ensinar exige curiosidade”.Sobre essa exigência, é CORRETO afirmar que
(A) se há uma prática exemplar como negação da experiência formadora é a que dificulta ou inibe a curiosidade do educando e, em consequência, a do educador.
(B) a memorização mecânica do perfil do objeto é o aprendizado verdadeiro do objeto ou do conteúdo.
(C) um docente consciente do seu papel no processo educativo prioriza o ensino dos conteúdos que são úteis para as etapas escolares seguintes.
(D) a atividade docente para ser dialógica deve estar centrada unicamente na promoção da curiosidade dos educandos.

Questão 04. Prova: Mestrado profissional de ensino na saúde - UFAL 2014
.Em seu livro “Pedagogia da Autonomia” Paulo Freire afirma que
A) Ensinar exige criticidade, por isso o senso comum não deve ser considerado no processo educativo.
B) O rigor metodológico necessário à pesquisa exige intervenção e por isso não faz parte do ensino. C) A pesquisa, por necessitar de formação específica, nem sempre deve ser parte do ensino.
D) Não há ensino sem pesquisa e pesquisa sem ensino porque faz parte da natureza da prática docente a indagação, a busca, a pesquisa.
E) No ensino, há que se provocar o rompimento com a discussão da realidade concreta e a consideração do senso comum para que haja o respeito à ciência.

Questão 05. Prova: Mestrado profissional de ensino na saúde - UFAL 2014
O livro “Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa”, de Paulo Freire, aborda uma temática recorrente e central no pensamento desse educador, a qual constitui-se como uma de suas grandes preocupações como educador e como objeto de suas análises e proposições. Tal temática diz respeito
A) Aos saberes que educadores devem desenvolver para se tornarem auto-reflexivos e justos.
B) Aos saberes que os educandos devem desenvolver para se tornarem autônomos, críticos e livres.
C) Aos saberes que educandos e educadores devem desenvolver para criarem uma sociedade justa e democrática.
D) À questão dos currículos escolares que devem enfatizar o desenvolvimento dos educandos de forma crítica e reflexiva.
E) À questão da formação do professor, associada à reflexão sobre a prática educativa na perspectiva progressista em defesa da autonomia dos educandos.

Questão 06. Prova: Mestrado profissional de ensino na saúde - UFAL 2014
.Em “Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa”, Paulo Freire diz: “é não só interessante mas profundamente importante que os estudantes percebam as diferenças de compreensão dos fatos; as posições às vezes antagônicas entre professores na apreciação dos problemas e no equacionamento de soluções. Mas é fundamental que percebam o respeito e a lealdade com que um professor analisa e critica as posturas dos outros”. Nessa passagem, Paulo Freire está se referindo 
A) À dimensão cultural e social presentes no ambiente pedagógico e escolar. 
B) À natureza ética da prática educativa, como prática eminentemente humana. 
C) À reflexão que se deve ter na apreciação dos problemas e tomada de decisões. 
D) À aceitação das diferenças como um imperativo da prática pedagógica crítica e reflexiva. 
E) Aos aspectos afetivos e emocionais das relações entre os sujeitos envolvidos na prática educativa.

Questão 07. Prova: Prefeitura de Beberibe - CCV 2012 - Cargo: Psicopedagogo
“O educador democrático não pode negar-se o dever de, na sua prática docente, reforçar a capacidade crítica do educando, sua curiosidade, sua insubmissão. Uma de suas tarefas primordiais é trabalhar com os educandos a rigorosidade metódica com que devem se “aproximar” dos objetos cognoscíveis. E esta rigorosidade metódica não tem nada que ver com o discurso “bancário” meramente transferidor do perfil do objeto ou do conteúdo”. (FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. Paz e Terra:1996, p. 26). Nesse sentido, a função da escola é transformar o educando possibilitando-lhe aprender criticamente, porque:
A) faz parte das condições em que ensinar é simplesmente transferir conhecimentos a educandos.
B) o educador é aquele que sabe. Cabe a ele dar, entregar e transferir seus conhecimentos aos alunos.
C) quem ensina deve ter competência e dominar todos os saberes e quem aprende é objeto de quem ensina.
D) nessas condições, é necessário que os educadores e educandos sejam sujeitos criadores, instigadores,inquietos e ajam com rigor e persistência. Desse modo, aprender é um contínuo permanente em que educadores e educandos experimentam a produção de novos saberes.
E) é possível se tornar um leitor crítico da realidade, a partir dos ensinamentos dos professores, porque o aluno memorizador fala de seus conhecimentos como se estivesse recitando de suas memórias aquilo que aprendeu, isto é, repete o que ouviu do professor, mas raramente ensaia algo pessoal

Questão 08. Prova: FAC-FEA/2012
Para Paulo Freire, as questões e problemas principais da educação não são questões pedagógicas, ao contrário, são questões políticas. Para ele, a educação e o sistema de ensino não modificam a sociedade, mas a sociedade é que pode mudar o sistema instrucional. O sistema educacional pode ter um papel de destaque numa revolução cultural. Ele chama de revolução a consciente participação do povo. Logo, a pedagogia crítica, como uma constante, contribui para revelar a ideologia esquecida na consciência das pessoas.
I. A proposta de Paulo Freire, em termos educacionais, é uma proposta antiautoritária, na qual professores e alunos, ensinar e aprender fazem parte de um único processo; na qual, engajados num diálogo permanente, professores e alunos aprendem e ensinam.
II. Em sua obra Pedagogia da Autonomia, Freire critica o ensino “bancário”, pois acha que a criatividade do aluno e professor são deformadas.
III. Freire defende que o professor deve não apenas transmitir conteúdos, mas também ensinar a “pensar certo”, a criticar o que ler, a pesquisar, a ser curioso e, acima de tudo, respeitar os saberes do aluno.
IV. As propostas de Freire foram feitas para serem recriadas, conforme o cotidiano, o imaginário, os interesses e os valores, conforme as condições de vida de seu praticante, seja educando ou educador.
Está(ão) incorreta(s)
a) todas.
b) apenas I, II e IV.
c) apenas I, III, e IV.

d) nenhuma.

Questão 09Prova: FAC-FEA/2012
“Não há docência sem discência, as duas se explicam e seus sujeitos apesar das diferenças que os conotam, não se reduzem à condição de objeto um do outro. Quem ensina aprende ao ensinar e quem aprende ensina ao aprender. Por isso, do ponto de vista gramatical, o verbo ensinar é um verbo transitivo-relativo. Verbo que pede um objeto direto – alguma coisa – e um objeto indireto – a alguém” (FREIRE, Pedagogia da Autonomia, 2005). Assim, é correto afirmar que 
I – no estudo o autor se atém ao uso do verbo. 
II – o autor afirma que ensinar inexiste sem aprender e vice-versa. 
III – o autor afirma que o ato de ensinar se dilui na forma de aprender. 
a) I, apenas 
b) I e II, apenas. 
c) I, II e III. 
d) II e III, apenas.

Questão 10. Prova: Professor– Filosofia - 2014 - Prefeitura de Porto Alegre
Analise as afirmações abaixo sobre autoridade do professor, considerando o livro Pedagogia da Autonomia de Paulo Freire (1996). 
I. O autoritarismo é a ruptura em favor da autoridade contra a liberdade na tensão entre liberdade e autoridade. 
II. É fundamental, enquanto aluno ou aluna, focar-me somente nos conteúdos programáticos para evitar repetir as posturas autoritárias de meus professores. III. Somente a competência científica funda a segurança e a qualidade da autoridade docente. Quais estão corretas? 
a) Apenas I. 
b) Apenas II. 
c) Apenas III. 
d) Apenas I e II. 
e) Apenas II e III.

Texto para as questões de 11 a 13 -  UnB/CESPE – SESI/SP 2008 - Prova: Analista Pedagógico – Alfabetização Intensiva – Educação de Jovens e Adultos
A questão da formação docente, ao lado da reflexão sobre a prática educativo-progressista em favor da autonomia do ser dos educadores, é a temática central em torno da qual gira este texto. É também temática a que se incorpora a análise de saberes fundamentais àquela prática e aos quais espero que o leitor crítico acrescente alguns que me tenham escapado ou cuja importância não tenha percebido. Paulo Freire. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996, p. 13 (com adaptações).

Questão 11. Prova: UnB/CESPE – SESI/SP 2008 - Prova: Analista Pedagógico – Alfabetização Intensiva – Educação de Jovens e Adultos
De acordo com o pensamento predominante no texto, o ato de ensinar exige 
I rigorosidade metódica, pesquisa e criticidade. 
II respeito aos saberes dos educandos, estética e ética. 
III corporificação das palavras pelo exemplo. 
IV risco, aceitação do novo e rejeição a qualquer forma de discriminação. A quantidade de itens certos é igual a 
a) 1. 
b) 2. 
c) 3. 
d) 4.

Questão 12. Prova: UnB/CESPE – SESI/SP 2008 - Prova: Analista Pedagógico – Alfabetização Intensiva – Educação de Jovens e Adultos
Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para sua própria produção ou sua própria construção, o que exige que o professor pense certo. Com relação aos pressupostos filosóficos subjacentes a essa afirmativa e ao texto, assinale a opção correta. 
a) Pensar certo é uma postura exigente, difícil e penosa que o professor tem de assumir diante dos outros e com os outros, em face do mundo e dos fatos. 
b) Pensar certo é ter a certeza de que todas as ações humanas estão predeterminadas pelo destino, que a interferência do indivíduo pouco mudará a realidade. 
c) Pensar certo é agir com espontaneidade, a ponto de todas as ações serem pautadas pelo espontaneísmo. 
d) Pensar certo é fácil, pouco exigente e complementa a atitude autoritária do professor, que cada vez menos necessita da rigorosidade metódica.

Questão 13. Prova: UnB/CESPE – SESI/SP 2008 - Prova: Analista Pedagógico – Alfabetização Intensiva – Educação de Jovens e Adultos
A partir do saber fundamental “mudar é difícil, mas é possível” é que se deve programar a ação político-pedagógica. Com base nesse pressuposto e considerando, ainda, o texto de Paulo Freire, assinale a opção correta. 
a) O educador deve assumir uma postura neutra diante do real, pois a função da educação é estudar e constatar a realidade, para compreendê-la e admirá-la como obra da construção humana. 
b) O educador deve tomar consciência de que não é apenas objeto da história, mas também sujeito. No mundo da história, da cultura e da política, deve constatar a realidade não para se acomodar, mas para mudar. 
c) Para que se possa transformar o mundo por meio da educação é preciso pregar a rebelião e instigar a revolta nas camadas populares, pelo fato de estas serem profundamente injustiçadas. 
d) O educador deve respeitar o saber dos grupos com que trabalha. Porém, não pode permitir que estes predominem, por ter consciência de que aquilo que pensa, em face de sua formação, é melhor para o grupo.

Questão 14. Prova: Teste Seletivo da Prefeitura Municipal de Fortaleza dos Nogueiras - MA / Instituto Machado De Assis
Paulo Freire no livro Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa fala da esperança e do otimismo necessários para mudanças e da necessidade de nunca se acomodar, pois "somos seres condicionados, mas não determinados". Destaca a necessidade de uma reflexão crítica sobre a prática educativa, pois sem ela a teoria pode ir virando apenas discurso. NÃO condiz com as ideias do autor 
a) Ensinar exige risco, aceitação do novo e rejeição a qualquer forma de discriminação. 
b) Ensinar é transferir conhecimentos criando as possibilidades para a sua própria produção ou a sua construção. Ensinar exige consciência do inacabamento .
c) Ensinar exige pesquisa. 
d) Ensinar exige a corporeificação das palavras pelo exemplo. 
e) Ensinar exige o reconhecimento e a assunção da identidade cultural.

Questão 15. Prova: Idecan 2014 - Processo Seletivo de Itapeva/SP
Paulo Freire (2011), em sua obra “Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa”, faz várias reflexões sobre a prática educativa. São afirmativas que confirmam a reflexão do autor, EXCETO:
A) O discurso deve ser o exemplo concreto, prático da teoria.
B) O professor deve criar possibilidades para a construção do conhecimento do aluno.
C) É pensando criticamente a prática de ontem que se pode melhorar a próxima prática.
D) A prática docente envolve o movimento dinâmico, entre o fazer e o pensar sobre o fazer.
E) O educador deve desconsiderar a leitura de mundo que os educandos fazem e se ater à leitura da palavra.

Questão 16. Prova: Teste Seletivo a Prefeitura Municipal de Ponta Grossa - PR Professor de Ensino Fundamental
Em “Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa” Freire (1997), destaca que “quando vivemos a autenticidade exigida pela prática de ensinar-aprender participamos de uma experiência total, diretiva, política, ideológica, gnosiológica, pedagógica, estética e ética, em que a boniteza deve achar-se de mãos dadas com a decência e com a seriedade” (p.26). Nesta perspectiva, MARQUE V OU F para as afirmativas que seguem sobre o educador progressista. Ensinar exige:
( ) rigorosidade metódica 
( ) respeito aos saberes dos educandos 
( ) opor-se à gnosiologia 
( ) criticidade 
( ) estética e ética 
( ) risco, aceitação do novo 
( ) indisponibilidade ao risco 
( ) reflexão crítica sobre a prática 
( ) o reconhecimento e a assunção da identidade cultural 
( ) priorização de determinadas identidades culturais A alternativa correta é: 
a). (F), (V), (F ), (V), (V), (V), (F), (V), (F), (F). 
b). (F), (F), (V), (F), (V), (F), (F), (V), (V), (V). 
c). (V), (F), (F ), (V), (F), (V), (V), (V), (V), (F). 
d). (V), (V), (F ), (V), (V), (V), (F), (V), (V), (F). 
e). (F), (V), (F ), (F), (V), (V), (V), (V), (V), (V).

Questão 17. Prova: cargo de Técnicos em Assuntos Educacionais-Alfenas - Unifal 2012
[...] Não somos apenas objeto da História, mas seus sujeitos igualmente. A partir deste saber fundamental: mudar é difícil, mas é possível, que vamos programar nossa ação políticopedagógico. (FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e terra, 1997, p. 89). Analisando a formação docente, a partir de um contexto de práxis, na perspectiva da construção de novos conhecimentos, que não se limitam ao momento da formação inicial, mas, principalmente, estende-se por todo o percurso profissional do professor, podemos assim dizer que a tríade: formador, formando e conhecimento se faz mediante uma relação dialética, sendo esta uma característica necessária à realização da práxis. Nesse sentido, na visão freireana, o ato de ensinar descontextualizado da práxis não transforma. Em razão disso, a Proposta Curricular considera que, no processo de ensino-aprendizagem, é necessário que se estabeleçam relações legítimas entre teoria e prática. Assinale a alternativa que corresponde a esse ponto de vista: 
a) As práticas docentes devem direcionar-se primeiramente para a teoria. Consciente da teoria, o aluno terá condições de ser exposto às práticas de ensino-aprendizagem. 
b) O professor deve concentrar todas as suas energias nas práticas de ensino. A depender da turma, pode abordar conteúdos teóricos relacionados diretamente à realidade do aluno. 
c) Teoria e prática são dimensões de um mesmo processo de ação-reflexão-ação, que, ao articular conteúdos curriculares, competências e habilidades, contextualiza significativamente o saber. 
d) Os conteúdos curriculares significativos correspondem à dimensão teórica do ensino, enquanto que as competências e as habilidades constituem aspectos metodológicos práticos. 
e) Teoricamente, objetivos de aprendizagem e situações de aprendizagem são sinônimos, tanto quanto são sinônimos, na prática, competência e sequências didáticas significativas.

Questão 18. Prova: FUMARC/2009 - Prefeitura Municipal de Governador Valadares
Leia atentamente o trecho extraído do livro “Pedagogia da Autonomia: Saberes necessários a prática educativa”:

O ato de cozinhar, por exemplo, supõe alguns saberes concernentes ao uso do fogão, como acendê-lo, como equilibrar para mais, para menos, a chama, como lidar com certos riscos mesmo remotos de incêndio, como harmonizar os diferentes temperos numa síntese gostosa e atraente. A prática de cozinhar vai preparando o novato, ratificando alguns daqueles saberes, retificando outros, e vai possibilitando que ele vire cozinheiro. A prática de velejar coloca a necessidade de saberes fundantes, como o do domínio do barco, das partes que o compõem e da função de cada uma delas, como o conhecimento dos ventos, de sua força, de sua direção, os ventos e as velas, a posição das velas, o papel do motor e da combinação entre motor e velas. Na prática de velejar se confirmam, se modificam ou se ampliam esses saberes. FREIRE, 2000, p.23 e 24
O texto acima permite analisar que: 
a) Ensinar é um processo que pode tornar o aprendiz mais e mais criador. Quanto mais criticamente se exerça a capacidade de aprender, mais se constrói e se desenvolve o que pode ser chamado de “curiosidade epistemológica” 
b) Existe uma relação entre o ato de ensinar e a prática de cozinhar, mostrando que o professor precisa diversificar sua prática, promovendo atividades fora do ambiente escolar. 
c) Na prática pedagógica, é importante estabelecer atividades que relacionem com o cotidiano dos alunos, utilizando receitas familiares e atraentes. 
d) Com o objetivo de criar “espaços inovadores”, cabe aos professores utilizarem com frequência todo o espaço escolar.

Questão 19. Prova: Professor Educação - Instituto Federal Fluminense
Paulo Freire, em Pedagogia da Autonomia (1999), desenvolveu uma temática rica sobre a formação dos professores, defendendo reflexões a respeito de uma prática dialógica como uma exigência de humanização docente. Para tal, o professor deve 
a) dominar o conteúdo. 
b) manter um bom nível de avaliação entre os alunos. 
c) desenvolver uma docência crítica. 
d) criar um ambiente agradável e sem conflito. 
e) alcançar alto padrão de produtividade dos seus alunos.

Questão 20. Prova: Professor - PMA/MG 2011 (Fundep)
Na perspectiva da Pedagogia da Autonomia (Paulo Freire), ensinar exige dos educadores alguns saberes fundamentais, dentre os quais NÃO se inclui: 
a) Exercício de curiosidade. 
b) Intransigência intelectual. 
c) Liberdade e autoridade. 
d) Rigorosidade científica.

Questão 21. Prova: INDEC - Prefeitura Municipal de Altinópolis – SP. PEB -I Ensino Fundamental
Assinale a alternativa falsa, de acordo com Paulo Freire, em “Pedagogia da autonomia”:
a. ( ) Não podemos nos assumir como sujeitos da procura, da decisão, da ruptura, da opção, como sujeitos históricos, transformadores, a não ser assumindo-nos como sujeitos éticos.
b. ( ) O sujeito ético não está permanentemente exposto à transgressão da ética, que é uma possibilidade, mas não uma virtude.
c. ( ) A ética universal do ser humano é a ética enquanto marca da natureza humana, enquanto algo absolutamente indispensável à convivência humana.
d. ( ) Mais do que um ser do mundo, o ser humano tornou-se uma presença no mundo, com o mundo e com os outros, presença que, reconhecendo a outra presença como um “não-eu”, se reconhece como “si própria”

GABARITO
01. B
02. B
03. A
04. D
05. E
06. B
07. D
08. D
09. D
10. A
11. D
12. A
13. B
14. B
15. E
16. D
17. C
18. A
19. C
20. A
21. B

sábado, 13 de dezembro de 2014

30 Questões de Concursos Públicos sobre o Projeto Político Pedagógico PPP - com gabarito

Questão 01 - Prova: IFRN – Concurso Público 2010- Didática
A construção do projeto político-pedagógico da escola exige a definição de princípios,objetivos, estratégias e, acima de tudo, um trabalho coletivo para a sua operacionalização. Numa perspectiva crítica e democrática, o projeto político-pedagógico da escola proporciona:
I - melhoria da organização pedagógica, administrativa e financeira da escola, bem como o estabelecimento de novas relações pessoais e interpessoais na instituição;
II - redimensionamento da prática pedagógica dos professores e formação continuada do quadro docente.
III - planejamento a curto prazo para definir aplicação de medidas emergenciais na escola, de modo a superar certas dificuldades, detectar outras e propor novas ações.
IV - a superação de práticas pedagógicas fragmentadas e a garantia total de um ensino de qualidade.
Assinale a opção em que todas as afirmativas estão corretas:
A) I, II e III.
C) I, II e IV.
B) I e IV. 
D) I e II

Questão 02 - Prova: Enade 2005 - Pedagogia
A implementação do projeto político-pedagógico é uma das condições para que se afirme a identidade da escola como espaço necessário à construção do conhecimento e da cidadania. Sabe-se que o currículo é parte integrante desse processo e deve contemplar a formação de identidade cultural. Nessa perspectiva, o currículo deverá ter como diretriz:
(A) promover narrativas sobre o outro numa ótica universalista.
(B) valorizar o enfoque prescritivo e auto-referenciado do conhecimento.
(C) organizar conteúdos, disciplinas, métodos, experiências e objetivos.
(D) estabelecer pautas de conduta visando à classificação de identidades.
(E) privilegiar os processos de subjetivação coletiva e o saber sistematizado.

Questão 03 - Prova: Enade 2008 - Pedagogia
A elaboração do projeto político-pedagógico é um processo de consolidação da democracia e da autonomia da escola,com vistas à construção de sua identidade. É uma ação intencional, com um compromisso definido coletivamente, que reflete a realidade, busca a superação do presente e aponta as possibilidades para o futuro. O projeto político-pedagógico é um documento que não se reduz à dimensão didático-pedagógica.Nesse texto, o projeto político-pedagógico se constitui como
(A) instrumento legitimador das ações normativas da equipe gestora.
(B) desenvolvimento de ações espontâneas da comunidade escolar.
(C) definição de princípios e diretrizes que projetam o vir a ser da escola.
(D) incorporação de múltiplas teorias pedagógicas, produzidas na contemporaneidade.
(E) implementação de estrutura organizacional visando à administração interna da escola.

Questão 04 - Prova: Enade 2014 - Geografia
O Projeto Político-Pedagógico (PPP) relaciona-se à organização do trabalho pedagógico da escola,indicando uma direção, explicitando os fundamentos teórico-metodológicos, os objetivos, o ipo de organização e as formas de implementação e avaliação da escola. 
VEIGA, I. P. A.; RESENDE, L.M.G. (Org.). Escola: espaço do Projeto Político-Pedagógico. 4. ed. Campinas-SP: Papirus, 1998 (adaptado). 

Considerando a elaboração do PPP, avalie as seguintes afirmações.
I. O PPP constitui-se em processo participativo de decisões para instaurar uma forma de organização do trabalho pedagógico que desvele os conflitos e as contradições no interior da escola.
II. A discussão do PPP exige uma reflexão acercada concepção de educação e sua relação coma sociedade e a escola, o que implica refletir sobre o homem a ser formado.
III. A construção do PPP requer o convencimento dos professores, da equipe escolar e dos funcionários para trabalharem em prol do plano estabelecido pela gestão educacional. 

É correto o que se afirma em
a) I, apenas.
b) III, apenas.
c) I e II, apenas.
d) II e III, apenas.
e) I, II e III

Questão 05 - Prova: Cesgranrio – Manaus – 2004 – Pedagogo
O projeto político-pedagógico de uma escola não é uma formalidade, mas um guia de trabalho para todos os envolvidos na dinâmica institucional. Nesta perspectiva, e,m relação ao projeto, é tarefa da equipe pedagógica:
a) Enviá-lo aos órgãos competentes, após sua elaboração, a fim de regularizar a situação jurídica da escola.
b) Desenvolver processos de acompanhamento e avaliação através de análise de informações relativas às ações previstas.
c) Especializar-se na redação de projetos e regimentos, a fim de prescindir do auxílio de um profissional externo.
d) Redigir o projeto e reproduzi-lo para todos os profissionais da escola, para que se familiarizem com seu conteúdo.
e) Zelar pelo cumprimento do plano, tornando-se a consciência crítica e ideológica da instituição.

Questão 06 - Prova: Cesgranrio -SEPLAG/2012 - Coordenador Pedagógico 
O Projeto Político-Pedagógico é um instrumento teórico-metodológico que representa o ideário de uma instituição de ensino, tendo como característica a participação coletiva. A construção do Projeto Político-Pedagógico deverá
(A) privilegiar os processos de subjetivação coletiva e o saber sistematizado.
(B) seguir as orientações das Secretarias de Educação na elaboração do Regimento Escolar.
(C) incluir a participação de todos os sujeitos da escola nas etapas de elaboração, execução e avaliação.
(D) privilegiar a participação dos coordenadores e professores em detrimento da participação dos demais membros da comunidade escolar.
(E) seguir as determinações do Regimento Escolar.

Questão 07 - Prova: Cesgranrio -SEPLAG/2012 - Coordenador Pedagógico 
A Unidade Escolar, como promotora da aprendizagem de conhecimentos significativos, faz a organização curricular em seu Projeto Político Pedagógico, levando em consideração diferentes saberes dos contextos ecológico, demo-gráfico, social e cultural.Com essa articulação, o processo educativo assume uma perspectiva
(A) humanística.
(B) experimental.
(C) multidimensional.
(D) profissional.
(E) técnica.

Questão 08 - Prova: Cesgranrio -SEPLAG/2012 - Coordenador Pedagógico
“As inovações (pedagógicas) não têm hipóteses de sucesso se os atores não são chamados a aceitar essas inovações e não se envolvem na sua própria construção.” ALENCASTRO, Ilma Passos. Inovações e projeto político-pedagógico: uma relação regulatória ou emancipatória? Cadernos Cedes,v. 23, n. 61, p. 267. Na perspectiva da citação acima, o Projeto Político-Pedagógico de uma escola deve priorizar a(o)
(A) organização sistêmica de conteúdos.
(B) participação espontânea.
(C) estrutura interna das funções escolares.
(D) planejamento participativo.
(E) processo de ensino e aprendizagem.

Questão 09 - Prova: Seec/RN 2011 - Cesgranrio- Professor - Geografia
Estabelecido pela atual legislação brasileira, o Projeto  Político-Pedagógico deve contemplar a questão da qualidade de ensino, em todas as suas dimensões, ordenando institucionalmente o trabalho escolar em suas especificidades, níveis e modalidades.Nesse sentido, o Projeto Político-Pedagógico
a) compõe-se, exclusivamente, dos planos de ensino das disciplinas e do planejamento anual das atividades a serem desenvolvidas na escola.
b) constitui a proposta de trabalho da escola, cuja elaboração compete, exclusivamente, ao Coordenador Pedagógico e ao Diretor.
c) define anualmente os níveis e as modalidades de ensino a serem oferecidos pela escola e a abrangência da clientela escolar.
d) exige em sua construção a participação de todos os agentes do processo educativo: professores, funcionários, pais e alunos.
e) estabelece as formas como, autonomamente, a escola e seus professores se manifestarão frente a decisões governamentais.

Questão 10 - Prova: Seec/RN 2011 - Cesgranrio- Professor - Geografia
Acompanhando as transformações ocorridas no cenário mundial, o Estado brasileiro, desde os anos de 1990, tem tomado medidas de ordem legal objetivando a atualização das políticas educacionais a fim de possibilitar mudanças na realidade do ensino nacional.Dentre essas medidas, tem-se o estabelecimento de Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a Educação Básica, que têm como um dos seus objetivos
(A) estimular a reflexão crítica dos participantes dos processos de formulação, execução e avaliação do projeto político-pedagógico das escolas de educação básica.
(B) superar a necessidade de construção de competências e habilidades próprias à formação humana e cidadã dos estudantes das escolas de educação básica.
(C) proporcionar aos alunos de escolas da educação bá-sica a qualificação para o trabalho e para o exercício da cidadania por meio do currículo nacional único.
(D) incentivar a participação de voluntários nas atividades docentes das escolas de educação básica, sem exigências de formação e especialização acadêmicas.
(E) promover o desenvolvimento cognitivo e, quando possível, o psíquico e o social dos alunos de escolas de educação básica, considerando a realidade escolar.

Questão 11 - Prova: ESAF - 2013 - MF - Pedagogo
“O projeto busca um rumo, uma direção. É uma ação intencional, com um sentido explícito, com um compromisso definido coletivamente. Por isso, todo projeto pedagógico da escola é, também, um projeto político por estar intimamente articulado ao compromisso sociopolítico com os interesses reais e coletivos da população majoritária.”(VEIGA, 2002) 
A respeito do tema Projeto Político Pedagógico e tendo a afirmação de Veiga como referência, escolha o item que mais se relaciona ao conceito. 
a) A construção do projeto político-pedagógico, para manter a organização do trabalho pedagógico, passa pela reflexão sobre os princípios indicando os percursos e fortalecendo o que já foi realizado. 
b) A construção do projeto político-pedagógico passa pelas finalidades, pela estrutura organizacional, pelo currículo, pelo tempo da gestão, pelo processo de decisão, pelas relações de trabalho e pela avaliação. 
c) A construção do projeto político-pedagógico requer continuidade das ações, centralização, democratização do processo de tomada de decisões e instalação de um processo direcionado de avaliação de cunho emancipatório. 
d) A construção do projeto político-pedagógico é um instrumento de luta, é uma forma de relacionar- se à fragmentação do trabalho pedagógico e sua rotinização, à dependência e aos efeitos do poder autoritário . 
e) A construção do projeto político-pedagógico parte dos princípios de igualdade, qualidade, liberdade, gestão democrática e valorização do magistério, alicerçados nas regulações nacionais.

Questão 12 - Prova: IFRN – Concurso Público 2010- Didática
O planejamento do trabalho escolar deve ser compreendido como explicitação de um projeto político-pedagógico, fundamentado em concepções que situam a educação como prática global, mediadora das relações entre os sujeitos envolvidos no trabalho educativo. Sendo assim, a partir de uma visão crítica das finalidades sociais da educação e do processo educativo, os agentes desse processo devem desenvolver ações que
A) direcionem as práticas do planejamento escolar para a realidade da instituição educativa e desenvolvam ações democráticas que visem manter pressupostos teóricos predominantes entre parte dos agentes educativos.
B) operacionalizem uma prática escolar, considerando a dimensão social do planejamento em função de objetivos específicos da instituição que estejam condizentes com os anseios do atual modelo de sociedade.
C) organizem e operacionalizem uma prática escolar considerando a relação dialógica e dialética entre educação e sociedade e, enfatize a dimensão técnico-política do planejamento em prol da superação de um modelo conservador de práticas educativas.
D) sistematizem práticas educativas intencionais que considerem a realidade do contexto escolar e enfatizem a dimensão técnica do planejamento, traçando objetivos que atendam à realidade capitalista predominante.

Questão 13 - Prova: Professor de Educação Básica - Geografia (UFMT), Concurso: Prefeitura de Chapada dos Guimarães/MT 2009

A Constituição Federal de 1988 traz em seu Artigo 206 o princípio da Gestão Democrática para o ensino público. A Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB/1996) traz em seus Artigos 3.º, 14 e 15 orientações para que a democracia avance nas instituições de ensino. De acordo com essa legislação, um processo de gestão escolar democrática deve ter 
[A] eleição para diretores; constituição de conselho escolar com a representação de todos os segmentos da comunidade escolar; construção coletiva e participativa do Projeto Político-Pedagógico; transparência quanto à gestão financeira; autonomia institucional. 
[B] uma relação hierarquizada da equipe gestora da escola em relação aos demais profissionais e usuários; trabalho com vistas à obtenção de resultados que garantam a eficácia da gestão financeira; constituição de uma equipe avaliadora para controlar a qualidade dos serviços prestados. 
[C] uma relação de autoridade mais acentuada na pessoa do diretor ou diretora da escola exercendo maior poder sobre a dinâmica do processo educacional; as decisões tomadas em consonância com as normas instituídas; a não interferência da comunidade escolar no processo deliberativo da instituição. 
[D] constituição de um colegiado para coordenar a instituição; ausência de um líder e presença de uma equipe que lidera; as relações de poder horizontalizadas; vetadas as associações de pais e mães de alunos e os grêmios

Questão 14 - Prova: Professor de Educação Básica - Geografia (UFMT), Concurso: Prefeitura de Chapada dos Guimarães/MT 2009

Compõe o Projeto Político-Pedagógico de uma escola o seu currículo. As ações que movem um currículo escolar de cunho participativo e democrático envolvem primeiramente a predisposição da equipe escolar e depois a vontade individual dos sujeitos envolvidos, no sentido de se lançarem a um compromisso, o qual requer a participação no processo de elaboração, execução e avaliação de todo o trabalho educativo realizado a cada ano. Em relação ao assunto, analise as proposições. 
I - A partir das Diretrizes Curriculares Nacionais, a equipe gestora e pedagógica da escola e seu conselho discutem juntos quais opções sociais, políticas e pedagógicas servem para referenciar o currículo e qual papel social e cultural da escola será tomado como base para o processo educativo. 
II - Realizar um trabalho coletivo, no âmbito do currículo escolar, significa que os sujeitos se comprometem à negociação de suas propostas teórico-metodológicas e a um processo transparente de ações articuladas e submetidas ao acompanhamento e à avaliação do desenvolvimento e dos resultados do trabalho proposto para que sejam identificados limites e avanços. 
III - O planejamento de cunho participativo requer a definição pela equipe pedagógica da concepção de currículo, mas é dispensável a unidade de uma linha pedagógico-didática compartilhada, tendo em vista que as atividades curriculares podem ser desenvolvidas individualmente pelos professores. Estão corretas as proposições 
[A] I e III, apenas. 
[B] I, II e III. 
[C] I e II, apenas. 
[D] II e III, apenas.

Questão 15 - Prova: Concurso Público – UFPI/2013 – Cargo: Pedagogo
Identifique as assertivas abaixo como verdadeiras (V) ou falsas (F), considerando o seguinte princípio:Compreensão dos fatores e condicionantes que interferem na implementação efetiva do Projeto Político-Pedagógico, e que contribui para dar sentido ao ensino e ao trabalho educativo na escola. Nesse sentido, faz-se necessário:
( ) refletir sobre os fatores que influenciam a profissionalização docente e o processo de ensino e aprendizagem.
( ) rever, continuamente, a lógica da produtividade e do mercado.
( ) conceber a escola como contexto de ação/formação do professor.
( ) compreender o ensino como tarefa do professor, enquanto instância que possibilita a abertura para a diversidade cultural.
( ) reconhecer o currículo como espaço de intervenção do professor.
( ) redefinir valores sociais/culturais e da política educacional.
( ) reconhecer o impacto das novas tecnologias de comunicação e informação.
Assinale a opção que apresenta a sequência CORRETA, de cima para baixo.
(A) V – V – F – F – F – V – V 
(B) F – V – V – F – V – F – F 
(C) V – F – F – V – F – F – V 
(D) F – F – F – V – V – V – V 
(E) V – V – V – F – V – F – F

Questão 16 - Prova: Concurso Público – UFPI/2013 – Cargo: Pedagogo
Constituem características do Projeto Político Pedagógico, EXCETO:
(A) Promovem a permanência do docente na escola.
(B) Exige a participação de todos na escola.
(C) Demanda flexibilidade.
(D) Contém princípios pedagógicos.
(E) Resulta de discussão de toda comunidade escolar

Questão 17 - Prova: Concurso Público – UFPI/2013 – Cargo: Pedagogo
Um projeto político gerador de vida, promotor de possibilidades, é um Projeto Político-Pedagógico emancipador. Sobre esse projeto, é correto afirmar, EXCETO que:
(A) articula-se com a reconstrução da formação continuada de toda a comunidade envolvida.
(B) envolve a comunidade escolar e extraescolar em um amplo processo de reflexão a respeito do que já possuem e do que querem para o futuro. 
(C) representa espaço-tempo de explicitação dos valores de toda a comunidade.
(D) efetiva-se baseado em conceitos de autores que pretendem trazer respostas aos problemas singulares da escola.
(E) assegura a todos a formação continuada, que está diretamente vinculada com a cidadania e com a emancipação.

Questão 18 - Prova: CEFET/RJ 2010  - Pedagogo
 “...Orientar a organização curricular para fins emancipatórios implica, inicialmente, desvelar as visões simplificadas de sociedade, concebida como um todo homogêneo, e de ser humano, como alguém que tende a aceitar papéis necessários à sua adaptação ao contexto em que vive. Controle social, na visão crítica, é uma contribuição e uma ajuda para a contestação e a resistência à ideologia veiculada por intermédio dos currículos escolares”. (Ilma Passos A. Veiga). A definição em destaque refere-se:
a) Ao projeto político pedagógico
b) À grade curricular
c) Ao programa de ensino
d) À política pública

Questão 19 - Prova: UFSC 2009 - Pedagogo (Orientação Educacional)
Assinale a alternativa CORRETA.
O Projeto Político-Pedagógico deve ser entendido como a própria organização do trabalho pedagógico da escola em dois níveis: na organização do trabalho escolar como um todo e na organização do trabalho em sala de aula. Nessa perspectiva, a construção do Projeto Político-Pedagógico deve ser concebida, segundo Ilma Passos Veiga (2002), a partir dos seguintes princípios norteadores:
A( ) solidariedade, gestão democrática, quantidade, eficiência, eficácia.
B( ) humanista, científico, político, cooperativo, democrático.
C( ) humanismo, qualidade, liberdade, eficiência, igualdade.
D( ) igualdade, qualidade, liberdade, gestão democrática, valorização do magistério.
E( ) qualidade, gestão democrática, liberdade, valorização profissional, centralização.

Questão 20 - Prova: UFSC 2009 - Pedagogo (Orientação Educacional)
De acordo com Ilma Passos Veiga (2002), um Projeto Político-Pedagógico de qualidade, quanto à sua concepção, deve apresentar as seguintes características:
I. refletir acerca da concepção de educação e sua relação com a sociedade e a escola,dispensando uma reflexão sobre o homem a ser formado.
II. ser um documento, que agrupa planos de ensino e de atividades diversas, encaminhado às autoridades educacionais como forma de cumprimento de tarefas burocráticas.
III. preocupar-se em instaurar uma forma de organização do trabalho pedagógico que supere os conflitos, buscando eliminar as relações competitivas, corporativas e autoritárias, estimulando a participação de todos no projeto comum e coletivo.
IV. ser um processo permanente de reflexão e discussão dos problemas da escola, na busca de alternativas viáveis à efetivação de sua intencionalidade.
V. ser um processo participativo de decisões e explicitar o compromisso com a formação de um cidadão responsável, compromissado, crítico e criativo.
Assinale a alternativa CORRETA.
A( ) Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.
B( ) Somente as afirmativas II, IV e V são corretas.
C( ) Somente as afirmativas I, III e V são corretas.
D( ) Somente as afirmativas I,II e IV são corretas.
E( ) Somente as afirmativas III, IV e V são corretas.

Questão 20 - Prova: UFSC 2009 - Pedagogo (Orientação Educacional)
Atualmente, com o crescimento da autonomia das escolas, aumenta a importância da avaliação desta no seu conjunto, feita por ela mesma, haja vista a busca pelo aperfeiçoamento. Na linha do Planejamento Participativo, o próprio Projeto Político-Pedagógico tem como uma de suas fases o Diagnóstico, que corresponde à Avaliação Institucional e que funciona como um “balanço geral”da escola, propiciando a passagem do ideal para a prática. Sobre este assunto, analise as afirmativas abaixo.
I. A Avaliação Institucional deve envolver todas as dimensões da escola: Pedagógica, Comunitária e Administrativa.
II. A Avaliação Institucional deve ter seu campo restrito e sua intencionalidade seletiva e punitiva.
III. É necessário avaliar, além do aluno, também a prática pedagógica e o contexto em que ela se insere.
IV. O caráter da Avaliação Institucional, assim como o da aprendizagem, deve ser formativo e emancipatório.
V. Esta avaliação mais geral e sistemática da escola deve ser articulada com outras, sendo importante a criação de dispositivos simples e exequíveis para tal.
Assinale a alternativa CORRETA.
A( ) Somente as afirmativas I, III, IV e V são corretas.
B( ) Somente as afirmativas I, III e V são corretas.
C( ) Somente as afirmativas I, II e IV são corretas.
D( ) Somente as afirmativas II, IV e V são corretas.
E( ) Somente as afirmativas II,III e V são corretas.

Questão 22 - Prova: UFSC 2009 - Pedagogo (Orientação Educacional)
Assinale a alternativa CORRETA.
O Projeto Político-Pedagógico expressa a visão de mundo, os valores, os compromissos com avida e a identidade da escola. A avaliação revela as diferentes dimensões de aprendizagem dos alunos, auxiliando o professor a tomar decisões sobre o seu trabalho. Essa visão relaciona a avaliação e o Projeto Político-Pedagógico como elementos constitutivos do processo ensino-aprendizagem.Sendo assim, o entendimento que se tem a respeito de avaliação da aprendizagem numa perspectiva inovadora, segundo Ilma Passos (2002), implica:
A( ) prática avaliativa concebida como julgamento de resultados predeterminados, baseando-se em autoridade e respeito unilaterais do professor.
B( ) prática classificatória que parece relacionar julgamento à comparação com modelos e o agir à atribuição de notas e conceitos.
C( ) processo político e instrumento de poder e controle.
D( ) processo contínuo verificando os vários estágios do desenvolvimento do aluno.
E( ) produto que tem um fim em si mesmo e que está articulado à prova final, exame que determina a reprovação ou aprovação para a série seguinte.

Questão 23 -Prova: Fumarc 2010 - Prefeitura Municipal de Maravilhas Cargo: Especialista em Educação
O Projeto Político-Pedagógico é um processo permanente de reflexão e discussão dos problemas da escola, na busca de alternativas viáveis à efetivação de sua intencionalidade, que é constitutiva.Nesse sentido, apontam-se abaixo alguns elementos básicos para gestar uma nova organização do trabalho pedagógico, EXCETO:
a) a estrutura organizacional, a avaliação.
b) o currículo, o tempo escolar.
c) o processo de decisão, as relações de trabalho.
d) as condições financeiras e materiais

Questão 24 - Prova: Fumarc 2010 - Prefeitura Municipal de Maravilhas Cargo: Especialista em Educação
“A escola é o lugar de concepção, realização e avaliação de seu projeto educativo,uma vez que necessita organizar seu trabalho pedagógico com base em seus alunos”. (Veiga, 1995, p. 11). 
Assinale as afirmativas, antepondo (V) para as verdadeiras e (F) para as falsas:
( ) A construção do projeto político-pedagógico requer continuidade das ações,descentralização, democratização do processo de tomada de decisões e instalação de um processo coletivo de avaliação de cunho emancipatório.
( ) A escola, para se desvencilhar da divisão do trabalho, de sua fragmentação e do controle hierárquico, precisa criar condições para gerar uma outra forma de organização do trabalho pedagógico.
( ) É preciso entender o projeto político-pedagógico da escola como uma reflexão de seu cotidiano.
( ) A construção do projeto político-pedagógico parte dos princípios de igualdade,qualidade, liberdade, gestão democrática e valorização do magistério. A opção que traz a sequência CORRETA, de cima para baixo, é:
a) V, V, V, V
b) F, V, F, V
c) V, V, F, F
d) V, F, V, F

Questão 25 - Prova: Pedagogo - UNIOESTE 2013
A palavra projeto vem do latim projectu, cujo o significado é lançar adiante. Na especificidade das instituições educacionais o projeto político pedagógico é regido pelos princípios da igualdade, qualidade, da gestão democrática e da valorização do magistério (VEIGA, 1995). Sobre o projeto político pedagógico, é INCORRETO afirmar que
A. é ação intencional que define as ações educativas e as característica necessárias para as instituições educacionais cumprirem seus objetivos.
B. a qualidade do projeto político pedagógico está garantida quando o gestor concentra na sua função o poder decisório do seu processo de construção e implementação.
C. o Projeto Político Pedagógico define suas ações educativas articuladas aos interesses da classe trabalhadora.
D. possibilita o exercício da democracia e da cidadania para todos os membros da instituições educacionais.
E. o empenho coletivo na construção de um projeto político pedagógico diminui a fragmentação do trabalho e o controle hierárquico

Questão 26 - Prova: Coordenador Pedagógico - 2011, SEEDUC/RJ · CEPERJ
O instrumento de gestão previsto na Lei de Diretrizes e Bases da Educação – Lei n° 9394/96 – é denominado:
A) Plano de Desenvolvimento da Escola.
B) Projeto de Ação.
C) Plano de Ação Curricular.
D) Projeto Político Pedagógico.
E) Plano de Suporte Estratégico.

Questão 27 - Prova: Coordenador Pedagógico - 2011, SEEDUC/RJ · CEPERJ
Acompanhando-se a evolução histórica das tendências pedagógicas no Brasil, encontra-se o nome do educador Paulo Freire,diretamente relacionado à educação de jovens e adultos, no cenário da educação brasileira. Paulo Freire foi inspirador e divulgador da pedagogia libertadora e, até a atualidade, exerce influência expressiva nos movimentos populares, no Brasil e em diversos países.Sobre esse tema, analise as características apresentadas abaixo.
I- uma relação de autêntico diálogo
II- a problematização da prática de vida dos educandos
III- o relacionamento professor-aluno na base da não diretividade
IV- a transmissão de conteúdos estruturados a serem avaliados
V- a seleção de temas geradores a partir do contexto sociocultural do aluno
São características da tendência libertadora as de números:
A) I, II, III, V
B) I, II, III, IV
C) I, III, IV, V
D) I, II, IV, V
E) II, III, IV, V

Questão 28 - FUNIVERSA - 2012 - IFB - Psicólogo
Segundo Saviani (1983), o eixo central do projeto pedagógico é ser instrumento de luta contra a seletividade, a discriminação, a exclusão e o rebaixamento do ensino das camadas populares. Para Libâneo (2003), o projeto pedagógico representa a oportunidade de a direção, a coordenação pedagógica, os professores e a comunidade tomarem sua escola nas mãos, definirem seu papel estratégico na educação das crianças e dos jovens e organizarem suas ações, visando atingir os objetivos a que se propõem. Ele é o ordenador, o norteador da vida escolar.  Nessa perspectiva, o projeto pedagógico da escola deve   
a) estar limitado exclusivamente aos aspectos relacionados ao processo de ensino e aprendizagem do aluno.   
b) ser flexível e alterado a cada gestão, pois expressa o pensamento do gestor a respeito do que se espera da escola.  
c) contemplar intenções de realizações fundamentadas, sobretudo, na reflexão sistemática de ações que provocam impactos na função social da escola.   
d) ser constituído das pessoas que terão poder de decisão na escola, selecionando aquelas que demonstrem maior compromisso com ela.  
e) abordar de maneira específica o trabalho pedagógico dos professores que acreditam que os alunos podem mobilizar-se das camadas inferiores para as superiores.

Questão 29 - ESAF - 2013 - MF - Pedagogo
O Projeto Político Pedagógico – PPP reúne o conjunto de aspirações de uma unidade escolar, envolvendo objetivos que deseja alcançar, metas a cumprir e sonhos a realizar. A respeito deste assunto, classifique as afirmativas abaixo em Verdadeiro (V) ou Falso (F) e assinale a opção correta. 
( ) É um guia que indica a direção a seguir para o grupo de gestores escolares. 
( ) É um documento importante e por isto pouco modificável. 
( ) Revela as intenções da escola e sua forma de educar. 
( ) É pedagógico porque define e organiza as atividades e os projetos educativos. 
( ) É projeto porque reúne propostas de ação concreta a executar. 
a) F, F, V, V, V 
b) V, F, V, F, V 
c) F, V, F, V, F 
d) F, F, V, F, V 
e) V, V, V, F, F

Questão 30 - IDECAN - 2014 - DETRAN-RO - Pedagogo
Quanto à concepção do Projeto Político-Pedagógico, analise. 
I. É um processo democrático de decisões. 
II. Preocupa-se em instaurar uma forma de organização de trabalho pedagógico que desvele os conflitos e as contradições 
III. Contém opções implícitas na direção da superação de problemas no decorrer do trabalho educativo voltado a uma realidade específica. 
IV. É construído continuamente, pois, enquanto produto é, também, processo, incorpora ambos numa interação possível. 
Estão corretas as afirmativas 
a) I, II, III e IV. 
b) I e III, apenas. 
c) II e IV, apenas. 
d) III e IV, apenas. 
e) I, II e IV, apenas.

GABARITO
01. D
02. E
03. C
04. C
05. B
06. C
07. C
08. D
09. D
10. A
11. D
12. C
13. A
14. C
15. A
16. A
17. D
18. A
19. D
20. E
21. A
22. D
23. D
24. A
25. B
26. D
27. D
28. C
29. A
30. E