terça-feira, 25 de setembro de 2018

Karl Marx - Questões de Concursos - Gabarito

Questão 01 - FADESP - 2017 - COSANPA - Para Karl Marx, na produção capitalista 
(A) há um divórcio entre produção capitalista e mais valia. 
(B) só nos momentos de crise o capital se apropria da mais valia. 
(C) existe uma relação entre capitalismo e mais valia e o inverso é verdadeiro. 
(D) inexiste qualquer possibilidade de incorporação, tanto da mais valia absoluta quanto da mais valia relativa.

Questão 02 - CEPS-UFPA - 2018 - UNIFESSPA - A respeito da análise dos processos sociais feita por Karl Marx, é correto afirmar que a(as) 
(A) intensificação da exploração capitalista levará ao colapso da classe trabalhadora, cuja fragmentação a impedirá de tornar-se protagonista do processo revolucionário. 
(B) mudanças sociais são precedidas de mudanças nas mentalidades de uma determinada época. 
(C) luta de classes tem como consequência o aparecimento da consciência de classe. 
(D) continuidade da divisão da sociedade em classes tem como pressuposto a eliminação da propriedade privada. 
(E) divisão da sociedade em classes antagônicas as torna também complementares.

Questão 03 - CEPS-UFPA - 2018 - UNIFESSPA - Sobre o conceito de relações de produção em Karl Marx, é correto afirmar que 
(A) homens e mulheres se organizam para viver em sociedade com base em similaridades culturais e na divisão igualitária da propriedade. 
(B) o conjunto das relações de produção constitui a estrutura econômica que dá suporte à luta do trabalhador contra a exploração. 
(C) corresponde ao grau de desenvolvimento e à forma como interagem as forças produtivas materiais de uma determinada época. 
(D) a tecnologia e a matéria-prima constituem exemplos de relações de produção presentes no capitalismo. 
(E) as relações de produção novas e superiores precedem o aparecimento das condições concretas de sua existência na sociedade.

Questão 04 - CEPS-UFPA - 2018 - UNIFESSPA - Quanto ao conceito de alienação na sociedade capitalista, proposto por Karl Marx, é correto afirmar: 
(A) As pessoas têm consciência das desigualdades sociais e compreendem suas causas, só não dispõem de meios concretos para mudá-las. 
(B) É uma condição em que as pessoas são dominadas por forças da sua própria criação, passando a encará-las como um poder estranho. 
(C) É uma inversão da realidade na medida em que interesses da sociedade em geral são tomados como interesses de grupos específicos. 
(D) A sociedade urbano-industrial, com seu processo crescente de divisão do trabalho e de complementariedade de funções, promove a redução gradativa da alienação. 
(E) A diversidade de instituições políticas e jurídicas tem o papel de neutralizar o predomínio dos interesses da classe dominante.

Questão 05 - CEPS-UFPA - 2018 - UNIFESSPA - De acordo com o constructo teórico de Karl Marx: 
(A) a escola, o direito e a religião são infraestruturas ideológicas voltadas à manutenção da estabilidade social. 
(B) a maneira como os indivíduos se organizam para prover a sua existência estabelece a superestrutura de distribuição do poder na sociedade. 
(C) no capitalismo, a escola é apropriada pela classe trabalhadora como instrumento de luta para sua desalienação. 
(D) quando as pessoas são alienadas, acreditam que há uma equivalência entre a definição formal das instituições e o que elas efetivamente realizam. 
(E) quando se torna independente da sociedade, o Estado mantém explícita sua relação com a economia.

Questão 06 - CEPS-UFPA - 2018 - UNIFESSPA - A relação de Karl Marx com a questão da propriedade tem contornos bem específicos: A respeito desses contornos, é correto afirmar que 
(A) a propriedade privada quando produtiva cumpre o seu papel social e por esse motivo deve ser protegida pelo Estado. 
(B) o lucro é uma consequência natural do empreendedor que investe os bens e os recursos que lhe pertencem, e que tem que ser remunerado por isso. 
(C) no capitalismo o trabalhador é dono de sua força de trabalho e do conjunto da tecnologia envolvida na produção. Todavia, não é proprietário da matéria-prima nem do resultado final produzido. 
(D) ao garantir a propriedade privada como forma legítima, o Estado estabelece equilíbrio e segurança nas relações sociais. 
(E) Marx prevê o fim do Estado e consequentemente o colapso de toda e qualquer forma de propriedade, inclusive da propriedade estatal.

Questão 07 - CEPS-UFPA - 2018 - UNIFESSPA - Sobre a dinâmica das mudanças sociais, está de acordo com o pensamento de Karl Marx afirmar que 
(A) a sociedade é formada por forças antitéticas que geram mudança social através das suas tensões e lutas. 
(B) as transformações que ocorrem na base econômica da sociedade só afetam de modo residual e restrito o funcionamento das instituições sociais. 
(C) a organização das atividades econômicas, leva à divisão do trabalho, que fortalece a consciência coletiva. 
(D) as classes antagônicas, por não conseguirem construir consensos, perdem a condição de atores principais da história. 
(E) devido à dominância intelectual da elite, as classes oprimidas não podem criar ideologias contrárias para combater as classes dominantes.

Questão 08 - IFB - 2017 - Marx, ao se referir à produção, não o faz de um modo geral, mas considerando o estágio de desenvolvimento social, ou seja, a produção dos indivíduos vivendo em sociedade. Assim, embora a sociedade seja o produto da ação recíproca dos homens, ela não é uma obra que esses realizam de acordo com seus desejos particulares. A estrutura de uma sociedade depende, portanto, do estado de desenvolvimento de suas forças produtivas e das relações sociais de produção que lhes são correspondentes. Considerando os conceitos de forças produtivas e relações sociais de produção, julgue as sentenças abaixo. 
I) Os conceitos de forças produtivas e relações sociais são independentes e têm, antes de mais nada, uma finalidade analítica, de modo a tornar inteligível a realidade. 
II) O conceito de forças produtivas busca apreender o modo como os indivíduos obtém, em determinados momentos, os bens de que necessitam. Para isto, leva em consideração o grau em que desenvolvem sua tecnologia, processos e modo de cooperação, a divisão técnica do trabalho, habilidades e conhecimentos utilizados na produção, a qualidade dos instrumentos e as matérias primas de que dispõem. Pretende, portanto, exprimir o grau de domínio humano sobre a natureza. 
III) O conceito de relações sociais de produção refere-se às formas estabelecidas de distribuição dos meios de produção e do produto e o tipo de divisão social do trabalho numa sociedade, em um período histórico determinado. 
IV) O conceito de relações sociais expressa o modo como os homens se organizam entre si para produzir; que formas existem naquela sociedade para apropriação de ferramentas, tecnologias, terra, fontes de matéria prima e as diversas maneiras pelas quais os membros da sociedade produzem e repartem o produto. 
Assinale a alternativa que apresenta somente as sentenças CORRETAS. 
a) I, II e III 
b) II, III e IV 
c) I, II, III e IV 
d) I e II 
e) III e V

Questão 09 - CONSULPLAN - 2018 - SEDUC-PA - “O termo marxismo designa tanto o pensamento de Karl Marx e de seu principal colaborador Friedrich Engels, quanto também diferentes correntes que se desenvolveram a partir do pensamento de Marx, levando a se distinguir, por vezes, entre o marxismo e o pensamento marxiano.” (Japiassú, 2006: 180.) No contexto das correntes do marxismo, assinale somente a alternativa que identifica o “Trotskismo”. 
A) Doutrina que regeu a China após a Revolução de 1947. 
B) Defendeu a teoria da revolução permanente e internacional. 
C) Defendeu um marxismo revolucionário contra tendências revisionistas. 
D) Tornou-se a doutrina oficial da União Soviética, após a Revolução de 1917.

Questão 10 - UEL 2015 - O dinheiro alterou enormemente as relações sociais e, no desenvolvimento da história econômica da sociedade, atingiu o seu ápice com o modo de produção capitalista. Com base nos conhecimentos sobre os estudos de Karl Marx, assinale a alternativa que apresenta, corretamente, as explicações sobre a produção da riqueza na sociedade capitalista. 
a) A mercantilização das relações de produção e de reprodução, por intermédio do dinheiro, possibilita a desmistificação do fetichismo da mercadoria. 
b) Enquanto mediação da relação social, o dinheiro demonstra as particularidades das relações entre indivíduos, como as políticas e as familiares. 
c) O dinheiro tem a função de revelar o valor de uso das mercadorias, ao destacar a valorização diferenciada entre os diversos trabalhos. 
d) O dinheiro é um instrumento técnico que facilita as relações de troca e evidencia a exploração contida no trabalho assalariado. 
e) O dinheiro caracteriza-se por sua capacidade de expressar um valor genérico equivalente, intercambiável por qualquer outro valor.

Questão 11 - Mackenzie 2003 - Karl Marx (1818 – 1883) acreditava que a história humana, assim como as operações da natureza, eram governadas por uma lei científica, rejeitadas todas as interpretações religiosas, tanto da natureza como da História. Segundo as suas idéias, a história de todas as sociedades, até nossos dias, tem sido a história da luta de classes. Assinale a alternativa que NÃO apresenta características das idéias marxistas. 
a) A emancipação do proletariado, construída pelo próprio proletariado. 
b) A criação de condições, pela própria sociedade capitalista, para a eliminação das classes sociais por meio de revolução liderada pelos operários. 
c) A base econômica da sociedade, a infraestrutura, determina a superestrutura que corresponde à organização jurídico-política e à ideologia. 
d) As relações estabelecidas entre os proprietários dos meios de produção e os trabalhadores são chamadas de relações sociais de produção. 
e) A luta de classe entre o proletariado e a classe operária será o motor da história, uma vez que os seus interesses são irreconciliáveis.

Questão 12 - IF-TO - 2016 - “Hoje em dia, tudo parece levar em seu seio sua própria contradição. Vemos que as máquinas, dotadas da propriedade maravilhosa de encurtar e fazer mais frutífero o trabalho humano, provocam a fome e o esgotamento do trabalhador. As fontes de riqueza recém-descobertas convertem-se, por arte de um estranho malefício, em fonte de privações”. MARX, K. People´s paper,p. 369. Karl Marx se insere entre os pensadores que utilizam a dialética na maneira de analisar a realidade. Nesse sentido, a realidade social pode ser reconhecida como:
A) Resultado de um movimento dialético, a partir da relação entre tese/antítese e síntese, sendo a síntese o resultado de suas contradições. 
B) Resultado de um movimento dialético, a partir da relação entre tese/antítese e síntese, sendo a síntese um conceito típico-ideal que exige um confronto com a realidade, a fim de que se possa comprovar sua validade para a compreensão da vida social. 
C) É o resultado da evolução das ideias, pois estas produzem a realidade social. 
D) Evidencia uma concepção segundo a qual as sociedades, inevitavelmente, avançam rumo a realização de uma finalidade histórica prevista, o comunismo, a partir da contradições do sistema capitalista. 
E) A relação social, nascida dos sentidos compartilhados dos indivíduos e constitui também a base do materialismo histórico.

Questão 13 - FCM - 2016 - IF Farroupilha - RS - Ao redigir O Capital, Karl Marx (1973) explica sua decisão de analisar a sociedade capitalista por considerá-la a forma de organização mais desenvolvida e mais variada de todas as já existentes. Isso permitiria a compreensão de outras formações socioeconômicas anteriores e desaparecidas como as sociedades primitivas, as escravistas, as asiáticas e feudais. Marx, então, delimita alguns conceitos básicos para análise da sociedade capitalista. Analise os conceitos a seguir e marque (V) para verdadeiro ou (F) para falso: 
( ) Mais valia: é tudo aquilo que o trabalhador produz, caracterizando-se como o resultado da força de trabalho empreendida pelo trabalhador. 
( ) Mercadoria: é a forma elementar de riqueza capitalista. Ela tem a propriedade de satisfazer as necessidades humanas, sejam de estômago ou as de fantasia, seja como meio de subsistência ou de produção. 
( ) Força de trabalho: é aquilo que o trabalhador livre vende como uma mercadoria. Esta venda é típica da sociedade capitalista. 
( ) Capital: é uma relação social de produção, é uma forma historicamente determinada de distribuição das condições de produção resultante de um processo de expropriação e concentração de propriedade.
( ) Alienação: é uma condição em que o trabalho, ao invés de ser instrumento para a realização plena do homem e de sua condição de humano, torna-se, pelo contrário, um instrumento de escravização, acabando por desumanizá-lo, tendo sua vida e seu próprio valor medidos pelo seu poder de acumular e possuir. 
A sequência correta é 
a) F, V, V, V, V. 
b) V, F, V, V, V. 
c) F, V, F, F, F. 
d) F, V, V, F, V. 
e) V, F, F, V, V.

Questão 14 - IF-TO - 2016 - Dentre os chamados autores clássicos da Sociologia, Karl Marx é o único que não se preocupou com questões relacionadas à consolidação da Sociologia como ciência autônoma. Suas preocupações iam muito além disso e visavam a uma mudança profunda na realidade. Todavia, e em função dessa orientação para a mudança, Marx estabeleceu uma maneira de analisar a sociedade que influenciou boa parte da produção sociológica desde então. Sobre a maneira como Marx analisa a sociedade é correto afirmar que: 
I. O estudo da sociedade deve ter como pressuposto que a realidade material é a base das relações sociais; 
II. O modo de produção capitalista determina a cooperação e a solidariedade entre os trabalhadores, ainda que de modo alienado; 
III. O capitalismo é um estágio necessário e transitório rumo a outro modo de produção, o socialismo. 
IV. O trabalho é o primeiro fato histórico e a base para entender como se formam as relações sociais de produção. 
A) I, II e III 
B) I, II e IV 
C) II, III e IV 
D) I, II, III e IV 
E) I, III e IV

Questão 15 - CONSULPLAN - 2018 - SEDUC-PA - “A noção de alienação é fundamental no pensamento marxista, pois apresenta o estado psicossocial primordial ao qual o indivíduo é submetido no modo de produção capitalista. Além disso, Marx não vê no trabalho uma expressão qualquer da vida. Para Marx, o trabalho tem uma localização especial, até mesmo privilegiada, por ser a exteriorização do ser. Por ser a objetificação da essência humana, por ser o processo de colocar para fora a mais pura humanidade, o esforço material da transformação do mundo e satisfação das necessidades.” (Disponível em: http://colunastortas.com.br/2014/02/05/o-que-e-alienacao-em-marx/.) No que diz respeito à alienação, Karl Marx considera que: 
A) É a constatação básica de que o trabalhador está alienado em relação ao produto de seu trabalho que gera a revolta de classe, cerne da revolução em massa. 
B) Construir as próprias ferramentas é exercer uma dominação impossível a qualquer outro animal, o que já elimina para o homem a possibilidade de total alienação. 
C) Uma das formas de reconhecer a alienação é quando, no fim do processo de trabalho, o produto feito se transforma em algo estranho, independente do ser que o produziu. 
D) É o estranhamento em não se reconhecer num produto a essência da pobreza e da alienação gerada pela substituição progressiva e inexorável do homem pela máquina.

Questão 16 - FGV - 2016 - SME - SP - Karl Marx definiu a sociedade moderna como “capitalista” e buscou explicar seus mecanismos de funcionamento examinando a realidade em sua mudança constante. A esse respeito afirmou: “(...) provoca a cólera e o açoite da burguesia e de seus porta-vozes doutrinários, porque no entendimento e na explicação positiva daquilo que existe, abriga também o entendimento de sua negação, de sua morte inelutável”. Esse trecho se refere ao conceito marxiano de 
(A) dialética. 
(B) revolução. 
(C) ideologia. 
(D) trabalho. 
(E) mais-valia.

GABARITO
01 - C
02 - E
03 - C
04 - B
05 - D
06 - E
07 - A
08 - B
09 - B
10 - E
11 - E
12 - A
13 - E
14 - E
15 - C
16 - A

Nenhum comentário: