segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Questão de Geografia - Os impactos da globalização na atual política de migração da União Europeia

Questão de vestibular resolvida - Vestibular UFV 2011 - Os impactos da globalização na atual política de migração da União Europeia

Leia o texto abaixo:
Acusado por um comitê das Nações Unidas de tratar os roma (ciganos) de forma racista e xenófoba, o governo francês permanece impassível. Até o fim deste mês Paris pretende “enviar” 700 roma para seus países de origem, Romênia e Bulgária [...] O governo prefere o termo “enviar”, e não “expulsar”, porque os ciganos seriam, insiste a administração pública, voluntários. Até o fim de outubro, 300 acampamentos ciganos e de “gente de viagem”− vários desses cidadãos são franceses – serão desmantelados. (CARTA, Gianni. Nada como um bode expiatório. Carta Capital, São Paulo, ano XVI, n. 610, 25 ago. 2010, p. 58.)
O trecho acima, embora se refira ao contexto francês, representa uma tônica da atual política da União Europeia em relação àqueles cidadãos pouco integrados ao sistema político e econômico tradicional. Neste caso, percebem-se os impactos da globalização na atual política de migração da União Europeia.
Sobre os efeitos do processo de globalização em populações que representam minorias, assinale a
afirmativa INCORRETA:
a) A desarticulação do socialismo real no Leste Europeu, no final do século XX, provocou a incorporação de vários países à União Europeia, porém a discriminação aos trabalhadores dessa região permanece.
b) O aumento do desemprego estrutural na Europa Ocidental, graças ao investimento maciço em novas tecnologias, gerou uma onda de discriminação que atinge as minorias étnicas e religiosas em toda a
Europa.
c) A implantação de um sistema de economia de mercado nos países do Leste Europeu, que tinham economias planificadas, desestruturou antigos sistemas produtivos e gerou um fluxo migratório em direção ao Ocidente.
d) A política de imigração da União Europeia objetiva corrigir históricas desigualdades regionais e o retorno de imigrantes às regiões de origem é o primeiro passo de uma política de investimentos regionais.

Nenhum comentário: