domingo, 6 de outubro de 2019

Exercícios de Geografia sobre a Rússia - com gabarito

Questão 01 - MACKENZIE 2015 - Em relação à distribuição dos recursos naturais da Federação Russa, considere as afirmativas: 
I. É considerado um dos países mais ricos em recursos minerais, devido a sua imensa extensão territorial e por possuir uma estrutura geológica diversificada. 
II. É o maior exportador de gás natural do mundo. Atualmente atravessa uma crise geopolítica com sua vizinha Ucrânia, antiga república soviética, culminando com a independência da península da Crimeia. 
III. Nas extensas bacias sedimentares dos Montes Urais o país dispõe de grandes reservas minerais das quais são exploradas, principalmente, jazidas de ferro, bauxita, cobre, potássio e amianto. 
IV. Há importantes usinas hidrelétricas localizadas nos rios da Bacia do Volga e nos rios Ienissei e Angara que cortam os planaltos da Sibéria Ocidental.
Estão corretas, apenas, 
a) I e II.
b) II e III. 
c) III e IV. 
d) I, II e III. 
e) I, II e IV.

Questão 02 - FGV 2015 - Os impasses sobre a Ucrânia elevaram tensões entre a Rússia e o Ocidente a níveis sem precedentes desde a Guerra Fria. As autoridades americanas e europeias alertaram para a possibilidade de a Rússia enfrentar sanções de amplo alcance em áreas como energia, finanças, manufaturas e agronegócios. O papel mais importante da Rússia, na economia global, refere-se à produção e exportação de
a) bauxita e urânio.
b) cana-de-açúcar e soja.
c) produtos da agropecuária (trigo e carne).
d) petróleo e gás natural.
e) armamentos e produtos microeletrônicos.

Questão 03 -  UNICAMP 2018 - Ao percorrer a Ferrovia Transiberiana, de Moscou a Vladivostok, em uma extensão de 9.289 km, atravessamos diferentes unidades do relevo russo:

a) Montes Urais, Planície Russa, Planalto da Anatólia e Planalto Central Siberiano.
b) Planalto do Decã, Planalto Central Siberiano, Montes Urais e Planície Russa.
c) Planalto Central Siberiano, Planície Russa, Montes Urais e Planalto dos Bálcãs.
d) Planície Russa, Montes Urais, Planalto Central Siberiano e Planalto de Aldan.

Questão 04 - PUCMG 1999 - Considerando a Rússia na nova ordem mundial, assinale a opção INCORRETA:
a) Tem uma economia mais significativa que a dos países emergentes, igualando-se aos países centrais no setor industrial e tecnológico.
b) Acumulou-se um extraordinário arsenal nuclear ao longo dos anos, capaz de destruir várias vezes a Terra.
c) A crise russa gerou impacto nos mercados emergentes e redirecionou os interesses das finanças internacionais.
d) Os reflexos da instabilidade econômica refletem-se nas bolsas de valores e geram turbulências em países centrais e periféricos.
e) Passa por graves transformações políticas e seus programas governamentais têm dificuldade de atender às necessidades da nação.

Questão 05 - PUCRJ 2000 - A passagem da economia centralmente planificada para a economia de mercado, na Rússia, criou uma situação de fragilidade que se manifesta:
I - na fragmentação do espaço russo resultante da vitória dos movimentos separatistas.
II - na incapacidade de controle, por parte do governo, das ações dos diferentes agentes econômicos. III - no retrocesso da capacidade de produção demonstrada pela redução do PIB russo.
Está(ão) correta(s):
(A) apenas a afirmativa I.
(B) apenas a afirmativa II.
(C) apenas a afirmativa III.
(D) as afirmativas I e II.
(E) as afirmativas II e III.

Questão 06 - CESGRANRIO 2010 - “(...) Com o colapso da URSS, a experiência do socialismo realmente existente chegou ao fim (...) mesmo onde os regimes comunistas sobreviveram e tiveram êxito, abandonaram a ideia de uma economia única, centralmente controlada e estatalmente planejada, baseada num Estado completamente coletivizado, ou uma economia de propriedade coletiva praticamente operando sem mercado (...)” HOBSBAWN, Eric. Era dos extremos: o breve século XX. São Paulo: Companhia das Letras, 1995. p.481.

“(...) A queda do comunismo representou a fragmentação de alguns países da Cortina de Ferro. No final dos anos 80, com a economia em crise e os Estados satélites querendo abandonar o comunismo, as repúblicas que faziam parte da União Soviética começaram a caminhar para a separação. O colapso da URSS deu origem à Rússia e mais 14 nações (...) Jornal O Globo – edição no 27.856, ano LXXXV, de 12 de nov. de 2009, seção O Mundo, p.35.

Com a queda do socialismo real, o entusiasmo inicial, em países da antiga Cortina de Ferro, no sentido de recuperar sua posição no cenário internacional, cedeu espaço às crises, aos problemas como criminalidade e desemprego e à desconfiança constante na Rússia. A inserção da Rússia no novo cenário geopolítico internacional chama a atenção
a) pela manutenção do estado autoritário e repressor, apesar das transformações econômicas e sociais que incluíram a Rússia no Grupo dos Oito.
b) pela sua volta ao mercado capitalista que, após um processo de privatização de todas as empresas estatais concentrou nas mãos de grupos organizados importantes conglomerados econômicos, estabilizando o quadro político-econômico atual.
c) pela sua rápida modernização econômica para atrair o novo mercado, tornando-se um país tecnopolo, através da exportação de tecnologia de ponta e de mão de obra especializada obtidas através do ingresso de capitais sul-coreanos.
d) pelo retorno aos padrões religiosos, com a abertura de templos ortodoxos e a expansão do islamismo, o que garantirá sua aproximação com a OPEP.
e) pelo recrudescimento de questões étnicas e territoriais que, sob a bandeira do nacionalismo, muitas vezes levaram a conflitos internos ou à guerra.

Questão 07 - UFU 2015 - Durante quase 50 anos, a União Soviética foi o único país a fazer frente ao poder econômico e militar dos Estados Unidos. Mesmo com o seu esfacelamento territorial e político, no início da década de 1990, a Rússia ainda preserva parte do seu antigo poder. Considerando o texto e os principais desafios enfrentados pela Rússia e a região onde ela está localizada, é CORRETO afirmar que
A) o intenso processo migratório entre a Rússia e as repúblicas autônomas é considerado de grande importância para a economia local e tem promovido a unificação regional.
B) grande parte das indústrias da Rússia continua voltada à produção de armamentos e veículos militares, o que a torna a maior fornecedora de material bélico no mundo.
C) a Rússia mantém a unidade territorial devido às melhorias nas condições socioeconômicas da população e ao aumento da renda per capita nas repúblicas autônomas.
D) a Rússia, na atualidade, pode ser considerada um dos países com maior diversidade de etnias convivendo em seu território e é o principal centro de poder político e militar na região.

Questão 08 - CONSULPLAN - 2014 - TERRACAP - O texto a seguir contextualiza o tema tratado nesta questão. Os conflitos na Ucrânia que ocupam os noticiários recentemente são o resultado de uma divisão interna histórica no país acirrada pelo abandono de um acordo de associação à União Europeia (UE) e de manutenção das tradicionais relações com a Rússia. A desistência do governo em se aliar à UE levou milhares de pessoas às ruas. As manifestações foram reprimidas pelo Estado com violência e o número de mortos aumenta a cada dia.
(Disponível em: http://agenciabrasil.ebc.com.br/internacional/noticia/2014‐02/lilian‐entenda‐crise‐na‐ucrania.)
Durante os conflitos uma região da Ucrânia, através de um referendo, solicitou anexação à Rússia, fato não reconhecido pela Ucrânia e muitos outros países ocidentais, mas acatado pela Rússia. Trata‐se da(e)
A) Abecásia.
B) Crimeia
C) Kosovo.
D) Chechênia.
E) Ossétia do Sul.

Questão 09 - UERJ 2015 -  Rússia formaliza anexação da Crimeia
A Rússia anexou formalmente a península da Crimeia a seu território, depois de um duro discurso do presidente Vladimir Putin em meio a pesadas críticas aos EUA, à União Europeia e ao governo interino da Ucrânia. Nesse discurso, que antecedeu a assinatura da anexação da Crimeia, Putin destacou a questão como vital para os interesses russos. Segundo ele, o Ocidente “cruzou uma linha vermelha” ao interferir na Ucrânia. “A Crimeia sempre foi e é parte inseparável da Rússia”, declarou o presidente.
Adaptado de , 18 mar. 2014. 
O evento abordado na reportagem está simultaneamente associado ao presente e ao passado dos povos envolvidos. Para explicar essa ação russa em relação à Crimeia, são fundamentais os seguintes interesses do atual governo Putin:
a) superar o pan-eslavismo – reduzir a diversidade étnica. 
b) estimular a economia – ampliar a produção energética. 
c) combater a corrupção – reconstruir a geopolítica global. 
d) reforçar o nacionalismo – consolidar a geoestratégia militar.

Questão 10 - FMP 2016 - Analise a imagem a seguir.
Disponível em: . Acesso em: 07 maio 2015. 
A anexação à Rússia da região ucraniana destacada na imagem provocou a seguinte situação geopolítica: 
(A) sanções da União Europeia e dos Estados Unidos contra o governo russo 
(B) incremento das exportações russas de gás natural para a União Europeia 
(C) rompimento dos laços diplomáticos entre os governos de Kiev e de Washington 
(D) ações geoestratégicas da China pelo controle do gás ucraniano 
(E) suspensão das manobras militares russas no leste da Ucrânia

Questão 11 - UERJ 2020/1 - PUTIN INAUGURA PONTE ENTRE RÚSSIA E CRIMEIA
O presidente russo, Vladimir Putin, inaugurou em maio de 2018 o trecho rodoviário de nova ponte que liga a Rússia continental à Península da Crimeia, anexada à Russia em 2014. A Crimeia, uma ex-república autônoma que integrava a Ucrânia, foi anexada pela Rússia durante uma grave crise que culminou num conflito entre forças leais ao governo ucraniano e milícias separatistas apoiadas por Moscou. A Ucrânia denunciou a construção como uma flagrante violação das leis internacionais. Putin dirigiu um enorme caminhão Kamaz, de fabricação russa, pelos 19 quilômetros da ponte sobre o estreito de Kerch. Em discurso, o presidente exaltou a construção da ponte de 3,6 bilhões de dólares como um feito histórico e prometeu novas obras de infraestrutura na península. Adaptado de dw.com.
A ponte mencionada indica mudanças no processo de anexação da Crimeia à jurisdição do governo russo, na atualidade. Tendo como base o mapa da Crimeia e as informações da reportagem, observa-se que a construção da ponte se insere em um projeto russo para promoção de:
(A) homogeneização política
(B) modernização financeira
(C) centralização cultural
(D) integração territorial

Questão 12 - MPE-GO - 2019 - Fazendo parte dos chamados BRICS, esse país é bastante temido e respeitado pelo seu poder bélico, derivado dos períodos de guerra. Está em desenvolvimento econômico e exporta combustíveis fósseis. O país em questão é?
a) Brasil
b) Venezuela
c) Índia
d) África do Sul
e) Rússia

GABARITO
01 - E
02 - D
03 - D
04 - A
05 - E
06 - E
07 - D
08 - B
09 - D
10 - A
11 - D
12 - E

Nenhum comentário: