terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Esta cabana de madeira poderia ser o menor Palácio do Mundo

Existe uma coisa que não falta na cidade russa de São Petersburgo: palácios. Construções como o Palácio de Inverno, o Palácio Mikhailovsky, e o Palácio Stroganov, todos estes remontam à opulência, ao luxo e grandeza da Rússia czarista. Mas, no coração da cidade, sobre o rio Neva, uma pequena cabana de madeira poderia muito bem ser o menor palácio do mundo.

Tecnicamente, uma construção não precisa ter torres enormes e decorações luxuosas para ser considerado um palácio. De acordo com o dicionário Merriam-Webster, a definição  de um palácio é simplesmente "a residência oficial de um chefe de estado (como um monarca ou um presidente). Como tal, o Gabinete de Pedro o Grande, certamente está qualificado.

Apenas algumas semanas após o czar Pedro, o Grande, ter capturado uma fortaleza sueca sobre o Rio Neva, em 1703, ele decidiu construir ali a futura capital do império. Ele a chamou de São Petersburgo, que apesar de se tornar a joia da coroa da Rússia czarista, no início era pouco mais que terreno pantanoso. Mesmo assim, como czar, Pedro precisava de sua própria residência pessoal. Em apenas três dias, os trabalhadores construíram para ele, a cabana que ainda hoje está de pé, como Nikki Lohr diz em Untapped Cities.

A Cabana de Pedro é pequena - do tamanho de um apartamento confortável em Nova York. Embora possa parecer apenas mais uma cabana de madeira, o edifício é, na verdade, uma estranha mistura de arquitetura russa tradicional e arquitetura holandesa, que Pedro muito admirava, como está escrito no site Saint-Petersburg.com. 

Por mais que ele amasse a  arquitetura holandesa, quando Pedro definiu fincar as primeiras raízes no assentamento que ele um dia faria sua capital, ele não podia dar-se ao luxo de construir sua casa de pedra ou construção de alvenaria, como os edifícios de Amsterdã que ele tanto admirava. Em vez disso, seus trabalhadores pintaram a cabana como se a construção fosse feita de tijolos, com linhas horizontais de branco, separadas por tiras finas de tinta vermelha. Apesar de Pedro, o Grande só ter morado na cabana por alguns anos antes de mudar para palácio melhor e maior, em 1723, pavilhões foram gradualmente anexados ao conjunto para protegê-lo contra o mau tempo, de acordo com o  Museu Russo.

O Gabinete de Pedro, o Grande tem visto muita mudança no decorrer dos séculos e tem resistido bravamente: ele sobreviveu a tudo, desde o levante da Revolução Russa ao cerco de Leningrado (como a cidade foi chamado durante o período em que a Rússia era parte da  União Soviética) e ainda permanece até hoje. Agora, a cabana é um museu em homenagem ao fundador da cidade e contém muitos de seus pertences. A cabana pode até ser o menor palácio do mundo, mas ainda é grande na sua própria maneira de existir.

Texto escrito por Danny Lewis * Tradução livre, por Gabriel, com informações da Smithsonian Magazine. Data da publicação: 26/01/2016.

O interior da cabana é preservado com muito dos pertences de Pedro, o Grande. (deror_avi, via Wikimedia Commons)
A cabana de pedro - construção original. (deror_avi, via Wikimedia Commons)
Imagem de 1853, do Gabinete de Pedro, o Grande. (The British Library via Wikimedia Commons).
O Gabinete de Pedro está protegido por um pavilhão ornamentado  de pedra. (Perfektangelll, via Wikimedia Commons)

Nenhum comentário: