quarta-feira, 1 de julho de 2015

Pratos típicos da Região Nordeste do Brasil

A variedade de biomas da Região Nordeste se reflete em sua cozinha. Na mesa do sertanejo, o clima semiárido da caatinga deixa sua marca em pratos ligados à conservação dos alimentos e altos teores calóricos. Já no Agreste e seu extenso litoral, as receitas ganham diversidade de ingredientes e cores. O sabor forte e o gosto pela pimenta, no entanto, marcam a culinária nordestina como um todo.. Fazem parte do Nordeste a Bahia (BA), Sergipe (SE), Alagoas (AL), Pernambuco (PE), Paraíba (PB), Rio Grande do Norte (RN), Ceará (CE), Piauí (PI) e Maranhão (MA).

Pratos típicos do Nordeste

Carne de sol com pirão de coalho: é a carne de sol servida com um pirão feito à base de queijo coalho, leite, manteiga de garrafa e farinha de mandioca.Buchada: a receita leva vísceras de bode cozidas no estômago (bucho) do animal. Para estômagos fortes.

Baião de dois: prato feito com feijão verde ou fradinho, misturado ao arroz branco, carne seca ou de sol e queijo coalho. Servido com a típica manteiga de garrafa.

Paçoca de carne seca: farofa feita com farinha de mandioca, carne seca moída e cebola. Pode ser servida com banana e acompanhar um baião de dois.

Tapioca: a massa à base de goma mandioca é feita em discos, como se fossem panquecas, e são servidas com recheios doces ou salgados. 

Acarajé: preparado tipicamente pelas baianas, o acarajé é um bolinho de feijão fradinho frito em azeite de dendê. Pode ser recheado com vatapá, caruru e molho de pimenta.
Baiana vendendo acarajé nas ruas de Salvador. Bahia, BA.

Moqueca: ensopado de peixe com leite de coco, azeite de dendê, pimenta e coentro.

Caldo de sururu: sopa feita com mariscos, leite de coco e azeite de dendê.

Caldo de mocotó: a sopa servida quente é feita com patas de boi, de onde sai o tradicional caldo.

Dobradinha: prato à base de feijão branco cozido com bucho de boi.

Sarapatel: com receitas variadas em cada estado, o sarapatel é um ensopado feito com vísceras de porco, carneiro ou bode, engrossado com o sangue do animal. É servido com farinha e pimenta.

Vatapá: há várias versões para o creme de camarão, que pode levar pão, farinha de rosca ou fubá, amendoim, castanha de caju, pimenta, leite de coco e azeite de dendê.

Caruru: Assim como o vatapá, este prato caiu no gosto do paraense e também é servido por lá, com algumas modificações. Basicamente, o caruru é um pirão (farinha de mandioca misturada a um caldo quente) feito com quiabo, camarões, tempero verde e azeite de dendê.

Bolo de rolo: o doce é feito com um fino pão de ló enrolado com camadas de goiabada, coberto com açúcar. Servido em fatias finas.

Fonte: Portal da Copa

Nenhum comentário: