domingo, 30 de junho de 2019

Cartunista é despedido por desenhar Trump jogando golf perto de pai e filha que morreram afogados

O vínculo que o cartunista Michael de Adder tinha com vários jornais canadenses chegou ao fim de forma abrupta. Tudo por causa de um cartoon que nem chegou a ser publicado.
Na imagem, desenhada por Adder, podia ver-se Donald Trump de taco na mão, junto a um carrinho de golfe, no chão, mesmo ao seu lado, estão Óscar e Valeria, pai e filha, que morreram afogados, recentemente, quando tentavam atravessar o Rio Grande, que serve de fronteira natural entre o México e os EUA. “ Vocês se importam que eu continue o jogo?”, pergunta o Presidente dos EUA do cartoon.

O despedimento foi revelado pelo próprio cartunista, que informou nas redes sociais que tinhas sido dispensado de todos os meios do grupo New Brunswick.

Michael de Adder pede, no entanto, aos seguidores para que não o vejam como uma vítima, sublinhando que teve uma carreira de sucesso e que vai ter um livro, a sair em setembro, no qual estão reunidos vários dos seus melhores cartoons.

Fonte: Jornal SOL / Sapo.

Nenhum comentário: