terça-feira, 3 de abril de 2018

Prova de Geografia com gabarito - Vestibular de Inverno 2016 - FPP

Questão 01 - FPP 2016 - O Estado Islâmico surgiu a partir de vários grupos insurgentes sunitas que lutaram no Iraque contra as forças de ocupação lideradas pelos Estados Unidos. A partir da região sunita iraquiana, ele acabou se envolvendo na guerra civil síria e, rapidamente, tornou-se conhecido como um dos mais extremistas e brutais grupos jihadistas atualmente em atividade. Há outros grupos islâmicos que usam a extrema violência, como o Boko Haram, na Nigéria, e o Al-Shabaab, na Somália, e todos eles proclamaram os seus califados. 
Fonte: Sérgio Luiz Cruz Aguilar. Disponível em: http://www.unesp.br/aci_ses/revista_unespciencia/acervo/58/ponto-critico

A emergência desses grupos engloba uma série de razões que vão além do simples apelo islâmico, observando- se aspectos econômicos, sociais e políticos. Nesse contexto, destaca-se: 
A) O Oriente Médio como palco das ações dos principais grupos extremistas citados no excerto, reforçando o fato de o petróleo ainda ser considerado o motor das guerras e insurgências da atualidade. 
B) O radicalismo dos grupos extremistas, que se apoiam numa causa ideológica e não interessam os meios para se obter os fins. Ou seja, o discurso se dá no sentido de que o objetivo é construir um novo Estado com disciplina e ordem, socialmente responsável, por meio da estrita aplicação dos valores e leis islâmicas. 
C) Os grupos extremistas reivindicam a utilização do islão como forma de mudar o estado das coisas, criando uma nova sociedade (islâmica) que estaria protegida dos valores do colonizador norte-americano que, no século XIX, realizou a partilha do continente africano e asiático, ditos, portanto, como responsáveis pelos problemas existentes nas áreas em que atuam. 
D) A luta contra o governo sunita do Iraque (considerado opressor pela comunidade xiita) e contra a ditadura na Síria e em Israel, somada ao apoio que dá aos seus integrantes e às populações pelas quais supostamente luta, permitiram ao grupo angariar adeptos em vários países. 
E) Os grupos extremistas pregam a constituição de um mundo melhor contra a opressão das grandes nações dominadoras, em especial os Estados Unidos. Nesse sentido, aliam-se às elites e aos governos locais com a intenção de expulsar a influência ocidental de seus califados.

Questão 02 - FPP 2016 -  No último censo demográfico, realizado em 2010, o estado do Paraná apresentava uma população total de mais de 10 milhões de habitantes, sendo mais de 85% dessa população vivendo em áreas urbanas. Com relação a sua estrutura demográfica, o Paraná apresentou claras transformações.
Fonte: Site do IBGE. Censo 2010: http://www.censo2010.ibge.gov.br/sinopse/webservice/frm_piramide.php?codigo=41.
Fonte: Site do IBGE. Censo 2010:

Tomando seus conhecimentos sobre a dinâmica da população brasileira e do Paraná, analise a pirâmide etária acima e assinale a alternativa CORRETA. 
A) A relação entre homens e mulheres no Paraná apresenta-se com muita assimetria, sendo a população total de homens entre 20 e 29 anos bastante desproporcional. 
B) Temos que, no Paraná, os homens têm uma expectativa de vida muito maior que a apresentada por mulheres, sendo a população total de idosos homens, entre os 70 e 100 anos, muito superior ao total das mulheres nas mesmas faixas etárias. 
C) Nos dados da pirâmide etária, temos um claro estreitamento da base e o estrato mais significativo, correspondente a 17,5% da população, composto por grupos com idades entre 15-19 e 20-24 anos. 
D) A faixa etária mais robusta, ou com maior percentual e números absolutos, é a que se encontra entre os 45-49 anos, caracterizando o estado do Paraná como envelhecido. 
E) No estado do Paraná, as faixas etárias consideradas economicamente ativas encontram-se em descompasso com aquelas consideradas economicamente inativas, o que, de certa forma, explica os problemas previdenciários e de proteção da infância e juventude.

Questão 03 - FPP 2016 -  Em seu livro “As intermitências da morte”, José Saramago propõe um conto ficcional em que a morte declara uma espécie de greve, inserindo a população mundial em uma situação jamais registrada pela história: ninguém mais morria. Mesmo restrito ao mundo da imaginação, o conto propõe um interessante exercício mental, pois, nesse contexto, uma das consequências possíveis seria: 
A) a paralização do processo migratório. 
B) o aumento da taxa de mortalidade infantil. 
C) a diminuição da desigualdade social em países subdesenvolvidos. 
D) a diminuição do número de megacidades no mundo. 
E) o aumento da expectativa de vida da população.

Questão 04 - FPP 2016 -  Nos últimos anos, diversos pedaços de sondas espaciais caíram na Terra. A verdade é que quase todos os dias algum objeto do espaço entra na atmosfera da Terra. Na maior parte, são objetos pequenos, pedaços de foguetes ou satélites, que viajam a velocidades muito altas, acima de 25 mil km/h. A resistência do ar gera atrito e, por consequência, eleva a temperatura, o que faz com que esses objetos se desmanchem. Segundo a Nasa, há cerca de 19 mil objetos com pelo menos 10 cm na órbita da Terra. Com tamanhos entre 1 e 10 cm, são em torno de 500 mil. Os fragmentos ainda menores são dezenas de milhões. Em 2011, a queda do Satélite Uars novamente chamou a atenção do mundo para o lixo espacial. O satélite caiu na latitude 14,1º sul e na longitude 170,2º oeste. 
Fonte: http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2012/01/queda-de-mais-um-satelite-aumenta-preocupacao-com-o-lixo-espacial.html (adaptado).
Pode-se afirmar que, entre os países listados a seguir, o mais próximo do local da queda do satélite é: 
A) Austrália. 
B) Brasil. 
C) África do Sul.
 D) Chile. 
E) Estados Unidos.

GABARITO
1 - B 
2 - C
3 - E
4 - A

Nenhum comentário: