quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Professor inova ao usar rock nacional para ensinar Geografia a alunos da Escola Municipal Luiz Gonzaga

Professor de Geografia há sete anos na rede municipal de ensino de Palmas, Ricardo Tadeu Marcilio Junior irá participar do XIII Encontro Nacional de Práticas de Ensino de Geografia que será realizado de 10 a 14 de setembro na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), onde irá apresentar artigo O Ensino de Geografia e a Música Underground - Diálogos e Aprendizagens no Espaço Escolar.

Educador na Escola Municipal Luiz Gonzaga, na Arno 61, Ricardo produziu o artigo com base nas suas práticas vivenciadas em sala de aula, com alunos de 8º e 9º anos. Seu estudo aplica a Geografia para o ensino fundamental através da linguagem musical, mais especificamente no contexto underground do rock nacional dos anos 90.



“Essa prática de ouvir a música e debater sobre ela surgiu da minha experiência como docente e músico, vendo nesta interface a possibilidade de aliar os conteúdos curriculares com a linguagem musical de maneira que aproxime a teoria à realidade dos alunos, objetivando um melhor processo de ensino e aprendizagem”, explica o professor.

“Além de levar as práticas que realizamos na educação básica do município de Palmas, o encontro é um evento importante para conhecer e aprender outras técnicas para o ensino de geografia, que possibilita a troca de experiências, apreensão de conhecimentos e o meu enriquecimento enquanto professor da rede municipal de Palmas”, completa.

Para o estudante do 9º período Rafael Alves, 13 anos, as atividades em sala de aula ficaram mais animadas com o professor Ricardo. Ele revela que as novas práticas de ensino ampliaram sua visão do mundo. “Consegui visualizar de uma maneira mais real e fácil através da música e dos debates sobre a sociedade e a política. A música passa com emoção o conteúdo, o cantor enfatiza com sua voz os pontos mais importantes e com isso ficamos marcados e reflexivos”, afirma.

Perfil
O professor Ricardo Tadeu Marcilio Junior é Mestre em Geografia da Universidade Federal do Tocantins (UFT) e membro do grupo de pesquisas Nurba – UFT Porto Nacional. Ele trabalha Geografia com seus alunos por meio de debates musicais, com conteúdos de produção e reprodução do espaço urbano, o Estado como agente de produção do espaço geográfico e suas contradições, reforma agrária e problemas ambientais urbanos.

Fonte: Redação Semed / Palmas - Tocantins - TO.

Nenhum comentário: