terça-feira, 29 de dezembro de 2015

História de Flora Rica, São Paulo – SP

Histórico do Município: Flora Rica, São Paulo – SP
Gentílico: flora-riquense

Margeando o rio Peixe, com imenso território, localizava-se a fazenda Rio do Peixe, de propriedade de João Veloso que, em 1946, vendeu uma parte a José Firpo, seu antigo gerente.
Desbravando as matas existentes, José Firpo deu-lhe o nome de Fazenda Tabajara e iniciou a formação de um povoado com a abertura de ruas e quadras, em 15 alqueires de terra. Estava fundada a povoação que recebeu o nome de Vila Rica, sob proteção de São José, o padroeiro.
As boas terras para cultura do algodão atraíram novos moradores, levando à criação do Distrito de Paz em 1948, no Município de Pacaembu, com o nome de Flora Rica, em alusão à exuberante floresta que aí existia.
A participação da população local no progresso do núcleo foi efetiva na construção do grupo escolar em 1950, em prédio próprio. Em 1952 instalou-se o Cartório de Registro Civil.
Da mesma forma, por vontade popular, Flora Rica foi elevada a Município em 1952, num período de pouco mais de 5 anos de existência.

Formação Administrativa 
Distrito criado com a denominação de Flora Rica, pela lei estadual nº 233, de 24-12- de 1948, subordinado ao município de Pacaembu (ex-Guaraniúva).
Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o distrito de Flora Rica figura no município de Pacaembu. 
Elevado à categoria de município com a denominação de Flora Rica, pela lei estadual nº 2456, de 30-12-1953, desmembrado do município de Pacaembu. Sede no atual distrito de Flora Rica (ex-povoado). Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1955.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede. 
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2009.

Fonte: Biblioteca do IBGE.

Nenhum comentário: