sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Exercícios resolvidos de Geografia sobre Regiões Geoeconômicas

1. UERN 2012 - Em 1967, o geógrafo Pedro Pinchas Geiger propôs a divisão regional do Brasil, utilizando como critérios características históricas e econômicas. 
Brasil – Regiões Geoeconômicas
Desta forma, o Brasil poderia ser dividido em três regiões geoeconômicas: Centro-Sul, Nordeste e Amazônia. Analisando essa divisão em comparação com a do IBGE, nota-se que todos os estados do 
A) Nordeste, pela divisão do IBGE, encontram-se em apenas um Complexo Regional. 
B) Sul (IBGE) encontram-se no Complexo Regional Centro- Sul. 
C) Sudeste encontram-se no Complexo Regional do Centro- Sul. 
D) Norte (IBGE) estão localizados no Complexo Regional da Amazônia.

2. UNESP 2009 - Uma forma de regionalizar o Brasil, para avaliar a situação socioeconômica e as relações entre a sociedade e o espaço natural, é dividir o país em três grandes complexos regionais, de acordo com proposta do geógrafo brasileiro Pedro Pinchas Geiger. Observe a figura em que está destacada essa proposta de regionalização. 
(www.educação.uol.com.br) 
Indique a alternativa que apresenta os complexos regionais 1, 2 e 3, respectivamente.
a) Complexo Norte, Nordeste e Centro-Sul
b) Complexo Norte, Centro-Sul e Nordeste. 
d) Complexo Amazônia, Centro-Sul e Nordeste. 
e) Complexo Norte, Centro-Oeste e Nordeste. 

3. FIS 2013.2 - Além da divisão regional brasileira composta por cinco macrorregiões (Sul, Sudeste, Centro-Oeste, Norte e Nordeste), existe outra divisão do território nacional que utiliza como critérios os aspectos naturais e, principalmente, socioeconômicos, são as chamadas regiões geoeconômicas do Brasil. 
Com base nas informações das regiões geoeconômicas do Brasil podemos inferir que Estão entre esta regiões: 
A) Norte e Amazônico 
B) Amazônico, Nordeste e Centro-Sul 
D) Amazônico Nordeste e Sul. 
E) N.D.R 

4. UFPE 2002 - Observe atentamente o mapa abaixo e identifique a seguir o que ele representa. 
a) As grandes zonas climáticas do Brasil 
b) As regiões geoeconômicas do Brasil 
c) Os três grandes biomas brasileiros 
d) As mesorregiões naturais do Brasil 
e) Os três grandes escudos brasileiros

5. PUC 2003 - O mapa a seguir diferencia-se da conhecida divisão regional do IBGE para o território brasileiro. Esse novo mapa tem sido cada vez mais utilizado para representar os grandes contrastes entre as diferentes regiões do país.
Leia as afirmativas que se relacionam com os diferentes complexos regionais do país e assinale a alternativa correta: 
I – A Amazônia, em função de sua grande superfície e devido a sua baixa ocupação demográfica, não apresenta áreas de conflitos fundiários. 
II – Há muitas décadas o Nordeste tem se caracterizado como região de grande dinâmica populacional, através de migrações intra-regionais, em especial do sertão para o litoral e como fornecedora de mão-de-obra para outras regiões, com destaque para o Centro-Sul
III – O Centro-Sul, embora também seja palco de graves contrastes sociais, possui a maior concentração do PIB do país, uma vez que aí se encontram os principais pólos industriais e centros financeiros do Brasil. 
A) Apenas I está correta. 
B) Apenas II está correta. 
C) Apenas III está correta. 
D) I e II estão corretas. 
E) II e III estão corretas. 

6. IFSC 2009 - Observe o Mapa das Regiões Geo-Econômicas do Brasil.
Figura 01 – Mapa das Regiões Geo-Econômicas – IBGE Fonte: MOREIRA, João Carlos. Geografia. v. 1. São Paulo: Scipione, 2005. Com base nos seus conhecimentos e com o auxílio do mapa dos Complexos Regionais, assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S).
01. O mapa indica que as regiões econômicas brasileiras diferem da tradicional divisão macrorregional em cinco Regiões: Norte, Sul, Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste
02. Nesta divisão, ganha destaque a dinâmica econômica do Centro-Sul frente às demais regiões brasileiras. 04. A Região Norte tem poucos recursos naturais e destaca-se como pólo industrial, especialmente a capital do estado do Amazonas, Manaus. 
08. Na Região Nordeste, ocorre um fenômeno natural - os longos períodos de seca - na área conhecida como Sertão, que acarreta problemas produtivos, especialmente no setor agrícola, prejudicando o desenvolvimento da região. 
16. No Centro-Sul, a expansão das fronteiras agrícolas levou à incorporação econômica dos estados de Goiás e Mato Grosso do Sul e, ainda, parte dos estados de Mato Grosso e Tocantins. 
32. A atual crise econômica mundial não causará impacto nos estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná, pois estes estão pouco integrados à produção econômica brasileira.

7. UNEMAT 2007 - Em 1967, o geógrafo Pedro Pinchas Gêiser propôs uma nova divisão regional do espaço brasileiro, apresentando três grandes complexos regionais. Esta nova divisão não sucumbiu àquela oficialmente determinada pelo IBGE, mas orientou para uma nova forma de ler e interpretar o território brasileiro, sobretudo no que diz respeito aos aspectos geoeconômicos.
Com base no enunciado e no mapa acima, pode-se AFIRMAR que: 
a. o complexo regional representado pelo número 1 no mapa é o do Grão- Pará, dominado pelo clima equatorial e caracterizado pela baixa densidade demográfica. 
b. o complexo regional representado pelo número 3 é o do Semi-Árido, cuja feição fitogeográfica mais marcante é a da Zona da mata e se caracteriza como área de atração populacional. 
c. o complexo regional representado pelo número 3 é o Centro-Setentrional, dominado por climas de alta latitude e socio-ecomomicamente caracterizado pela existência das duas metrópoles nacionais. 
d. os complexos regionais representados pelos números 1, 2 e 3 representam, respectivamente, a Amazônia, o Centro-Sul e o Nordeste e, entre eles, o segundo é o que apresenta maior concentração demográfica e industrial do país. 
e. os complexos regionais representados pelos números 1, 2 e 3 representam, respectivamente, o Grão-Pará, o Semi- árido e o Centro-Setentrional e, entre eles, o terceiro é o que apresenta menor concentração demográfica e industrial do país

8. PUC RIO 1998 - O mapa representa a divisão do território brasileiro em três grandes regiões ou complexos geoeconômicos. 
Qual(is) texto(s) abaixo apresenta(m) corretamente características dominantes nesses complexos nas últimas décadas? 
I- O Centro-Sul destaca-se como o centro econômico de maior dinamismo, gerando cerca de 80% da renda nacional. Nele estão presentes intensos fluxos de mercadorias, da força de trabalho e de capitais. 
II- O Nordeste individualiza-se pela repulsão populacional e pela disseminação da pobreza. A estrutura fundiária altamente concentrada tem dificultado seu desenvolvimento. 
III- O Complexo Amazônico destaca-se pelo processo de ocupação recente, ligado aos grandes projetos agropecuários e minerais. A construção de rodovias inter-regionais acelera a integração da nova fronteira ao centro nacional dinâmico representado pela Região Sudeste. Assinale: 
(A) se apenas o texto I. 
(B) se apenas o texto II. 
(C) se apenas o texto III. 
(D) se apenas os textos I e II. 
(E) se os textos I, II e III.

9. UNIFENAS 2012 - O mapa a seguir apresenta a proposta de regionalização do Brasil baseada em três grandes complexos regionais ou regiões geoeconômicas.
A regionalização proposta no mapa 
I) adota exclusivamente o critério político-administrativo, e suas fronteiras coincidem com as fronteiras dos estados. 
II) utiliza critérios abrangentes como o processo de formação histórico e econômico do Brasil, associado à modernização brasileira, através de suas atividades produtivas; 
III) desconsidera os limites entre os estados como estratégia de valorização da organização político-administrativa proposta pelo IBGE, em 1969, para a criação da chamada região concentrada. 
IV) engloba uma porção do norte de Minas Gerais no complexo nordestino, tendo em vista suas características semiáridas e o seu baixo dinamismo econômico regional. 
V) inclui o estado do Maranhão, em sua totalidade, no Complexo Amazônico. Estão corretas apenas
a) I e II. 
b) II e IV. 
c) III, IV e V. 
d) IV e V. 
e) I, II, III e IV.

10. UFCG 2009 - O Brasil tem uma rica diversidade cultural que não se manifesta só pelos aspectos físicos e/ou econômicos. Há muito mais, contida nas tradições, no folclore, nos saberes, nas línguas, nas festas e em diversos outros aspectos e manifestações, transmitidos oral ou gestualmente, recriados coletivamente e modificados ao longo do tempo. Essa diversidade, fonte de intercâmbios, de inovação e de criatividade se manifesta nos lugares, na originalidade e na pluralidade de identidades que caracterizam os grupos e as sociedades. (CORRÊA, R. L.; ROSENDAHL, Z.(orgs.). Introdução à geografia cultural. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2003. Adaptado). Com base no texto acima, relacione os complexos regionais - Amazônia, Centro-Sul e Nordeste - às músicas que mais se aproximam de suas narrativas e representações identitárias.
(1) Amazônia 
(2) Centro-Sul 

( ) É nessa dança que meu boi balança 
E o povão de fora vem pra cá brincar 
As barrancas de terras caídas 
Faz barrento o nosso rio-mar 
As barrancas de terras caídas 
Faz barrento o nosso rio-mar (...) 
Fez o céu, a mata e a terra 
Uniu os caboclos construiu o amor ... (Tic, tic, tac - Banda Carrapicho) 

( ) Olha os patricio, veja bem quem se ferra 
Pelo amor, já num basta a miséria?
Migalha é anistia, doação pra familia 
Alimento hoje e a morte no outro dia 
Os coxinhas cada veiz mais violentos 
De segunda a segunda, os dias são sangrentos 
A mãe acende vela, reza, faz promessa 
O pai é mais frio, vive em estado de alerta 
Mas vc num se interessa, jão 
Pra onde vai, já foram uma pá de irmão ... (Jão – Dmn) 

( ) Somos a porta do Sol 
Deste país tropical 
Somos a mata verde, a esperança somos o Sol do extremo oriental. (Porta do Sol – Renata Arruda)

( ) E a menina que um dia por acaso veio me dizer 
Que não gostava de meninos tão largados Que tocam reggae e MPB 
Mas isso é coisa tão banal perto da beleza do Planalto Central 
E das pessoas que fazem do Cerrado O habitat quase ideal... (Presente de um beija-flor - Banda Natiruts) 

( ) Meu peito também é sertão 
Em seca e solidão sob o seu braseiro 
Espera o verde, a beleza, 
Nova correnteza em chuvas de janeiro. (Arrebol – Socorro Lira) 

( ) Naquele estradão deserto, 
Uma boiada descia Pras bandas do Araguaia 
Pra fazer a travessia. 
O capataz era um velho 
De muita sabedoria, As ordens eram severas 
E a pionada obedecia. (Travessia do Araguaia – Almir Sáter)

A seqüência CORRETA é: 
a) 1, 2, 3, 2, 2 e 3. 
b) 3, 1, 2, 2, 3 e 1. 
c) 2, 3, 3, 2, 1 e 1. 
d) 1, 2, 3, 2, 3 e 1. 
e) 3, 2, 2, 3, 2 e 1.

11. UERN 2010 - A divisão do território brasileiro em complexos regionais considera os principais aspectos naturais associados à realidade de cada área. Seus limites não são fixos e seus contornos são dinâmicos. Em relação à divisão regional do Brasil em complexos regionais, pode-se afirmar: 
01) A Região Sudeste, a mais dinâmica e diversificada economicamente, é formada pelos estados de Minas Gerais, Espíríto Santo, Rio de Janeiro e São Paulo. 
02) Os limites do Nordeste, a região mais expropriada, durante a colonização, se estabelecem, no interior, pelo domínio do clima tropical úmido, que abrange, também, o norte do Espírito Santo. 
03) Os limites da Amazônia, cuja ocupação desordenada provoca sérios problemas ambientais, têm seu traçado estabelecido pela área original de cobertura da floresta, incluindo toda a Região Norte, o norte do Mato Grosso e o oeste do Maranhão. 
04) A Região Centro-Oeste, de ocupação recente, em decorrência do agronegócio e da pecuária extensiva, foi beneficiada com parte do Tocantins, por apresentarem características geográficas semelhantes.

12. PUCRS 2001 - A divisão do Brasil em três grandes complexos regionais reflete as diferentes formas de ocupação do espaço pela ação humana ao longo da história brasileira. Em relação a tais espaços, é correto afirmar que 
A) a Amazônia, embora seja o espaço menos povoado, neste início de século, é o que mais expulsa migrantes em direção ao Centro-Sul. 
B) o Centro-Sul é a região mais industrializada e urbanizada, embora a maior parte da população economicamente ativa se encontre no setor primário da economia. 
C) o Nordeste, caracterizado como a região mais rica do país durante três séculos, foi considerada, no século passado, a maior fornecedora de migrantes para o Centro-Sul, devido à pouca perspectiva de oportunidades de trabalho. 
D) mais de 50% da população brasileira se concentra no Centro-Sul, sendo o sul da Bahia a área que apresenta os maiores vazios demográficos da região. 
E) o Centro-Sul e a Amazônia dividem entre si o Estado do Maranhão, sendo que a área ocupada pela Mata de Cocais pertence ao Centro-Sul.

13. FUVEST 1998 - A divisão do território brasileiro em 3 grandes complexos regionais – Amazônia, Nordeste e Centro-Sul – tem a vantagem de caracterizar 
a) a Amazônia, com seus recursos explorados a partir de um planejamento global do Estado. 
b) o Nordeste, como um pólo de atração demográfica, em decorrência do turismo. c) o Centro-Sul, como região socioeconômica de poucos contrastes internos. 
d) a homogeneidade econômica no interior de cada complexo, do ponto de vista agropecuário. 
e) a espacialidade do processo socioeconômico, considerando a gênese histórica de cada complexo.

14. UEL 2001 - "O geógrafo Pedro Pinchas Geiger propôs, em 1967, a divisão regional do Brasil em três regiões geoeconômicas ou complexos regionais (...). Essa divisão regional tem por base as características geoeconômicas e a formação histórico-econômica do Brasil. (...)" (ADAS, M. "Geografia: o Brasil e suas regiões geoeconômicas". São Paulo: Moderna, 1996. p.52 e 67.) Aos complexos regionais da amazônia, do Nordeste e do Centro-Sul, propostos por Geiger, podem-se atribuir, respectivamente, as seguintes caracterizações: 
a) Povoado no período colonial - industrializado - de baixa densidade demográfica. 
b) De agricultura tecnificada - de atração de mão de obra - de predomínio de população rural. 
c) De pequenas propriedades rurais - de industrialização tradicional - de economia extrativa. 
d) De expansão da fronteira agrícola - colonizado através da economia açucareira - o mais industrializado e urbanizado. 
e) De integração dos povos da floresta - de economia agropecuária moderna - de expulsão de mão de obra.

15. IMED 2012 - Além da divisão regional brasileira oficial colocada pelo IBGE, temos outra denominada pelas regiões geoeconômicas ou complexos regionais, proposta em 1967 pelo geógrafo Pedro Pinchas Geiger. Essa regionalização divide o Brasil em: 
b) Amazônia, Centro-Sul e Nordeste
c) Norte e Sul. 
d) Extremo Norte, Nordeste, Centro e Sudeste

16. UFAM 2004 - Quanto à divisão regional brasileira em regiões geoeconômicas, todas as afirmativas são verdadeiras, exceto: 
a) Foi elaborada com base na formação históricaeconômica do Brasil. 
b) Trata-se de uma divisão regional não-oficial. 
c) Os limites não coincidem com os limites dos Estados. 
d) Tem como objetivo o levantamento de dados estatísticos para análise da realidade social e econômica da região. 
e) Foi proposta, em 1967, pelo geógrafo Pedro Pinchas Geiger.

17. UEM 2009 - Sobre os complexos regionais ou regiões geoeconômicas do Brasil, assinale o que for correto. 
01) Os complexos regionais, cujos limites são definidos por critérios político-administrativos, expressam as tendências econômicas e demográficas de apropriação do território. 
02) O complexo regional da Amazônia se define como fronteira de expansão econômica, o que significa dizer que ela é, também, fronteira de expansão demográfica e de exploração de recursos. 
04) O complexo regional do Nordeste se caracteriza pela sua uniformidade interior quanto às condições naturais, ocorrência de secas severas e pela economia, baseada na pecuária extensiva e de corte. 
08) O complexo regional Centro-Sul abriga mais de 60% da população do Brasil e concentra a maior parte dos recursos econômicos. Em contrapartida, apresenta também graves problemas socioambientais, como altas taxas de criminalidade, falta de moradias e poluição. 
16) O complexo regional da Amazônia apresenta os seus limites coincidentes com aqueles da região Norte (divisão regional oficial), cuja unidade é garantida pelos aspectos naturais.


18. UNESP 2005 - A distribuição espacial dos fenômenos geográficos pode ser estudada dentro das cinco regiões administrativas do Brasil ou de suas três regiões geoeconômicas. Sobre as características dessas três regiões geoeconômicas, pode-se afirmar que 
a) as porções setentrionais de Mato Grosso e de Tocantins estão integradas com a região Centro-Sul por causa de suas relações de dependência econômica. 
b) o norte de Minas Gerais, embora com características econômicas e naturais tipicamente nordestinas, permanece ligado com a região Centro-Sul.
c) a porção ocidental do Maranhão afina-se com a região Amazônica, devido suas atividades econômicas extrativistas. 
d) a região Nordeste sempre apresentou traços em comum e se constituiu numa grande região individualizada dentro do território nacional. 
e) a região Centro-Sul quase não apresenta disparidades regionais e pode ser considerada uma região de grande homogeneidade econômica.

19. PUC MG 2005 - Numere nos parênteses as características apresentadas, de acordo com as regiões geoeconômicas brasileiras. 
I – AMAZÔNIA 
II – NORDESTE 
III – CENTRO-SUL 
( ) constitui-se uma "região problema", em virtude dos graves problemas sociais e econômicos, apoiados na política da seca. 
( ) concentra as áreas de economias mais dinâmicas, as regiões mais industrializadas e de atividades agrícolas mais modernas. 
( ) apresenta graves problemas fundiários (questão da terra), ecológicos (desmatamento, queimadas) e sociais, apesar da pequena população absoluta e baixíssima densidade demográfica. 
( ) economia baseada na agropecuária e no extrativismo mineral e vegetal, expande suas atividades industriais mineradoras e possui pólo eletroeletrônico. 
( ) é marcada por acentuados contrastes naturais, dispondo de ambientes úmidos a semi-áridos, que condicionam paisagens típicas. 
( ) dispõe da melhor logística de transporte e integração, que favorece a formação de redes, o adensamento populacional e a urbanização. 
( ) domínio do quadro natural, apresenta-se como fronteira de expansão agropecuária e de povoamento. Assinale a opção CORRETA encontrada. 
a) I – III – III – II – I – II – II 
b) II – III – I – I – II – III – I 
c) II – I – III – I – II – II – I 
d) I – III – I – II – I – III – II

20. UNIOESTE 2010 - Tomando como referência a divisão do Brasil em regiões geoeconômicas ou complexos regionais, assinale a alternativa correta. 
A. Trata-se de uma proposta de estudo do espaço brasileiro com base em cinco grandes unidades territoriais: Amazônia, Nordeste, Centro-Sul, Sudeste e Oeste, individualizadas segundo critérios geográficos e econômicos. 
B. Trata-se de proposta adotada oficialmente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, e foi estabelecida para facilitar o levantamento e a divulgação de dados estatísticos para o país. 
C. Conforme essa divisão, o Norte do Estado de Minas Gerais, porção semiárida e de economia deprimida, integra o complexo regional nordestino, sendo que o restante dessa Estado faz parte do complexo regional Centro-Sul. 
D. O complexo regional da Amazônia tem como traço marcante o quadro natural, e abrange o conjunto dos Estados das regiões tradicionalmente definidas como Norte e Centro-Oeste. E. Para definir as macrorregiões geoeconômicas foi utilizado como critério exclusivo o levantamento dos elementos naturais diversificados.

21. UEL 2001 - "O geógrafo Pedro Pinchas Geiger propôs, em 1967, a divisão regional do Brasil em três regiões geoeconômicas ou complexos regionais (...). Essa divisão regional tem por base as características geoeconômicas e a formação histórico-econômica do Brasil. (...)" (ADAS, M. "Geografia: o Brasil e suas regiões geoeconômicas". São Paulo: Moderna, 1996. p.52 e 67.) Aos complexos regionais da amazônia, do Nordeste e do Centro-Sul, propostos por Geiger, podem-se atribuir, respectivamente, as seguintes caracterizações: 
a) Povoado no período colonial - industrializado - de baixa densidade demográfica. 
b) De agricultura tecnificada - de atração de mão de obra - de predomínio de população rural. 
c) De pequenas propriedades rurais - de industrialização tradicional - de economia extrativa. 
d) De expansão da fronteira agrícola - colonizado através da economia açucareira - o mais industrializado e urbanizado. 
e) De integração dos povos da floresta - de economia agropecuária moderna - de expulsão de mão de obra.

22. UEPG 2007 - Com relação ao Centro-Sul, uma das regiões geoeconômicas do Brasil, assinale o que for correto. 
01) Representa a região de ocupação mais antiga do país, sendo que durante três séculos foi a região mais rica e povoada do país, tendo a cana-de-açúcar como a principal riqueza do Brasil Colônia. 
02) As práticas mais modernas da agropecuária encontram-se nessa região, especialmente no interior de São Paulo, Rio Grande do Sul e Minas Gerais. 
04) É a região mais povoada, urbanizada e industrializada do país, representada pelas importantes áreas industrializadas da Grande São Paulo, Grande Rio de Janeiro, Grande Belo Horizonte e Grande Porto Alegre. 
08) É a maior das três regiões geoeconômicas em extensão, seguida pelo Nordeste e pela Amazônia
16) Aí se registram as mais constantes lutas pela posse de terras envolvendo posseiros, indígenas, grileiros, empresas e até o Estado.

23. UERJ 2014
Modernização na agropecuária brasileira
adaptado de tHÉRY, Hervé; Mello, Neli. Atlas do Brasil: disparidades e dinâmicas do território. São Paulo: edusp/imprensa oficial, 2008.

No Brasil, o setor agropecuário se caracteriza tanto por áreas que ainda adotam práticas tradicionais como por aquelas em que há forte presença de modernização, como se observa no mapa. Aponte o complexo regional que concentra o uso mais intenso de práticas agropecuárias modernas e a que concentra o uso menos intenso. Em seguida, cite duas características presentes no processo de modernização agropecuária do país.


GABARITO - RESPOSTAS
1. B
2. D
3. B
4. B
5. E
6. 1+ 2+ 8 + 16 = 27
7. D
8. E
9. B
10. D
11. 03
12. C
13. E
14. D
15. B
16. D
17. 2 + 8 = 10
18. C
19. B
20. C
21. D
22. FFVFF
23. Uso mais intenso: Centro-Sul Uso menos intenso: Amazônia Duas das respostas: • irrigação • uso de agrotóxicos • máquinas e tratores • veículos para transporte • local para armazenamento • adubação e correção do solo • controle de erosão e fertilidade do solo • assistência técnica para plantio e cultivo

Um comentário:

Fábio Oliver disse...

Obg professor, os assuntos aqui encontrados além de diversificados são muito bons. obg pela disponibilidade (y)