quinta-feira, 5 de abril de 2018

Prova de História com gabarito - Vestibular de Verão 2018 - UNICURITIBA

Questão 01 - UNICURITIBA 2018 - Os acontecimentos iniciados na França em 1789 tiveram sua origem em tempos bem anteriores. Uma revolta popular, com a intensidade da que ocorreu na França, não surge de um ano para outro; o que se viu em 1789 foi a mobilização em larga escala das classes populares, que englobavam os trabalhadores urbanos, os desempregados e pobres em geral e os camponeses. O desfecho foi burguês, mas o movimento mobilizou segmentos populares. Uma combinação de desagregação do Feudalismo, crescimento econômico da burguesia, empobrecimento da nobreza [...] e aumento da miséria do compesinato formavam o contexto social francês às vésperas do movimento de 1789. (Adaptado de: PETTA, Nicolina; OJEDA, Eduardo.História. São Paulo: Moderna, 1999. p. 129) Considere o texto e conhecimentos sobre o assunto para avaliar as afirmativas.
a) (   ) Em 1789 os revolucionários tomaram a bastilha, prisão símbolo do absolutismo real da dinastia Bourbon. Esperavam encontrar muitos presos políticos encarcerados, mas estes inexistiam: libertaram apenas 4 falsários, dois loucos e um nobre envolvido em pedofilia. O dia tornou-se o maior símbolo nacional da França.
b) (   ) No início da Revolução, fase da Assembleia Nacional Constituinte, ocorreu o “Grande Medo”: no interior da França os camponeses atacavam palácios, massacravam famílias inteiras, incluindo mulheres e crianças, queimavam registros de dívidas. Ocorreu fuga de nobres e clérigos para o exterior.
c) (   ) A contrarrevolução da Vendeia mostrou que o apoio popular à revolução não foi unânime. Os vendeanos, especialmente a maioria camponesa, católica e pobre, pegou em armas, enfrentando por longo tempo os exércitos revolucionários.
d) (   ) Uma fase mais calma ocorreu na Revolução Francesa, quando o “golpe do 18 Brumário” substituiu o Governo do Consulado pelo Governo do Diretório. Com isso ocorreu perda de parte do poder pela burguesia.
e) (   ) Com Napoleão Bonaparte, a França retomou a ordem e o crescimento econômico. No plano jurídico, Napoleão contribuiu para a criação do Código Civil, que influenciaria codificações em outros países; no plano econômico criou o Banco da França e restabeleceu a segurança dos negócios.

Questão 02 - UNICURITIBA 2018 - Os Estados Unidos da América, ao longo do século XIX, transformaram-se em uma nova potência mundial. Os fatos mais notáveis de sua história nesse período foram, além de seu crescimento econômico, a expansão territorial e a Guerra de Secessão. Após a independência (1776), o governo norte-americano estimulou a ocupação das regiões além das montanhas Apalaches. A possibilidade de ser proprietário de terras atraía o imigrante europeu. Ao longo do século XIX milhões de pessoas deslocaram-se para o Oeste; iam em carroças, atravessando as grandes planícies centrais, ou em navios, subindo a bacia do Mississippi- Missouri. Ocuparam o interior do continente, ainda que à custa do genocídio indígena. Assim formavam-se novos territórios federais, transformados posteriormente em Estados. (SCHNEEBERGER, Carlos Alberto. História geral. São Paulo: Rideel, 2011. p. 301)
Sobre a expansão territorial dos Estados Unidos, considere o texto e o mapa para julgar as afirmativas.

a) (  )  A área das 13 Colônias foi praticamente dobrada em 1783, quando a Inglaterra, aceitando a vitória dos colonos na Guerra de Independência, cedeu a região situada a oeste das Montanhas Apalaches.
b) (  ) A região da Flórida e áreas próximas foram cedidas pela Espanha aos Estados Unidos após derrotas navais e terrestres; a Espanha também perdeu Cuba, Porto Rico e Filipinas, uma antecipação do imperialismo da jovem república americana.
c) (  ) Colonos americanos fixaram-se no Texas, então pertencente ao México. Após a derrota do Álamo, os texanos impuseram-se militarmente ao General Santa Ana e criaram o Estado do Texas (da Bandeira Solitária); a região, alguns anos depois, foi anexada aos Estados Unidos.
d) (  )  Os pioneiros que se fixaram no Oeste, incluindo imigrantes, partiam do princípio de que o indivíduo valia pela força de seus braços, por sua resistência e habilidade. Menosprezavam as hierarquias sociais e econômicas; muitos acreditavam realizar um “destino manifesto”, de inspiração religiosa.
e) (  ) Uma grande corrida a oeste foi desencadeada pela descoberta de ouro na Califórnia; o afluxo de garimpeiros e aventureiros americanos na região provocou a Guerra contra o México (1848).

Questão 03 - UNICURITIBA 2018 - As tabelas abaixo referem-se a aspectos da economia brasileira durante parte do Segundo Reinado e República Velha ou República Oligárquica. Com base nas tabelas e em conhecimentos de História, avalie as afirmativas.
a) (  ) A passagem do algodão de quarta para segunda posição na pauta das exportações brasileiras entre 1851 e1870, bem como seu declínio subsequente, encontra explicação na destruição dos algodoais sulistas dos EUA na Guerra de Secessão e em sua rápida recuperação posterior.
b) (  ) Tendo que enfrentar a concorrência de colônias africanas, também produtoras de borracha, esse produto, após proporcionar fugaz esplendor de Manaus, de que o Teatro Municipal é símbolo, foi suplantado após 1914 e tornou-se de pequena expressão econômica.
c) (  ) Henry Ford obteve vastas áreas na Amazônia, onde implantou grandes plantações de seringueiras em Fordlândia e Belterra, projetos fracassados pela ação de doenças que atacavam árvores fora do ecossistema original e, mais tarde, pela descoberta da borracha sintética.
d) (  ) Durante parte do século XIX, até 1888, a produção cafeeira assemelha-se muito ao sistema “plantation”, envolvendo grandes propriedades, mão de obra servil e visando exportações.
e) (  ) Na década de 1850, ante a falta de braços para o trabalho nos cafezais, colonos europeus fixaram-se em terras paulistas e trabalhavam no denominado sistema de parceria. De modo geral, a parceria foi um sucesso e refletiu-se na Europa, atraindo cada vez mais imigrantes para o Brasil nos anos seguintes.

Questão 03 - UNICURITIBA 2018 - Foi um dia bonito, 7 de setembro de 1922, ao se acenderem as luzes da exposição diante do secretário de Estado norte-americano, Charles Hugues, de numerosas embaixadas especiais, da população que ali esquecia as amarguras da dissensão interna [...]. Visitou o Brasil o presidente de Portugal [...] Cunharam-se no Rio moedas em que apareciam, conjugados, chefes de Estado em 1822 e 1922, D. Pedro I e Epitácio [...]. Em 15 de novembro transmitiu Epitácio o poder a Bernardes, num ambiente de trégua – breve e angustiosa. (CALMON, Pedro. História do Brasil. Rio de Janeiro: J. Olympio, 1971. p. 2.234. v. 6)
Aos vinte e dois dias do mês de abril do ano de mil novecentos e setenta e dois, na cidade do Rio de Janeiro, estando presentes Suas Excelências o Presidente da República Federativa do Brasil, General Emílio Garrastazu Médici, e o presidente da República Portuguesa, Almirante Américo D. Rodrigues Thomas, foi entregue a Sua Excelência, o Presidente da República Federativa do Brasil, a urna contendo os restos mortais de Sua Majestade El- Rei Dom Pedro IV, de Portugal, 1º Imperador do Brasil, fraternalmente doados pela Nação portuguesa à Nação Brasileira [...] (Adaptado do disponível em: . Acesso em: 20 fev. 2017)
Tendo como referência os textos e conhecimentos de História, julgue as afirmativas.
a) (  ) O “ambiente de trégua – breve e angustiosa” refere-se aos meses posteriores ao movimento tenentista, marcado pela Revolta do Forte de Copacabana e a “marcha da morte”, dos 18 militares daquela fortaleza.
b) (  ) A comemoração do Centenário da Independência, no governo Epitácio Pessoa, em meio à crise política, teve as cerimônias cívico-militares abrilhantadas por nobre gesto: a revogação da lei de banimento da Família Imperial e o retorno ao Brasil dos restos mortais de Dom Pedro II e de Dona Teresa Cristina.
c) (  ) O Tenentismo continuou atuante no governo de Arthur Bernardes, mas foi violentamente combatido pelas forças oficiais por ter, em manifesto, expressado sua profunda adesão ao socialismo, que tomara o poder na Rússia após sangrenta revolução.
d) (  ) Em 1972, no Sesquicentenário da Independência, o Brasil, sob o governo do General Emílio Médici, encontrava-se em ótima fase econômica; o crescimento acentuado do PIB configurou o que ficou conhecido como "milagre brasileiro".
e) (  ) A Coluna Prestes, nos versos de Jacinta Passos: “Ó céus e terra tremei, que a coluna já partiu [...] Partiu das terras do sul, dos descampados sem fim”, atingiu seus objetivos e uniu-se aos rebeldes paulistas e derrubando o governo de Artur Bernardes.

GABARITO
01 - V-V-V-F-V
02 - V-F-V-V-F
03 - V-F-V-V-F
04 - V-V-F-V-F

Nenhum comentário: