domingo, 31 de agosto de 2014

A Cultura de Angola

Cultura de Angola
Bandeira de Angola
A cultura Angolana é rica e diversificada e cada região de Angola tem uma única maneira de expressar a mesma através de artesanato, música, dança, artes ou literatura. Em termos de literatura, Angola possui uma formidável literatura tradicional. Um importante género tem sido a poesia política, na qual se destacam as obras do primeiro presidente de Angola, Dr. Agostinho Neto. A literatura oral é igualmente importante em muitas comunidades.

Em termos de música, o Semba é considerado como a música e estilo de dança mais popular juntamente com a Rebita, Kabetula, Kazukuta e Kuduro. A Marimba e Kissanje são instrumentos musicais mais conhecidas da tradição musical de Angola.

O carnaval Angolano é a actividade cultural mais importante no calendário Angolano e é o maior evento cultural e social no país. Em termos de artes e trabalhos manuais, Angola tem a escultura do “Pensador” como a peça de arte mais bonita e mais popular do país e é oficialmente usada como o símbolo da cultura nacional de Angola.


Estilos de Dança e Música
Semba é a dança mais popular durante o carnaval. Fora da dança de carnaval, o Semba é dançado em pares, com passos elegantes dos senhores seguido por senhoras em passos largos onde a destreza conta muito com relação a improvisação.

Rebita é um tipo de música e dança Angolano de sala de bailes que mostra a vaidade dos senhores e enfeite das senhoras. Dançado em pares em coreografias coordenadas pelo chefe do círculo, eles realizam actos de generosidade, gesticulando a leveza das senhoras deles na sintonia da massemba.

Kabetulaé também uma dança de carnaval da região do Bengo e ela exibe mexidas quase rápidos seguidos de alguns saltos acrobáticos. Os Dançarinos apresentam-se usualmente em camisas brancas ou sem camisa.

Kazukuta é a excelência da dança “slow tap”, seguido do balanço do corpo. O dançarino fica de pé nos seus calcanhares ou nas pontas dos pés, encostando-se numa cana ou em uma sombrinha.

o Kuduro é a fusão da música batida com estilos tipicamente Africanos, criado e misturado por jovens Angolanos adaptando a maneira de dançar, que consiste em prender o quadril para os lados por duas vezes.

Assim, artes e trabalhos manuais, tais como talha de madeira e olaria, são preciosamente vendidos em países estrangeiros e em termos de performance de artes, a música Angolana tem estado a receber uma forte atenção internacional.
Pensador de Côkwe
A peça de escultura chamada “O Pensador” é uma das mais belas estátuas de origem Tchokwe, representando hoje a referência da cultura para todos os Angolanos, pois é um símbolo da cultura nacional.

A estátua retrata um homem/mulher flexionando para baixo com as duas pernas cruzadas e as mãos colocados na sua cabeça, o que simboliza o pensamento humano.

A Estátua representa a figura de uma pessoa idosa que pode ser um homem ou uma mulher. Desenhado num perfil simétrico, com a face um pouco inclinado para baixo, expressa um subjectivismo intencional como, em Angola, o idoso representa sabedoria e goza um estatuto privilegiado. O idoso representa a sabedoria, experiencia de muitos anos e conhecimento dos segredos da vida.

Esta imagem é hoje uma figura emblemática de Angola que esta incluso nas filigrana das notas bancária kwanza, a moeda nacional. É considerado como uma peça de arte nativa confiável Angolano.

A estátua pode ser vista como um homem ou uma mulher mas visto minuciosamente, ela representa um forte senso de sabedoria e conhecimento, e é visto com grande respeito. Logo, o Pensador é uma peça cativante que deixa a audiência pensar.

Nenhum comentário: