terça-feira, 30 de abril de 2013

Amazônia - Questões de vestibulares e Enem - Geografia

1. (UNIFAP 2006) Leia o texto abaixo: “ Os desmatamentos para a criação de grandes latifúndios agropecuários substituiu a floresta por pastagens e empobreceu grandes extensões de solo. Projetos como o Grande Carajás e Jarí, a exploração mineral e hidrelétrica são fontes de grandes impactos ambientais de âmbito regional” (Adaptado de ROSS, 1995) 
De acordo com texto e com os seus conhecimentos, associe a coluna superior com a inferior, indicando as conseqüências para a destruição provocada pelos grandes projetos implantados na Amazônia. 
I – Degradação da Biodiversidade 
II – Destruição do solo 
III – Mudanças Climáticas 
IV – Estresse e doenças 
( ) A retirada da floresta rompe com o sistema natural de ciclagem dos nutrientes, ficando desprotegido da ação da erosão da chuva e tornando-se improdutivo. 
( ) O desmatamento elimina de um só vez grande contingente de espécies ainda desconhecidas pela ciência e homogeneíza o ecossistema quando se implanta a monocultura. 
( ) As monoculturas implantadas na Amazônia são mais sensíveis ao ataque de pragas e parasitas que são combatidas com agrotóxicos, os quais destroem, por sua vez, a diversidade dos ecossistemas. 
( ) As florestas são responsáveis pela umidade local. Sua destruição elimina essa fonte injetora de vapor d’água na atmosfera e, ao mesmo tempo, diminui a captura do CO2 atmosférico. A associação correta, pela ordem, é: 
a) I, II III e IV 
b) II, IV, I e III 
c) IV, II, III e I 
d) III, I, II e IV 
e) II, I, IV e III


2. (UNIFAP 2006) Observe os mapas a seguir:

O dois mapas apresentam áreas indígenas e unidades de conservação. A respeito da territorialidade dos povos indígenas e das políticas ambientais, no que diz respeito às unidades de conservação na produção do espaço amapaense, é correto afirmar que 
a) estão preservadas e livres do desmatamento e da degradação ambiental. 
b) atraem turistas de todo o mundo, sendo o principal ramo da atividade econômica do Estado. 
c) reverteram a tendência da desagregação dos povos indígenas e a degradação dos ecossistemas amapaenses.
d) estão a salvo da ação das mineradoras e madeireiras devido à atual legislação e a ação dos órgãos fiscalizadores. 
e) representam mais de 60% do território amapaense. Porém, as políticas públicas implementadas nestas áreas são insuficientes para conservação e preservação.

3. (UNIR 2005) Sobre a ocupação da região amazônica, assinale a afirmativa INCORRETA. 
a) As atividades de mineração ganharam destaque a partir da década de 80 do século XX com as obras de infra-estrutura patrocinadas pelo Governo Federal, especialmente na implantação dos projetos para extração de ferro, alumínio, estanho e manganês. 
b) Com a intensa ocupação humana nos últimos anos, a Amazônia brasileira transformou-se numa região de média densidade demográfica, ocupando o segundo lugar no ranking brasileiro. 
c) Foi instalado o Sistema de Vigilância da Amazônia (SIVAM) que tem como objetivo fiscalizar as ações predatórias em relação à natureza e coibir o tráfico de drogas na imensa zona de fronteira morta do Brasil. d) As reservas extrativistas são áreas de manejo sustentável da floresta, criadas inicialmente no Acre, tendo como idealizador o seringalista Chico Mendes, reconhecido internacionalmente por sua luta em defesa da ecologia e dos povos da floresta. 
e) A agropecuária constitui o setor econômico mais importante da Amazônia desde a década de 70 do século XX, tendo na criação de gado para exportação, na exploração da madeira, juta, pimenta do reino o forte de sua arrecadação.

4. (UNIFESP 2009) A Amazônia brasileira possui atributos físicos que a individualizam no território brasileiro e a tornam atraente a investimentos externos. 
a) Aponte e descreva as características físicas que a tornam um importante reservatório hídrico. 
b) Aponte e comente dois usos da água na Amazônia contemporânea relacionados ao capital internacional.

5. (UNICAMP) Uma das definições de desenvolvimento sustentável é: o desenvolvimento capaz de suprir as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade de atender às necessidades das futuras gerações. É o desenvolvimento que não esgota os recursos para o futuro. (Adaptado de http://www.wwf.org.br/informacoes/questoes_ambientais/desenvolvimento_sustentavel/) 
a) O solo é um recurso fundamental para a subsistência da população mundial. Que práticas de conservação do solo podem garantir sua preservação para as gerações futuras? 
b) Segundo o INPE, nos últimos meses de novembro, dezembro e janeiro, foram registrados, na Amazônia Legal, 754 km² de desmatamentos por corte raso ou degradação progressiva. Indique o principal objetivo desse desmatamento e as consequências ambientais dessa ação. 


6. (Enem 2008) Calcula-se que 78% do desmatamento na Amazônia tenha sido motivada pela pecuária – cerca de 35% do rebanho nacional está na região – e que pelo menos 50 milhões de hectares de pastos são pouco produtivos. Enquanto o custo médio para aumentar a produtividade de 1 hectare de pastagem é de 2 mil reais, o custo para derrubar igual área de floresta é estimado em 800 reais, o que estimula novos desmatamentos. Adicionalmente, madeireiras retiram as árvores de valor comercial que foram abatidas para a criação de pastagens. Os pecuaristas sabem que problemas ambientais como esses podem provocar restrições à pecuária nessas áreas, a exemplo do que ocorreu em 2006 com o plantio da soja, o qual, posteriormente, foi proibido em áreas de floresta. Época, 3/3/2008 e 9/6/2008 (com adaptações). A partir da situação-problema descrita, conclui-se que
a) o desmatamento na Amazônia decorre principalmente da exploração ilegal de árvores de valor comercial.
b) um dos problemas que os pecuaristas vêm enfrentando na Amazônia é a proibição do plantio de soja.
c) a mobilização de máquinas e de força humana torna o desmatamento mais caro que o aumento da produtividade de pastagens.
d) o superavit comercial decorrente da exportação de carne produzida na Amazônia compensa a possível degradação ambiental.
e) a recuperação de áreas desmatadas e o aumento de produtividade das pastagens podem contribuir para a redução do desmatamento na Amazônia.

7. (Enem 2004) Em 2003, deu-se início às discussões do Plano Amazônia Sustentável, que rebatiza o Arco do Desmatamento, uma extensa faixa que vai de Rondônia ao Maranhão, como Arco do Povoamento Adensado, a fim de reconhecer as demandas da população que vive na região. A Amazônia Ocidental, em contraste, é considerada nesse plano como uma área ainda amplamente preservada, na qual se pretende encontrar alternativas para tirar mais renda da floresta em pé do que por meio do desmatamento. O quadro apresenta as três macrorregiões e três estratégias que constam do Plano.
Estratégias:
I. Pavimentação de rodovias para levar a soja até o rio Amazonas, por onde será escoada.
II. Apoio à produção de fármacos, extratos e couros vegetais.
III. Orientação para a expansão do plantio de soja, atraindo os produtores para áreas já desmatadas e atualmente abandonadas. Considerando as características geográficas da Amazônia, aplicam-se às macrorregiões Amazônia Ocidental, Amazônia Central e Arco do Povoamento Adensado, respectivamente, as estratégias
a) I, II e III.
b) I, III e II.
c) III, I e II.
d) II, I e III.
e) III, II e I.


Gabarito/Resolução comentada
1.   E
2.   E
3.   B
4. Baixe a resolução comentada no link aqui!

5. Resolução comentada.

a) Rotação de culturas, plantio em curvas de nível, terraceamento, plantio direto, adubação orgânica, implementos agrícolas mais leves, redução das queimadas, redução do uso de agrotóxico 
b) O principal objetivo desse desmatamento é a abertura de clareiras para a atividade agropecuária, extração de madeira, áreas de produção mineral, infraestrutura de transporte e hidroeletricidade  As principais consequencias são: redução da biodiversidade, degradação do solo, erosão, assoreamento dos rios, alteração de microclima, aquecimento global, emissão de gás carbônico.

6. E   Acesse a resolução comentada no link aqui!
7. D   Acesse a resolução comentada no link aqui!

Nenhum comentário: