quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Chuva ácida

A chuva ácida é um tipo de poluição do ar. Quando o carvão e o petróleo são queimados como combustível nos carros, nas usinas elétricas e nas fábricas, liberam gases nocivos no ar. Esses gases se misturam ao oxigênio e à água do ar. Ao cair como chuva, granizo ou neve, a água do ar traz com ela esses gases. Esse fenômeno, conhecido como chuva ácida, é prejudicial a todas as formas de vida.

A chuva ácida pode poluir lagos e rios, matando peixes e outros organismos que vivem neles. Pode prejudicar também vários tipos de vegetação. Além disso, a chuva ácida corrói ou desgasta fachadas de prédios e outras estruturas.

A chuva ácida pode ser muito prejudicial às árvores e outras plantas. À esquerda, um galho afetado pela chuva ácida, que o deixou bem diferente do galho da direita.
No começo dos anos 1990, milhares de lagos foram destruídos pela chuva ácida. O problema foi maior na Noruega, na Suécia e no Canadá. Porém, os danos da chuva ácida não atingem somente os países que poluem. Isso porque o vento carrega a poluição por todo o planeta.

Apesar das discussões que ocorrem em vários países, não há uma solução clara para o problema. A principal razão é que o controle da poluição é caro. Contudo, como os prejuízos causados pela chuva ácida ao meio ambiente são permanentes, o custo ambiental é cada vez maior.

Fonte: B.E.

Nenhum comentário: