sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

O Brasil na Copa do Mundo de 1994

Depois do jejum de 24 anos, a Seleção Brasileira chega aos Estados Unidos embaixo de críticas, mas Zagallo, auxiliar técnico de Parreira, já conseguia sonhar com a conquista. Mesmo com otimismo do velho lobo, o Brasil enfrenta um novo questionamento, será que ainda temos o melhor futebol do mundo? A resposta tem 1,68 m de altura, o baixinho Romário. N aprimeira fase ele marca em todas as partidas. contra a Suécia, um belo gol de biquinho. Depois Romário apronta de tudo, dá assistência para o gol de Bebeto contra os Estados Unidos. Faz dois gols decisivos, e até movimentos de um contorcionista no Belo gol de Branco contra a Holanda. Na final, a batalha duríssima, a mesma Itália de 1970. O Brasil enfrenta o calor do verão norte-americano, os fortes jogadores italianos e o cansaço. Sem as magias dos gols nos tempos normais, os brasileiros enfrentam a loteria da disputa de pênaltis. O Tetra do Brasil é também o Tetra de Zagallo. A história do futebol brasileiro em Copas do Mundo, se confunde de vez com a dele. Depois da Copa, mais uma vitória brasileira. Romário é eleito o melhor jogador do mundo. Uma resposta e tanta para quem ainda duvidava do Brasil de Todas as Copas.

Brasil das Copas - Copa de 1994: TV Brasil
Cartaz oficial da Copa do Mundo de 1994, nos Estados Unidos
país sede -Estados Unidos;
campeão - Brasil;
vice - Itália

Nenhum comentário: