quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Uerj 2013 - Questão 50 - Os diferentes modelos produtivos de cada momento do sistema capitalista

Uerj 2013 -  Questão 50 - Os diferentes modelos produtivos de cada momento do sistema capitalista sempre foram o resultado da busca por caminhos para manter o crescimento da produção e do consumo.


A crítica ao sistema econômico presente na letra da canção está relacionada à seguinte estratégia própria do atual modelo produtivo toyotista:
(A) aceleração do ciclo de renovação dos produtos
(B) imposição do tempo de realização das tarefas fabris
(C) restrição do crédito rápido para o consumo de mercadorias
(D) padronização da produção dos bens industriais de alta tecnologia

Alternativa correta: (A)

Comentário da questão:
O conceito de modelo produtivo no capitalismo foi elaborado para ajudar a compreensão das particularidades desse modo de produção em cada momento de sua história. O capitalismo é um sistema econômico baseado na expansão contínua da produção e do consumo, necessária para que o sistema não entre em crise. O modelo toyotista ou pós-fordista é a mais recente forma de organização do capitalismo para tentar viabilizar a meta do crescimento econômico ilimitado. A letra da canção “3ª do plural” remete à lógica da aceleração do consumo, dirigida pelos agentes do capitalismo. Isso é perceptível nos versos “Corrida pra vender cigarro”; “Corrida pra vender os carros”; “Eles querem te vender, eles querem te comprar”. Particularmente revelador dessa estratégia do capitalismo toyotista é a denominada “obsolescência programada”: trata-se da prática fortemente disseminada de reduzir o tempo médio de vida útil dos produtos para forçar a sua renovação o mais rapidamente possível, por meio da aquisição de um modelo novo. Isso pode ser alcançado tanto por fatores objetivos – por exemplo, a redução da durabilidade material –, quanto por fatores subjetivos – por exemplo, a alteração de design. Configura-se assim a suprema síntese da estratégia de acelerar o ciclo de renovação dos produtos pelos consumidores para viabilizar níveis crescentes de produção.

Nenhum comentário: