domingo, 24 de janeiro de 2016

O segundo maior lago da Bolívia secou por causa do aquecimento global

Nem mesmo os moradores locais parecem acreditar que O Lago Poopó, segundo maior lago da Bolívia (o maior é o Lago Titicaca) desapareceu. O lago era muito raso ele estava em uma região de clima árido, portanto, seu nível variava muito com o tempo. 

O Lago Poopó já encolheu significativamente inúmeras vezes no passado, mas dessa vez ele sumiu. Em dezembro de 2015, o Lago Poopó foi oficialmente declarado "seco" por causa do aquecimento global.
Imagens de satélite mostram o quanto as águas ao do Lago Poopó
recuaram em apenas três anos (Abril de 2013, janeiro 2016) NASA
E esse pode ser um retrato do futuro de mudanças climáticas. Os cientistas acreditam que a seca foi provocada por anos seguidos de atuação do El Nino, eleito o grande vilão desse desastre natural. Mas essa não é toda a história, eles também apontam que os desvios de rios e a má gestão dos recursos hídricos foram fatores contribuintes. 

Com exceção de alguns algumas finalidades agrícolas, afluentes do Poopó ou riachos de água doce que alimentam o lago são utilizados principalmente para a mineração.

O fenômeno climático tem atormentado a nação por milênios. O delicado ecossistema boliviano também tem sofrido um estresse ambiental extraordinário ao longo dos últimos 30 anos. O país experimentou um aumento de temperatura de cerca de um grau Celsius.

Os moradores locais estão abandonando o local. Dezenas de famílias venderam suas lhamas, alpacas e ovelhas. Nos últimos três anos, os moradores evacuaram a vila à beira do lago, deixando apenas metade da sua população, principalmente os idosos.

Os biólogos afirmam que cerca de 75 espécies de aves desapareceram do lago.

O Poopó pode não estar sozinho. Muitos outros lagos ao redor do mundo são igualmente ameaçados por grandes programas de desenvolvimento ou má gestão.

Nenhum comentário: