sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Cientistas encontram sapo que acreditava-se estar extinto há 150 anos

Sapo extinto há 150 anos é 'redescoberto'

Pesquisadores na Índia dizem ter identificado um sapo que por muito tempo era considerado extinto. Visto pela última vez em 1870, o Frankixalus jerdonii, uma espécie de sapo de árvore, vive nas partes mais baixas do Himalaia no estado de Bengala Ocidental, na Índia.

Do tamanho de uma bola de golfe, a espécie foi redescoberta durante uma expedição de 2007 liderada pelo biólogo indiano Sathyabhama Das Biju.
An adult male of Frankixalus jerdonii is emerging out of a tree hole. (SD Biju)
Um macho adulto de Frankixalus jerdonii saindo do buraco de árvore.
Visto pela última vez em 1870, essa espécie de sapo de árvore ainda existe na Índia.
"Nós ouvimos uma orquestra musical completa proveniente das copas das árvores. Foi mágico. É claro que fomos investigar", disse ele à BBC.

Usando a análise de DNA, Biju também chegou à conclusão de que o sapo "linhagem enigmática" isso significa que o minúsculo anfíbio pertence a um novo gênero.

Biju disse que durante o trabalho de campo, os pesquisadores viram o sapo exibindo um comportamento incomum ", incluindo girinos que se alimentam de ovos da mãe."

"Este gênero provavelmente permaneceu despercebido por causa de sua vida secreta em buracos, nas partes mais altas das árvores", disse Biju. O Frankixalus jerdonii diferencia-se de outros gêneros de sapo de árvores nos seguintes aspectos: "reprodução, postura de ovos, e desenvolvimento."

Os pesquisadores observam que o futuro do sapo é incerto. A espécie utiliza micro-habitats e com a degradação da floresta, a espécie já sofre grave ameaça de extinção", disse Biju.

A localização do do habitat do sapo é a razão mais provável por ele não ter sido visto em muito tempo. Além disso, os buracos de árvores em que vivem ficam até 6 metros acima do solo, de acordo com a BBC.

* Tradução livre, por Gabriel, com informações da VOA News. Data da publicação: 22/01/2016.

Nenhum comentário: