sábado, 26 de dezembro de 2015

História de Fernandópolis, São Paulo – SP

Histórico do Município: Fernandópolis, São Paulo – SP
Gentílico: fernandopolense

Os primeiros povoadores da região começaram a se fixar a partir do levantamento topográfico realizado pelo Estado, em 1918, na época em que o único acesso era a Estrada da Boiadeira que ligava São José do Rio Preto ao Porto do Taboado, no rio Paraná. Em 1927, Joaquim Antônio Pereira, junto com os irmãos Francisco Joaquim e Bertolino Arnaldo da Silva, adquiriram mil alqueires de Terras, nas proximidades das fazendas Santa Rita e Marinheiro, que, com Afonso Cáfaro, iniciaram as lavouras de café. 
Em 1938, Carlos Barozzi fundou o patrimônio que levou seu nome, mais tarde denominado Brasilândia. Próximo a este núcleo, Joaquim Antônio Pereira determinou o levantamento topográfico de uma área destinada à implantação do patrimônio Vila Pereira, tendo ai erguido um cruzeiro, em 1939, e construído uma capela, mais tarde demolida para construção da Igreja matriz. 
As duas vilas disputavam a liderança no progresso e, quando em 1943, receberam a visita de Fernando Costa, então Interventor Federal do Estado de São Paulo, por sugestão deste, os fundadores uniram as vilas, dando origem a Fernandópolis, cujo nome foi escolhido em homenagem ao Interventor. 
O café foi, durante muitos anos, a principal fonte de renda, mas devido aos diferentes tipos de solo, foram sendo introduzidas novas culturas, destacando-se o algodão, milho, amendoim e arroz. 

Formação Administrativa 
Distrito criado com a denominação de Fernandópolis, por Decreto-Lei Estadual no 14334, de 30 de novembro de 1944, no Município de Tanabi e Pereira Barreto. 
Elevado à categoria de município com a denominação de Fernandópolis, por Decreto­lei Estadual no 14334, desmembrado de Tanabi e Pereira Barreto, com sede no povoado de Pereira. Constituído de 3 distritos: Fernandópolis, Pedranópolis (Ex-Brasilândia) e Jales. Sua instalação verificou-se no dia 01 de janeiro de 1945. 
No quadro fixado, pelo referido Decreto-lei, para vigorar em 1945-1948, o Município de Fernandópolis ficou composto dos Distritos de Fernandópolis, Jales e Pedranópolis, e pertence ao termo e comarca de Votuporanga.
Aparece no quadro fixado pela lei nº 233, de 24-XII-1948 para vigorar no período 1949-1953, composto dos Distritos de Fernandópolis, Indiaporã, Macedônia, Meridiano e Pedranópolis. 
Lei Estadual no 233, de 24 de dezembro de 1948, desmembrado do Município de Fernandópolis o Distrito de Jales. 
Lei Estadual no 2456, de 30 de dezembro de 1953, desmembra do Município de Fernandópolis o Distrito de Indiaporã. 
Pela lei nº 2456, de 30-XII-1953, que fixou o quadro para vigorar em 1954-1958, o Município é composto dos Distritos de Fernandópolis, Guarani d?Oeste, Macedônia, Meridiano e Pedranópolis, comarca de Fernandópolis. 
Lei Estadual no 5285, de 18 de fevereiro de 1959 cria o Distrito de Brasitânia e incorpora ao Município de Fernandópolis. 
Lei Estadual no 5285, de 18 de fevereiro de 1959, desmembra do Município de Fernandópolis os Distritos de Guarani d?Oeste e Meridiana. 
Em divisão territorial datada de 01-VII-1960 o Município de Fernandópolis é formado dos Distritos de Fernandópolis , Brasitânia, Macedônia e Pedranópolis. 
Lei Estadual no 8092, de 28 de fevereiro de 1964, desmembra do Município de Fernandópolis os Distritos de Macedonia e Pedranópolis. 
Em divisão territorial de 31-XII-1968, o Município é constituído de 2 Distritos: Fernandópolis e Brasitânia. 
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 15-VII-1997.

Fonte: Biblioteca do IBGE.

Nenhum comentário: