sábado, 19 de setembro de 2015

História de Bom Jardim, Rio de Janeiro - RJ

Histórico do Município: Bom Jardim, Rio de Janeiro - RJ
Gentílico: bom jardinense 

Segundo a tradição, o desbravamento das terras do Município de Bom Jardim, se deu entre 1770 e 17786, quando garimpeiros clandestinos, chefiados pelo bandoleiro português Manoel Henrique, o "Mão de Luva", lavraram os leitos dos córregos afluentes dos rios Macuco, Negro e Grande. Confirmando a viabilidade desta história, existe no Município, no local onde as águas do rio São José se lançam no leito do rio Grande, cavernas naturais, conhecidas desde tempos remotos como "Furnas do Mão de Luva". Entretanto, datam do início do século XIX as notícias sobre as primeiras colônias agrícolas da região, formando um núcleo populacional na margem do rio São José, com o topônimo de São José do Ribeirão.

Em 1857 o núcleo foi elevado à categoria de freguesia, começando logo a atrair um maior número de colonos não só nacionais, como portugueses, suíços, alemães e italianos.
A formação do povoado que tomou o nome de Bom Jardim, segundo a tradição, foi devido ao fato de se negarem os habitantes de São José do Ribeirão a consentir na passagem dos trilhos da Estrada de Ferro Cantagalo por suas terras, receosos de que as fagulhas das locomotivas viessem a danificar suas plantações.

Devido ao progresso trazido pela estrada de ferro que a cortava, pouco a pouco, Bom Jardim, o nova localidade de Cantagalo, entrou em franca fase de prosperidade, suplantando a de São José do Ribeirão, pertencente ao Município de Nova Friburgo.

Em 24 de março de 1891, já sob o regime republicano, com a criação do Município de Cordeiro, por força do Decreto nº 180, Bom Jardim passou a constituir um dos seus Distritos, sendo desmembrado de Cantagalo.

A criação do Município se deu em 1893, com o nome de Bom Jardim, sendo este topônimo modificado para Vergel, em 1943, a contragosto dos habitantes da Cidade. A nomenclatura original de Bom Jardim foi restabelecida em 1947, por força das disposições transitórias da Constituição do Estado do Rio de Janeiro. 

Formação Administrativa

Freguesia criada com a denominação de São José do Ribeirão, pela lei provincial nº 519, de 04-05-1850 e pela deliberação de 21-11-1887 e por decreto estadual nº 280 de 06-07-1890.
Elevado à categoria de vila com a denominação de Bom Jardim, por decreto estadual nº 280, de 06-07-1891, desmembrados dos municípios Nova Friburgo e Cantagalo. Sede na povoação de São José do Ribeirão. 
Pelo decreto estadual nº 1, de 08-05-1892 a Vila de São José do Ribeirão foi extinta, sendo seu território anexado ao município de Nova Friburgo, retificado pelo decreto estadual nº 1-A, de 03-06-1892. 
Elevado novamente à categoria de vila com a denominação de Bom Jardim, pela lei estadual nº 37, de 17-12-1892, desmembrado de Friburgo e Cantagalo. Sede na antiga povoação de Bom Jardim. Constituído de 2 distritos: Bom Jardim e São José do Ribeirão. Ambos desmembrados de Nova Friburgo. Instalado 06-03-1893. 
Pela lei estadual nº 234, de 21-09-1906, é criado o distrito de Barra Alegre ex-povoado e anexado à vila de Bom Jardim. 
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, a vila de Bom Jardim é constituída de 3 distritos: Bom Jardim, São José do Ribeirão e Barra Alegre. Pela lei estadual nº 1913, de 29-12-1924, é criado o distrito de Banquete e anexado a vila de Bom Jardim. Elevado à condição de cidade com a denominação de Bom Jardim, pela lei estadual nº 2335, de 27-12- 1929. Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município se constituído de 4 distritos: Bom Jardim, São José do Ribeirão, Barra Alegre e Banquete.
Assim permanecendo nas divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937. 
Pelo decreto-lei estadual nº 641, de 15-12-1938, o distrito de São José do Ribeirão passou a denominar-se simplesmente Ribeirão. 
No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 4 distritos: Bom Jardim, Barra Alegre, Banquete e Ribeirão ex-São José do Ribeirão. 
Pelo decreto-lei estadual nº. 1056, de 31-12-1943, o município de Bom Jardim passou a denominar-se Vergel e o distrito de Ribeirão a denominar-se Paraim. 
Pela disposições transitórias da Constituição do estado do Rio de Janeiro, promulgada a 20-06-1947, vieram modificar o topônimo do município Vergel para sua antiga denominação de Bom Jardim. 
No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município é constituído de 4 distritos: Bom Jardim ex-Vergel, Barra Alegre, Banquete e Ribeirão. Pelo decreto estadual nº 16, de 12-10-1949, o distrito de Paraim teve seu topônimo alterado para São José do Ribeirão. Em divisão territorial datada de I-VII-1960, o muniçípio é constituído de 4 distritos: Bom Jardim, Banquete, Barra Alegre e São José do Ribeirão ex-Paraim. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007. 

Alterações toponímicas municipais 

São José do Ribeirão para Bom Jardim, teve sua denominação, alterada, pela lei nº 37, de 17-12-1892.
Bom Jardim para Vergel teve sua denominação alterada, pelo decreto-lei estadual nº 1956, de 31-12- 1943.
Vergel para Bom Jardim, teve sua denominação alterada, por disposições transitórias da constituição do Estado do Rio de Janeiro, promulgada de 20-06-1947.

Fonte: Biblioteca IBGE.

Nenhum comentário: