quinta-feira, 13 de agosto de 2015

História: Questões de Vestibular sobre a Ditadura Militar - com gabarito

Questão 01 - COMVEST - UNICAMP - 2014 - UNICAMP - Conhecimentos Gerais
O historiador Daniel Aarão Reis tem defendido que o regime instaurado em 1964 não seja conhecido apenas como “ditadura militar”, mas como “ditadura civil-militar”, pois contou com a participação civil. Para exemplificar o envolvimento civil, é possível citar 
a) manifestações populares como a “passeata dos 100 mil”, a campanha pela anistia e as “Marchas da família com Deus e pela liberdade”. 
b) a atuação homogênea do clero brasileiro e da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), que temiam a instauração do comunismo no país. 
c) a participação da população nas eleições parlamentares, legitimando as decisões políticas por meio de referendos.
d) o apoio de empresários, grupos midiáticos, políticos civis e classes médias urbanas que davam sustentação aos militares.

Questão 02 - CS-UFG - 2014 - UFG - Vestibular - Grupo 3 e 4
O Golpe de 1964 foi um movimento civil e militar que retirou do poder o presidente João Goulart e iniciou o processo de fechamento político que deu origem à ditadura no Brasil. Considerando os agentes associados ao contexto do Golpe de 1964, observa-se que para 
(A) os partidos políticos de esquerda representou uma oportunidade de intensificar a luta armada e implementar o socialismo no país. 
(B) a Igreja Católica representou uma possibilidade de fortalecimento da Doutrina Social da Igreja. 
(C) os partidos políticos de direita representou uma oportunidade de encerrar o ciclo do populismo no Brasil.
(D) os militares representou um momento de reconquistar seu antigo prestígio político, esvaziado desde a Proclamação da República. 
(E) o movimento estudantil representou um retrocesso social, com a ênfase no ensino técnico em lugar do ensino superior.

Questão 03 - CECIERJ - 2012 - CEDERJ - Vestibular - Prova 1
O longo período da ditadura brasileira, após o golpe militar de 1964, tem sido objeto de intensas discussões. Os especialistas têm, inclusive, alertado sobre a importância de se estudar esse período para que as novas gerações tenham consciência das consequências de um regime marcado pela privação da liberdade e de direitos civis. A partir da afirmativa acima, assinale a alternativa que melhor explica o golpe militar de 1964. 
(A) O ano de 1964 sinaliza um momento de ruptura do padrão de desenvolvimento econômico do Brasil, e o golpe inicia um processo de entrada das empresas multinacionais no país. 
(B) O ano de 1964 representa um período de intervenção política dos militares, interessados em somar esforços para deter o processo de reformas de base patrocinadas pela grande burguesia, particularmente paulista. 
(C) O ano de 1964 é um período de intensa mobilização popular, exemplificada pela atuação de setores de esquerda, críticos da nacionalização da economia e adeptos da internacionalização do capital. 
(D) O ano de 1964 representa o culminar da crise econômica dos anos 60 e o golpe teve como principal objetivo deter as medidas de reformas de base preconizadas pelo governo civil de João Goulart.

Questão 04 - IF-BA - 2013 - IF-BA - Processo Seletivo - Modalidade Integrada
“A Segurança Nacional compreende, essencialmente, medidas destinadas à preservação da segurança externa e interna, inclusive a prevenção e repressão da guerra psicológica adversa e da guerra revolucionária ou subversiva.” Artigo 3º da Lei de Segurança Nacional – 1969. In: CASTELLI JUNIOR, Roberto. História:texto e contexto. São Paulo: Scipione, 2006, p.632.
A Lei Segurança Nacional serviu ao Regime Militar como 
A) justificativa para o golpe que destituiu o governo de João Goulart e instalou a Ditadura Militar no Brasil. 
B) justificativa para a criação do bipartidarismo como forma de impedir a ação de partidos subversivos. 
C) instrumento legal para legitimar prisões e condenações de brasileiros considerados subversivos. 
D) dispositivo ideológico dos grupos que lutavam pela manutenção da Ditadura Militar através da guerra revolucionária.
E) instrumento de controle sobre as produções artísticas e culturais consideradas nocivas aos ideais revolucionários do Regime.

Questão 05 - UNICENTRO - 2011 - UNICENTRO - Vestibular - História 1
Era um domingo de 27 de novembro de 1983. Milhares de pessoas se aglomeravam na Praça Miller, em frente ao Estádio do Pacaembu, em São Paulo, mas não era dia de jogo. Convocada pelo Partido dos Trabalhadores (PT), foi a primeira grande manifestação da campanha por eleições diretas para presidente da República, que reuniu cerca de 10 mil pessoas. (ELEIÇÕES JÁ. 2010, p. 132). As gigantescas manifestações populares do movimento das “Diretas Já”, que marcaram a política brasileira da década 80 do século XX, 
A) provocaram confrontos violentos entre as forças governamentais e as massas populares, resultando no maior endurecimento do regime militar. 
B) foram organizadas pelos partidos comunistas, que, aliados às classes dominantes, planejaram derrubar o poder da ditadura militar. 
C) lograram vitória esmagadora, ao alcançarem a eleição de Tancredo Neves como primeiro presidente eleito diretamente pelo voto popular. 
D) comprovaram o processo irreversível da decadência e da desagregação da ditadura dos governos militares. 
E) exigiram a convocação de uma Assembleia Constituinte classista e a outorga de uma nova Constituição.

Questão 06 - COPEVE-UFAL - 2013 - UNEAL - Vestibular - História
A queda de João Goulart significou o fim do período democrático e o início da mais longa ditadura de nossa história. Foram 21 anos sob a dominação dos militares que colocaram no poder cinco generais-presidentes, um período na história política brasileira, que revela uma sociedade calada pela força das armas, cassada em seu direito de voto, censurada em todas as suas manifestações. Neste sentido, assinale o fato que não corresponde ao Período Militar. 
A) Os direitos fundamentais do cidadão foram suspensos. 
B) A implantação do MOBRAL (Movimento Brasileiro de Alfabetização) destinado a alfabetização de adultos. 
C) A criação da figura dos senadores biônicos, isto é, senadores não eleitos pelo voto popular. 
D) O desenvolvimento na região do Araguaia, na Bacia Amazônica, de um importante núcleo guerrilheiro organizado pelo Partido Comunista. 
E) A criação do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDE).

Questão 07 - COPEVE-UFAL - 2013 - UNEAL - Vestibular - História
Sobre o Regime Civil Militar instalado no Brasil a partir do golpe de 1964, leia os fragmentos abaixo. “[...] em 1964 a Nação recebeu um tiro no peito. Um tiro que matou a alma nacional, [...] Os personagens que pareciam fazer parte da história brasileira, ou da História do Brasil como nós imaginávamos, esses personagens de repente sumiram. Ou fora do poder, ou presos ou mortos. E em seu lugar surgiram outros, que eu nunca tinha visto. Idiotas que nem mereciam ser notados. [...] Havia sido cometido um assassinato político. Ali morreu um país [...]" (Herbert Jose de Souza – Betinho. Texto extraído Braick e Mota, História – das cavernas ao Terceiro Milênio). "Os 173 ex-deputados federais que foram cassados durante a ditadura militar (1964-1985) receberão a devolução simbólica de seus mandatos em uma sessão solene na Câmara nesta quintafeira. Apenas 29 dos parlamentares que serão homenageados estão vivos. A maior parte dos cassados eram filiados a MDB, PTB e Arena, e perderam o mandato por atos institucionais ou decretos presidenciais, principalmente no início do regime militar." (Texto extraído do Jornal Folha de São Paulo. Disponível em: Acesso em 07/DEZ/2012). Dadas as afirmativas seguintes, com base nos fragmentos acima e no conhecimento sobre o Regime Civil Militar instalado no Brasil a partir de 1964, 
I. Durante o Regime Civil Militar entre 1964 e 1985 no Brasil houve uma grande diversidade de partidos políticos praticando o pluripartidarismo a exemplo do que ocorre ainda hoje em nossa democracia. Os principais existentes nesse período foram o MDB, ARENA, PT e PCB. 
II. A repressão foi uma prática comum do regime civil militar instalado em 1964. Esse regime ditatorial ampliou a prática da violência política com o AI-5 durante o governo Costa e Silva. Prisões, torturas e assassinatos foram praticados pelo Estado brasileiro contra seus cidadãos. 
III. A Constituição de 1967 tinha características liberais e democráticas, a exemplo dos Atos Institucionais amplamente discutidos, votados e aprovados pelo Congresso Nacional. 
IV. O “Milagre Econômico” consistia em um conjunto de medidas voltadas para o desenvolvimento econômico. Houve a ampliação de linhas de crédito bancário para o setor privado, controle de preços e salários, realização de grandes obras públicas como a Transamazônica, a ponte Rio-Niteroi e a hidroelétrica de Itaipu. 
V. As “Diretas Já” foi um movimento pela promulgação de uma nova constituição e realização de eleições. Resultou da mobilização da sociedade brasileira para o retorno da democracia no Brasil. verifica-se que estão corretas 
A) I, III e IV, apenas. 
B) III e V, apenas. 
C) II, IV e V, apenas. 
D) I, II e III, apenas. 
E) I e III, apenas.

Questão 08 - FUVEST - 2011 - USP - Vestibular - Prova 1
No início de 1969, a situação política se modifica. A repressão endurece e leva à retração do movimento de massas. As primeiras greves, de Osasco e Contagem, têm seus dirigentes perseguidos e são suspensas. O movimento estudantil reflui. A oposição liberal está amordaçada pela censura à imprensa e pela cassação de mandatos. Apolônio de Carvalho. Vale a pena sonhar. Rio de Janeiro: Rocco, 1997, p. 202. O testemunho, dado por um participante da resistência à ditadura militar brasileira, sintetiza o panorama político dos últimos anos da década de 1960, marcados 
a) pela adesão total dos grupos oposicionistas à luta armada e pela subordinação dos sindicatos e centrais operárias aos partidos de extrema esquerda.
b) pelo bipartidarismo implantado por meio do Ato Institucional nº 2, que eliminou toda forma de oposição institucional ao regime militar. 
c) pela desmobilização do movimento estudantil, que foi bastante combativo nos anos imediatamente posteriores ao golpe de 64, mas depois passou a defender o regime. 
d) pelo apoio da maioria das organizações da sociedade civil ao governo militar, empenhadas em combater a subversão e afastar, do Brasil, o perigo comunista. 
e) pela decretação do Ato Institucional nº 5, que limitou drasticamente a liberdade de expressão e instituiu medidas que ampliaram a repressão aos opositores do regime.

Questão 09 - VUNESP - 2012 - UNESP - Vestibular - Conhecimentos Gerais 01
Durante o regime militar brasileiro (1964-1985), ocorreram: 
(A) fim do intervencionismo estatal na economia, ampliação da autonomia dos estados e controle militar do sistema de informações. 
(B) ampliação dos programas sociais voltados à saúde e à educação, crescimento industrial e saneamento completo das contas públicas. 
(C) limitação dos investimentos estrangeiros no país, erradicação da inflação e pagamento da dívida externa brasileira. 
(D) fortalecimento do poder executivo, relativo esvaziamento do legislativo e do judiciário e aumento da participação estatal na economia. 
(E) modernização tecnológica nas comunicações, incremento dos transportes aéreo e ferroviário e maior equilíbrio na distribuição de renda.

Questão 10 - VUNESP - 2013 - UFTM - Vestibular - Prova 01
Entre as principais características do regime militar brasileiro (1964-1985), podemos citar 
(A) o forte autoritarismo político, existente desde 1964 e intensificado após a decretação do AI-5, em 1968. 
(B) o esforço de privatização de empresas estatais, principalmente nos setores energético e de informática. 
(C) a disposição de desenvolver armamentos atômicos, conforme definido no acordo nuclear com a Alemanha, em 1975. 
(D) a unidade das Forças Armadas, expressa nas negociações para as sucessões presidenciais de 1967 e 1974. 
(E) a manutenção de boas relações diplomáticas com os países da América, independentemente da posição política ou ideológica de seus governos.

Questão 11 - UniCEUB - 2014 - UniCEUB - Vestibular - 2º Vestibular
Antes do golpe civil-militar de 1964 os militares já haviam tentado outros golpes para evitar a posse de presidentes legalmente eleitos. Assinale a alternativa que apresenta tentativas de golpes dos militares brasileiros. 
a) Em 1946, contrários à nova Constituição, os militares fecharam o Congresso e impediram a posse de Eurico Gaspar Dutra. Posteriormente, através de acordos, Dutra foi empossado no governo. Porém, seu sucessor, Brigadeiro Eduardo Gomes, foi vetado pelos militares. 
b) Em 1930, liderados por Getúlio Vargas, os militares derrubaram o presidente Washington Luis e realizaram a Revolução de 1930. Em 1937 os militares deram outro golpe, depondo Getúlio e instalaram o Estado Novo. 
c) Em 1955, quando tentaram impedir a posse de Juscelino Kubitschek e em 1961, quando tentaram impedir a posse de João Goulart, após a renúncia do presidente Jânio Quadros. 
d) Em 1954, quando depuseram Getúlio Vargas, levando-o ao suicídio e em 1985, quando impediram a posse de Tancredo Neves. 
e) Em 1945, quando os militares Góes Monteiro e Eurico Gaspar Dutra traíram Getúlio Vargas desalojando-o do poder e em 1993, quando depuseram o presidente Fernando Collor de Melo, acusado de corrupção.

Questão 12 - UFF - 2010 - UFF - Vestibular - 1º Etapa
A abertura política brasileira, ocorrida em meados da década de 1980, teve início na gestão do general Ernesto Geisel em 1974, levando mais de treze anos para desaguar em um regime democrático, seguindo uma estratégia “lenta, gradual e segura”. A longa duração desse processo pode ser explicada por alguns conflitos, sobretudo aquele entre 
(A) políticos ligados à Arena versus políticos ligados ao Partido da Renovação Nacional. 
(B) setores militares da Escola Superior de Guerra versus setores militares dos órgãos de informação. 
(C) segmentos da classe média urbana versus segmentos da classe média rural. 
(D) empresários industriais versus oficiais de baixo escalão das Forças Armadas. 
(E) comunidades indígenas da Amazônia versus operários do ABC paulista.

Questão 13 - UECE-CEV - 2010 - UECE - Vestibular - Prova 1
No que tange à relação estado e sociedade civil no Brasil, no período de 1964 a 1978, são feitas as seguintes afirmações. 
I. É um período em que foram amplamente respeitados os direitos e as garantias fundamentais do cidadão por parte dos poderes instituídos. 
II. Foram observadas, ações de resistência por parte de alguns segmentos da sociedade brasileira ao poder ditatorial-militar instaurado, inclusive com luta armada. 
III. No período citado, a exclusão de amplos setores da sociedade civil do processo decisório nacional ficou fortemente evidenciada. É correto o que se afirma em 
A) I, II e III. 
B) II apenas. 
C) II e III apenas. 
D) I e III apenas.

Questão 14 - UniCEUB - 2014 - UniCEUB - Vestibular - 1º Vestibular
Aristides Lobo, ministro do Interior do nosso primeiro governo republicano escreveu que o povo assistiu à fundação da República brasileira bestializado, atônito, surpreso, sem conhecer o que significava (...) por ora, a cor do governo é puramente militar e deverá ser assim. O fato foi deles, deles só, porque a colaboração do elemento civil foi quase nula. Neste ano de 2014, o Golpe de 1964 faz 50 anos. Assinale a alternativa que apresenta apenas semelhanças entre os dois golpes: 
a) tanto o Golpe de 1964, quanto o de 1889 contaram com a presença decisiva da população, que saiu às ruas em manifestações pedindo a queda do governo. 
b) foram antecedidos por grave crise econômica, caracterizada por desabastecimento de alimentos essenciais e inflação que diminuía o poder de compra da população. 
c) foram motivados por crise política e rápida expansão do comunismo entre estudantes e sindicatos. 
d) tiveram participação importante do Exército na derrubada do governo, sem qualquer apoio de civis no processo. 
e) foram antecedidos por conspiração entre civis e militares, tendo os segundos deflagrado o golpe.

GABARITO
01- D
02- C
03- D
04- C
05- D
06- E
07- C
08- E
09- D
10- A
11- C
12- B
13- C
14- E

Nenhum comentário: