sábado, 4 de julho de 2015

Canadá

CANADÁ - País norte-americano, limitado pelos Estados Unidos da América. Seu topônimo provavelmente se originou da palavra kanata, do dialeto iroquês, que significa "cabana, aldeia". Foi dado por Jacques Cartier, em 1535. Há também outra explicação, um tanto folclórica, sobre a frase "cá nada", dita pelo português Corte Real, em 1500, quando subiu o Rio São Lourenço em busca de um caminho para as Índias. Os nativos a ouviram e a repetiram aos franceses que lá estiveram posteriormente.
Localização: Norte da América
Capital: Ottawa
Idioma: Inglês e Francês 
População: 35.524.732 habitantes
Extensão Territorial: 9.984.670  Km²
Bandeira do Canadá
Mapa do Canadá
Os primeiros habitantes das terras canadenses foram indígenas de diversos troncos lingüísticos e culturais, dada a vastidão daquele território. Entre estes, se destacam os algonquianos (sioux e atabascas), os iroqueses e os inuits (esquimós).

Os dinamarqueses que ocupavam a Groenlândia foram os primeiros a aportarem no atual Canadá, mas não o colonizaram. A primazia da primeira presença européia no Canadá é um tanto difusa. Diz-se que o veneziano Giovanni Caboto ali esteve em fins do Século XV. E que também o português João Vaz Corte Real teria navegado ao longo do São Lourenço, estando no Labrador (de "lavrador", em português) e na atual Nova Escócia. De 1520 a 1525, o português João Álvares Fagundes explorou a costa canadense, próximo à ilha do Cap Breton, tentando colonizá-la, sem sucesso. Em 1524, o navegador florentino Giovanni da Verrazano, esteve no litoral das ilhas Carolinas, deu o nome de Francesca (em homenagem a Francisco I, rei da França) àquelas terras, mas não a colonizou tampouco.

Em 1534 e 1535, o francês Jacques Cartier esteve no Canadá, a mando do Rei Francisco I, e lá teria navegado pelo São Lourenço, até aldeias indígenas localizadas nas áreas onde hoje estão Montreal e Quebéc. Em toda a área do Canadá de hoje existiam entre dez a doze milhões de nativos, segundo estimativas dos primeiros colonos europeus que lá chegaram.

Entre os Séculos XVII e XIX, as terras do Canadá estiveram ora sob domínio francês, ora sob regência inglesa. A maior parte ficou efetivamente como colônia da Inglaterra, inclusive, pelo Ato Britânico-Norte-Americano de 1867, foi estabelecido que a constituição canadense seria similar à inglesa, com o Poder Executivo sendo representado pelo rei e delegado a um governador geral e seu Conselho. O Parlamento se constituiria por duas Casas: Senado e Câmara dos Comuns.

Em 1931, o governo inglês concedeu autonomia legislativa ao Canadá. Em 1981, o governo canadense entrou em acordo com a Inglaterra para uma tranqüila transição, com a outorga de uma Carta moderna, que substituía a de 1867, que representou a autonomia do país. No ano seguinte, a Carta de Direitos e Liberdades reconheceu a herança plurinacional do país e os direitos dos povos indígenas. Embora haja separatistas que pregam a separação de Quebéc do país, boa parte da população se opõe a isto. 

O Canadá é o segundo maior país do mundo em extensão e o maior em posse de água potável. Possui dez províncias e dois territórios.

Fonte: IBGE

Nenhum comentário: