segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Mapa-Múndi com o ranking mundial de liberdade de imprensa 2015

O mundo piorou e o Brasil melhorou em ranking mundial de liberdade de imprensa

A ONG Repórteres Sem Fronteiras divulgou um Ranking Mundial de Liberdade de Imprensa 2015. 
A organização classifica o desempenho de 180 países de acordo com uma série de critérios que incluem o pluralismo dos meios de comunicação, o respeito à segurança e à liberdade dos jornalistas e do ambiente legislativo, institucional e de infra-estrutura em que os meios operam.

No topo da lista, como tantas vezes, são os dos países escandinavos: Finlândia, que tem estado em primeiro lugar por cinco anos consecutivos, seguido de Noruega e Dinamarca. No outro extremo da escala, Turcomenistão, Coreia do Norte e Eritreia, em último lugar, foram os piores desempenhos. França está classificada em 38, os Estados Unidos aparecem em 49º (caiu três posições), Japão 61, Brasil 99 (subiu 12 lugares), a Rússia 152 (queda de quatro lugares), Irã 173 (inalterado) e China 176 (uma posição para baixo).
Mapa-Múndi com o ranking mundial da liberdade de imprensa 2015 (Acesse aqui para ampliar o mapa)

Brasil sobe 12 posições em ranking de liberdade de imprensa

O Brasil tornou-se um pioneiro na proteção dos direitos civis on-line através da adoção de uma lei "Marco Civil da Internet". A segurança dos jornalistas e da concentração da propriedade da mídia nas mãos de poucos, no entanto, continuam a ser os principais problemas. 

Nenhum comentário: