quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Jorge Cintra reconstrói o mapa das Capitanias Hereditárias e mostra erros históricos

Mapa das Capitanias Hereditárias: para o engenheiro Jorge Cintra os livros escolares estão errados

Um estudo publicado recentemente nos Anais do Museu Paulista contesta a versão clássica do mapa das capitanias presente até hoje em livros didáticos.

A Versão Clássica do Mapa
O Mapa das Capitanias Hereditárias de  Manoel Maurício de Albuquerque,
extraído do Atlas Histórico Escolar do MEC.
O estudo "Reconstruindo o mapa das capitanias hereditárias" é de autoria do engenheiro Jorge Cintra, professor titular de Informações Espaciais na Escola Politécnica da USP.

O mapa das capitanias hereditárias de  cara nova
Novo mapa das capitanias hereditárias - Jorge Cintra
O Mapa redesenhado pelo engenheiro Jorge Cintra mostra que as capitanias
do norte da colônia eram divididas de forma vertical e não horizontal, como se pensava
As principais alterações propostas  de acordo com o estudioso referem-se às linhas de divisa nas capitanias do norte, que devem correr segundo meridianos e não segundo paralelos; à particular configuração das capitanias do sul, com linhas dirigindo-se a noroeste; à divisão em quinhões das capitanias de Aires da Cunha e de João de Barros e à existência de terras não distribuídas.

*Com informações da Revista de História

Um comentário:

Antônio Carlos disse...

O problema é que uma mentira contada várias vezes passa a valer como verdade. Como convencer os milhões de alunos e milhares de professores este erro? Certamente você irá passar por louco. Embora a lógica de como os portuguese dividiam as terras bate com a do engenheiro. Eles costumavam dividir as terras seguindo o litoral e a direção dos rios.