terça-feira, 16 de outubro de 2012

Exercícios resolvidos sobre migração no Brasil

Lista de exercícios e questões de vestibulares sobre migração no Brasil
Assuntos: Migração, Brasil, Brasiguaios, Movimento pendular, Êxodo rural, Migração sazonal, dekasseguis, Transumância e Imigrantes.

01. (UNEAL) A expressão “brasiguaios” vem sendo empregada pela Geografia da População para designar:
a) proprietários de terra paraguaios que vivem no Brasil, dedicando-se ao cultivo, em larga escala,
de soja e milho, particularmente no Centro-Sul do País.
b) camponeses, “sem-terra”, arrendatários e proprietários de terra, provenientes do Brasil, que ultrapassam a fronteira com o Paraguai e se estabelecem em áreas agrícolas daquele país.
c) camponeses paraguaios que se dedicam às atividades artesanais, nas cidades fronteiriças com o Brasil.
d) traficantes de drogas que se instalam em cidades brasileiras e paraguaias, alternando-se ao longo do ano.
e) arrendatários paraguaios que se dedicam à pecuária extensiva no Mato Grosso do Sul, mas que obtiveram a cidadania brasileira.

02. (PUCPR) Leia atentamente o texto abaixo:
Todos os dias, milhares de jovens e adultos levantam-se antes do nascer do Sol, pegam o ônibus, mais outro ônibus e, cerca de uma hora depois, estão no município vizinho, uma metrópole. Lá está o seu lugar de trabalho ou de estudo, ou até de ambos, enfim, o lugar do seu longo dia.  Pela noite, é hora de voltar. Um ônibus num terminal, outro ônibus e outro terminal e bem tarde, está em sua casa, em sua cidade, que é tipicamente uma cidade-dormitório.  Noutro dia, o programa será o mesmo.
Esse é o cotidiano de milhares de pessoas que vivem nas regiões metropolitanas do Brasil: cada dia um vai-e-vem.
Essa forma de migração é denominada:
a) Movimento pendular.
b) Êxodo rural.
c) Êxodo urbano.
d) Migração sazonal.
e) Transumância.

03. (UFSCAR) Sobre a dinâmica demográfica brasileira, assinale a afirmação correta.
a) O ritmo de crescimento da população brasileira está em declínio, comprovando que estamos no início do processo de transição demográfica.
b) O crescimento demográfico é positivo, porém o crescimento vegetativo é negativo e a expectativa de vida está em alta.
c) O aumento da violência e do número de abortos explicam as altas taxas de mortalidade, entre os jovens de 14 a 21 anos, nas dez maiores metrópoles do país.
d) O saldo migratório no Brasil é negativo e os países que mais têm recebido emigrantes brasileiros são os Estados Unidos, o Paraguai e o Japão.
e) As taxas brasileiras de fecundidade e de mortalidade infantil são as menores dentre os países da América do Sul.

04. (Unifesp) O lamentável episódio que culminou no assassinato do brasileiro Jean Charles de Menezes em Londres remete à lembrança de que o Brasil é um país de emigrantes. Os principais destinos de brasileiros geraram denominações como “brazucas”, “dekasseguis” e “brasiguaios”, que são associados, respectivamente, a brasileiros que foram para:

a) Estados Unidos, Japão e Paraguai.
b) União Européia, China e Bolívia.
c) Reino Unido, Coréia do Sul e Paraguai.
d) Estados Unidos, Coréia do Sul e Bolívia.
e) Reino Unido, Japão e Equador.

05. (UNISA) A história da imigração para as zonas cafeeiras de São Paulo começa no Segundo Reinado, mas tem maior impacto nos anos posteriores à proclamação da República. O incentivo à vinda de imigrantes passou por alguns ensaios e erros. Em 1847, Nicolau de Campos Vergueiro, antigo regente
do Império e fazendeiro, cuja fortuna provinha em boa parte do comércio de importação de escravos,
tentou uma primeira experiência.  BORIS, Fausto. História do Brasil.
Essa primeira experiência foi o “sistema de parceria” que não prosperou. Como razão para o fracasso desse sistema pode-se destacar:
a) os colonos imigrantes não se adaptaram ao trabalho nas lavouras de café, que exigia alto nível técnico;
b) a impossibilidade de convivência, em uma mesma fazenda, de colonos imigrantes com escravos negros;
c) os colonos imigrantes não se adaptaram às novas condições de vida e ao clima do Brasil, preferindo retornar ao país de origem;
d) não era de interesse do governo imperial incentivar a vinda de imigrantes, devido ao alto custo da viagem;
e) os colonos imigrantes foram forçados a enfrentar um regime de semi-escravidão, devido às condições contratuais firmadas com os fazendeiros.

Nenhum comentário: