quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Símbolos Nacionais

Plenarinho - Plenarinho 12.07.2012 - 17h49 | Atualizado em 15.07.2012 - 19h53
Direitos autorais: Creative Commons - CC BY 3.0 
Bandeira do Brasil
Bandeira do Brasil
Os símbolos nacionais são quatro: a bandeira, as armas, o selo e o hino. Eles representam o Brasil em cerimônias, eventos, documentos importantes e missões oficiais. Por isso, devem ser respeitados por todos os cidadãos brasileiros. Todos os países do mundo têm símbolos nacionais. São eles que identificam uma nação.
Selo Nacional
O Selo Nacional é constituído por um círculo representando uma esfera celeste, igual ao que se acha no centro da Bandeira Nacional, tendo em volta as palavras República Federativa do Brasil. É usado para autenticar os atos de governo e bem assim os diplomas e certificados expedidos pelos estabelecimentos de ensino oficiais ou reconhecidos.
Cores Nacionais
Verde e amarelo são as cores que fazem o coração do brasileiro bater mais forte. O verde está relacionado às matas brasileiras. Existe uma enorme variedade de vegetação no país: Floresta Amazônica, Mata Atlântica, Caatinga, Pantanal, Cerrado, Campos, Restinga, Mata de Araucária, Mata de Cocais, Mangue.
Das cerca de 250 mil espécies vegetais que existem no mundo, aproximadamente 56 mil estão no Brasil. De acordo com o Manual Recreio, da Editora Abril, nosso país tem a maior biodiversidade do planeta. Ou seja: tem a maior quantidade de plantas e animais diferentes do mundo.
Já o amarelo é a cor que lembra as muitas riquezas brasileiras: desde as que podem ser extraídas, quanto as riquezas cultural e espiritual, verdadeiros tesouros para quem sabe amá-las e cultivá-las.
Bandeira Nacional
A Bandeira Nacional foi adotada pelo Decreto nº 4 de 19 de novembro de 1889 e modificada pela Lei nº 5.443, de 28 de maio de 1968. Ela deve ser atualizada sempre que ocorrer a criação ou a extinção (fim) de algum estado - se um estado for criado, uma nova estrela deverá ser incluída sem alterar a disposição das que já existem.
A Bandeira Nacional pode ser usada em todas as manifestações do sentimento patriótico dos brasileiros, de caráter oficial ou particular.
Você sabia que as estrelas que aparecem na Bandeira Nacional correspondem ao céu, na cidade do Rio de Janeiro, às 8h30 do dia 15 de novembro de 1889 (12 horas siderais)? Conheça as relações entre as estrelas e os estados da Federação!
Armas Nacionais 
As Armas Nacionais são as instituídas pelo Decreto nº4, de 14 de novembro de 1889 com a alteração feita pela Lei 5.443, de 28 de maio de 1968 (Anexo nº 8).
É obrigatório o uso das Armas Nacionais:
1.  no Palácio da Presidência da República e na residência do presidente da República;
2.  nos edifícios-sede dos ministérios;
3.  nas Casas do Congresso Nacional;
4.  no Supremo Tribunal Federal, nos Tribunais Superiores e nos Tribunais Federais de Recursos;
5.  nos edifícios-sede dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário dos estados, territórios e Distrito Federal;
6.  nas prefeituras e câmaras municipais;
7.  na frontaria dos edifícios das repartições públicas federais;
8.  nos quartéis das forças federais de terra, mar e ar e das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares, nos seus armamentos, bem como nas fortalezas e nos navios de guerra;
9.  na frontaria, ou no salão principal das escolas públicas;
10. nos papéis de expediente, nos convites e nas publicações oficiais de nível federal.
Fonte: Plenarinho

Nenhum comentário: